História Apaixonada? Por quem? - Capítulo 89


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles
Tags Amor, One Direction, Romance
Exibições 42
Palavras 1.816
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Nem vou falar do meu extremo atraso, então... Boa noite passionates, como estão? Aqui temos um novo cap, espero que gostem. Boa leitura.💙

Capítulo 89 - O ensaio está chegando


Fanfic / Fanfiction Apaixonada? Por quem? - Capítulo 89 - O ensaio está chegando

POV. ELISE

Ele passou. Como estou feliz por Harry ter passado no programa, fiquei aliviada. Ele merece tanto isso, seu sonho se realizando, não poderia ter sido melhor.

Cheguei em casa bem cansada, o dia foi longo e exaustivo. Lembrei-me da minha conversa com o tal garoto chamado Zayn, ele me pareceu ser alguém bem legal, mas agradeci por Harry não ter chegado enquanto conversávamos, pois se isso tivesse acontecido acho que ele não o acharia legal como eu achei.

Fui para meu quarto e nem me preocupei com Emma por enquanto, eu precisava de um banho e depois de comer eu só queria dormir. Tirei minha roupa e segui para o chuveiro o mais rápido possível.

A água quente ajudou a relaxar meus músculos, meus pés estavam um pouco doloridos e minhas pernas também. Nada muito grave, uma boa noite de sono resolve esse problema, sem contar que o motivo era muito compensador.

Sai do chuveiro depois de alguns longos minutos, coloquei um pijama bem leve, penteei meus cabelos e logo eu estava na cozinha para fazer alguma coisa antes que eu fosse dormir:

- Então quer dizer que a mocinha chegou. – Emma apareceu me dando um grande susto.

- Que susto Emma.

- Desculpe, foi sem intenção. Mas então, vocês dois estão bem juntinhos.

- Para de ser boba, somos namorados, não?

- Isso mesmo, atitude, gostei. – Piscou e saiu indo em direção à sala.

Sentei-me junto de Emma no sofá para comer meu sanduiche enquanto ela mudava os canais da TV procurando algo para poder assistir:

- Esqueci de falar, amanhã eu quero que vá comigo para meu dia de tratamento.

- Dia de tratamento? – Perguntei desentendida.

- Isso, o pessoal lá da agência achou que preparação nunca é demais, então me deram um dia de folga para que eu pudesse me preparar para as fotos.

- Entendi, mas por que quer que eu vá?

- Porque quero companhia, sem contar que será um dia para conversarmos, faz tempo que não fazemos isso.

- Tudo bem então. – Dei de ombros e quando terminei de comer nós subimos.

Fui para o meu quarto e logo cai na cama para poder dormir. Acho que vou ficar por aqui por muitas horas mesmo, eu estou bem cansada.

Acordei com Emma me chamando, ela estava empolgada com o dia de hoje, então imagina como é que ela vai estar amanhã. Sai da cama e fui me arrumar, já que sairíamos em menos de uma hora.

Ao sair do banho me lembrei de que não tinha avisado Harry que hoje eu ficaria o dia inteiro fora, peguei meu celular e antes que eu pudesse discar seu número o aparelho começou a tocar. Era Harry:

~ LIGAÇÃO ON ~

Eu: Como você adivinhou?

Harry: Porque eu sou incrível. Mas o que foi que eu adivinhei?

Eu: Que eu iria te ligar agora mesmo.

Harry: É que eu sei que tenho uma namorada muito orgulhosa para dizer que me ligou só para falar que me ama, então resolvi fazer isso para que você não fique encabulada.

Eu: Você tem uma criatividade incrível sabia?

Harry: Criatividade? É a verdade, pode admitir.

Eu: Vou fingir que somos completamente normais e que isso não está acontecendo.

Harry: Por quê? Normal é uma palavra tão chata, não dá para namorar Harry Styles e ser normal.

Eu: Realmente, como não pensei nisso, Harry Styles é tudo, menos normal.

Harry: Engraçadinha. Mas então, já que não quer admitir que iria me ligar para dizer que me ama qual é sua desculpa para a ligação?

Eu: Amanhã eu vou com Emma no ensaio dela, esqueci-me de te contar.

Harry: Não, não quero ficar um dia inteiro sem minha princesa.

Eu: Na verdade não é só isso, não será um dia, serão dois.

Harry: Por quê?

Eu: Porque hoje ela vai dedicar o dia para se preparar e quer que eu vá também.

Harry: Como assim? Vou ficar dois dias sem minha Lis, Emma está pedindo demais.

Eu: São só dois dias amor, nada de mais.

Harry: Tudo bem, só vou aceitar porque ela é sua irmã e tem um tantinho de direitos sobre você, mas só um pouquinho.

Eu: Nossa, que namorado generoso que eu tenho.

Harry: Que namorada irônica eu tenho também.

Eu: Eu? Irônica? Jamais.

Harry: Tudo bem, vamos fingir que eu acredito nisso também. Mas só para constar, você vai ser toda minha no final de semana.

Eu: Toda sua?

Harry: Sim e saiba que vou pensar em inúmeras coisas para a gente fazer, inúmeras.

Eu: Tudo bem então, vou ter que ir.

Harry: Não queria, mas fazer o que, te vejo amanhã?

Eu: Talvez, quem sabe. Beijos.

Harry: Beijo princesa, tchau.

Eu: Tchau.

~ LIGAÇÃO OFF ~

Os gritos de Emma começaram a ecoar por toda a casa, minha irmã maluca já estava pronta para irmos e queria que eu aparecesse para podermos sair de casa. Balancei a cabeça em negação, se eu me importasse com os vizinhos com certeza nesse momento eu estaria correndo para colocar as mãos na boca de Emma:

- Está pronta sua maluca? – Emma apareceu na porta do meu quarto apenas de calcinha e sutiã.

- Você que grita pela casa e aparece de roupas íntimas na minha porta e eu é quem sou a maluca? – Perguntei irônica.

- Se quiser andar de roupas íntimas pela casa eu não vejo problema, herança de família, somos gostosas e o que é bonito é para se mostrar.

- Só você mesmo.

- Mas então, está perto de ficar pronta ou não?

- Só vou colocar minha roupa e já estarei.

- Ótimo, vou fazer o mesmo e nos encontramos lá na cozinha para tomarmos café antes de sairmos, tudo bem?

- Tá bom.

Emma saiu saltitando alegremente pelo corredor até seu quarto. Ri da situação e logo voltei minha atenção a roupa que eu iria vestir, precisava de algo bem confortável, então peguei o primeiro vestido que apareceu. Arrumei meu cabelo e o que restava e logo eu estava pronta esperando Emma descer para podermos comer e ir.

Ela demorou um pouquinho, Emma fica paranoica com o que vai vestir até mesmo para ir à padaria. Resolvi preparar um café rápido para a gente, assim não demoraríamos mais do que já estávamos demorando:

- Huum, cheiro de torradas. – Emma apareceu arrumada.

- Sim, torradas come e assim a gente vai para que você não fique reclamando que atrasamos depois.

- Falando assim até parece que eu reclamo muito.

- E não reclama não?

Emma me mostrou a língua e voltou a comer. Ri da sua cara e depois que já tínhamos tomado nosso café deixei a louça na pia e seguimos para o carro:

- Acho que a mocinha podia aprender a dirigir, não acha? – Emma comentou enquanto abria a porta e eu fazia o mesmo.

- Seria uma boa.

- Não seria, vai ser. Talvez você precise de um carro para ir à faculdade, então precisa saber dirigir primeiro.

- Não tenho a menor pressa, apesar de achar uma boa ideia não estou nem um pouco a fim de passar estresse no meio do trânsito.

- Bom, estresse é consequência de quase tudo nessa vida, então nem adianta colocar a culpa só no volante, além disso, depois que você se acostuma vira rotineiro e você nem percebe.

- Talvez.

Seguimos o caminho conversando sobre diversas coisas, Emma estava alegre e feliz pela sua carreira que estava alavancando cada vez mais e não podia estar diferente:

- Estamos chegando? – Perguntei impaciente, definitivamente esse centro de estética não era perto.

- Na verdade, nós acabamos de chegar.

- Até que enfim.

- Que menina impaciente.

- Sério que não tinha um mais perto?

- Bom, tinham, no mínimo, uns quatro do caminho de casa até aqui. – Falou enquanto caminhávamos para a entrada do estabelecimento. Um local muito grande e bonito diga-se de passagem, as paredes eram de vidro em sua maioria e tinha um nome bem grande na entrada:

- Mas para que passar por todos esses e não parar em nenhum? – Perguntei enquanto adentrávamos o local e fui surpreendida por um homem com uma roupa vistosa e o cabelo perfeitamente alinhado.

- Porque nenhum deles tem o George. – Sussurrou em meu ouvido. – George, meu querido, quanto tempo.

- Emma, minha flor, há quanto tempo a senhorita não aparece aqui? – O homem falou após abraçar minha irmã, eles pareciam bem amigos.

- Preciso de uma ocasião especial para poder desfrutar das mãos mágicas do melhor profissional do mundo.

- Querida, qualquer ocasião é especial quando falamos de você. – Sorriu se virando para mim. – E quem é essa garota linda que está te acompanhando, não me diga que é modelo também?

- Essa é minha irmã Elise. – Emma sorriu para mim. – E não, ela não é modelo.

- Mas poderia ser, muito prazer Elise, sou George, sou o dono desse centro aqui.

- Muito prazer George, sou Elise. – Sorri e me surpreendi quando o mesmo me puxou para um abraço.

- Claro que é, uma beleza assim só sendo irmã de Emma e filha de Isabelle. – Comentou me deixando um pouco deslocada. – Mas então meninas, o que temos para hoje?

- George você nem sabe, minha chance de virar modelo internacional está mais perto do que eu pensava. – Emma falou animada.

- Como assim querida? – George se animou mais ainda.

- Amanhã tenho um ensaio e se tudo correr como planejado vou conseguir um contrato para começar a carreira internacional e também nas passarelas.

- Jura? Que maravilha minha flor. – Abraçaram-se novamente. – Então, tudo bem, temos muita coisa o que fazer. – George sorriu. – Meninas. – Chamou algumas de suas funcionárias. – Quero o nosso pacote completo para a senhorita Emma, ela precisa brilhar ainda mais para que dê tudo certo no dia de amanhã.

- Perfeito. – Emma falou sorrindo. – Ah, se não for pedir muito eu gostaria do mesmo para Elise.

- Claro, sem dúvidas. – George concordou animadamente. – Ouviram meninas, tratamento completo para as duas, não aceito nada que não seja o magnífico para as duas.

As funcionária assentiram e saíram para fazer suas tarefas aparentemente. Emma contou os detalhes do seu contrato a pedido de George e depois que os dois colocaram a conversa em dia nos encaminhamos para uma sala mais ao fundo do local:

- Bom garotas, eu estou com um novo tratamento aqui no centro. Ele consiste no banho de ofurô com óleos essenciais em água mineral e algumas ervas. A pele fica magnífica e vocês vão se sentir como nenéns. – George comentou e logo abriu a porta da sala revelando alguns ofurôs ao chão, as mesmas funcionárias preparando a água e algumas outras vindo em nossa direção nos entregando roupões, toalhas e pantufas. – Bom, vou indo, pois tenho outras clientes, mas fiquem a vontade, qualquer coisa podem mandar me chamar.

- Maravilha. – Emma comentou enquanto George deixava a sala.


Notas Finais


Então, gostaram? Esses próximos capítulos serão voltados para o ensaio da Emma, ainda tem muita coisa para acontecer. 💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...