História Apaixonada por um Vampiro - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles
Exibições 13
Palavras 1.767
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Fantasia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense
Avisos: Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente desculpa eu na postar é que desanimei por motivos pessoais e agora melhorei mais juro que volto com tudo tentarei postar 1 capitulo por dia essa semana big beijos e me desculpem mesmo

Capítulo 16 - Revelações


Fanfic / Fanfiction Apaixonada por um Vampiro - Capítulo 16 - Revelações

Acordamos com Oli gritando feito um doido na cozinha então descemos em um segundo e vimos um grande lobo/homem negro com os olhos negros e presas enormes me assusto e vejo Hazza falar:

Harry- Calma Acker respira e não faça nenhuma bobagem.

Olho para Harry e venho ele tomar minha frente então no desespero pergunto:

Kath– Amor o que está acontecendo com Oli porque ele está assim- pergunto atordoada.

Harry– Fique atrás de mim amor, Oli esta descontrolado precisamos achar a Dri só ela pode acalma lo.

Nessa mesma hora a campainha toca corro para abrir e era Dri desesperada perguntando:

Dri- Oliver está aqui? – pergunta e quando o vê corre em sua direção.

Quando ela chega perto dele começa a cantar uma canção onde não entendo nada mais vi que Oli estava voltando ao normal e quando ele estava realmente na forma humana reparei que estava pelado ent7ão tapei os olhos e corri lá pra cima para pegar uma calça de Harry para ele, desci as escadas tapei de novo os olhos até que ele se vestisse e depois Harry perguntou:

Harry- O que aconteceu Acker? Por que se transformou se hoje não é noite de lua cheia e por que estava aqui em casa?

Oli- Kath matou um lobisomem e sempre que um de nós morremos não importa estando de lua cheia ou não nos transformamos para nos vingar de quem o matou, mais quando entrei aqui eu ainda estava na forma humana e comecei a sentir uma dor horrível então gritei dai quando senti o cheiro de vocês me transformei e então a Driana chegou e começou a cantar e isso me acalmou e agora estou aqui falando com vocês.

Dri olha para Oli com uma cara de quem se sente culpada e fala:

Dri- Desculpa amor não queria te machucar mais não poderia deixa que você acabasse matando Kath e Har.

Oli- Não iria matar o Styles meu “alvo” era Kath- fala com indignação e ódio de si mesmo.

Dri- Não você iria matar os dois, ontem depois que Kath matou a Taylor meu livro acabou abrindo em uma página que eu nunca tinha lido dizendo que quando dois vampiros se amam ele emitem uma ligação sobrenatural onde se um se machuca o outro se machuca também, por isso que se você tivesse matado Kath, Har também morreria.

Kath- Como assim então quer dizer que se eu morrer Harry morrerá também?

Dri- Har, Kath me desculpem mais eu preciso saber- fala ela e paga uma faca.

Quando menos percebo ela a enfia na barriga de Harry e senti aquela facada como se fosse em mim então caímos e gritamos juntos:

Kath e Harry- AIIIIIIIIIIIIIIIIIII- nossos olhas se cruzam e posso ver que era real.

Dri desesperada pega na geladeira o sangue e dois copos e dá para nós dois e depois fala:

Dri- Desculpa, só queria ter certeza, não fiz por mal- fala ela com voz de arrependida.

Eu e Harry nos recuperamos levantamos e Harry fala:

Hazza- Então se eu ou Kath morrer o outro também morre?

Dri- Sim, e vi que no livro da lenda tem um erros não foi o caçador que matou Katrine, no mesmo momento que Harrie levou uma estaca no coração ela levou junto com ele.

Harry- Mais como, minha mãe morreu e meu pai está vivo ainda, não entendo.

Dri- Har seu pai nunca amou sua mãe, na verdade ele nunca amou ninguém- respira- por isso ele matou sua mãe, pois ela o amava.

Oli olha pra nós assustado com o que acabou de ver e saber então disse:

Oli- Se o pai do Styles o encontrar e o matar a Kath também morrerá?

Dri consente com a cabeça e vai até Oli e o fala:

Dri- Amor a partir de agora você terá que engolir seus ciúmes e deixar os dois juntos, agora que os dois se pertencem ficar longe um do outro só os fará mal- fala ela depois dá um beijo nele.

Oli- Então quer dizer que a partir de agora os dois tem que ficar juntos, morar juntos e fazerem sei lá o que juntos pro resto da eternidade?

Dri- Sim, e se você tentar impedir você irá pagar um preço caro- fala ela com lagrimas nos olhos- não importa o que acontece não pode impedir os dois de ficarem juntos se não.... – ela para de falar.

Oli- Se não o que Driana?- fala um pouco exaltado

Dri- Se não eu morro Oliver, minha ancestral que destinou os dois a ficarem juntos e se algo os impedir eu morro Oliver- fala ela desabando no chão e chorando.

Não perco tempo vou até ela e a abraço e falo:

Kath- Calma Dri vai ficar tudo bem, vai ser difícil alguém nos separar e não vai ser o bobão do Oliver que irá fazer isso.

Olho para ela que já está mais calma e a ajudo a levantar e Harry fala:

Harry- Dri por que não nos contou isso antes você poderia ter morrido e não iriamos saber o porquê- fala ele a abraçando.

Oli fica parado nos olhando com uma cara de bobo e fala:

Oli- Não irei impedir os dois meu amor e farei de tudo para que eles fiquem juntos pois te perder seria a última coisa que eu quero- levantando se indo até ela a abraçando e a beijando- e você sabe que se eu te perder, perco minha sanidade e humanidade, então prometo que sempre irei te proteger.

Olho para eles assustada e pergunto:

Kath- Como assim perder a sanidade e humanidade?

Oli- Lobisomens só podem se apaixonar por lobisomens eu sou uma exceção, me apaixonei por uma bruxa e ela literalmente roubou meu coração- dá um sorriso- e não baixinha ela não tem meu coração guardado em um baú nem nada do tipo ele ainda está em meu peito mais se ela morrer viro um lobo pra sempre e irei acabar morrendo pois um lobo não vive sem amor e sua matilha.

Dri- Então que já está tudo certo podemos ir embora Oli, temos que deixar os dois pois eles tem de ficar sozinhos por 3 dias só os dois depois desses 3 dias as coisas irão mudar poderemos nos ver novamente e tudo mais- suspira- então adeus e até segunda.

Oli- Então já que você está dizendo vamos indo e adeus vocês dois- sorri- quero os dois segunda na escola e depois lá em casa ouviram?

Kath- Mais Dri por que precisamos ficar sozinhos?

De repente ouço sua voz em minha mente: Para Acasalarem muito se ficar perto de outros Har ira quase pirar se não passar esses dias contigo. Aceno com a cabeça e escuto Oli falar:

Oli- AAARG, que nojinho de vocês, agora tchau antes que vemos o que n7ão devemos, beijos baixinha até segunda.

Quando eles saem vejo que Dri estava certa Harry estava começando a tremer foi só eu chegar perto dele que ele já pegou em seu colo e já estamos no quarto dele e fala:

Harry- Estou amando essa historia de 3 dias somente com você, será incrível meu amor.

Me coloca na cama com cuidado e deita do meu lado então subo em sua cintura e falo:

Kath- Também amei isso, mais agora vamos nadar pois ontem nem aproveitamos e hoje está um dia lindo ensolarado.

Harry assente com a cabeça e vamos até a piscina entramos de roupa e tudo mesmo ficamos lá por um bom tempo, brincando, namorando e aproveitando nossa manhã. Depois que saímos da piscina fomos tomar um banho e quando estávamos saindo vejo Harry em seu Closet somente de toalha amarrada na cintura aparecendo o início de sua virilha encostei na porta e o fiquei observando pensando em o que eu poderia fazer com ele, até que sai do meu transe com ele na minha frente e dizendo:

Harry- Faz o que quiser comigo pois agora sou sei pela eternidade- da um sorriso malicioso- pode começar com sua pior perversão eu aguento.

Kath- Tem certeza? Depois não poderá se arrepender.

Harry- Não sei o que está pensando mais manda ver eu aguento.

Quando ele terminou de falar pensei nele algemado na cama e assim foi feito, ele meio assustado tentou se soltar mais não conseguia, vesti uma lingerie bem sexy e fui até ele, onde me olhava e me admirava e tentava se soltar então falei:

Kath- preparado amorzinho pra sua pior tortura?- sorrio maliciosamente- então iremos começar, mais antes precisamos de um chicote, de halls pretos e gelo- pensei neles e lá estavam.

Harry- Pra que precisa de um chicote?

Kath- Pra isso

Chicoteio ele que geme de dor depois vou até ele sento em sua cintura e começo e beija-lo, mordiscar sua boca e depois me vem uma coisa totalmente aleatória na cabeça e pergunto:

Kath- Hazza como foi tomar meu sangue?

Harry- Pra falar a verdade foi maravilhoso seu sangue não tem o mesmo gosto do que os outros ele é mais saboroso e me dá uma força que desconheço e quando o bebi percebi que realmente você me amava por que quando bebemos sangue de alguém ainda vivo podemos ver seus sentimentos e os seus são os mais puros e cheio de amor que já provei- sorri- por que pequena você sentiu algo?

Kath- Na hora eu não havia percebido mais agora me veio que foi bom foi uma sensação um pouco desconfortável mais boa, você faria de novo?

Harry- Amor não quero lhe machucar e se eu não conseguir parar-suspira- irei me culpar eternamente.

Kath- Amor o que acontece se tomarmos sangue de outro vampiro- pergunto pensativa.

Harry- O único vampiro que podemos tomar o sangue é de quem amamos, pois se tomarmos o de outro acabaremos morrendo.

Soltei seus braços para que ele fica se sentado então falei:

Kath- Deixa eu provar- corei- é que quero saber se realmente me ama.

Harry- Magoou por duvidar do meu amor- fez biquinho- mais sim deixo você prová-lo.

Ele vira o pescoço e eu o abocanho primeiro dando beijinhos e chupões e retirando dele leve gemidos que me deixavam doida, mais queria provar pra ver o que meu grandão realmente sente por mim então o mordo e sinto uma dor em meu pescoço e quando mal espero Harry também estava sugando meu sangue ficamos ali por alguns segundos até que paremos os dois juntos e nos olhamos eu pude ver o quanto ele me amava e que morreria por mim se isso também n7ão me matasse, mais o que importa é que ele realmente me ama e isso já é o suficiente.


Notas Finais


espero que tenham gostado beijinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...