História Apaixonado pelo inimigo - Nathaniel e Castiel - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Castiel, Nathaniel
Tags Castiel, Nathaniel
Exibições 80
Palavras 961
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorei? Muito, mas eu estava estudando para as provas, me perdoem e não me matem .-.
E a fanfic está chegando ao seu fim, farei apenas no máximo mais uns 4 capítulos, sinto muito, mas uma hora ou outra ela acabará.
Boa leitura, bye! :3

Capítulo 22 - Algo mudará?


Fanfic / Fanfiction Apaixonado pelo inimigo - Nathaniel e Castiel - Capítulo 22 - Algo mudará?

. Pov Castiel on .
Acordei com o Nathaniel me chamando para tomar o café da manhã.
Nathaniel:
_ Levanta. - beija minha testa
_ Tô indo, me espera na cozinha.
Nathaniel:
_ Certo.
Nathaniel sai do quarto.
Ahh cara, tão confuso sobre algo...
Levanto-me da cama, me direciono ao banheiro e faço minha higiene matinal. Escolho uma roupa qualquer e vou para a cozinha, vejo que Nathaniel está na mesa, me aproximo do mesmo e sento-me na cadeira ao lado da sua.
Nathaniel:
_ Bom dia!
_ Bom dia.
Nathaniel:
_ Vamos comer logo... Quero chegar cedo no colégio
_ Por que?
Nathaniel:
_ ... T-tenho que organizar algumas coisas.
_ Ok. - Pego o prato com a omelete.
Depois de alguns minutos, saímos de casa, Nathaniel caladão.
_ Você tá bem?
Quebrei o silêncio, Nathaniel vira o rosto, olhando para mim.
Nathaniel:
_ C-claro que está, por que não estaria?
_ Não sei, por isso perguntei.
Nathaniel:
_ Hum...
Chegamos no colégio, Nathaniel foi correndo ao grêmio, deixando-me sozinho, que tédio.
Estava me direcionando ao meu armário e vejo Melody segurando uma caixinha rosa em suas mãos, está se direcionando ao grêmio.
_ Ele deve estar ocupado, sabe.
Melody:
_ E-eh? N-não irei demorar! - abre a porta rapidamente e fecha-a.
O que foi isso? Ah, foda-se.
Ding-dong
Vou para a sala de aula e me sento no meu lugar.
O Faraize começa a falar um monte de baboseiras e nada de Nathaniel... Para onde esse babaca foi?
A Melody também não aqui, será que... Ah, não mesmo.
Vejo Nathaniel abrindo a porta, seguido da Melody, a mesma está corada.
Nathaniel:
_ S-sinto muito...
Faraize:
_ Tudo bem, sentem-se nos seus lugares.
Melody e Nathaniel sentam-se sem seus lugares.
Fico encarando a Melody, ela continua corada... O que aconteceu?
Ding-dong
Vejo Nathaniel sair com pressa pela porta, acelero o passo e alcanço-o, seguro seu braço direito, o mesmo se vira assustado.
_ Tá ocupado?
Nathaniel:
_ S-sim, tenho que ir ao grêmio.
_ Pff...
Nathaniel:
_ Te vejo depois.
Sai correndo para dentro do grêmio, em seguida vejo Melody entrando também.
Ah, quer saber? Foda-se, vou entrar.
Nathaniel:
_ Eu te amo... Queria saber se você quer-
Melody e Nathaniel olham para mim.
Nathaniel:
_ A-amor? O que faz aqu-
_ Não importa! O que você estava fazendo, hein?! Porra!
Nathaniel engole o seco.
_ Tá ocupado, né?!
Nathaniel:
_ N-na verdade sim-
_ Que cara de pau! Venha. - Puxo Nathaniel pelo braço para fora do grêmio, deixando a Melody sem fazer uma única palavra.
Lhe empurro, fazendo-o encostar no armário, agarro sei braço direito.
_ Que porra foi essa?!
Nathaniel desvia o olhar.
_ Hein?! Me diga!
Nathaniel:
_ ... Não tenho nada a dizer.
Dou uma risada irônica.
_ Nada a dizer?! Você se declara para a guria e não tem nada para me dizer?!
Nathaniel:
_ Se acalme, estão nos olhando!
_ Traga papel, porque eu tô cagando pra eles!
Ding-dong
Que merda!
_ Conversamos depois.
Nathaniel sai correndo para a sala, faço o mesmo, e sento-me no mu lugar.
Ele fodido, que explicação vai me dar?!
Fiquei fuzilando o Nathaniel com meus olhos, o mesmo me olhava de vez em quando, mas desviava a atenção para outro lugar.
Ding-Dong
Ahh ele não vai escapar de mim.
Sinto alguém puxando a manga da minha camisa, viro-me para ver quem é, Lysandre.
Lysandre:
_ Olá.
_ Tô com pressa, meu velho.
Lysandre:
_ É rápido.
Direciono meu olhar para a porta, Nathaniel saiu...
_ *suspiro* Certo, o que quer?
Lysandre:
_ Lhe mostrar a letra dr música que fiz.
_ Mostra.
Sentamos nas cadeiras.
Quebra tempo
Agora sim, saio correndo do colégio, até que chego na porta de casa, abro-a e vejo Nathaniel sentado no sofá, o mesmo se aproxima e fica de frente de mim.
_ VOCÊ TÁ FODID-
Nathaniel segura meus cabelos ruivos e me beija calmamente.
Nathaniel:
_ Antes de você falar qualquer coisa... Eu te amo-
_ E você fala isso, sem mias e sem menos?! Acabou de dizer isso para outra pessoa!
Nathaniel:
_ Me deixa terminar! Eu te amo, e queria saber se... - pega uma caixinha rosa do bolso, a mesma que Melody segurava - você quer... - Abre a caixinha, vejo... Dois anéis?! - casar comigo. - Sorri.
_ ... - fico sem palavras, mas que porra! Eu ia fazer isso! Mas pelo menos ele tomou iniciativa em alguma coisa. - Quero.
Nathaniel:
_ Que seco...
_ Pff... * cof cof * Vossa senhoria, eu aceito me casar contigo.
Nathaniel:
_ Ahaha, besta! - Beija minha testa. - Vamos nos casar, então?
_ Não não, vou usar o anel apenas para enfeite.
Nathaniel:
_ Aff, grosso! - Fica de braços cruzados e faz bico.
Me aproximo de Nathaniel, lhe seguro para cintura, puxando seu corpo para mais perto do meu, fazendo com que eu sinta sua respiração, selamos nossos lábios.
Mas me separo.
_ Por que você disse pra Melody que amava ela?
Nathaniel:
_ Você é burro a esse ponto? Haha, estava apenas treinando.
_ Não sou burro! - dou um peteleco na sua testa.
Nathaniel:
_ Ai!
_ Ahaha.
Nathaniel:
_ Idiota! Ahaha.
Quebra tempo
São 21:47, Nathaniel quer ir dormir, francamente... Mas fazer o que.
Fomos para nosso quarto, Nathaniel se joga na cama e um longo suspiro, deito-me ao seu lado.
Nathaniel:
_ Vamos nos casar! - Sorri olhando para mim.
_ Vamos sim. - Sorrio de volta.
Me aproximo de Nathaniel e dou-lhe um selinho, o mesmo sorri novamente, acaricio seus cabelos loiros, Nathaniel fecha seus olhos, dormiu?
Vou dormir também, eu mereço, ?
Me surpreendi pela iniciativa do Nathaniel.
Alguns minutos depois durmo tranquilamente.
Continua...


Notas Finais


Não gostei do capítulo, ;u; vu melhorar no próximo.
Então é isso, obrigada por ler e até o próximo capítulo, bye! :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...