História Aparência não é tudo - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Siljin

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Rin, Sesshoumaru
Tags Rin-gordinha, Sesshoumaru-popular
Exibições 152
Palavras 1.676
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa noite e boa leitura a todos =3

Capítulo 3 - Capítulo Três


Fanfic / Fanfiction Aparência não é tudo - Capítulo 3 - Capítulo Três

Sesshoumaru on

Confuso, fico igual idiota com a mão direita sobre a bochecha, que ardia por causa do tapa.

- Que mão pesada! - Falo bobo

- Sou mesmo um tapado. - Dou um leve tapa na minha testa

- Ela mal me conhece e já vou fazendo esse tipo coisa. Claro que iria assustá-la. - Subo novamente na moto

- Amanhã pedirei desculpas a ela.

Rin on

A noite, no jantar, meus pais perguntaram sobre a escola.

- Foi tranquila.

Sara: Fez algum amigo?

Pensei em falar do Sesshoumaru, mas não somos amigos e não quero mais papo com aquele garoto.

- Não, não falei com ninguém.

Bankotsu: Rin, você tem que se comunicar com as pessoas. Como fará amizades desse jeito?

- Não quero ter amigos. Todos só sabem falar mal de mim, então prefiro ficar sozinha.

Meus pais suspiraram e o jantar seguiu.

Dia seguinte

Novamente meu pai me levou até a escola, pois é caminho para o trabalho dele. Minha mãe sempre vai de ônibus, pois ela trabalha numa loja não muito distante de casa; às vezes ela vai até a pé.

Enfim, me despedi do meu pai e logo entrei na escola. Ao longe vi o Sesshoumaru com uma menina e suspirei.

Ela não é a ruiva de ontem, então estou certa em pensar que ele pega todas e que só queria brincar comigo.

Me senti mal por dentro, é claro. Afinal, o Sesshoumaru foi o primeiro garoto que me elogiou, mas agora vejo que era apenas uma mentira para conseguir me levar pra cama.

Sesshoumaru on

- Quero sair com você hoje. - Kanna disse sorrindo

- Não posso, hoje tenho alguns assuntos pra resolver.

- Affs! Você só quer a minha prima, Kagura?

- Na boa, tenho que ir. - Vejo Rin ao longe

- Nem um beijinho? - Vejo Rin sair da minha vista

- Não posso, sério. - Me soltei dela e fui atrás da baixinha

Rin on

Tive muita vontade de chorar. Fui correndo pro banheiro e lavei o rosto, buscando me acalmar.

Por que todos têm que ser iguais? Por que todos querem me humilhar e me ver triste? O que fiz de tão ruim pra merecer isso?

O primeiro sinal bateu e lavei o rosto mais uma vez, para dissipar as novas lágrimas que já se formavam.

Sai do banheiro e fui correndo em direção a minha sala,  antes que o segundo e último sinal tocasse.

Primeiro eles tocam um como aviso, alguns poucos minutos depois eles tocam o segundo sinal, que marca definitivamente o início das aulas.

Sesshoumaru on

- Cadê ela? - Olho para os lados e, ao vê-la sair do banheiro as pressas, tento alcançá-la

- Rin! Me espera! - Corro até ela, logo a alcançando

Rin on

- Eu disse pra não se aproximar de mim novamente. Você não acha que já sofro demais na vida? Não preciso que um garoto idiota, o mais popular da escola, tente piorar a minha situação. 

- Você tem todas as garotas daqui aos seus pés, fique com elas e finja que nunca me viu. Será melhor pra todos e assim não arrumo confusão pro meu lado e passo despercebida.

Sesshoumaru on

- Calma! - Digo sério

- Sofre por quê? Não entendo o porque! Você é linda, têm olhos lindos, sua voz é perfeita, seus lábios e seu corpo são tão lindos... - Falo bobo

- Pare de pensar coisas ruins de mim. Você nem me conhece direito. Se eu quisesse as garotas que estão aos meus pés, eu não estaria atrás de você e sim delas.

- Tem como você parar de se desvalorizar? Porque você é tão mulher quanto elas! Poxa! Só queria te conhecer.

- Quando tento ser educado, ninguém me leva a sério. - Me aproximo

- Quer saber? Prefiro ser mal educado então.

Agarro seu corpo, o colocando contra a parede e o meu corpo.

Sem esperar, capturo seus lábios. 

Rin on

Surpresa, fico estática por um momento, mas depois começo a reagir e tento afastá-lo de mim. Foi em vão, pois ele é mais forte e mais alto que eu.

Acabei cedendo e me entreguei ao beijo, circulando as mãos em seu pescoço e agarrando os cabelinhos da sua nuca. 

Sesshoumaru on

Mordo seu lábio inferior, enquanto fazia os movimentos lentos com a cabeça.

Chupou sua língua com avidez, e procuro sentir com gosto sua língua tocar a minha.

Sua boca doce era a melhor de todas que já havia provado.

A falta de ar queria nos pegar no auge daquele maravilhoso momento, porém não liguei e continuei a beijar sua boca.

Rin on

O beijo seguia maravilhosamente bem. Era meu primeiro beijo e eu estava me esforçando para fazer direito.

Sesshoumaru mantinha as mãos na minha cintura, dando leves apertos e me fazendo ficar arrepiada.

A falta de ar, infelizmente, chegou e nos separamos com alguns selinhos.

Sesshoumaru on

- Você é linda, Rin. - Sussurro contra seus lábios, vendo-a de olhos fechados

- E se alguém lhe disser o contrário, está mentindo pra você. - Beijo sua boca novamente

Rin on

E cá estamos nós nos beijando novamente. Só acordei pra vida, quando o sinal tocou novamente.

- Aí meu Deus! - Me afastei do Sesshoumaru

- Estou atrasada. Eu preciso ir.  

Sesshoumaru on

- Espera! - Seguro-a pela cintura, colando ainda mais os nossos corpos

- Aceita sair comigo? - Deixo nossos lábios a milímetros de distância

Rin on

- Sair com você? - Perguntei surpresa e ele concordou

- Eu... Bom... Hã... Acho que pode ser. Mas eu realmente preciso ir.

Me afastei do Sesshoumaru e fui correndo para a sala. Alguém lá em cima gosta muito de mim, pois o professor ainda não estava em sala, quando entrei.

Sentei no mesmo lugar de ontem e fiquei um tempo voada em pensamentos, por causa do primeiro beijo maravilhoso que tive. 

Sesshoumaru on

Sorrindo, vou andando a passos lentos para a sala.

O professor já estava dando a aula, e entrei sem permissão.

- Podia ao menos pedir "posso entrar, professor"? - Ouço o professor ironizar

Reviro os olhos e sento no meu habitual lugar.

Estou louco para que venha o intervalo. Quero falar com ela. Rin me enfeitiçou!

Rin on

Durante a aula eu busquei me concentrar ao máximo no que o professor falava, e não no beijo do Sesshoumaru.

Quando o sinal do intervalo tocou, eu não sabia se saía ou se ficava. Eu queria ver o Sesshoumaru, mas não queria que nenhuma garota nos visse juntos. Tenho muito medo de virar chacota e alvo de zoação por causa delas. 

Sesshoumaru on

- Vai aonde? Não íamos jogar futebol hoje com os caras? - Miroku me chama, ao ver que eu ia em outra direção

- Tenho que fazer uma coisa muito importante, mas depois eu apareço por lá. - Corro até a sala da Rin

Chegando ao local, vejo somente ela dentro da sala.

- Oi. - Entro, indo de encontro a ela

Rin on

Fico surpresa ao vê-lo ali. Realmente não esperava que ele viesse atrás de mim.

- Oi.

Sesshoumaru on

- Não vai sair pro intervalo? - Me aproximei

- Quero conversar com você, será que podemos?

Rin on

- Hã... Pode, mas será que pode ser aqui? Não quero sair. Já falei que não me sinto a vontade perto das pessoas.

Sesshoumaru on

- Que besteira! - Me sento em uma das cadeiras, mas bem perto dela

Sentada, vejo-a corar enquanto a fito com intensidade, sem falar nada.

- O que você fez comigo? - Quebro o silêncio, levando uma das minhas mãos até o seu queixo, passando a acariciar o local

Rin on

- Eu? - Pergunto sem entender

- Eu não fiz nada. Só nos conhecemos a dois dias. 

Sesshoumaru on

- Por isso mesmo. - Sorrio de lado

- Mal te vi e já quis ir falar com você. Quis te conhecer, saber o seu nome, beijar sua boca e tocar seu rosto, como estou fazendo agora.

- Já lhe disse que você é linda, apesar de ser tão arisca? - Aproximo meu rosto do dela, vendo-a afastar a cabeça pra trás

- Não tente evitar algo que talvez estivesse previsto no nosso destino pra acontecer. - Mordo seu lábio inferior

Rin on

Não tive como evitar e logo estava beijando o Sesshoumaru de novo.

Não sei se ele percebeu que eu era bv, mas se percebeu não ligou. 

Sesshoumaru on

É tão delicioso misturar minha saliva com a dela.  Sua boca se encaixa perfeitamente com a minha. Minhas mãos cabem com perfeição em sua nuca. Sua pele se arrepia, assim como a minha. Rin deve ser minha alma gêmea!

- Quando vai poder sair comigo? - De olhos fechados, roço meus lábios nos dela

Rin on

- Só no final de semana. Não posso sair em dias que tenho aula. Na verdade, eu nunca saio de casa, mas enfim...

Sesshoumaru on

- Vive enfurnada em casa? - Ela confirma

- Por que viver presa em casa se tem coisas maravilhosas para serem desfrutadas?

Rin on

- Porque eu não tenho amigos, então só fico em casa. Sair sozinha que eu não vou. Às vezes, quando tem tempo, a minha mãe sai comigo.

Sesshoumaru on

Fico sem jeito por suas palavras.

Não tinha amigos? Mas por quê?

- Prazer, eu me chamo Sesshoumaru. Serei seu novo amigo, mas se quiser serei seu ficante e mais pra frente, quem sabe, seu novo namorado?! - Estendo a mão direita para ela

Rin on

Fiquei completamente constrangida com a atitude dele. Bom, a atitude tem que vir de alguém, certo? De mim é que não vai ser, já que sou tímida demais.

Abri a boca, tentando falar alguma coisa, mas não consegui. Então, pra não deixá-lo no vácuo, eu apertei sua mão.

Sesshoumaru on

Mostrei os dentes, com o largo sorriso que eu soltava.

Estou encantando por ela.

- Agora, nesse momento, estou falando como seu ficante. Então, por favor, me deixe provar mais da sua boca?


Notas Finais


Obrigada pela presença de todos. Bjs e até o próximo *Sem previsão*

Nova parceria com a @KarinaSesshy:
O filho do reverendo: https://spiritfanfics.com/historia/o-filho-do-reverendo-7132202

Outras parcerias recentes:
Meu ginecologista: https://spiritfanfics.com/historia/meu-ginecologista-7027919

Meu lado obscuro (Rin-Vampira/Sesshoumaru-Humano): https://spiritfanfics.com/historia/meu-lado-obscuro-6843123

Além da escuridão (Rin-Enfermeira/Sesshoumaru em coma): https://spiritfanfics.com/historia/alem-da-escuridao-6765501


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...