História Apartment 104 - T3ddy - Capítulo 38


Escrita por: ~

Exibições 98
Palavras 986
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sim eu chorei escrevendo esse capítulo 💔💔
Boa leitura mozoes 😕

Capítulo 38 - Cadê você?


Fanfic / Fanfiction Apartment 104 - T3ddy - Capítulo 38 - Cadê você?

..apoiei minha cabeça na bancada do pc, onde minha b3arzinha está?, só queria ela aqui ao meu lado como todos os dias, quem foi o monstro ou a monstra que fez isso?... Em meio a pensamentos, acabo adormecendo ali mesmo...
*******

Chris e Mauro - T3ddy!!! T3DDY ACORDA!!. Os dois me chamam enquanto me chacoalham.

Eu - Hmm?. Gemo de sono, cansaço e ainda com a cabeça apoiada no pc.

Mauro - A policia ligou mano

Eu - O que eles disseram?!. Pergunto levantando a cabeça rapidamente.

Chris - Disseram que algumas pessoas viram ela

Abro um imenso sorriso de boca aberta e falo:

Eu - Vamos lá na delegacia. Me levanto da cadeira, pego minhas chaves e o celular juntamente com os meninos, e saio do apê.

*Narrador Clara*

Acordo-me sentindo mil vezes mais fraca, abro meus olhos e vejo o segurança me observando, então baixei a cabeça logo em seguida.

Segurança - Hahaha, relaxa gatinha. Ele fala aproximando-se

Eu - Eu deveria ter deixado o Lucas te arrebentar, seu psicopata!!

Segurança - Seu namoradinho não é nenhum pouco corajoso mocinha. Ele fala com sua a boca muito próxima da minha, então eu mordo a sua com toda força.

Segurança - SUA VADIAZINHA, VOCÊ ME PAGA.  O segurança fala com uma mão na boca que está toda ensanguentada.

Lima - O que está acontecendo aqui?!

Segurança - Me deixe um pouco sozinho com ela Lima, por favor. Ele fala desabotoando a calça.

Lima - Com certeza. Ela fala sorrindo e logo saindo.

Eu - Não, não, não!!!. Falo com os olhos cheios de lágrimas.

Segurança - Relaxa lindinha. Ele passa a mão no meu corpo.

*Minutos depois*

Estava me sentindo suja, era como se tivesse mergulhado em uma poça de lama e logo tivesse entrado em um lixão. Estava me afogando em lágrimas.

Lima - Se divertiu muito Tobi?. Ela fala entrando

Segurança - Mais do que esperava

Lima - E você "Clarinha"? Se divertiu?. Ela fala fazendo aspas com as mãos e soltando uma gargalhada.

Eu estava em choque, parecia que perdi todos os sentidos, audição, visão, paladar, olfato e tado, não conseguia pronunciar uma palavra, estava vidrada olhando pro nada, só com milhares de coisas em minha cabeça, me sinto completamente violada...cadê você Lucas?

*Narrador T3ddy*

- Cadê você Clarinha?. Pensei comigo mesmo enquanto batia e brincava com as chaves na mesa da delegacia.

Assistente - Moço, você quer uma água ou chá?. A assistente do policial me perguntou.

Eu - Não, obrigado

Chris - Aceita mano, você não comeu e nem bebeu nada

Mauro - Assim você vai passar mal T3ddy

Policial - T3ddy??

Eu - Meu nome é Lucas, mas as pessoas me conhecem p..... Antes que eu pudesse terminar o policial me interrompe.

Policial - T3ddy!!, Minha filha te assiste cara, ela é muito sua fã, vem cá vamos lá na patrulha comigo. Ele me chama para irmos em direção a uma sala, olho pros meninos que estão com uma cara de "Que porra foi essa?!", e sigo o policial.

Policial - É esse, o namorado da menina sumida

Policial - VAMOS ENCOTRAR ESSA MENINA AINDA HOJE!!. Ele fala "correndo" enquanto pega alguns objetos.

Eu estava parado no meio da sala sem entender nada, apenas "concordando" com tudo.

Policial - Você vai conosco?

Eu - Sim, mas e os meninos?

Policial - Chama eles também. Ele fala com um sorriso estampado no rosto, saio da sala e vou chamar os meninos.

Eu - Chriss, Maurôô!!

Chris e Mauro - Oi?!

Eu - Venham com a gente!!. Eles me seguiram e entramos no carro com o policial, nós estávamos fazendo algumas perguntas para algumas pessoas que víamos.

*Minutos depois*

Policial - Moça, a senhora viu esta menina aqui?. Ele pergunta mostrando uma foto da Clara.

Moça - Eu acho que sim. Nesse momento eu e os meninos abrimos um sorriso gigante no rosto.

Eu - Como?

Chris - Ele veio com quem?

Mauro - Onde ela tá manoo?

Policial - Calma meninos, vamos com calma. Ele fala pondo a mão no ombro do Chris e do Mauro.

Moça - Eu vi uma menina parecida com ela, mas não sei se era

Moça - Pelo que eu vi, ela estava dormindo ou apagada, seilá.. nos braços de um homem, eles saíram de um carro com uma moça..acho que era Loira, saindo do carro atrás deles

Policial - Parece que a senhora tem muita informação para nos dar, a senhora pode nos acompanhar até a delegacia?

Moça - Sim. Ela fala fechando a porta de sua casa e nos seguindo até o carro, fomos em direção a delegacia.

Policial - Desculpe-me meninos, mas só o namorado dela pode entrar. Ele fala dando espaço para mim entrar na sala juntamente com a senhora. Entramos na sala e sentamos.

Policial - A senhora viu a cor do carro?

Moça - Sim, era preto, mas eu não reparei na placa

Policial - Com qual roupa ela estava?

Eu - Mas eu já disse ao senhor que ela estava co..... O policial me interrompe:

Policial - Shiiii. Logo ele pisca, eu entendi o recado e não falei mais nada.

Moça - Pelo que eu vi, ela estava com um vertido perto de manga curta, um vestido um pouco estanho, parecia até uma blusa.....eu acho.

Eu - Não era um vestido, era minha camisa. Cruzei os braços e soltei um sorriso de lado com a boca fechada, pois eu vi que aquilo já era uma evolução.

Policial - Mas como a senhora chegou a ver tudo isso? Se ela sumiu de madrugada.

Moça - Estava tendo uma festa na minha casa.....na verdade, era na minha calçada, e ficamos até o amanhecer.

Policial - A senhora viu onde eles entraram?. O policial fala após soltar um suspiro.

Nesse momento senti minhas mãos soarem, então comecei a esfrega-las na calça, meu estômago congelou completamente então...

Moça - Na verdad....

.....


Notas Finais


Sei que vocês não gostaram kkk, brincadeiras a parte, até mais tarde amores ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...