História Apenas Adolescentes - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jikook, Lemon, Yaoi
Visualizações 32
Palavras 1.739
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá amoreeeees. Volteeeei. Desculpem a demora, minhas aulas acabaram de começar e isso atrapalhou um pouco a minha rotina. Bom espero que vocês gostem!

Boa leitura ♥♥♥

Capítulo 2 - Desenho...


Fanfic / Fanfiction Apenas Adolescentes - Capítulo 2 - Desenho...

*** Sexta feira ***

Pov. Taehyung

O despertador tocou 6:00 da manhã. Acordei e fiquei enrolando na cama. Eu não estava nem um pouco afim de ir à escola. Depois de alguns minutos me conformando que não teria jeito, eu me levantei e fui até o quarto do Jimin para acorda-lo.

- Bom dia Chim Chim, hora de levantar!

- Ah não hyung. Jimin resmungou virando-se para o lado e cobrindo a cabeça com sua coberta azul.

- Não me faça ir até aí e tirar você dá cama a força.

- Ok, já estou levantando.

Fui para o meu quarto e coloquei o uniforme. Arrumei minha mochila e desci para tomar café.

- JIMIN, VENHA TOMAR CAFÉ.

- JÁ ESTOU INDO!

Jimin logo apareceu no andar de baixo. Tomamos café da manhã e fomos caminhando para a escola, já que era perto de casa. Chegamos na escola e fui encontrar os meus amigos, deixando o mais novo sozinho no pátio movimentado.

Pov. Jimin

Cheguei na escola e fui para a minha sala. Sentei num canto, lá no fundo, perto das janelas. Não gosto de ficar no meio da sala, aonde as pessoas ficam batendo papo e bagunçando. Enquanto eu esperava tediosamente pela professora e pelos alunos, um menino que aparentava ser mais velho, passou calmamente pela porta da minha sala. Ele estava de lado e infelizmente não pude ver claramente o seu rosto. Seu cabelo era escuro e um pouco bagunçado. Os seus olhos pretos e lábios pequenos me encantavam. Pena que um garoto desse nunca me notaria. Peguei uma folha e tentei desenha-lo. Como eu gosto muito de desenhar, tenho uma pasta apenas para meus desenhos. Faço isso quando estou entediado. Quando terminei de desenhar, o sinal bateu.

Os alunos começaram a entrar na sala e a professora se encontrava na porta, esperando que todos entrassem. Mais um dia de aula vai começar. As palavras que me resumem neste momento são preguiça e trizteza. A minha sorte é que hoje é sexta feira.

Depois das aulas e do intervalo, chegou a hora que eu mais gosto na escola; a hora de ir embora! Encontrei meu irmão na entrada e segurava meu lindo desenho feito a caneta, na mão.

- Hey o que é isso? Ele tentou puxar o desenho da minha mão.

- Nada. Me afastei bruscamente. - É só um desenho bobo, que eu fiz quando estava entediado.

- Tá. Vamos esperar o Jungkook para irmos ok?!

- Ah é, seu amigo vai vir com a gente né? Fiz cara de tédio.

- Sim ele vem. E seja simpático!

- Vou fazer o meu melhor. Respondi sarcástico.

Ele revirou os olhos e logo acenou para alguém. Olhei na direção em que ele olhava e entrei em desespero. O menino lindo que passou em frente a minha sala, vai ir para a minha casa jogar vídeo game com o meu irmão. Não dá para acreditar. Percebi que ainda estava com o desenho na mão e rapidamente o guardei em minha mochila. A medida que o garoto se aproximava, mais eu suava de nervosismo.

Pov. Jungkook

O sinal do fim das aulas bateu e eu sai da sala. Fui encontrar o Taehyung, pois hoje eu vou para a sua casa fazer o que eu faço de melhor; jogar vídeo game. No meio da multidão de alunos, avistei Tae acenando para mim. Acenei de volta e percebi que tinha alguém com ele. Um menino de cabelos rosa, antes sereno, olhou para mim e guardou algo desesperadamente em sua mochila. Quanto mais eu me aproximava, mais desesperado ele aparentava estar. Cheguei em Taehyung e o comprimetei.

- Eai, cara, tudo bem?

- Tudo sim e você?

- Também! Ah...Quem é esse? Apontei para o baixinho ao seu lado.

- Este é meu irmão, Jimin. Jimin, este é o Jungkook.

- Oi Jimin, tudo bem?

O menino me encarou sério, e apenas balançou a cabeça positivamente.

- Então tá. Resmunguei baixinho, para que só eu ouvisse.

Saímos da escola e começamos a caminhar em direção a casa do Taehyung. Seu irmão colocou o fone de ouvido e saiu andando na frente. Pelo jeito ele não é muito sociável. Eu fiquei curioso porque o mais novo era tão tímido e resolvi perguntar.

- Tae, porque o Jimin é tão tímido?

- Ele sempre foi assim. Desde pequeno. Mais eu nunca vi ele agir dessa forma com outra pessoa. Ele deve ter te achado bonito e ficou com vergonha ou sei lá.

- Hahahaha, é, faz sentido.

Na minha cabeça, eu só queria descobrir mais sobre o garoto misterioso.

Chegamos na casa dos irmãos e eu já estava morrendo de fome. Jimin já ia subindo, quando Taehyung o segurou pelo braço.

- Aonde você vai Jimin?

- Vou para o meu quarto, oras. Quando a comida ficar pronta você me chama.

- E você não vai fazer nada? Também tem que manter a casa Jiminie.

- Eu lavo a louça depois do almoço.

- Ok. Tae soltou seu irmão, que logo correu para o andar de cima. Esse menino tá me evitando ou é impressão minha?

Ajudei Taehyung com o almoço e ele foi chamar o Jimin.

- JIMIN VEM COMER.

....... Tae não obteve resposta.

- JIMIN?

E mais uma vez foi deixado no vácuo pelo seu irmão.

- Jungkook, vai lá chamar aquele demoninho em forma de gente enquanto eu ponho a mesa por favor? Ele deve estar de fone de ouvido, por isso não me escuta.

- Ok.

Subi as escadas e procurei o quarto de Jimin. Como eu não conhecia a casa, acabei entrando em alguns cômodos errados. Bati na porta e abri. Tive a visão do paraíso.

Jimin estava deitado em sua cama sem camisa. Ele olhava para um papel, destraidamente. Vestia apenas uma calça cinza de moletom. Seu corpo foi esculpido por deuses gregos. Sua beleza me deixava excitado. Ele percebeu a minha presença e escondeu o papel atrás de si.

- Jungkook? O que faz aqui?

Sua voz aguda e suave adentravam os meu ouvidos pela primeira vez. Eu poderia ouvir ele falar o dia inteiro que eu não me cansaria. Percebi que havia paralisado, apenas pensando coisas improprias que eu poderia fazer com aquele corpinho maravilhoso.

- A-ah, o seu irmão tá te chamando para almoçar.

- Tá, já estou descendo.

Fechei a porta e desci com uma cara espantada e feliz. Depois daquela bela visão, quem não estaria feliz?! Percebi o volume em minha calça e entrei em desespero. Como eu esconderia aquilo?

Realmente não tem como esconder, vou ficar assim mesmo! Quem nunca ficou excitado pelo irmão do melhor amigo? Ok, talvez metade da população mundial, mas isso não vem ao caso, agora.

Olhei para o sofá e vi algumas almofadas. Peguei uma e sentei na cadeira com ela em meu colo, na tentativa de esconder o volume. Taehyung nem ligou para o fato de eu ter uma almofada em meu colo. Ele se sentou ao meu lado e começamos a nos servir. Jimin desceu as escadas e infelizmente vestia uma camisa branca. Sentou na minha frente e se serviu com pouca comida. Almoçou tão rápido, que nem mastigou direito. Isso tudo é fome ou pressa? Ele se levantou e foi até a cozinha lavar a louça. Eu e Tae terminamos de comer e eu levei os pratos e talheres para a cozinha. Me deparei com uma cena muito fofa e engraçada. Jimin estava vestindo um avental florido (que provavelmente era da mãe dele). Ele cantarolava alguma música, enquanto dançava e lavava a louça. Fui andando para perto dele e fiquei atrás do mesmo. Me abaixei até seu ouvido e disse "bu". Ele deu um pulo e se virou para mim. Como eu estava abaixado, nossos rostos estavam muito perto. Eu podia sentir a sua respiração quente e pesada. Me aproximava calmamente, para o menor não se assustar, enquanto eu olhava diretamente em seus olhos.

- Jungkook, vem jogar! Gritou Taehyung, estragando o clima.

Jimin saiu de seu transe e me empurrando para longe, quase derrubando os pratos que eu segurava. Ele saiu correndo, acredito eu que para seu quarto. Coloquei as louças na pia e fui para a sala encontrar Taehyung, para jogarmos.

- O que você falou para o Jimin?

- O que? C-como assim?

- Ele saiu correndo com um sorriso no rosto, meio espantado. Ele foi para o quarto. O que você disse para ele ficar todo felizinho?

- Acredite, eu não falei nada! Disse com um sorriso no rosto. Pelo jeito eu teria chances com o mais novo.

Ligamos o vídeo game e começamos a jogar Gta.

Pov. Jimin

Estava em meu quarto, com um sorriso bobo no rosto. MEU DEUS O JUNGKOOK ME NOTOU! Ele olhou no fundo dos meus olhos, e quase me beijou. Será que eu tenho chances? Humm, acho que não daria certo, e...... eu não sei o que Tae acharia disso. Afinal o amigo é dele né....

Desci até o meio da escada e fiquei encarando os dois jogarem. O Jungkook é realmente muito lindo. Ele me olhou e deu um sorriso. Corei na hora! Dei um sorriso de volta, mas os seus olhos já estavam direcionados a televisão.

- Tae? Falei baixinho.

- Oi Jiminie

- Podemos conversar mais tarde?

- Claro!

Subi as escadas correndo, ansioso para a conversa que teríamos.

Pov. Taehyung

Jimin desceu e perguntou se poderiamos conversar mais tarde. Entendi que ele não queria o Jungkook presente, durante a nossa conversa. O mais estranho é que ele não conversa. Se ele me chamou para conversar, deve ser algo sério, apesar do sorriso em seu rosto.

Eu e o Kook, jogamos o resto da tarde e ele decidiu ir embora.

- Já vou indo Tae.

- Ok, espera, vou chamar o meu irmão para se despedir de você. Apesar de quieto, meu irmão e eu sempre fomos muito educados.

- JIMIN VENHA DAR TCHAU PARA O JUNGKOOK!

- Deixa o menino, Taehyung.

Ele já ia saindo quando ouviu os passos do Jimin descendo as escadas. Ele virou e desistiu de ir sem dar tchau para o Chim Chim.

- Tchau kookie. Disse Jimin de uma forma tímida e fofa. Ué, o que deu no garoto para apelidar o Kook agora?

- Tchau Jiminie. Kook o abraçou e ele retribuiu um pouco tímido.

E essa intimidade aí? O que eu perdi, porque realmente não entendi nada do que acabou de acontecer.

Jungkook se despediu de mim e foi embora.

- O que você queria conversar Jiminie? Perguntei meio desconfiado.

- Você sabe que eu sou muito tímido e..... nunca comentei que estava gostando de alguém.

- Quem é a piranha que conquistou seu coraçãozinho? Perguntei esperando que ele descreveria uma loira baixinha de olhos claros ou, sei lá do que esse menino gosta...

- Então, nesse caso.....seria piranho......


Notas Finais


Eai, o que acharam?

Qual será a reação do TaeTae?

Comentem! Amo vocês! Até a próxima ♥♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...