História Apenas amiga? (G!P) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Exibições 85
Palavras 932
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Cheguei uvinhas <3

Capítulo 10 - Preciso ver ela


POV Camila

Coloquei minhas roupas na mochila e escrevi um bilhete pra Lauren, deixei encima da cama e desci. Sinu me encarou e abriu a porta

- Vamos. 

Falou e saiu, suspiro e saio com os olhos um pouco marejados.

Entrei no carro e joguei minha mochila na parte de trás do banco, encosto minha cabeça no banco deixando uma lágrima cair e minha mãe arranca.

Flashback 

 Peguei a mão de Lauren a calmando um pouco, sua mão estava bem suada. Estávamos na praia, era a primeira vez que Lauren iria a praia, pois sempre teve vergonha por conta da sua intersexualidade.

- Vem Lolo 

Ela se encolheu na canga e minha mãe foi até ela

- Lauren, não precisa ter medo. - sorriu - Só curta bastante, a água é uma delicia e você é linda... Pode ir, prometo que não vai acontecer nada ruim pequena

Lauren sorriu e me olhou, estendi minha mão ela a segurou sorrindo, fomos andando de vagar até a beira da água, a onda veio fraquinha pegando nossos pés e a Lauren sorriu suspirando leve como se sentisse a paz da praia

- Vem Lolo! Vamos mais fundo

Segurei sua mão bem forte e a puxei rindo, a onda atingiu acima da nossa barriga e Lauren riu, o brilho em seus olhos... Ela estava tão feliz, sem nenhum perigo, tão protegida

Flashback Off

- Pare de chorar atoa Camila. 

Limpei umas lágrimas e encaro minha mãe

- Atoa!? Minha própria mãe está contra mim, minha própria mãe sente nojo de quem eu amo, de quando estou com quem amo!! Queria que eu ficasse sorrindo!? - Começo a me exaltar um pocou 

- Cala a boca Camila! Não exagera 

- Exagerar!? Sinuhe eu tenho nojo do tipo de "mãe" que você é, pois sempre me ensinou que Deus ama todos independente da opção sexual e está me separando de quem amo por conta de homofobia! 

- Camila cala boca! - Gritou minha olhando - Eu estou fazendo isso pro seu bem 

- Pro meu bem!? Eu te odeio! 

Sinal vermelho

Lágrimas no meu rosto

Sinuhe me olhando enquanto gritava

Velocidade alta

Caminhão

Pneus marcando o chão

Gritos

Batida

Capotou

Sangue

Escuridão...

POV Lauren 

Cheguei na chácara com as meninas umas 4 horas depois que deixamos Camila com Sinu, compramos algumas coisas e eu comprei um presente pra Camila, um anel com um sol pra ele e um de lua pra mim. 

A casa estava silenciosa, ando cantarolando até o quarto e quando abro a porta me deparo com as porta do closet aberto, um par de sapatos no chão que pertenciam a Camila, suas roupas não estavam ali e um bilhete na cama

Ando até a cama e pego o bilhete

" Minha mãe está me levando embora Lauren... Pra longe de você, pra New Orleans, acho que vamos amanhã... Por favor venha me procurar, preciso do seu abraço nem que seja pela ultima vez Lolo. Te amo, não vou desistir de nós "

Sinto uma lágrima escorrer e saio correndo do quarto, esbarro em Dinah

- Ei garota, pra onde vai rápido assim Laur?

- Camila!!

Saio correndo descendo as escadas e saio entrando no carro e arrancando. 

....

Paro o cardo em frente a casa de Camila e desço correndo, toco a campainha e Alejandro aparece com os olhos vermelhos e o telefone na mão

- Alejandro? É... A Camz está?

- Não... - Suspirou deixando uma lágrima cair - Ela está no hospital, sofreu um acidente com a Sinu, acabei de receber a ligação avisando que Sinu está bem mas Camila...

- Oque houve com ela!?

O desespero corria em meu corpo

- Está no UTI em estado grave 

Sinto meu coração apertar como se dissesse vai atrás dela, limpo uma lágrima que escorre

- Eu preciso ver ela. 

Disse e Alejandro saiu da casa

- Vamos comigo

Assenti e entrei em seu carro, estava tremendo demais para dirigir. 

Assim que chegamos corri pra recepção nervosa

- Paciente Camila Cabello, em que quarto está? 

- Um minuto... - A ruiva olhou o computador - Ela ainda está na UTI em cirurgia querida, assim que terminar será avisada, seu nome? - Falou simpática

- Lauren Jauregui - Falei nervosa

- És parente dela?

- Não exatamente... Namorada. 

- Ah sim.. Está com algum parente dela

- Sim - Disse Alejandri chegando - Sou pai dela, Alejandro Cabello

- Ah ok... - Olhou a tela do computador - Ok, assim que ela terminar a cirurgia avisarei 

- Obrigado...

Sentamos na cadeira de espera, suspiro passando a mão no rosto deixando umas lágrimas caírem

- Alejandro?

A voz que tanto temia... Sinu. 

Alejandro levantou e foi até Sinu

- Oque você fez com a Camila Sinuhe!? Você chegou aos seus limites

- Eu não fiz nada... Estávamos discutindo e eu não vi o caminhão - Falou chorando - Me desculpa eu...

- Não Sinu! Você errou desta vez, estava brigando com ela por ela está com a Lauren? Quando vai deixar de lado essa homofobia e deixar sua filha ser feliz? A culpa é sua dela está na cama de um hospital

Sinu abaixou a cabeça chorando, eu apenas olhava com algumas lágrimas 

- Me desculpa eu não queria fazer isso... 

- Chega Sinu! Vai pra casa. - Disse

- Eu vou esperar ela e...

- Não, chega. Vá pra casa, Camila não vai querer ver você... A pessoa que quase matou ela por puro orgulho e homofobia. 

Sinu apenas saiu sem dizer nada

1 hora depois 

Levanto assim que escuto

- Cabello's? 

- Aqui - Falamos juntos 

- Parêntese Camila Cabello?

- Sim, sou seu pai - Disse Alejandro preocupado

- Temos notícias sobre Camila... - Suspirou - Por favor venham comigo, vamos até minha sala. Vocês precisam ter calma, ok?

Não sabia oque estava acontecendo, só sentia que precisava ver Camila e a abraçar bem apertado... Meu coração estava apertado, estou com medo. 


Notas Finais


Gente coitada da Camz né?
Não briguem comigo, amo vocês <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...