História Apenas batidas mudam tudo - Capítulo 1


Escrita por: ~ e ~Keykey500

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags Drama, Naruto, Romance, Sasuke, Sasunaru, Tragedia
Visualizações 232
Palavras 3.972
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Lemon, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente hoje decidimos escrever juntas uma fanfic(eu e a susu) de 1 capítulo, espero que fique bom.

De: Keykey minhas pessoinhas lindas.
As vezes me perguto...alguém lê minhas fics enquanto estão no banheiro?
Kkkkkkkk pensamentos estranhos

O final maravilhoso é meu😏😘😉

Capítulo 1 - O começo e o fim (Capítulo Único)


Dentro de um carro a noite durante uma chuva incessante, um garoto discutia com sua mãe por ela ter ido busca-lo na festa.

- SASUKE!  VOCÊ É DE MENOR! SE A POLICIA PARASSE AQUILO VOCÊ ESTARIA PRESO A ESSA HORA GAROTO, ENTENDE!!!

- EU NÃO PRECISO DO SEU SERMÃO! POR QUE VOCÊ NÃO MORRE!!!

Nesse exato momento um caminhão veio em sua direção, ela não tinha como desvia, mas Sasuke não tinha colocado o cinto de segurança. No último instante tirou o próprio cinto se jogando deseperadamente em cima do seu filho o protegendo.

- Eu te amo meu bebê, por favor não morra.

Com o último abraço apertado, as luzes e a buzina tocando desesperadamente o caminhão chocou-se contra o carro matando a mãe de Sasuke.

 

No enterro ele não chorou, ele dizia a si mesmo que não merecia chorar pois mancharia a imagem de sua mãe.

 

 

Após um ano ele se mudou para seu novo apartamento. Para ele séria muito fácil se matar, até seu pai temia por isso tanto que não queria que Sasuke fosse embora, mas o que eles não sabiam que se matar era a última coisa que queria fazer, por mais que estivesse agonizando em sua propria pele ele não poderia, pois o pedido de sua mãe antes de morrer ainda ecoava em sua cabeça, ele não podia nem ao menos morrer é se livrar dessa dor que o estilhaçava por dentro.

 

ΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩ

 

Era uma tarde chuvosa e solitária no apartamento de paredes cinzas bonitas, onde as cortinas pretas da janelas sacudiam como o vento intenso. 

Repentinamente há batidas na porta. O Uchiha sente-se confuso, pois não esperava ninguém, mas mesmo assim foi abri-la.

- Oi, eu não queria encomodar, mas você gostaria de comprar um bombom.

Sasuke olhava friamente o loiro que tinha sua mesma estatura de corpo, olhos azuis é estava com suas roupas completamente molhadas que continhas alguma rasgaduras na mesma, mas mesmo assim estava sorrindo lhe oferecendo praticamente a única coisa que tinha.

- Não

O loiro olhou em seus olhos vendo tudo que tinha ali. A dor, o despero, a agonia, o cansaço e o vazio, não havia nem ao menos um pingo de amor.

Ele quis toca-lo, tanto que esticou a mão, no entanto percebeu que estava molhado, voltou sua mão para a caixa de bombom que segurava, pegou um de seus bombons e esticou timidamente a mão.

- Toma, é de graça- abaixou os olhos. Aquilo era tudo que tinha, mas mesmo assim queria da-lo.

O garoto ficou extremamente surpreso.

- [ Ele não tem nada, por que ele me daria?] - mesmo com esses pensamentos, pegou o doce, ele nem se quer gostava de doces, mas ao ver os olhos azuis brilharem é o sorriso do loiro se alargar, por um instante quis sorrir.

- Obrigado...?

- Naruto

 

No mesmo instante que falou seu nome um segurança apareceu, puxou as madeixas loira com força e apertou o pescoço fino.

- Arg! Me solta seu brutamonte 

- Quantas vezes eu tenho que dizer pra você não vim aqui - o jogou no chão apontando para as machas - Como você vai pagar por isso?! - puxou de novo pelo cabelos.

- Você quer comprar um bombom?  - debochou.

- Com licença senhor Uchiha Sasuke.

Estava se preparando para acertar um chute na barriga do garoto de olhos azuis.

Aquilo de alguma maneira incomodou Sasuke, mesmo nunca se preocupando com ninguém, mas não podia deixar  acontece, parou o chute colocando a mão, impedindo o segurança.

- Solte ele, eu pago o estrago.

- Como quiser senhor.

De imediato o segurança o soltou se retirando do local.

- Obrigado - sorriu tímido - Eu vou te pagar.

Tal palavra fez Sasuke sorrir pela primeira vez em um ano.

- Não precisa.

- Você é muito legal - com o nervosismo apertou as suas roupas molhadas - [ Os dentes dele são muito bonitos, tudo é bonito] - ajeitou a caixa eu sua mão - Tchau Sasuke, obrigado por tudo.

- Aonde você vai dormi?

Naruto se envergonhou, mas em um sussurro se pronunciou.

Na rua.

- Você vai dormir aqui. - ele não sabia por quê, mas não podia deixa-lo dormir na rua.

- Eu não posso acei...

- Não foi um pedido - o puxou para dentro fechando a porta.

- O meu quarto é o primeiro a esquerda e o banheiro é logo antes, depois que terminar você pode pegar uma de minhas roupas.

-Obrigado. [Sasuke é realmente muito legal].

Ele tomou seu banho duradouramente. 

Ao sair do banheiro avistou o rapaz, que observava o céu através do vidro da janela fechada, como se lembrasse de algo muito ruim.

Sem conter-se foi em direção a ele, é o abraçou forte, conseguindo absolver o cheiro aprazível que emanava.

Ainda em seus braços Naruto o guiou até o sofá fazendo-o sentar.

Colocou as pernas de de cada lado do corpo de Sasuke é lentamente às voltou sobre a cintura do mesmo apertando ainda mais o abraço.

- Por que você está fazendo isso? - estara completamente confuso, porém sentia-se bem com o calor e o cheiro apetecível.

- Porque eu não consigo ver pessoas sofrerem - colocou os dedos nas madeixas negras - Eu sei que sou um nada, mas por favor me deixa te ajudar, me deixa te curar - inspirou fundo no pescoço claro, sussurrando em confissão -Me deixa te amar.

- Eu nunca amei ninguém - foi sincero.

- A mim você vai amar - sorriu meigo, fazendo o coração do outro bater acelerado por tais palavras. 

Então o loiro passou timidamente as mãos sobre as bochechas frias às segurando para dar o seu primeiro beijo.

Os lábios tocaram-se devagar, onde podiam sentir a carne macia um do outro. As línguas passaram a se entrelaçar buscando, sentindo o gosto inebriante e vicioso existente em cada um.

 

ΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩ 

 

A cada dia que passava Sasuke se apaixonava, não apenas pela gentileza e a beleza, não só pelas qualidades, mas também pelos defeitos e manias estranhas. 

- Aff Sasuke, o tédio tá tão grande que me cansei do presente, vou construir uma máquina é voltar pro futuro - falou refletindo, enquanto o rapaz tentava encontrar o sentido dessa frase.

O loiro era inteiramente estranho., mas de alguma forma ele estimava isso.

- Sasu, sasu! Porque o petróleo foi ao psicólogo?

- Por quê?

- Porque ele tava no fundo do poço KKKKKKKKKKKKK

- Nossaaaaaa, que ruim - fez sinal negativo com a cabeça.

Sem que percebesse os lábios quentes já haviam colado aos seus, o corpo brozeado já havia o prendido . 

- Sasu... Eu te amo. 

O coração nunca se acelerou tanto quanto estava acelerado naquele momento, pela primeira vez em toda sua vida nunca tinha sentido tal felicidade como a de ouvir apenas as três palavras que mudam tudo, que mexe com tudo em seu ser, o simples impactante "eu te amo".

- Eu também te amo - abraçou-lhe forte, em afirmação que nunca o deixaria escapar de seus braços.

(...)

Ao fim do dia os dois abraçaram-se em sua cama, onde Sasuke contou toda a sua história, é pela primeira vez chorou pela morte de sua mãe. Lágrimas que durariam a noite toda, às que Naruto gostara de enxugar.

 

ΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩ 

 

O aniversário de Naruto estava muito perto, Sasuke encontrava-se desesperado, visto que não sabia o que ia dar, já havia perguntado demansiadas vezes a ele, no entanto que sempre era respondido dizendo que não queria nada, apenas o seu amor era mais que o bastante.

Isso o deixava extremamente estressado e extenuado. O loiro não podia simplesmente lhe dizer? 

 

Chegando no dia, não conseguiu se decidir sobre o que comprar. 

Resolveu fazer o que a anos não fazia, ele cantaria para o loiro.

A chegada da noite já eclodia, então levou o garoto para a sala de instrumentos, pediu para que sentasse ao seu lado, começando a tocar seu piano.

 

All of Me (Tudo de Mim)

What would I do without your smart mouth?
Drawing me in, and you kicking me out
You've got my head spinning, no kidding, I can't pin you down
What's going on in that beautiful mind
I'm on your magical mystery ride
And I'm so dizzy, don't know what hit me, but I'll be 
alright

 

(O que eu faria sem a sua boca inteligente
Me atraindo, e você me afastando
Minha cabeça está girando, sério, eu não 
consigo te decifrar
O que está acontecendo nessa mente linda?
Estou em sua jornada mágica e misteriosa
E eu estou tão tonto, não sei o que me atingiu, 
mas eu ficarei bem)

My head’s under water
But I’m breathing fine
You’re crazy and I’m out of my mind

(Minha cabeça está debaixo d'água
Mas estou respirando bem
Você é louco e eu estou fora de mim)

'Cause all of me
Loves all of you
Love your curves and all your edges
All your perfect imperfections
Give your all to me
I'll give my all to you
You're my end and my beginning
Even when I lose I'm winning
'Cause I give you all of me
And you give me all of you, oh oh


 

(Porque tudo de mim
Ama tudo de você
Ama as suas curvas e seus contornos
Todas as suas imperfeições perfeitas
Me dê tudo de você
Eu darei tudo de mim para você
Você é o meu fim e o meu começo
Mesmo quando eu perco estou ganhando
Porque eu te dou tudo de mim
E você me dá tudo de você)

 

How many times do I have to tell you
Even when you’re crying you’re beautiful too
The world is beating you down, I’m around 
through every mood
You’re my downfall, you’re my muse
My worst distraction, my rhythm and blues
I can’t stop singing, it’s ringing, in my head for
 you

 

(Quantas vezes eu tenho que te dizer
Mesmo chorando você é lindo também
O mundo está te castigando, eu estou por 
perto acompanhando tudo
Você é minha ruína, você é meu muso
Minha pior distração, meu ritmo e minha 
melodia
Eu não posso parar de cantar, está tocando,
 em minha mente para você)

My head’s under water
But I’m breathing fine
You’re crazy and I’m out of my mind

 

(Minha cabeça está debaixo de água
Mas eu estou respirando bem
Você está louco e eu estou fora de mim)

'Cause all of me
Loves all of you
Love your curves and all your edges
All your perfect imperfections
Give your all to me
I'll give my all to you
You're my end and my beginning
Even when I lose I'm winning
'Cause I give you all of me
And you give me all of you, oh oh

 

(Porque tudo de mim
Ama tudo de você
Ama as suas curvas e seus contornos
Todas as suas imperfeições perfeitas
Me dê tudo de você
Eu darei tudo de mim para você
Você é o meu fim e o meu começo
Mesmo quando eu perder estarei ganhando
Porque eu te dou tudo de mim
E você me dá tudo de você
Me dá tudo de você)

Cards on the table, we’re both showing hearts
Risking it all, though it’s hard

 

(Cartas na mesa, nós dois estamos mostrando corações
Arriscando tudo, embora seja difícil)

‘Cause all of me
Loves all of you
Love your curves and all your edges
All your perfect imperfections
Give your all to me
I’ll give my all to you
You’re my end and my beginning
Even when I lose I’m winning
‘Cause I give you all of me
And you give me all of you

 

(Porque tudo de mim
Ama tudo de você
Ama as suas curvas e seus contornos
Todas as suas imperfeições perfeitas
Me dê tudo de você
Eu darei tudo de mim para você
Você é o meu fim e o meu começo
Mesmo quando eu perder estarei ganhando
Porque eu te dou tudo de mim
E você me dá tudo de você)

I give you all of me
And you give me all of you, oh oh

 

(Eu lhe dou tudo de mim
E você me dá tudo, tudo)

 

:

 

As lágrimas silenciosas caiam do rosto fino, os olhos azuis nunca contiveram tanta felicidade como naquele momento. 

Sem conseguir mais se conter, o beijou com todo amor que havia em seu coração, aproximando-do descretamente do ouvido sussurrou o maior desejo de seu coração.

-Eu quero fazer amor com você, eu quero ser totalmente seu.

E​ssas palavras castas fizeram toda a pele alva se arrepiar é queimar de desejo. Ele quis naruto desde a primeira vez que o beijou.

Pegou-o amorosamente em seu colo, o levando para seu quarto.

O deitou na cama carinhosamente, beijando a boca cor de pêssego,  afoito.

Tirou as roupas do garoto expondo a pele brozeada, que fez questão de marca-la por inteiro, chupa-la de todas as formas, extasiado com aquela linda e tentadora visão de ve-lo completamente nu somente para ele.

Tirou as própria roupas ficando apenas de boxe preta destacando seu volume, enquanto beijava explicitamente a boca chamativa.

Sentiu mãos tímidas sobre o cós de sua cueca às puxando para baixo, revelando seu membro duro pulsante.

Sorriu de canto ao ver o loiro completamente corado, ele desceu a boca lentamente sobre a barriga fina, beijando cada centímetro daquele corpo pulcro. 

Naruto apertou os lençóis quando sentiu a boca quente subindo e descendo lentamente sobre seu membro, tão bom que chegava a ser torturante, os gemidos baixos e ofegantes ecoavam por todos quarto.

-Aaarr... SasukHmmmm...

Os olhos negros não perdiam nenhuma expressão, ouvir o loiro gemendo seu nome o deixava louco.

Passou a acelerar os movimentos freneticamente sugando forte.

- AAH... AAH... Hmmm...Hmm! 

O loiro contorcia-se de prazer, tanto que sem se dar conta agarrou as mexas negras acelerando o ritmo.

- Sa-sa-sa Hmm... Eu v-vou... - tentou afasta-lo, porém foi impedido.

- Hmmmmmmm aaaaaaahn. 

O loiro chegou ao seu climax, derrando-se na boca do rapaz que engoliu tudo.

Levou três dedos a boca do outro fazendo-o ficarem bem molhados enquanto dava leves mordidas na pele marcada.

Colocou o primeiro dígito com dificuldade, pois a entrada avermelhada estava excessivamente apertada, antepos o segundo fazendo movimentos de tesoura para tentar alarga-la. Quando viu que era suficiente posicionou-se segurando os quadris, adentrando lentamente. Às lágrimas de dor caiam dos olhos azuis, mas Sasuke tomou sua boca mais uma vez tentando conforta-lo. No momento que pós tudo seus olhos fecharam em prazer, ao sentir aquelas paredes quentes e macias se contraindo e apertando seu pênis querendo expulsa-lo, deixando ele enlouquecido e pulsando sobre elas. 

- Hmmmm... Caralho... -  Pronunciou em um tom sexy e erótico, fazendo o loiro começar a se mexer.

- Já Sasu... Começa.

Como pedido começou a se mover, saindo quase completamente é voltando com força, acertando justamente o ponto sensível do loiro.

 

As estocadas começaram a ficar mais rápidas, entrando e saindo com força fazendo a cama balançar junto com os corpos, batendo firme contra a parede.

- AAANNN ... AAAAHHHH ... AAR.

- Hmmmmmmm... Aarr...AARR...

Os gemidos misturavam se, o som dos corpos se chocando forte e rápido, era absolutamente desfreado e  obsceno. 

O prazer que sentiam era descomunal, viciante, imparável! 

Sasuke segurou-se no apoio de cima da cama, estocando em um ritmo inacreditável acertando todas às vezes. Naruto jogou a cabeça para trás arqueando todo o corpo em prazer, apertou muito mais fortes os lençois enquanto seus mamilos eram chupados, sugados e mordidos, o suor se misturava com o cheiro de sexo que emanavam. Ele não conseguia nem lembrar o próprio nome.

 

- Naruto-aar eu vou gozhmmm.

- E-eu AAAAWNNN t-tam...

 

Os olhos pretos se fecharam com fortemente, as mãos perderam as forças, gozou fundo fazendo um grito mudo ecoar em seus lábios e agarrar o travesseiro.

As mão largaram os lençois passando a arranhar forte e pele branca, os olhos reviraram ao sentir o líquido quente o preencher 

- AAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHH...S-SASUKE!! - chegou pela segunda vez ao seu clímax.

 

Caíram ofegantes.

Ao recuperar o ar, saiu de dentro do loiro, agarrou a cintura lhe abraçando.

- Eu amo você meu loirinho. - beijou o pescoço agora marcado.

- Eu também te amo, muito, muito, muito. Foi o melhor presente que já tive na vida.

- E você é a melhor coisa em minha vida - sorriu como nunca antes. 

- Sasuke, me prometa nunca me deixar.

- Eu prometo que nunca te deixarei, mas me prometa que ficara comigo para sempre.

- Eu prometo.-  Fechou os olhos se entregando clímax.

Fizeram promessas que nunca seriam quebradas.

 

ΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩΩ 

 

​Passado-se exatamente  dois anos, mesmo havendo diversas brigas entre eles o amor não se esfriou, ao contrário, sempre conseguiam entender-se no final ( a maioria das vezes acabavam na cama ). 

Para comemorar o aniversário de 23 anos, levou-o à um restaurante com resevas particulares, porém esse não era o presente que daria a ele.

Ao terminarem de comer, antes de Naruto se levantar para sair teve a mão segurada, que o fez voltar a se sentar sorrindo.

 

Sasuke ajoelhou-se em sua frente.  Sua boca entreabriu, o coração bateu acelerado quando viu o mesmo tirar uma caixinha de seu bolso, ele não acreditava! Só podia está sonhando... Não! Não era um sonho, percebeu ao sentir o toque das mãos frias às suas, e ao ver aquele lindo anel de Safiras da mesma cor de seus olhos.

- Naruto, você quer casar comigo?

Os olhos azuis se encheram de lágrimas, ele ansiava por isso mais do que tudo em sua vida.

- É claro que eu quero!

Coloco-lhe o anel dando um beijo em sua mão é posteriormente em seus lábios.

 

(...)

 

Saíram de mãos dadas até o estacionamento.

Chegando lá Naruto escorou-se na parte de trás do carro, observando Sasuke abrir o carro, o quanto ficava bonito a luz da noite. De repente avistou um cara que continha uma arma, desesperou-se! Ele estava perto de Sasuke.

- SASUKEEEEE!!! - gritou correndo em sua direção.

Olhou para frente é viu um homem apontando a arma em sua direção puxando o gatilho. Mas no mesmo instante sentiu braços voltarem seu corpo, levando três tiros em seu lugar.

O homem correu para longe fugindo.

Os olhos negros se encheram ao ver o corpo deslizar em seus braços caindo no chão junto com si.

 

 

- Me des-cof cof, me descupe Sasuke eu não vou poder ficar com você pra sempre. - a chuva começava a cair

- NÃO, NÃO, NÃO, NÃO...snif... De novo não. - as lágrimas passaram a cair descontroladamente. - Você PROMETEU!

- Me desculpe por fazer passar por isso de novo, a culpa não é sua sempre se lembre disso. Desculpe por não cumprir minha promessa.- lágrimas começaram a descer sobre o rosto fino - Sasuke... Eu sempre vou amar você.

- NÃO SE DESPEDE! Você é egoísta...

-Eu não aguentaria ter ver morrer, seria agonizante, eu não suportaria ver seus olhos fecharem.

- Por que você acha que eu vou aguentar, VOCÊ ACHA QUE EU VOU SUPORTAR? Eu te odeio!! - randeu os dentes com força.

- Me odeie, será mais fácil. Mas saiba que esse foi o melhor dia da minha vida, todos os dias que passei foram os melhores dias da minha vida, você me amou como nunca sonhei ser amado um dia. Você me salvou como nunca me imaginei ser salvo. Você é meu anjo, meu guardião. Como você me pediu em casamento, eu nunca esquecerei, pois pensei que ficaria com você para sempre, poderíamos ter adotado filhos rsrsrs. Mais saiba só de mais uma coisa, eu sempre terei você em meu coração e nem que se passe mil anos nunca te esquecerei. Eu levarei você em meu coração pra toda a eternidade . Eu te amo Uchiha Sasuke.

Em um último e mais belo sorriso que deu em toda a sua vida os olhos fecharam-se.

- NÃO, NÃO, NÃO - abraçava forte o corpo sem vida. - AAAAAAAAAAAAAAAARG - gritou com todo o ar que havia que havia em seus pulmões. As roupas completamente encharcadas, ele não aguentava essa dor, não aguentava segurar. - EU TE AMO, EU TE AMO... snif, snif... Volta pra mim por favor.

 

:

 


[Photograph]
Loving can hurt
Loving can hurt sometimes
But it's the only thing that I know
And when it gets hard
You know it can get hard sometimes
It is the only thing that makes us feel alive
We keep this love in a photograph
We made these memories for ourselves
Where our eyes are never closing
Hearts were never broken
And time's forever frozen still
So you can keep me inside the pocket
Of your ripped jeans
Holding me close until our eyes meet
You won't ever be alone
Wait for me to come home
Loving can heal
Loving can mend your soul
And it's the only thing that I know
I swear it will get easier
Remember that with every piece of you
And it's the only thing we take with us when we
die
We keep this love in a photograph
We made these memories for ourselves
Where our eyes are never closing
Our hearts were never broken
And time's forever frozen still
So you can keep me inside the pocket
Of your ripped jeans
Holding me close until our eyes meet
You won't ever be alone
And if you hurt me that's okay baby
Only words bleed
Inside these pages you just hold me
And I won't ever let you go
Wait for me to come home
Oh you can fit me
Inside the necklace you got
When you were sixteen
Next to your heartbeat where I should be
Keep it deep within your soul
And if you hurt me
Well that's okay baby
Only words bleed
Inside these pages you just hold me
And I won't ever let you go
When I'm away
I will remember how you kissed me
Under the lamppost back on 6th street
Hearing you whisper through the phone
Wait for me to come home

 

 


[Fotografia]
Amar pode doer
Amar pode doer às vezes
Mas é a única coisa que eu sei
Quando fica difícil
Você sabe que pode ficar difícil às vezes
É a única coisa que nos mantém vivos
Nós mantemos este amor numa fotografia
Nós fizemos estas memórias para nós mesmos
Onde nossos olhos nunca fecham
Nossos corações nunca estiveram partidos
E o tempo está congelado para sempre
Então você pode me guardar no bolso
Do seu jeans rasgado
Me abraçando perto até nossos olhos se
encontrarem
Você nunca estará sozinha
Espere por minha volta para casa
Amar pode curar
Amar pode remendar sua alma
E é a única coisa que eu sei
Eu juro que fica mais fácil
Lembre-se disso em cada pedaço seu
E é a única coisa que levamos conosco quando
morremos
Nós mantemos este amor numa fotografia
Nós fizemos estas memórias para nós mesmos
Onde nossos olhos nunca fecham
Nossos corações nunca estiveram partidos
E o tempo está congelado para sempre
Então você pode me guardar no bolso
Do seu jeans rasgado
Me abraçando perto até nossos olhos se
encontrarem
Você nunca estará sozinho
E se você me machucar, tudo bem querido
Apenas as palavras sangram
Dentro destas páginas, apenas me abrace
E eu nunca te deixarei ir
Espere minha volta para casa
E você poderia me colocar
Dentro deste colar que você usou
Quando tinha 16 anos
Perto do seu coração onde deveria estar
Mantenha isso no fundo de sua alma
E se você me machucar
Mas está tudo bem, querido
Apenas as palavras sangram
Dentro destas páginas, apenas me abrace
E eu nunca te deixarei ir
Quando eu estiver longe
Me lembrarei de como você me beijava
Embaixo do poste de luz da 6ª rua
Ouvindo você sussurrar pelo telefone
Espere por minha volta para casa

 

 

####### O FIM #########

 

 


Notas Finais


Oi é minha primeira história One-shot aqui no spirit. Também é minha primeira história com a desocupada assassina de fanfic. Espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...