História Apenas desconhecidos - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Colegial
Visualizações 71
Palavras 1.503
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - Reconciliação


Fanfic / Fanfiction Apenas desconhecidos - Capítulo 11 - Reconciliação

Pov's justin

Eu nao sabia o que fazer, eu realmente gostava dela, mas eu não queria, nao queria me apaixonar, ela foi embora e me largou aqui sozinho, se nao fosse a Ari e os meninos para me fazerem companhia eu estaria chorando feito um gay.

- justin- ryan me chamou- por que a alicia estava chorando, o que voce fez para ela, ela nem falou com a gente quando saiu.

- eu estava irritado com ela porque ela estava agindo feito uma vadia com você,  eu chamei ela de vadia e me arrependo muito por isso, eu estava gostando dela, mas nao era o que eu queria, voce sabe que eu nunca me apego a ninguém, mas com alicia foi diferente, eu nem cheguei a transar com ela e ela ja me deixou desse jeito, depois de eu xingar ela, ela abriu o jogo comigo, ela disse que pensava que eu podia me tornar uma pessoa boa, mas eu me impedia, disse que pensava como ela podia passar a vida ao meu lado, mas que agora ela só pensava em como me esquecer- eu estava chorando 

-cara voce só faz merda - eu ja sabia disso- ela um dia estava conversando comigo e disse que estava começando a gostar de voce, eu sabia que voce ja gostava dela, voce nao tratava ela como tratava as outras, depois desse dia voce começou a vacilar, nao sei o que voce estava querendo fazer, mas nao estava dando certo,  voce queria provocar ciúmes nela, mas a única coisa que voce fazia, era mostrar que voce era galinha, alicia é orgulhosa e ela nao ia mostrar que sentia ciúme de voce, quando voce ficava com as vadias, ela dizia para mim que achava  voce era diferente. Tenta reconquistar ela de novo, alicia nao é como as outras, ela quer coisa seria, nao ser feita de otaria.

- nao adianta, ela ja me esqueceu e ela deixou isso bem claro- eu estava desistindo de tudo

- caralho justin !! Voce é burro assim ou ta fazendo  cursinho porra!! Claro que ela ainda gosta de voce seu filho da puta, voce acha que ela ia falar que te ama quando voce chamou ela de vadia caralho , achou que ela ia te implorar amor. - ele tinha razão, eu nao vou desistir da alicia

- vamos embora daqui ryan- falei me levantando-  vamos para casa - ryan sorriu de lado e saímos 

Pov's alicia 

Tinha acabado de acordar,  eu estava triste, mas eu nao ia me rebaixar, eu me lembro que eu disse que se eu estivesse triste eu iria ser a pessoa mais feliz do mundo para quem me odeia, e é isso que eu vou fazer, vou ser feliz, e enquanto todos acham que estou bem, eu procuro a felicidade.

Desci as escadas indo à área da piscina, eu vestia o mesmo short branco da pool party e um biquíni de mandala, meu cabelo estava solto e eu calcei meu chinelo verde agua que eu amo.

Fui para a área e me deitei na espreguiçadeira, peguei meu óculos redondo e botei para o sol nao me atrapalhar, com meu celular nas mãos fiquei mexendo.  Tirei o short ficando só de biquíni para pegar uma marca, eu estava muito branquinha. Pegava meu solzinho tranquilamente quando alguma coisa tapou o meu lindo sol, abaixei o óculos para ver quem era e vi justin

-esta atrapalhando meu sol se nao percebeu - falei um pouco rude, mas nem tanto 

- preciso falar com voce - ele sentou na ponta da espreguiçadeira 

- estou ocupada pegando meu sol - me virei para pegar sol nas costas

- é sério alicia - insistiu

- ta fala, estou ouvindo- falei ainda virada 

- da para voce olhar para mim, eu quero falar sério com voce- bufei e me sentei olhando para ele

- pode falar- fiz um pouco de desden 

- alicia, eu quero que voce me perdoe, eu sei que eu errei com voce e falei várias merdas tambem, mas era por que eu estava com raiva no momento, e quando isso acontece eu falo coisas que nao são reais. Eu gostava de voce, alias, ainda gosto, mas antes eu nao queria me apegar, e isso que aconteceu nao fazia parte do meu plano. Voce seria só mais uma, eu admito, nao quero mais mentir, eu só queria transar com voce, só que voce nao era atirada, eu nao estava acostumado com pessoas me negando sexo, e isso em voce me atraiu. E sobre as mensagens, Eu escrevia isso nas mesas, e eu me comunicava com todo mundo, nao como o daddy, mas como justin, quando elas mandavam um "oi" eu dizia quem eu era, eu nao sei o que me deu, mas eu nao queria dizer quem eu era para voce, ja que voce nao ia com a minha cara, eu pensei que provavelmente voce fosse me bloquear. - ele se explicou de tudo- Alicia, eu só quero que voce me perdoe, eu quero voce ao meu lado - oi? Como assim, ele ta me pedindo em namoro ou...- nao como amiga, como namorada alicia, eu sinto que voce é a pessoa certa.

- Justin eu nunca deixei de te perdoar, eu disse que nada seria como antes, e realmente nao será, eu gostava de voce, e sei que sabia disso, alias eu falava tudo para o daddy, voce teve todas as oportunidades, mas voce só queria saber de comer garotas e farra, se voce pensa que eu vou bancar a difícil e nao olhar mais na tua cara, pode ficar calmo, eu vou continuar te tratando como antes. E sabe, eu vou ser a sua AMIGA, voce pode contar comigo para qualquer coisa - ele fez cara de safado- aii meu Deus justin, claro que nao - eu estava rindo- nao para isso né idiota. 

- bem que podia né, mas voce me perdoa ou nao-  fez uma carinha fofa

- justin eu ja te perdoei a muito tempo- eu falei olhando para ele. Ele me puxou para um abraço bem retribuído, ele estava sem camisa e eu só de biquíni,  entao nossa pele se encostou fazendo com que o abraço ficasse mais aconchegante. Sinto algo me cutucando e separo o abraço

- justin nao acredito cara, pelo amor de Deus! Nao da para parar de ser safado pelo menos uma vez nao?! - eu ria

- ai foi sem querer- ele disse botando a mão em seu pau ereto - voce tambem esta com esse biquíni e eu sem blusa e ainda me abraça, quer que eu fique como?

- se acalma né filho que nem é para tanto- falei 

- queria ver se você fosse homem , ia ficar do mesmo jeito-  neguei - se quiser que eu nao fique de pau duro pode me dar um selinho- ele me trouxe para mais perto dele

- Justin voce nao muda né cara

- me ajuda a mudar entao-  minha boca estava bem perto da dele

- vou ajudar por que eu sou boa, mas vê se faz por onde, e sobre o selinho. ..

Me aproximei da boca dele e segurei sua nuca, nossas respirações estavam se chocando, quando ele se aproximou para me beijar eu virei e dei um beijo bem perto de sua boca

-nao acredito alicia, fala sério - ele fechou os olhos e jogou a cabeça para trás-  mas voce me paga- ele apertou minha cintura e me puxou para perto da piscina 

- diz que me ama que eu nao te jogo- justin disse

- Justin eu nao... - ele ameaçou pular- ta bom, te amo, te amo-  falei rápido para ele nao me jogar

- é eu tambem te amo - ale disse e pulou na piscina. Eu ia me afogar mas ele me deu impulso para cima 

- justin eu falei que te amo garotoo- disse me referindo a ele nao me jogar

- e eu respondi " tambem te amo " 

- ai você é ridículo Justin-  joguei água na cara dele

- igualmente- ele riu a me afogou.  Minha raiva ja tinha passado, mas eu seria, ainda, apenas amiga dele. 

Eu e ele saímos da piscina e nao tinha ninguém em casa, provavelmente estão na farra, subimos e eu botei um moletom (imagem do capitulo) e um short minúsculo que nem aparecia e justin botou uma calça moletom cinza e um casaco preto escrito purpose, fomos para sala e assistimos Naomi e ely, e a lista de nao beijos 

- ainda bem que voce nao esta na minha lista de nao beijo- justin falou

- e eu vou escrever o seu nome na minha

Ele fez cara de bravo e me mandou o dedo do meio ( mais conhecido como : vai tomar no seu Cu filho da puta arrombado caralho) eu continuei assistindo o filme e mexendo no cabelo de Justin. Estava com sono e eu me deitei do lado de justin no sofá, e assim dormimos 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...