História Apenas historias.... - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Coisas Sem Sentido, Era Para Fazer Sentido ?
Visualizações 2
Palavras 300
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem!

Capítulo 6 - Inocência


Fanfic / Fanfiction Apenas historias.... - Capítulo 6 - Inocência

Viver em uma família que só quer preservar a imagem, é algo muito perturbador. É algo que eu odeio do fundo do coração. E muito chato você não poder sair com os amigos porque seus pais acham eles inferiores a você. Que você tem que estar o tempo todo arrumado, se comportando como se você um robô programado para fazer as mesmas coisas todos os dias, que se algo mudar pode ser o fim de tudo. Tudo tem que estar em perfeito estado, nada pode estar fora do lugar.

Até quando terei de aturar isso? Sou apenas uma criança no corpo de um adolescente, uma criança tão frágil quando uma boneca de porcelana que até num simples toque pode se quebrar.

Sabe, eu tenho inveja daquelas crianças que fica brincando o dia todo, correndo pelo jardim se sujando toda, sem se preocupar em sujar a roupa, sem se preocupar com as coisas de adultos. Minha infância foi repleta de deferes, tinha aulas de piano, aulas de etiqueta, nunca tive pelo menos meia hora de diversão. Só podia fazer aquilo que meus pais permitiam, é se eu visse-se algo que eles desaprovavam, ficava o dia todo preso no quarto estudando.

Tem dias que eu me odeio do fundo do coração, odeio o fato de estar nessa  família, odeio o fato de ter nascido, odeio o fato de não poder tomar minhas próprias decisões. Isso é tão errado?

Quando eu consigo um tempo livre (isso se eu consegui-se), eu fico sentando na varanda de meu quarto observando as crianças brincando na grande pracinha que tem em frente de minha casa, fico observando elas brincarem como se não ouve-se amanhã.

Mas realmente pode não a ver um amanhã. Por isso que eu invejo essas crianças, são tão inocentes..

Eu queria ter essa inocência.


Notas Finais


~(*.*)~ xau..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...