História Apenas Mais Um Verão de Mistérios - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Candy Chiu, Dipper Pines, Gideon Gleeful, Grenda, Mabel Pines, Pacifica Northwest, Personagens Originais, Soos Ramirez, Stanford "Ford" Pines, Stanley "Stan" Pines, Waddles, Wendy Corduroy
Tags Amizade, Amor, Bill, Carinho, Dipper, Drama, Gravity Falls, Incesto, Loli, Mabel, Pacifica, Pinecest, Pines, Romance, Stan, Tragedia, Violencia
Visualizações 151
Palavras 1.029
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Josei, Luta, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Seinen, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Survival, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem. :)

Capítulo 8 - Ato 8: Sacrifício no pior cenário possível.


“Quando dizem que tudo está indo bem, tome cuidado por que se aproxima o pior cenário possível”

Os fracos raios de sol da manhã adentraram o quarto, Mabel começou a despertar, ela estrava em sua cama, enrolada nas cobertas, ela se sentia aquecida, ela estava com uma fina camisola e atrás dela abraçado com ela estava seu irmão Dipper que estava de bermuda ainda dormindo, Mabel nunca esqueceria a noite passada ela realizou seu sonho e estava muito feliz.

Mabel começou a divagar sobre a vida, ela amava seu irmão, ela se sentia mal por tê-lo arrastado neste pecado, mas ela se sentia tão feliz, não parecia “errado”. Ela olhava para Dipper enquanto ele dormia, e se perdeu por minutos pensando na vida. Então ela sentiu que Stan podia vir acorda-la e poderia ver esta cena digamos “comprometedora”.

Mabel se sentou na ponta da cama e ficou observando Dipper enquanto ele dormia calmamente, ela não se importava com o amanhã, hoje ela tinha ele e no fundo do seu coração ela rezava para que o amanhã nunca chegasse. Eram oito da manhã, Mabel se vestiu e desceu e foi para a cozinha para preparar um café da manhã ela estava com uma vontade de dar café na cama para Dipper quando ele acordasse, uma sinal de gentileza e amor. Ela então foi surpreendida por seu tio Stan.

Mabel se assustou e disse: Olá tio Stan, como senhor está?

Stan disse como se a tivesse afrontando: Bem eu estava acordado ontem á noite e percebi que minhas garrafas foram bebidas, então subi presumindo que o Dipper estava fazendo uma experiência inflamável novamente, mas não estava, seu quarto estava vazio, eu então fui ver se você tinha visto ele, bem… Eu em geral não estranharia ver vocês dois dormindo na mesma cama, mas posso perguntar por que ambos estavam semi-nus e mais importante por que você estava tão abraçada com ele!? –Ele disse arqueando a sobrancelha rapidamente.

Mabel deixou o copo cair e eles espatifou no chão, ela disse tropeçando nas palavras: Não tio Stan…

Stan disse a cortando: Eu não sou estúpido garota! Você vai ter que me contar uma história muito eficiente ou eu ligarei a seus pais agora mesmo!

Mabel gaguejando disse: Eu não estava me sentindo bem e Dipper veio me ajudar…

Stan falou: Então por que estavam abraçados e dividindo a cama?

Mabel disse: Por que somos irmãos gêmeos… -Então sem saber por que Mabel sentiu algo errado, seu corpo arrepiou e ela sentiu muito frio, era o velho sentimento de gêmeo, algo muito sério havia acontecido com Dipper.

Stan não era muito de questionar então resolveu deixar a situação se desenrolar sozinha. Mabel subiu correndo para ver se estava tudo bem e dar o café a Dipper só para saber que ele não estava mais dormindo na cama. Mabel desceu correndo e chamou Stan.

Stan disse: O que foi garota!

Mabel gritou: Eu não acho Dipper.

Stan falou irritado: Ele deve estar apenas dando uma volta novamente, procurando mais mistérios.

Mabel segurou a mão de Stan e disse olhando profundamente para ele: Tem algo muito errado, eu tive um sentimento de Gêmeo… Algo aconteceu com Dipper! Eu não posso perdê-lo Stan, eu o amo!  –Stan iria descordar quando de repente a manhã se tornou noite e tudo escureceu.

Stan disse irritado: Falamos sobre esses seus “sentimentos” depois, você está muito encrencada garota! Agora vamos acha-lo!

Stan e Mabel saíra procurando Dipper pela floresta, chamaram Soos e Wendy para ajudar, com lanternas começaram a procurar.

Mabel se aproximou de uma velha arvore da floresta onde era a antiga toca de Ford, e então ela viu.

Mabel gritou em prantos: Dipper! –Então correu…

Sua mente começou a correr a mil por hora e ela sentiu como se o vento cantasse.

“Se o amanhã não chegar… Se ninguém vier te salvar… Se ele nunca mais acordar… -Se hoje é apenas o fim…”

--------------------------------------------------------------------------------- -

Alguns minutos antes Dipper estava dormindo e tendo muitos pesadelos, sem saber que um certo monstro de um olho só entrou no quarto e mais especificamente em seus sonhos, Dipper tinha um controle muito forte e Bill não conseguia entrar, mas graças a relação com Mabel ele se distraiu. Bill Controlou o corpo de Dipper enquanto ele dormia e o levou para fora do quarto. E o levou para fundo dentro da floresta de Gravity Falls. Dipper acordou com Bill olhando para ele.

Bill disse rindo sadicamente: Aposto que esperava ver outra pessoa quando acordasse.

Dipper disse irritado: O que você quer seu peste?

Bill disse: Preciso de sua ajuda…

Dipper: E por que eu ajudaria?

Bill disse: Por que se não me ajudar contarei a todos sobre o seu relacionamento incomum com sua irmã Mabel.

Dipper disse irado: Como sabe disso!

Bill disse: Invadi seus sonhos, você se distraiu por conta dela. Eu vou contar para todos, e a Mabel será chamada de aberração e odiada por todos, eu poderia falar que destruiria suas chances de ir para uma boa faculdade, mas vamos ser sinceros Dipper, sua única e maior preocupação é sempre sua irmã. E então vai me ajudar? Ou terei que destruir a vida dela? –Bill esticou a mão.

Dipper disse irritado: Você é desprezível Bill. - Dipper apertou a mão de Bill e tudo começou a esfriar, Dipper sentiu tudo ficar escuro e só conseguiu ouvir a voz de Bill.

Bill disse sadicamente: Eu já lhe aviso, vai doer muito…

“Quando Mabel caiu, ela penou que Dipper riria, mas ele não fez.”

“Quando ela pediu para ele deixa-la sozinha, ele não fez.”

“Quando ela achou que ele não a amava, ele não fez.”

“E quando ele tinha que viver sabendo que ela iria ser vista como uma aberração, ele não fez.”

------------------------------------------------------------------------ -

Mabel chegou e viu então, apenas Dipper, mais um corpo no chão. Mabel correu desesperada até ele, o sangue escorrido e nada mais vivo. Ela o agarrou e não soltou, chorava com sua roupa suja do sangue de seu irmão. Todos chegaram e viram a cena, não sabiam o que tinha acontecido, e o enorme sacrifício que Dipper tinha feito para salvar todos eles… Mas logo saberiam…


Notas Finais


Espero que tenham gostado, comentários são sempre benvindos. :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...