História Apenas mais uma história - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Depressão, Drama, História Real, Mutilação
Visualizações 10
Palavras 297
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Essa história não incentiva a auto mutilação e o suicídio.
É pessoal, chegamos ao fim. Quero saber de vocês se quererm que eu escreva outra história, por favor deixem nos comentários.

Capítulo 10 - Adeus


Da última vez em q me cortei, deixei minha lâmina em meu guarda-roupa e dois dias depois minha mãe foi mexer em meu guarda-roupa, eu gelei, meu coração disparou, ver minha mãe chorar é uma morte lenta e dolorosa, só que no final eu sei que estarei acordada, estarei respirando, estarei viva, e era exatamente o que eu não queria, por sorte ela não achou, mas por precaução joguei ela fora, eu sinceramente precisava dela, mas não queria passar pelo sofrimento de ver minha mãe chorar, então eu continuei me machucando, mas dessa vez com tapas no meu próprio rosto, com minhas unhas, eu abri os cortes que estavam cicatrizando, com as unha, eu apertava minha pele com as unhas, eu arranhava minha pele até sangrar, então eu percebi q minha paciência estava indo embora junto com a minha sanidade, eu vias as pessoas na escola, dizendo coisas pejorativas umas as outras e eu só queria poder matá-las, uma a uma, lentamente, me vi ansiando pelo sangue delas em minhas mãos, o que está  acontecendo comigo? É um sentimento pior do que o normal, como eu realmente não podia fazer nada, apenas pedi para sair da sala, fui até a coordenadora e disse o quão nojentos eles são. No dia seguinte falei tudo o que eles disseram para o coordenador, me senti um pouco mais aliviada porém fiquei com receio, e se eles descobrirem que eu os entreguei? E se descobrirem que eu disse tudo? Mas já não importa mais, talvez eles nunca mais me vejam, ninguém mais, ninguém mais vai me ver pelos corredores, ninguém mais vai me perguntar se eu estou bem, ninguém mais vai me ouvir mentir, ninguém mais vai ter esse fardo nas costas q sou eu, eu vou deixá-los livres de mim.


Notas Finais


Obrigada por lerem até aqui, até o final! Tchau. Sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...