História Apenas Me Abrace - Segunda Temporada - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Amizades, Bangtan Boys, Bts, Drama, Hitman Bang, Intrigas, Jimin, Romance
Exibições 58
Palavras 820
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bom, amôras... Nesse capítulo decidi descrever o Marcos.

Mas porque? Porque fica difícil imaginar o personagem sem a descrição dele, não é? Então espero que esse primo agrade muito à vocês ❤

Capítulo 16 - Uma Relação Entre Primos


Fanfic / Fanfiction Apenas Me Abrace - Segunda Temporada - Capítulo 16 - Uma Relação Entre Primos

Parte 16


Alguns minutos repensando o modo de falar com o Marcos… você não sabia o motivo, mas não se arrependia muito de ter sido tão arrogante com o rapaz.

Olhou para o jantar que ele preparou e comeu, pois estava mesmo com muita fome. Após tomar o suco de maracujá, que por sinal estava docinho do jeito que você gostava, deitou-se e tentou ligar para o Jimin mais uma vez.

“É a última vez que faço isso, Park Jimin…”


Tuuuu… Tuuuuu… Tuuuu… Tuuuuu… Tuuuu… Tuuuuu… Tuuu-

~

(Yeoboseyo?)

-Jiminnie?

(Ani. S/N? Aqui é o Namjoon. Como você está?)

-Namjoonie! Aahhrr…-você suspirou. Mesmo que nunca tenham conversado muito, era sempre agradável falar com ele.-Estou bem… bem mal, na verdade…

(Wae~?)

-Gostaria muito de falar com o Jimin, mas já faz tempo que tento e ele não me atende e nem responde minhas mensagens.

(Jiminnie está dormindo desde a hora que chegou. Parecia estar bem cansado.)

-Ah… arasseo…

(Yah, porque não vem aqui amanhã?)

-A-A-Ani….

(Não seja assim. Venha nos ver, daí você aproveita e conversa melhor com o Jimin.)

-Vou… pensar sobre isso…

(Ne. Preciso desligar agora, good night~.)

-Komawo~.

~

Era um alívio saber que ele estava apenas dormindo, porém Jungkook havia dito que ele ignorou o Hobi quando chegou em casa… Jimin não era de fazer essas coisas, a não ser que estivesse muito irritado.

Depois de muito quebrar a cabeça, adormeceu. Se não fosse pelo suco, não teria dormido tão tranquilamente durante a noite. De manhã cedo você acordou com o cheiro de bacon fritando.

-Aigoooo…-disse com uma voz sonolenta, se levantando ainda de olhos fechados.-Bacooon…

Antes de abrir a porta, acabou se chocando com ela, devido aos seus olhos fechados. Marcos ouviu o estrondo e veio correndo, abrindo a porta de uma vez e te derrubando no chão.

-AAAISH!

-Ah meu Deus! Me desculpe, S/N! Pensei que tinha acontecido alguma cois-

-Agora aconteceu, neh!

-Perdão, vem eu ajudo.

-Ani!-Você suspirou.-Não quero…

-C-Certo…

Você se levantou e esfregou os olhos pra acordar por completo e arrumou sua roupa que estava abarrotada.

-Que cheiro é esse de bacon?-disse voltando o olhar pra ele e vendo-o mudar rapidamente a expressão desanimada de seu rosto para uma de espanto.

-Aaah, o bacon!-ele disse e logo correu pra cozinha.

Você o acompanhou, mas seus passos eram lerdos, ao chegar na cozinha ficou observando o rapaz todo atrapalhado.

Não evitou um breve sorriso.

Tinha tudo nele pra você se apaixonar… cuidadoso, atencioso, maduro (nem sempre, até porque ninguém é perfeito), muito sincero, sabe cozinhar, limpar, aprendeu a arrumar os cabelos de uma mulher para que pudesse arrumar os seus sem que nada desse errado, ex-estudando de Direito, sempre bem vestido e os perfumes dele eram as melhores fragrâncias masculinas que sentia.

Alto, aproximadamente 1,85m, com um corpo saudável, cabelos castanho escuro e olhos verdes. Um sorriso enorme cheio de dentes brancos e perfeitos e, se tem uma coisa que era admirável nele, era o fato de que quando se apaixonava só tinha olhos para aquela pessoa. O problema eram os defeitos que você enxergava bem mais que as qualidades.

Tudo dele era em excesso. Uma pessoa exagerada e fazia de tudo pra chamar sua atenção… uma vez ele quase morreu só pra te salvar de um quase atropelamento… sente as coisas muito mais intensamente que o que você achava normal… tem uma tatuagem com o seu nome no antebraço...Ele é sempre tão atrapalhado que as vezes até te fazia sentir vergonha alheia.

Quando você era menor, ele tentou beijá-la, desde então você o tratou de forma ignorante e fria, por medo de que acontecesse novamente.

Ele passou anos pedindo desculpas, mais um exagero, e têm tentado se redimir até os dias atuais. Marcos sempre foi obediente em excesso… por isso a vida foi muito boa financeiramente pra ele, por trabalhar e estudar no que os pais escolheram, mesmo não sendo aquilo que gostava realmente.

Seria bom gostar dele, mas se vocês convivem juntos desde que nasceu e até hoje não gostava do jovem dessa forma, porque começaria agora? Além do mais... Vocês são parentes... Primos, pra ser mais exato.

-Aqui.-disse colocando o café da manhã na mesa, aguardando que sentasse para comer.

-O que colocou no suco ontem?

-Você comeu?-ele perguntou com um sorriso no rosto.-Fico feliz em saber.

-Tanto faz. O que colocou no suco ontem? Hum?

-Maracujá?

-Estou falando sério, seu palhaço.-disse dando um tapa no braço dele.

-Aaau…-ele agora esfregava o local atingido.-Também estou falando sério, ué. Tinha maracujá, açúcar e água gelada, somente.

-Aquilo me apagou rápido.

-É porque fiz o suco forte.

-E porque fez isso?-perguntou dando outro tapa no mesmo local.

-Aauu!-ele voltou a esfregar o braço que já estava dolorido.-Pra você dormir melhor.

-Sei!

-O que achou que eu faria?

-Sei lá, só não achei necessário fazer o suco tão forte.

-Perdão.-ele disse enquanto comia.

-Que seja.

-O que vai fazer hoje?

-Vou visitar alguém.

-Posso ir junto?

-Quê?! É claro que não!

-Acalme-se mulher.

-Para de ser grudento, eu ein…

Ele ficou em silêncio. Você terminou de comer, tomou um banho e saiu.

O rapaz, por puro costume de cuidar de você e preocupado com aquelas pessoas estranhas que estavam sempre te rondando, resolveu te seguir durante todo o caminho para evitar que algo acontecesse à você.


Notas Finais


⚫"Um café, por favor." : Segunda, Quarta e Sexta.
⚫Apenas me Abrace : Terça, Quinta e Sábado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...