História Apenas o Começo - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Naruto
Exibições 35
Palavras 2.337
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Eu demorei pois estou viajando a trabalho. Agradeço de coração a todos por lerem.

Capítulo 3 - A ANBU


O clã Uchiha aos poucos se reerguia, entre as missões Sasuke começara a reforma com ajuda de Juugo e Suigetsu. Ele utilizava o dinheiro das missões realizadas na reforma, pois a sua herança seria liberada apenas quando se tornasse novamente um ninja de Konoha.
Na manhã de sábado Sasuke acordou inquieto, a janela do quarto principal estava entreaberta e permitia a passagem de luz do nascer do sol. Mas Sasuke sabia que não era a luz que o incomodava, ele não havia terminado todas as suas missões para poder recomeçar em Konoha, e não podia mais adiar para realizar a sua última e mais importante missão. Sem delongas, ele se levantou, fez sua higiene pessoal, passou pela cozinha e caminhou para os portões do clã com um tomate nas mãos.

O centro comercial de Konoha encontrava-se completamente restaurado e com novas lojas em funcionamento. Sakura caminhava pela rua atenta a lojas com as novas coleções e novidades, ela estava indo em direção a casa de chá inaugurada na semana passada. Como não havia ocorrido a reunião das garotas na noite anterior, Ino e Sakura resolveram se encontrar cedo na casa de chá e em seguida irem as compras.
- Bom dia, porquinha! – cumprimenta Sakura ao entrar e avistar a amiga sentada na mesa próxima a janela de vidro.
- Bom dia, testuda! – responde Ino – Eu encontrei com a Hinata ontem e eu a convidei para ir conosco as compras.
- Que ótimo! Eu quase não a vejo. – comenta Sakura se sentando e procurando o cardápio na mesa - A Tenten continua em Suna?
- Sim, a loja que ela abriu há uns meses em Suna está indo muito bem. Mas acredito que haja outro motivo para ela estar lá a tanto tempo. – diz Ino com um sorriso cúmplice. – O Kazekage-sama faz grandes encomendas aos seus ninjas e a impede de retornar cedo a Konoha.
- Não! – exclama Sakura desviando o olhar do cardápio para Ino. – Fico muito feliz por Tenten! Ela merece ser muito feliz!
- Sim, ela sofria com a perda de Neji em Konoha.
- Assim como Hinata. – completa Sakura com o olhar triste.
- Nós a ajudaremos! – diz Ino para animar –  E você não sabe onde eu a encontrei! No salão!
- Eu não vejo nada de mais nisso, porquinha.
- Mas não era apenas as pontinhas que estavam sendo cortadas, testuda! – diz Ino inconformada, ela adorava o cabelo comprido até a cintura da amiga – ele agora está na altura dos ombros.
- E qual seria o problema de cabelos na altura dos ombros? – questiona Sakura irritada com o punho fechado.
- Se acalme testuda! A! A Hinata está chegando! – diz Ino olhando a janela. – Hinata! Estamos aqui. – acena Ino empolgada para Hinata. Há tempos não se encontrava com suas amigas.
- Ino-chan! Sakura-chan! – sorri Hinata docilmente na porta da casa – Desculpem-me pelo atraso.
- Não se preocupe com isso Hinata. – diz Sakura novamente calma – O seu cabelo está lindo.
-  Arigatou, Sakura-chan! – diz Hinata um pouco corada, passando as pontas dos dedos, não cobertos pelas ataduras, no cabelo. – Eu preciso me acostumar ao comprimento.
- Bom dia, senhoritas! O que vão pedir? – pergunta o garçom próximo a mesa.
- Chá verde sem açúcar. – responde Sakura.
- Chá de camomila com mel, por favor. – diz Hinata e o garçom coloca a cestinha de bolinhos doces na mesa e se afasta.
- O que houve com suas mãos? – pergunta Sakura preocupada – Eu posso olhar e receitar uma pomada.
- Eu agradeço muito Sakura-chan – sorri Hinata, ela gostava muito de Ino e Sakura serem suas amigas e se preocuparem com ela. – Mas a Tsunade-sama já receitou uma pomada e recomendou trocar as ataduras duas vezes ao dia.
Sakura estranhou sua mentora cuidar pessoalmente de Hinata, mas ficou satisfeita da amiga estar nas melhores mãos.
- Nós carregaremos suas sacolas e não me olha assim Hinata! Você vai comprar pelos menos um vestido! – ordena Ino sem deixar espaço para objeções.
- Ce-certo. – diz Hinata um pouco assustada, mas feliz, há muito tempo não saia para se divertir. Ela irá contar isso ao nii-san semana que vem, ele ficará feliz.
Os chás chegaram em seguida e Ino contou a novidade de Tenten para Hinata. Hinata ficou muito feliz, nas suas visitas ao cemitério ela encontrava com frequência Tenten saindo da área do clã Hyuga e compreendia o sofrimento em silêncio de Tenten. Ino e Sakura ficaram curiosas com os ferimentos em suas mãos e contou brevemente sobre os cortes profundos na mão devido ao intenso treinamento do Punho Gentil. Com o fim dos chás, as três amigas seguiram às lojas de roupas.

Naruto acordou feliz, há tempos não se divertia com seus amigos e se sentiu renovado. Ele sentou-se na cama, se espreguiçou e notou o ronco de sua barriga.
“Eu devo ter dormido um pouco mais hoje” – pensa Naruto esfregando os olhos e em seguida procurando o seu alarme com o horário.
- Nani!? São onze horas já! – grita Naruto saltando da cama. Ele se dirigiu ao banheiro, fez sua higiene pessoal, colocou uma camiseta branca e sua calça preta e parou na cozinha.
- Eu vou almoçar direto, tô certo! – conclui Naruto pegando a sua carteira e chave e se dirigi a porta de seu apartamento.
Naruto caminhava pelas ruas de Konoha pensando aonde iria comer, é claro que ir ao Ichiraku foi o que lhe veio à mente, mas resolveu olhar outras opções. O céu estava aberto e o sol forte incomodava seus olhos claros e com isso caminhou com eles estreitos. De repente, a um quarteirão, ele avista o perfil de Sakura e sorri. Ela estava sentada na mesa localizada na área externa do restaurante e conversava com Ino sentada a sua frente e com uma moça de cabelo de cabelos escuros, Naruto não a reconheceu de costas. Ele pensou em se aproximar, mas apesar de querer sempre a companhia de Sakura, Naruto sabia a importância dos encontros com os amigos e ao ver o sorriso de Sakura devido algo que Ino contou, ele resolveu seguir para o Ichiraku.
- Olha por onde anda, Dobe! – resmunga Sasuke após Naruto esbarrar nele.
- Desculpe Teme, eu estava distraído – e seus olhos procuraram Sakura novamente. Sasuke acompanhou o olhar de Naruto e avistou Sakura, Ino e Hinata sentadas na mesa.
- “Ora ora, a Hyuga resolveu cortar o cabelo?” – pensou Sasuke.
- O que disse, Teme? – pergunta Naruto. Sasuke franziu o cenho, ele tinha falado em voz alta.
- Estava indo almoçar? – desconversa Sasuke.
- Sim, estava indo ao Ichiraku.
- E não vai atrás da Sakura? – pergunta Sasuke interessado, ele recordava Naruto ir sempre atrás da Sakura quando via a oportunidade.
- Não. – responde Naruto com um sorriso de canto e olha para Sakura – Ela está se divertindo com Ino e sua outra amiga. Eu não quero interromper esse encontro, Sakura-chan merece se divertir.
Sasuke ergue um pouco as sobrancelhas com a resposta de Naruto. “O amor dele pela Sakura amadureceu” pensou e torceu para Sakura perceber as mudanças de Naruto, o amigo merecia ser correspondido e feliz. E principalmente, ele merecia se livrar de uma de suas fãs mais irritantes. Ele gostava de Sakura apenas como uma amiga e de preferência quando ela não está gritando.
- Eu o acompanho – diz Sasuke e começa a caminhar em direção ao Ichiraku e Naruto o segue após olhar novamente para Sakura que almoçava.
- E depois iremos treinar, Teme? – pergunta Naruto.
- Aviso que irá se machucar, Dobe.
- Isso nós veremos, Teme! Tô certo. – responde Naruto animado.

Naruto permanecia compenetrado nos relatórios em sua mesa, entre um bocejo e outro. Tsunade exigiu a sua presença mais cedo durante a semana que se iniciava, a Hokage irá viajar em breve para Suna e queria tudo em ordem. A viagem durará duas semanas e ela irá nomear Kakashi como seu substituto nesse período.
Após bocejar novamente, Naruto se espreguiçou e resolveu se alongar, mas quando ia levantar Naruto avista uma ANBU caminhando em sua direção, se arrumou na cadeira novamente e ficou observando. A ANBU caminhava com sua máscara de raposa em frente a face, o uniforme era negro e o colete cinza e ambos justos ao corpo, apesar de esbelta, a veste destacava os seios fartos, a cintura delgada e o quadril largo. Ela também trajava as braseiras metálicas nos braços e as luvas, a ninjaken se encontrava nas costas. A pele era clara como porcelana e contrastava com a tatuagem no ombro esquerdo, os cabelos negros como a noite estavam acima do ombro e balançam no ritmo dos passos leves da ANBU.
Ela acenou levemente com a cabeça e adentrou a sala da Hokage após bater. Naruto voltou a sua atenção aos papéis e corava quando se pegava admirando o corpo da recém-chegada. Ele era apaixonado por Sakura, mas não conseguia deixar de admirar a beleza da ANBU.
Hinata estava tensa, seria seu primeiro encontro com Naruto vestida com o uniforme da ANBU. Não seria pela falta de costume ao uniforme, Hinata o vestia há nove meses, mas nenhum de seus amigos a viram de uniforme mesmo com a máscara em seu rosto. Ela manteve o caminhar sereno e seguro e se admirou por isso. Ao entrar na sala da Hokage, Hinata se ajoelhou, conforme os costumes de um ANBU em frente ao Hokage.
- Bom dia, Hokage-sama. – cumprimenta Hinata ainda ajoelhada.
- Bom dia, Hinata. -responde Tsunade – Eu vejo que suas mãos estão melhores, você já consegue usar as luvas.
- Hai, Hokage-sama. – diz Hinata levantando a máscara e sorri – Arigatou gozaimasu!
- Não há de quê. – sorri Tsunade, ainda não conseguia entender a doce e gentil Hinata ser uma ANBU de grandes feitos, estava satisfeita em recruta-la.  – Eu gostei do novo corte.
- Arigatou Tsunade-sama, há um tempo eu pensava em cortar e finalmente resolvi devido o posto requerer discrição e anonimato absoluto.
- Concordo Hinata. Quando você entrou, não a reconheci a princípio. – concorda Tsunade.
As batidas na porta encerraram a conversa, Hinata recolocou a máscara e se posicionou atrás de Tsunade, que se manteve sentada em frente à mesa.
- Entre!
- Vovó – diz Naruto antes de entrar por completo na sala e dessa vez não encara a ANBU. – Eu trouxe os relatórios revisados.
- Obrigada Naruto. – responde Tsunade e percebe a timidez de Naruto. – Quando finalizar os relatórios sobre os preparativos para o exame Chunnin me entregue e poderá sair mais cedo hoje.
- Hai. – diz Naruto e se retira da sala.
- Hinata, você irá ajudar Yamato com os novos integrantes da ANBU, retorne ainda hoje com o relatório de iniciação deles e retomaremos os detalhes sobre a minha escolta para Suna levantados na sexta.
- Hai, Tsunade-sama. – despede-se Hinata com uma breve referência e rapidamente desaparece pela janela.

Sasuke, Suigetsu e Juugo caminhavam pelas ruas sob os olhares atentos e, alguns, reprovadores dos moradores de Konoha, mesmo assim não se ouvia abertamente comentários relacionados aos três ex-nukenins. A uma certa altura do caminho, Juugo se despediu de Sasuke e Suigetsu e foi em direção ao hospital.
Os dois chegaram a sede da ANBU e se dirigiram ao campo de treinamento. Havia treinos ocorrendo em pares, todos treinando Taijustu apenas com o corpo e outros com a ninjaken.  De repente, Yamato se aproxima deles e os encaminha a um cômodo com uniformes de diversos tamanhos e máscara de vários animais.
- Escolham o uniforme e a máscara e os vistam no vestiário. – ordenou Yamato e foi esperar do lado de fora da porta.
Sasuke avaliou todas as máscaras e resolveu pegar a de dragão, já Suigetsu escolheu a de Tigre e em seguida foi averiguar as katanas e ninjakens. Após alguns minutos, os dois saíram vestidos e encontraram Yamato ao lado de outra ANBU.
-Hyuga? – perguntou Sasuke com o cenho levemente franzido.
- Sasuke-san. – cumprimentou a ANBU sem retirar a máscara. “Como ele me reconheceu?” – Suigetsu-san, por favor me sigam.
Sasuke não conseguia acreditar, a delicada moça de sexta feira com suas vestes largas e postura tímida era uma ANBU e uma ANBU incrivelmente atraente e confiante. Suigetsu permaneceu calado e apenas a seguiu com seus olhos a examinando de cima a baixo. Hinata parou no início do campo de treinamento e levantou a máscara.
- A Hokage-sama os informou que não seriam da mesma equipe ANBU, mas voltou atrás. – informa Hinata com sua postura séria e altiva. – Os treinos do período da manhã são de taijutsu e apenas com seu parceiro, a finalidade é obter total conhecimento dos movimentos de seu parceiro para se tornarem uma equipe mais eficiente e um ajudar na evolução do outro.
- E o período da tarde? – pergunta Sasuke não conseguindo se desviar dos olhos perolados de Hinata.
- Depende do dia Sasuke-san, geralmente há revezamento do oponente e pode-se utilizar ninjutsu e genjutsu.
- Fiquei curioso em ver a sua evolução desde a época dos exames Chunin. – responde Sasuke com seu pequeno sorriso e olhos penetrantes, de repente o exame lhe veio à mente.
- Por que não, Sasuke-san? – responde Hinata com o mesmo sorriso, ela não sabia de onde veio a vontade de responder Sasuke daquela forma, mas o tom de desafio e o interesse dele em sua evolução a intrigou.
Suigetsu assistia o diálogo em silêncio, achou interessante a postura de Sasuke. Mas não deu importância, afinal, quem não se interessaria a ver essa beleza em combate, principalmente usando a ninjaken.
- Podem começar a treinar. – ordena Yamato que se encontrava atrás dos dois. E ambos vão ao centro da área de treinamento, enquanto Hinata e Yamato se dirigem ao escritório.






Notas Finais


Espero que tenham gostado. :)
Agradeço demais se chegou ao final deste capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...