História •Apenas segure minha mão• >>Jungkook - Capítulo 49


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Yugyeom
Tags Amizade, Amoradolescente, Aprocuradeumgrandeamor, Bambam, Bangtanboys, Bts, Chimchim, Got7, Hoseok, Jackson, Jeonjungkook, Jhope, Jimin, Jin, Jin Young, Jungkook, Kimnamjoon, Kimseokjin, Kpop, Mark, Minyoongi, Rapmonster, Suga, Taehyung, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 70
Palavras 1.027
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


╔╦══• •✠•❀•✠ • •══╦╗

Annyeonghaseyo

╚╩══• •✠•❀•✠ • •══╩╝

♡Voltei mores♡

♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧♧

Capítulo 49 - Desculpas


Fanfic / Fanfiction •Apenas segure minha mão• >>Jungkook - Capítulo 49 - Desculpas

Yugy: Concordo com ela Jeon... -disse e ele bufou.


Kook: Certo, mas vamos logo falar com eles então... Quero muito ter a Nari de volta...


Eu: Queremos Jungkook...


《●POV~ Nari●》


O quarto em sua luz natural estava escuro, oque significa que estava de noite. Não sei como vou viver a partir de agora... Minha vida estava muito chata, eu passei a tarde hoje desenhando e pensando em uma forma de sair daqui...


Eu cheguei a uma conclusão que não tenho mais saída... Não posso colocar a vida do meu filho ou filha em risco.


Droga de vida -Pensei amassando o desenho que estava fazendo e jogando fora.


Desliguei a luz improvisada que fiz emcima de uma mesinha e instantaneamente o quarto ficou uma penumbra. Deitei na cama e passei a encarar o teto. Oque eu fiz para merecer isso?


De repente a luz vinda da porta invade o quarto, e vejo todas as luzes do quarto se acendendo.


Rodrigo: Quero conversar com você -falou calmamente e se sentou ao meu lado.


Eu: Não quero conversar com você!


Rodrigo: Então apenas me escute... por favor... -sua voz me transmitia um ar de dor.


Eu: Tudo bem -suspirei profundamente e me ajeitei na cama.


Rodrigo: Bem...


《●POV~ Jungkook●》


Eu: Você não pode deixar ela lá! -gritei revoltado contra o policial.


Policial: Meu jovem, eu sei que está nervoso, todos estamos, mas não vou tolerar que você aumente a voz para falar comigo! Se sente, que nós vamos resolver. Não podemos entrar lá sem um plano, então se acalme, quando estivermos prontos para ir, lhe avisamos. -bufei e sai do escritório antes que falasse algo e quem fosse preso fosse eu.


Juliana: E então? -perguntou assim que me viu saindo do escritório do senhor Soo.


Eu: Nada -bufei visivelmente com raiva.


Juliana: vai dar tudo certo, ela é forte... -me abraçou.


Eu: Eu sinto falta dela... e é que só faz um dia... mas pensar que ela está em perigo, já me dói o coração.


Juliana: Eu sei kook, mas tenha calma, que vai dar tudo certo... As meninas querem falar com você, elas estão todas no quarto da Bruna.


Eu: Para quê?


Juliana: Acho melhor você ir lá -falou e eu assenti, me direcionando ao quarto onde elas estariam.


Isabela: Que bom que veio logo, estávamos todas morrendo de ansiedade...


Eu: Oque aconteceu?


Rayssa: Ér... A Bruna conta -olhei para a mesma e ela ficou nervosa.


Bruna: Mas... Quem ia contar era a Suyin...


Eu: Parem de enrolar... Oque aconteceu?


Clara: Ah, a Nari está grávida, pronto... -falou de um vez e eu fiquei estático.


Eu: Ela oque? -perguntei com os olhos marejados. Ela estava esperando um filho... Meu...


Isabela: Ela ia te contar, mas né...


Eu: Eu... Eu vou ser pai -falei com um sorriso. A idéia era maravilhosa... Segurar nos braços um bebezinho, ensiná-lo o certo e o errado, tudo isso que um pai faz.


Rayssa: Ela tava com um medo dessa reação dele? -perguntou para as meninas.


Suyin: Eu disse que ele ia ficar feliz.


Isabela: Disse nada! -falou contra a amiga.


Clara: Meninas, não briguem nem nada...


Eu: Eu preciso saber onde ela está! Clara, me leva lá, por favor! -pedi à morena á minha frente.


Clara: Ah não Jungkook, a polícia vai lá, não acho que eles tenham feito algum mal, para ela, até porque ela era especial para o Rodrigo, como ele é cúmplice, não deixaria isso acontecer.


Eu: Não consigo ficar parado sabendo que ela corre perigo! Por favor, ele pode fazer algum mal a ela e ao meu filho...


Bruna: Olha, essa polícia realmente está sendo bem insignificante... Se fosse eu, já teria atacado aquele lugar e matado todo mundo...


Suyin: Temos uma serial killer entre nós...


Juliana: Sem brincadeiras, o assunto é sério -falou o óbvio.


Clara: Tá, mas precisamos de um plano... Não vamos chegar lá de mão abanando...


Eu: Pois é, e... -fui interrompido por alguém que abriu a porta.


Soo: Resolvi o problema com os policiais, amanhã de manhã bem cedo iremos lá. -disse com um mini sorriso no rosto. Isso era um pouco (Um pouco) reconfortante.


Rayssa: Nem precisamos de plano... -disse e todo mundo mandou ela fazer silêncio- Tá, calma...


Eu: Posso ir também?


Soo: Não vou botar sua vida em perigo Jungkook... Na verdade, nenhuma de vocês podem ir também, porque sei que iam perguntar -ouvi longos suspiros.


Eu: Mas senhor, ela é importante para mim, eu preciso ir - falei ficando de frente ao senhor Shin e ele ficou meio indeciso.


Soo: Tudo bem -se virou para ir embora.


Eu: Obrigado, muito obrigado -comemorei. Quero ser a primeira pessoa a dizer que está tudo bem para ela...


Juliana: Posso também?


Soo: Só vocês dois ok? Vamos uma coisa séria, não apenas um excursão. Estejam prontos pela manhã bem cedo. -dito isso, ele foi embora.


Isabela: Rayssa -repreendeu ela pelo ato passado.


Rayssa: Foi mal, mas a gente nem precisou de planinho nenhum...


Eu: Vou dormir, amanhã vamos salvar minha flor -sai com um sorriso no rosto.


Espero que tudo dê certo.


《●POV~ Nari●》


Rodrigo: Bem... Desculpe.


Eu: Desculpe? -perguntei sem entender.


Rodrigo: Desculpe se não fui o tipo ideal de namorado aquela época. Lembra das palavras que você me disse ao acordar aqui? Quando você falou aquilo, eu passei a pensar no que fiz para você a vida toda, e só aí comecei a entender sua situação. Desculpe se fui um merda que não soube cuidar de uma preciosidade como você... Que pôs em risco a sua vida e a do seu filho, achando que dessa forma teria alguma chance. E-Eu entendo que não queira nada comigo, afinal nem eu no seu lugar iria querer... Só peço seu perdão, por tudo que te fiz passar, pelo risco que você correu. Eu agia irracionalmente, era um tipo de amor psicopata sabe? Ainda é, só que eu percebi que não vale a pena... Mas e então Nari, você me perdoa? Me dê uma segunda chance para recomeçar, dessa vez como seu amigo... -falou com a voz embargada, e ao olhar em seus olhos, percebi que estava chorando. Nunca imaginei que veria aquilo...


Rodrigo chorando...











































♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤


Notas Finais


¿¿Continua??

E então, oque vai acontecer? Será que ela vai perdoar ele?

Cena dos próximos capítulos ;)

XauZinho♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...