História Apenas Sentimentos - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Visualizações 51
Palavras 7.742
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Famí­lia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oiii, demorei neh?? hehehehe sorry, mas esse capitulo é grande e foi meio complicado colocar todos juntos em um só ligar, espero que esteja bom!

Capítulo 21 - Eterno Amor - Parte. II


 I found myself dreaming

Eu me encontrei sonhando

In silver and gold

Em prata e ouro

Like a scene from a movie

como uma cena de um filme

That every broken heart knows

Que cada coração partido sabe

we were walking on moonlight

nós estávamos andando na luz do luar

And you pulled me close

E você me puxou para perto

Split second and you disappeared and then

fração de segundo e você desapareceu e então

I was all alone

eu estava sozinho

 Meghan Trainor - Like I'm Gonna Lose You (Feat. John Legend)

 

 

Eterno Amor – Parte. II

26 de Março de 2022

Tokyo, Japão, Sábado, 10h40mim.

  O sol da manhã brilhava suavemente o vento soprava deixando o dia fresco, um dia perfeito para uma noite mágica e cheia de acontecimentos. O maior shopping de Tokyo estava lotado naquela manhã, elas caminhavam agitadas e bem empolgadas, quer dizer, apenas duas caminhavam assim, enquanto a outra ia mais atrás resmungo e com cara de tédio e atrás delas estavam três seguranças que as acompanhavam com calma e bem atentos.

   Hinata havia sido arrancada a força de sua confortável cama, apenas para andar atrás de roupa para a festa, isso a irritou tanto, ela odeia sair para comprar e não ver sentido em comprar mais roupa, sendo que ela já tinha uma para a tal festa e na verdade não fazia a mínima questão de está presente em um ambiente onde só teria pessoas irritantes. A morena já estava começando a se irritar, há horas elas andavam e Hanabi e Naomi não paravam de tagarelar e ela só queria uma única coisa, sua querida cama, que parecia mais confortável do que estar em um shopping em pleno sábado de manhã.

—Anda Hina! —exclamou Naomi, alegremente.

 Hinata apenas revirou os olhos, não entendia em como as duas ficavam tão alegres logo pela manhã, deixou de ir para a empresa para ficar comprando, e justo hoje que pensou que iria ficar no escritório resolvendo os projetos que sua amiga não havia terminado. Dando um longo suspiro frustrado ela olhou para ambas que estavam entrando em uma loja, iria começar a tortura mais uma vez.

—Animo Hina, vamos encontrar uma roupa bem sexy para você! —exclamou Hanabi, olhando as roupas da loja.

—Você vai ser a mais linda! —disse Naomi, olhando junto de Hanabi as roupas.  

   Hinata ficou parada vendo as duas procurar uma roupa adequada para ela, mas ela não estava nem um pouco animada para essa festa, muito menos para comprar uma roupa, ela tinha muito que fazer e o que pensar, já que segunda sua vida ficaria ainda mais estressante com a chegada do seu ex.

—Afinal, porque vocês querem que eu vá tão bonita? —perguntou Hinata, desconfiada. Ambas param de olhar as roupas e se aproximaram da morena, se olharam e ficaram em silencio por um curto tempo, fazendo Hinata revirara os olhos impaciente e ainda mais desconfiada.

—Minato e Kushina estão arrumando pretendentes para os filhos, e hoje eles irá conhecê-las! —exclamou Hanabi, dando um suspiro.

—E o que é que eu tenho a ver com isso? —perguntou, revirando os olhos.

—Naruto, ele tem uma pretendente! Ele vai se casar com outra! —disse Naomi.

—E...

—A qual é Hina, você gosta dele! —exclamou Hanabi, fazendo a irmã arregalar os olhos.

—De onde tirou isso Hana? —disse—Eu gostar daquele loiro azedo? Nem em outra vida.

—Você não me engana! Mas, tudo bem—exclamou Naomi, dando um suspiro—Só quero que você saiba que ele sentiu sua falta, muito mesmo!

—Sei! —murmurou revirando os olhos, mas estranhamente sentindo uma alegria dentro de si.

—Mas, Hana! Até o gostoso do Yahiko? —perguntou Naomi, fazendo um biquinho. Hanabi riu.

—Sim! Você é afim dele? —perguntou surpresa.

—Não tem como negar, ele é um gato! E desde que o vi, imagino-o na minha cama, gemendo o meu nome! —exclamou frustrada, fazendo Hanabi gargalhar e Hinata revirar os olhos.

—Pervertida—exclamou Hinata, rindo discretamente e saindo da loja.

—Hina! —gritou Naomi, correndo atrás dela, sendo seguida por Hanabi e os seguranças—Eu não tenho culpa, ele é gostoso—disse, fazendo até mesmo os seguranças rirem discretos.

  As três voltaram a andar, mas dessa vez Hinata até estava se divertindo, já que a amiga não parava de falar de Yahiko. Para esconder a dor da perda, Naomi se jogou em festas e conhece todas as boates da Inglaterra e nunca dispensou uma boa doce de tequila, já pegou todos os garotos da sua antiga faculdade, Hinata sabia que a amiga não se apegava ou se apaixonava, ela sempre falava que não valia apena o amor, mas estranhamente via que a amiga havia mudado, desde quando chegaram a Tokyo viu essa mudança e essa mudança tem nome, Yahiko, mesmo ela negando ela viu que Naomi estava apaixonada pelo loiro, ela só não queria ver a verdade que estava diante de seus olhos.

 Depois de um tempo andando e entrando em algumas lojas, elas encontraram vestidos adequados, menos Hinata, que até ficou feliz, deixando Naomi e Hanabi frustradas, elas foram para a praça de alimentação estavam famintas, as três pediram a mesma coisa e fizeram os seguranças comerem com elas, Hinata comia babata frita com sorvete, enquanto via sua irmã e sua amiga devorar um sanduíche de alguma coisa que ela nem queria saber.

—Que saco, como não achou nada para você! —lamentou Naomi, frustrada—Você está fazendo de propósito.

—Não tenho culpa, se aqui não tem meu estilo—murmurou Hinata, com um sorriso largo.

—Engraçadinha! —exclamou Hanabi, revirando os olhos.

—Vou ter que chamar Ryo! —exclamou Naomi, já pegando o celular, fazendo Hinata revirar os olhos.

—Não sei para que, ele com toda certeza tem mais o que fazer! —exclamou Hinata, revirando olhos—Ele deve está resolvendo a viagem de Seiji!

—Seiji só irar no fim desse mês! —disse, discando o numero do irmão—Ele vai ajudar!

—E faltam cinco dias, para o fim do mês! —exclamou Hinata, dando um longo suspiro, vendo a amiga falar com o loiro ao telefone, com um grande sorriso nos lábios.

—Ele vai ajudar, e já sabe para quem vai pedir—disse Naomi, depois de desligar o telefone—E nem me olhe com essa cara, você vai e pronto!

—Ora, se não é o patinho feio ao lado da amiga esquisita! —exclamou Shion, aparecendo na frente delas, fazendo as três revirarem os olhos.

—Por isso não quis sair de casa! —murmurou Hinata.

—Que milagre, ver você dentro de um shopping patinho! —disse rindo.

—Olá Srtª Hyuugas e Nakamura! —Exclamou Amay, curvando-se para elas, fazendo Shion revirar os olhos.

—Não precisa dessa formalidade toda Amay, não estamos na empresa! —exclamou Naomi, simpática, sorrindo para a morena que apenas meneou com a cabeça dando um sorriso discreto—Gostei do novo visual!

—Grata! —exclamou sorrindo, a morena estava com os cabelos mais curtos com uma franja discreta.

—Não sei por que você fala com elas Amay, já falei para não falar com gente sem importância! —exclamou Shion, revirando os olhos, sendo fuziladas pelas garotas.

—Você sabe ser irritante quando quer! —exclamou Naomi—Foi por isso que foi expulsa por Naruto da empresa! —disse, fazendo a loira arregalar os olhos e Hinata olhar para a amiga confusa.

—Isso... Naruto... —balbuciou Shion, sem saber o que falar.

—Que foi? O gato mordeu sua linga, ou devo dizer a cobra picou—exclamou Naomi, com escárnio.

—Naruto me ama! —disse sorrindo vitoriosa, fazendo Hinata gargalhar, assustando as garotas.

—Se ele te amasse, não estaria de casamento marcado! —debochou Hinata, fazendo Shion trincar os dentes.

—Ele não quer você! Você não conseguiu ver, ele nunca irar querer você, se tem a mim—exclamou com desdém, fazendo Hinata revirar os olhos.

—Você que não entendeu! —disse sorrindo vitoriosa—Eu estou falando de outra pessoa, ele vai casar-se com outra, hoje ele vai conhecê-la na festa.

—Você estar mentindo—disse nervosa.

—Pensei que soubesse de tudo, Shion—disse com desdém.

—Ora, sua...

—Shion...

—Cale-se Tayuya, vamos embora! —exclamou Shion, saindo dali furiosa.

—Ué, mas ele não estar de casamento marcado! —murmurou Hanabi, confusa.

—Mas, ela não sabe! —disse rindo.

—Essa foi boa—disse Naomi, gargalhando.

—De repente me deu uma vontade de ir a essa festa! —disse maliciosa.

—Porque será né—exclamou Hanabi, gargalhando junto com elas.

  Naquele momento Hinata pensou que a festa não seria de um todo ruim, ela iria render umas boas gargalhadas, porque afinal, ela veria pela primeira vez, Shion provar do próprio veneno e isso faria seu dia render pelo resto do mês.

Tokyo, Japão, Sábado, 13h30mim.

Mansão Sabaku no

   Naquele começo de tarde a mansão estava em uma grande agitação. A festa branca era realizada todos os anos pela família Sabaku no, Temari lembra-se que sua mãe ficava bem agita nesses dias e que ela sempre fazia uma linda festa, sua mãe amava organizar tudo, mas sempre fugia no dia da festa, já que ela sempre odiou os empresários, amigos de seu pai. Em homenagem a mãe a loira irá fazer a festa diferente, festa branca beneficente, sua mãe sempre esteve disposta a ajudar, é tanto que a empresa doa para alguns orfanatos, esse ano a festa marcaria uma grande mudança na empresa.

   Estavam sentadas no sofá que estava compondo a linda decoração da festa, Ino conversava com Temari, o chefe de cozinha que serviria o jantar a decoradora que estava ajudando-a e a dona do Buffet. Enquanto conversavam sobre os últimos detalhes, os funcionários terminavam de colocar a tenda transparente e terminavam de arrumar o palco que a banda tocaria e os garçons ajeitavam as mesas.

 Gaara e Kankuro estavam no escritório junto de Shikamaru, estavam avaliando alguns documentos e sobre o novo cargo de vice-presidente que o moreno ficaria. No momento que Gaara havia dito que Shikamaru iria ficar no lugar de Temari, ele não aceitou, mas o ruivo e o irmão insistiram para ele aceitar, e acabou cedendo. Depois de um tempo conversando e resolvendo os últimos detalhes, os três saíram do escritório indo diretamente para o jardim, a casa estava um entre e sai de pessoas, os gêmeos corriam pelo jardim brincando e vendo a piscina sendo coberta pela pista de dança. Temari ria de algo que Ino havia dito, quando se virou para ver a tenda e seus olhos verdes se encontraram com os olhos castanhos de Shikamaru que a olhava com um pequeno sorriso nos lábios, ela alargou ainda mais seus lábios, em um grande sorriso de satisfação.

—Com licença! —exclamou Temari, se colocando de pé e indo em direção aos três. Ino olhou em direção que a loira ia e sorriu, quando viu que Shikamaru estava presente.

—Depois continuamos! —exclamou Ino, sorrindo simpática e se colocando de pé.

  Temari aproximou-se deles com um sorriso largo, Kankuro aproveitando que a irmã estava vindo, saiu de fininho indo para cozinha, estava faminto e o cheiro bom que vinha de lá estava o deixando doido de fome.

—Gaara, Ino é muito boa no que faz! —exclamou a loira, sorrindo para o irmão.

—Sim, ela é! —disse o ruivo, vendo a mulher se aproximar dele.

—Shikamaru! —cumprimentou Temari, sorrindo.

—Srtª. Sabaku no! —cumprimentou o moreno, curvando-se logo em seguida.

—Eu já disse Temari, apenas Temari! —exclamou sorrindo.

—Oi! —murmurou Ino, dando um leve selinho no ruivo, que sorriu amável.

—Estar tudo lindo amor! —exclamou, segurando-a pela cintura.

—Que bom que está gostando! —exclamou sorrindo amável—Olá Shikamaru!

—Sr.ª Sabaku no!

—Ino, apenas Ino—exclamou Gaara—Você é praticamente da família Shikamaru, e agora é vice-presidente!

—Desculpa! —murmurou um pouco constrangido—É meio difícil para mim! Sempre trabalhei para a família de vocês e vai ser difícil me acostumar com tudo!

—Que bom que aceitou o cargo—exclamou Temari, sorrindo e tocando discretamente no braço do moreno—Logo você se acostuma!

  Ino sorriu do gesto tão intima da cunhada com o moreno e encarou Gaara, que estava alheio ao que estava acontecendo, fazendo a loira ri discretamente, chamando a atenção para si.

—Qual a graça?—murmurou Kankuro, com a boca cheia de salgadinhos e carregando um prato cheio dele.

—Apenas... —murmurou Ino, encarando Temari e em seguida Shikamaru, com um grande sorriso, fazendo ambos se afastarem e corarem—Nada! Para de comer Kankuro.

—Desculpa cunhadinha, mas isso estar uma delicia! —disse sorrindo.

—Afinal, você é realmente o mais velho? —perguntou Gaara, fazendo todos rirem do moreno, que apenas riu revirando os olhos.

Hong Kong, China, Sábado, 12h30mim.

  Aquele começo de tarde era para ser um dia de celebração para a cidade, o Hung Shing Festival é celebrado todo ano com muita alegria, e aquele dia não podia ser diferente, estava tendo um desfile na rua mais movimentada da cidade e todos assistiam alegremente, mas essa alegria se transformou em pesadelo, quando uma bomba que havia sido colocado em um carro explodiu perto de um restaurante onde tinha muitas pessoas e principalmente o único filho do presidente da China, Saratobi Asuma que estava almoço com a mulher e os dois filhos do casal, que morreram na explosão.

  Longe de toda essa confusão, um pouco longe do centro da cidade em um local que nem mesmo os policiais conseguem entrar, um balcão de aparência velha e bem desgastado, estava tendo uma reunião da maior organização criminosa, a que comanda todas as operações no mundo todo.

—Então? —exclamou uma voz, na escuridão da tela da TV.

—Feito! Mais um deu tchau hoje—exclamou um moreno, que estava sentado em volta de uma mesa redonda e de frente para uma televisão grande que estava na parede, onde os setes homens presentes olhavam.

—Ótimo! Kisame...

—Sim chefe, estar como planejado—exclamou dando um sorriso.

—Perfeito! —disse sorrindo, pelas sombras. Ninguém da organização sabe como é o nome ou o rosto do chef da máfia—Fiquei sabendo que hoje estar tendo uma festa, na mansão Sabaku no e não fomos convidados.

—Se o senhor permitir, podemos mandar alguém lá!

—Não se preocupem, já tem gente lá! —exclamou dando uma risada—Mas, estou querendo saber de outro assunto, Hidan.

—Sim...

—E eles?

—Oh, nem imaginam o que esperam! —exclamou Hidan, sorrindo malicioso.

—Então sabem onde estão?

—Não, infelizmente não sabemos onde eles estão!

—Então porque essa empolgação? —perguntou com a voz tenebrosa, fazendo os presentes estremecerem.

—Porque hoje recebi uma informação de onde eles passaram!

—Hum...

—Chef...

—Cale-se! —murmurou pensando—De alguma maneira eles estão conseguindo se esconder! Kakuzu.

—Sim!

—É hora de você fazer uma visita a minha mulher! —disse.

—Sim senhor! —exclamou malicioso—Onde ela estar?

—Japão! —disse, para o espanto de todos—Estar na hora de fazer outra visitinha ao país!

—E ela?

—Oh, deixe-a! Ela acha que estar segura, assim como ele—exclamou aproximando-se da tela, mostrando grandes olhos azuis—Eles nem imaginam o que o espera, eles mexeram com a pessoa errada, a era da organização Yachi chegou! —disse sorrindo diabólico, fazendo todos rirem com ele.

Tokyo, Japão, Sábado, 17h30mim.

Mansão Sabaku no

   O sol estava se pondo e a lua já brilhava naquele começo da noite, a decoração estava linda, com velas deixando o ambiente simples e chique. Ino estava na sacada de seu quarto, encarava a movimentação dos garçons no jardim, com um leve sorriso nos lábios, ela já estava pronta, estava à espera dos convidados, mas não queria descer ainda, ela precisava aspirar o ar do anoitecer antes de encarar todos, todos que não ver há anos. A loira estava vestida com um vestido lindo, branco longo cromado de pedras azuis em torno dos ombros e atrás com uma pequena calda, usava os cabelos amarrados em um rabo de cavalo com a franja solta para o lado, a maquiagem bem simples, usava um scarpin azul escuro. Ela colocou a mão na barriga de quatro meses e sorriu ainda mais, Ino estava um pouco nervosa, já que no outro dia todos falariam da festa e esperava que desse tudo certo.

  Estava tão distraída que não viu que Gaara a olhava com um pequeno sorriso nos lábios, ele se aproximou abraçando-a por traz, fazendo a mesma sorrir amável, o ruivo inalou o perfume suave da loira e deu um leve beijo em seu pescoço.

—Você está linda! —murmurou Gaara.

—Estou nervosa! —disse, virando-se para encara-lo.

—Não precisa estar tudo lindo! Você fez um ótimo trabalho amor—exclamou amável, dando um selinho na mesma. Gaara estava de terno branco com uma gravata borboleta azul escura.

—Tudo bem! Onde estão as crianças?

—Estão com Kankuro, vamos descer?

—Sim!

  Ambos desceram e foram para a entrada perto da porta, onde se encontrava Kankuro que estava de terno branco com gravata borboleta azul e Shikamaru que também estava de terno branco e gravata borboleta azul, ao lado deles estavam os gêmeos, o pequeno Hayato estava vestido de terno assim como o pai, e a pequena Hanako vestia um vestido branco com a saia de tule rodada com uma fita azul escura.

—Onde estar Temari? —exclamou Gaara, ficando ao lado de Kankuro, quando os fotógrafos vieram tirar fotos deles.

—Já deve estar descendo! —disse Kankuro.

—Lá vem ela tio! —exclamou Hayato, apontando para as escadas. Todos olharam e sorriram quando viram a loira tão linda. Ino encarou Shikamaru que estava olhando para a loira com os olhos brilhando.

—Alguém tem que ajuda-la a descer! —exclamou Ino, sorrindo. Kankuro deu um passo para frente, mas Ino o parou segurando seu braço, o moreno ficou sem entender encarando a cunhada, quando a mesma sorriu e apontou com a cabeça, e ele viu Shikamaru indo ajudar à loira.

  Temari vestia um vestido longo, com a saia azul escura e o busto branco todo cromado com pedras prateadas, o busto bem cavado até a cintura e as costas nuas, os cabelos loiros estavam soltos e a maquiagem bem simples. Ela sorriu aceitando a mão de Shikamaru e ambos caminharam até eles, Ino sorriu abertamente e Gaara e Kankuro ficaram sem entender.

—Posso tirar uma foto da família? —exclamou Haru, que já estava lá trabalhando.

—Sim!

—Eu vou sair, para vocês tirarem a foto! —exclamou Shikamaru.

—Claro que não Shikamaru, você é da família—exclamou Ino, piscando para o moreno, que apenas sorriu. 

  Depois de muitas fotos, os convidados começaram a chegar e a mansão começou a lotar, tinha gente dentro e no jardim, a banda tocava uma musica suave. O plano de Ino era fazer algo renovador, e como o tema sempre foi usar branco, então ela resolveu mandar nos convites para cada família que cor usar com o branco, cada família estava com uma cor especifica para usar com o branco, assim a família Sabaku no usava branco com azul.

  A família Uchiha logo chegou até mesmo os membros que não moravam no Japão haviam ido para a festa. Sasuke cumprimentou os amigos e foi direto para o bar o moreno estava muito estressado e não estava com animo para festa, ainda mais porque teria um encontro às cegas na própria festa, o moreno estava de terno branco com uma gravata borboleta preto. Logo a família Namikaze chegou chamando a atenção de todos, Naruto não estava muito animado para estar ali, cumprimentou os amigos e foi direto para o bar, vendo logo o amigo, o loiro vestia um terno branco, um colete vermelho e uma gravata borboleta também vermelha.

—Sasuke, que cara é essa? —exclamou Naruto, aproximando-se do amigo, que estava com um copo de uísque perto de uma mesa bistrô.

—Olha quem fala! —exclamou o moreno, revirando os olhos.

—Bom, não estava com animo para estar aqui! —exclamou revirando os olhos.

—Muito menos eu!

—Animação vocês dois! —exclamou Kiba, aparecendo com um copo de vinho na mão, ao seu lado Yahiko, Sai e Itachi.

—Não sei para que—murmurou Naruto.

—Ué, a sua pretende já chegou! —exclamou Yahiko, rindo.

—Nem me lembre disso, vou dar um jeito de ficar escondido!

—Até vocês? —perguntou Itachi.

—Como assim vocês? —exclamou Kiba.

—Sasuke, estar em um encontro à cegas—exclamou Sai, revirando os olhos.

—Hum! —balbucio Naruto—Sorte a nossa amigo!

—Não sei para que tudo isso! —murmurou Yahiko, dando um suspiro.

—Olha quem vem ali Naruto—exclamou Kiba, apontando para a entrada, todos olharam.

  Shion apesar de ser irritante estava muito bonita, vestia um vestido longo tomara que caia preto com dourado, os cabelos loiros estavam presos em um coque charmoso, a maquiagem um pouco pesada destacando seus olhos azuis. A loira estava na companhia de um rapaz muito bonito, que deixou todos chocados e um Naruto muito feliz.

—Não acredito que ela veio com o Shisui! —exclamou Sasuke, incrédulo—Perdeu Naruto!

—Graças, só assim ela não pega no meu pé—exclamou o loiro, bebericando vinho.

—Eles estão vindo para cá! —murmurou Kiba, rindo.

—Shisui! —exclamou Itachi, cumprimentando o primo—Não sabia que estava na cidade!

—Cheguei ontem, a negócios! —exclamou Shisui, sorrindo—Sasuke, Sai!

—Oi! —murmurou ambos.

—Namikazes, há quanto tempo—disse, cumprimentando Yahiko, Naruto e Kiba.

—Uchiha! —murmurou Yahiko, revirando os olhos. Ambos nunca se deram bem, afinal Shisui roubou a ex-namorada dele na época da escola.

—Shion, estar muito bonita hoje! —exclamou Sai, com um pequeno sorriso.

—Muito grata! —disse Shion, sorrindo e logo em seguida encarando Naruto que estava com o olhar atento para a entrada à procura de algo, ou devo dizer alguém?

—Aquela é a Sakura? —exclamou Sai, fazendo Sasuke olhar imediatamente para frente, onde se encontrava a ruiva com os dois irmãos, os três estavam falando com os anfitriões da festa.

  Sakura estava vestindo uma cropped de cetim branca sem manga, com uma saia de cetim longa cheia branca com flores de sakuras na barra rosa, o cabelo ruivo estavam soltos com uma maquiagem leve, usava um scarpin rosa claro. Shizuku vestia uma cropped com sobreposição de tule bordado de renda branca, a saia longa de tule branca um pouco cheia com uma fenda na frente até metade da coxa, os cabelos loiros estavam soltos e a maquiagem bem leve e usava um scarpin rosa claro, já Sasayan estava de terno branco e gravata borboleta rosa.

—Que bom que veio amiga! —exclamou Ino, abraçando Sakura, que apenas sorriu.

—Vim por você! —disse sorrindo amável.

—Eu sei que sim! —exclamou sorrindo—Olá Shizuku e Sasayan, você estar enorme!

—Oi Ino, há quanto tempo—disse sorrindo, abraçando a loiro que sorriu—Você estar linda!

—Muito grata!

—Gaara, como vai? —perguntou Sakura.

—Olá Sakura, vou bem! E você, estar muito bonita hoje, fiquem à vontade! —disse sorrindo.

  Logo as horas se passaram, a festa estava uma barulheira só, metade dos convidados preferiu ficar do lado de fora, onde estava tendo uma música agradável, alguns dançavam e outros bebiam e comiam enquanto conversavam, outros preferiram ficar dentro, perto do bar. Naruto e Sasuke estavam fugindo das suas pretendentes e não faziam a mínima questão de ir procura-las, ambos conversavam, enquanto ao longe do outro lado estava Sakura, Ino e Shikamaru, ambos conversavam e a ruiva não parava de olhar em direção de Sasuke, enquanto Shikamaru bebia e olhava de vez em quando para a mesa a frente onde se encontrava Temari e Yahiko que conversavam alegremente, deixando o moreno frustrado por ver que a loira estava se divertindo ao lado de outro. Ino que estava descansando os pés olhava para Temari e logo em seguida encarava Shikamaru, a loira riu discreta fazendo Sakura a olhar sem entender.

—Ela apenas estar se divertindo, vai por mim, ela não gosta dele! —exclamou Ino, encarando Shikamaru. Que a olhou com duvida—Eu sei que você gosta dela.

—Sou apenas o funcionário! —disse, dando uma golada no vinho.

—Para ela não! —disse com um sorriso discreto—Vai falar com ela!

—Eu...

—Melhor do que ficar aqui parado—exclamou Sakura, sorrindo—Vai antes que seja tarde demais!

—Com licença! —exclamou, deixando o copo e saindo em direção à mesa onde a loira estava.

—Espero que dê certo! —exclamou Ino.

—Você adora dar uma de cupido! —exclamou Sakura, dando uma gargalhada. Chamando a atenção da mesa em que Sasuke estava.

  Uma movimentação dos fotógrafos chamou a atenção de todos, que param para ver o que estava acontecendo, quando viram a família Hyuuga parada tirando fotos. Naruto olhou a procura de uma única pessoa, que não estava no meio da confusão, ele viu Hanabi e Naomi, mas não viu quem ele queria ver. Hanabi vestia um vestido longo colado todo rendado de manga longa com as costas nua até a cintura a deixando bem sexy, os cabelos estavam preso em um coque arrumado com uma tiara prata bem simples, a maquiagem bem leve e calçava uma sandália verde musgo. Naomi vestia um vestido longo branco com o busto bem avantajado rendado com um cinto dourado para marcar a cintura a saia de tule com uma fenda até metade da coxa, calçava uma sandália alta verde camurça, os cabelos estavam para o lado e a maquiagem bem simples. Ambas pousavam para a foto, enquanto eram observadas por todos os presentes.

—Ela ainda não apareceu! —exclamou Sasuke, encarando o amigo loiro que olhava impaciente para frente—Vai lá!

—Volto já! —disse Naruto, saindo mais que depressa.

   Hinata estava mais atrás à morena estava dando uma entrevista enquanto sua família entrava, ela estava impaciente e resolveu terminar por ali e entrar, quando entrou levou um susto, já que os fotógrafos a cercaram tirando fotos frenéticos. Viu Naomi e Hanabi ao longe e revirou os olhos, quando sentiu uma mão segurar a sua e a puxa-la para longe da movimentação. A morena vestia um vestido longo com o busto bem avantajado todo cromado de renda branca de manga longa e nas costas em formato de V a saia de tule godê rosa claro rodada, nos pés um scarpin claro, os cabelos estavam em um coque de lado com uma flor bem discreta na cor verde bem clarinha, usava uma maquiagem discreta.

  A morena ficou surpresa ao ver quem a puxava ainda mais sendo puxada para um lugar onde não tinha ninguém. Naruto caminhou pelos corredores da mansão até pararem perto do escritório do dono da casa, ele virou-se para a morena com um pequeno sorriso nos lábios, Hinata o olhou confusa e em seguida olhou para a mão dele que ainda segurava a sua, ambos coraram e se afastaram.

—Desculpa! —murmurou Naruto—Eu vi que você ficou assustada com aqueles fotógrafos!

—Grata! —murmurou à morena, ainda corada.

—Er... Oi—murmurou sorrindo—Já faz um tempo que não nos vemos!

—Faz só duas semanas! —disse rindo discreta. Naruto deu de ombros a olhando.

—Pareceu mais! —disse sorrindo. Ambos sorriram um para o outro e ficaram se encarando, tentando entender o que estava acontecendo naquele momento.

—Hina? —exclamou Naomi, aparecendo estragando o momento, fazendo Naruto revirar os olhos.

—Oi! —murmurou Hinata, ainda não tirando os olhos de Naruto, que a olhava com um pequeno sorriso nos lábios.

—Oi Naruto! Eu estava a sua procura, vamos! —disse, puxando a morena, não dando chance para o loiro falar.

  Naruto suspirou frustrado, nem deu tempo de ele falar em como ela estava bonita aquela noite, ele bufou e saiu voltando para onde seu amigo estava. Quando chegou viu Sasuke conversando com uma garota muito bonita, o loiro sorriu ele imaginou quem seria, a noiva que ele tanto queria ficar longe havia o encontrado.

  Enquanto a festa rolava animada, Ayame, Akio, Saeko e Kiyoto estavam sentados conversando, quer dizer, apenas Ayame e Kiyoto, já que seus irmãos gêmeos estavam discutindo sabe-se lá porque, eles sempre brigavam sem motivo alguma, Ayame até achou que a prima era apaixonada por Akio, mas sabia que não era isso, eles apenas não se dão bem.

—Ok, já deu! —exclamou Kiyoto, revirando os olhos impaciente—A gente sabe que vocês não se gostam, então não queremos mais saber!

—Kiyo tem razão, eu já estou farta dessas discussões de vocês! —exclamou Ayame, revirando os olhos—Que alias são sem sentido.

—Não enche Ay, não tenho culpa se seu irmão é um idiota! —exclamou Saeko, bufando irritada.

—Idiota é você! —exclamou Akio, fuzilando a prima.

—Oi gente! —exclamou Sasame, aparecendo—Que bom ver vocês aqui!

—Oh, Sasame! —exclamou Ayame, se colocando de pé e abraçando a loira, que sorria amável—Você está linda!

—Você também! Quer dizer, todos vocês—exclamou, olhando para eles.

—Você veio com quem? —perguntou Ayame, sentando-se e Sasame a acompanhou, sentando ao lado de Akio.

—Com minha irmã, e um amigo dela! —exclamou sorrindo, e logo ficando seria—Mas, eu vim por um único motivo, eu preciso conversa com vocês quatro!

—O que houve? —perguntou Kiyoto.

—Bom...

—Akio! —gritou Kushina, aparecendo. Assustando os filhos e fazendo o loiro revirar os olhos—Porque você não estar com sua pretendente?

—Ela é chata mãe, pelo amor de deus! Ela só sabe falar do vestido dela—exclamou Akio, revirando os olhos—Aquela garota é muito fútil!

—Por isso ela combina com você! —murmurou Saeko, fazendo o mesmo revirar os olhos.

—Olha aqui... —Kushina parou de falar quando viu Sasame—Oh, Sasame! Querida há quanto tempo!

—Oi tia Kushina! —exclamou se colocando e pé e abraçando a ruiva, que retribuiu com um sorriso imenso nos lábios.

—Você estar tão linda! —disse a olhando.

—Grata, a senhora também! —disse sorrindo.

—Como estar? —perguntou a olhando.

—Muito bem! E a senhora?

—Sobrevivendo! —disse dando um largo sorriso—Bom vou indo! Preciso ficar perto de Minato, aqui estar cheio de mulher dando em cima dele, que caras de pau—exclamou revirando os olhos, fazendo-os rirem discretos—E você, é bom e vê-la!

—Sim senhora! —murmurou Akio, entediado—Não vou mesmo!

—Você deveria ir! —disse Ayame.

—Deus me livre, prefiro ouvir os gritos da mamãe a voz daquela garota! — disse revirando os olhos.

—Então, Sasame o que estava dizendo? —exclamou Kiyoto, mudando de assunto.

—Acho melhor falar em outro momento e em outro lugar! —exclamou dando um suspiro—O que vão fazer amanhã?

  A música OneRepublic – Choke tocava para animar a festa, alguns casais dançavam. Hinata estava sentada junto de Hanabi e Naomi, ambos conversavam animadas enquanto a morena encarava a tudo com o maior tédio, mas seus pensamentos estavam em certo loiro, à atitude dele não saia de sua cabeça, ela estava curiosa e ao mesmo tempo intrigada para tentar entender o que se passava dentro de si, para ter ficado tão feliz com aquele pequeno gesto inesperado do loiro. Afinal porque ela estava tão feliz de tê-lo visto depois de duas longas semanas? Sua cabeça borbulhava de perguntas sem resposta, o que a incomodava era o fato de talvez esteja sentindo algo que ela sempre temeu, apenas em mencionar essa palavra a faz estremecer, e ela tem a plena certeza que nem por Shinji foi apaixonada.

  A morena deu um longo suspiro e seus olhos foram diretamente para a pista de dança, e franziu o cenho quando viu Naruto dançando com uma garota que ela conhecia muito bem, Tayuya. Fechou a cara e se remexeu incomodadas na cadeira, chamando a atenção da irmã e Naomi, que a olharam confusas, ambas encaram a morena com o olhar fixo em algum lugar, elas seguiram o olhar da mesma e viram o loiro dançando com uma morena, que elas acharam muito familiar.

—Hina...

—Não digam nada! —murmurou desviando o olhar, e dando um longo suspiro—Não tenho nada a ver com isso!

—E porque estar tão incomodada? —perguntou Naomi.

—Eu não sei! Droga! —gritou frustrada, dando uma suspirada alta.

—Hina...

—Oi meninas! —Exclamou Ino, aparecendo ao lado de Sakura.

—Oh, olá Sakura e Ino! —exclamou Hanabi, sorrindo.

—Oi! —cumprimentou Sakura, sorrindo. Ambas sentaram-se com as garotas, Hinata apenas sorriu.

—Então, a gente veio aqui pedir ajuda! —exclamou Ino, com um pequeno sorriso.

—Com licença! —exclamou Hanabi, vendo de longe Kiba vindo em sua direção, Naomi encarou a morena e viu a mesma se colocar de pé e sair mais que depressa.

—O que deu nela? —perguntou Hinata, vendo a irmã passar entre as mesas depressa.

—Depois eu resolvo isso! —exclamou Naomi, sorrindo maliciosa, vendo Kiba parar um pouco distante da mesa delas e suspirar frustrado—Então Ino, o que aconteceu?

—Sakura me contou que vocês sabem sobre Tomoko! —disse Ino, encarando ambas, que se olharam confusas.

—Sim! —murmuraram juntas.

—Eu preciso da ajuda de vocês!

—Já falei que vai ser uma perda de tempo! —exclamou Sakura, revirando os olhos.

—Você quer falar com ele! —exclamou Hinata, sorrindo. Ino e Sakura arregalaram os olhos.

—É eu também me assusto com o poder de percepção dela! —exclamou Naomi, rindo.

—Então, porque vocês simplesmente não vão lá e fala! —exclamou a morena.

—O problema é que tem uma garota que não sai do pé dele! —exclamou Ino, revirando os olhos—E Gaara me disse que é a noiva dele!

—Hum... —balbucio Naomi, pensativa.

—Você precisa de ajuda com o tratamento dela? —murmurou Hinata, encarando Sakura, que apenas balançou a cabeça—Se quiser eu posso te ajudar!

—Não precisa! Eu não poderia aceitar seu dinheiro! —disse Sakura.

—Você é bem orgulhosa! —exclamou Hinata, fazendo a ruiva arregalar os olhos surpresa, por ela ser tão sincera—Você tem que pensar na sua filha agora, mas se você não quer ajuda assim, tem outra maneira, e não aceito um não!

—Hum, estou capitando sua ideia Hina! —exclamou Naomi—E depois disso, posso dar um jeito na grudenta!

—O que você vai fazer? —perguntou Ino.

—Você se importa se nós interrompermos a festa por alguns instantes? —exclamou Naomi.

—Não, fique a vontade! —exclamou Ino, confusa. Mas com um pequeno sorriso.

—Com licença meninas! —disse Hinata, se colocando de pé, assim como Naomi.

  Ambas caminharam entre as mesas, até chegarem ao pequeno palco e interromper a música que tocava, os que dançavam pararam e saíram para ver o que estava acontecendo, todos se calaram e viram duas morenas paradas conversando com o cantor e pegando o microfone. Naruto que tinha parado de dançar com Tayuya logo se afastou da morena, indo para perto de Sasuke, que havia fugido mais uma vez de sua noiva, ambos olharam confusos para as duas, tentando entender o que estavam aprontando, Kiba se aproximou deles e sorriu confuso vendo a morena com o microfone na mão com a cara nervosa.

—Ela estar nervosa! —exclamou Kiba, fazendo ambos encara-lo.

—O que ela estar fazendo? —perguntou Sasuke, confuso.

—Não faço a mínima ideia! —disse rindo.

—Bom, vamos ver!

—Boa noite! —murmurou Hinata, para todos, a morena odiava falar em público—Desculpa interromper a festa, mas estou precisando da ajuda de todos! Como aqui irar ter um leilão mais tarde, eu gostaria de fazer uma doação! —disse tirando uma pulseira que usava no braço—Essa pulseira é bem especial para mim, mas por uma boa causa eu irei leiloar ela, agora! —exclamou, fazendo todos ficarem atentos—Ela é de ouro branco cromada de pedras de safira!

—O primeiro lance é de cinco mil—exclamou Naomi, com outro microfone.

—Essa pulseira! —murmurou Kiba, de olhos arregalados.

—O que tem? —perguntou Naruto, confuso.

—A avó dela deu para ela! —murmurou ainda incrédulo.

—Seis mil—gritou Uchiha Shisui, fazendo um burburinho grande.

—Sete mil—exclamou Sasuke, para a surpresa de Naruto, o moreno apenas deu de ombros.

—Dez mil! —exclamou Naruto, para a surpresa de todos, inclusive Hinata que o olhou surpresa, o loiro apenas sorriu.

—Doze mil! —exclamou Shisui, encarando Naruto com um sorriso de escárnio.

—Vinte mil—exclamou o loiro, fazendo todos arregalarem os olhos. Kushina encarou o marido incrédula que apenas deu de ombros sem entender a atitude do filho.

  Sakura e Ino que estavam sentadas olhavam a tudo incrédulas, a loira ficou feliz pela atitude da morena e se xingou por não ter pensado nisso para ajudar a amiga, mas estava com tanta coisa na cabeça que nem pensou nessa ideia e agradeci a morena por essa atitude solene e se arrepende de não ter sido sua amiga no passado, Hinata é doce demais.  

—Dole uma, dole duas...

—Trinta mil! —exclamou Shisui, sorrindo vitorioso.

—Cinquenta mil—exclamou Naruto, para o espanto geral, Hinata quase se engasgou, mas sorriu. Shisui bufou, achava que o loiro não faria mais lances, mas engano, Naruto queria aquela pulseira e daria qualquer valor.

—Dole uma, dole duas, dole três... —gritou Naomi, feliz—Vendido por cinquenta mil para Namikaze Naruto!

  Todos bateram palmas e Kushina quase desmaia por ver o filho gastando tanto dinheiro sem motivo, ela iria ter uma conversa com ele. O loiro sorriu de canto, deixando Kiba e Sasuke o olhando incrédulo, Naomi sorriu e caminhou até eles, já Hinata foi onde Sakura e Ino estavam as chamando para irem até um local discreto, Sasuke viu e achou estranho, o que estava acontecendo afinal.

—Naruto! —exclamou Naomi—Pode me acompanhar?

—Claro, vamos Sasuke!

—Por quê?

—Anda logo! —exclamou Naruto, seguindo Naomi e sendo seguido por Sasuke que apenas revirou os olhos, Kiba riu vendo os dois saírem.

 Eles caminharam em silencio e foram até o escritório, quando entraram levaram um susto por ver não só a morena lá, mas Ino e Sakura, que quando viu Sasuke arregalou os olhos surpresa, o moreno também ficou surpreso, mas continuou com a cara fechada sem transparecer que ficou nervoso na presença dela.

—Então? —murmurou Naruto, encarando Hinata, que apenas suspirou.

—Aqui, a pulseira—exclamou, entregando para o loiro a pulseira.

—Ela é muito bonita! —disse Naruto, encarando Hinata que apenas deu um pequeno sorriso.

—Sim, ela é! —murmurou, soltando a pulseira na mão do loiro, que a segurou dando um pequeno sorriso.

—Cinquenta mil né! —murmurou, pegando do bolso do paletó sua carteira e tirando de dentro dela um cheque.

  Hinata encarou Naomi com um pequeno sorriso triste, a morena encarou o olhar triste da amiga e suspirou, sabia em como aquela pulseira é especial para Hinata, mas sabia que ela havia feito porque tem o bom coração, ela sorriu amável reconfortando a amiga que apenas deu de ombros, Ino sorriu de canto pela a atitude da morena enquanto Sakura estava ao seu lado, incomodada pela situação, quando Naruto terminou de preencher o cheque, a porta foi aberta com tudo e por ela passou uma Shion toda feliz e logo atrás Kushina com a cara fechada.

—Naruto! —gritaram juntas.

—Vai começar! —murmurou Naruto, fazendo Sasuke ri discreto, não passando despercebido por Sakura que o olhou surpresa, por está vendo-o sorri.

—Meu filho, que loucura foi essa gastar esse dinheiro todo? —perguntou Kushina, incrédula.

—Querida! —exclamou Minato, aparecendo—Deixou-o, o dinheiro é dele, ele faz o que quiser!

—Minato...

—Vamos querida, deixo-os—exclamou puxando a mulher para fora, que brigava com os mesmo irritada —Desculpa a intromissão!

—Espera me deixe ao mesmo ouvi sua resposta! —exclamou, puxando o braço e encarando o loiro que apenas suspirou.

—Eu...

—É para mim! —exclamou Shion, com os olhos brilhando. Todos da sala arregalaram os olhos—Eu sabia você estar fazendo isso para se desculpar!

  Hinata fechou a cara, não acreditava que sua pulseira que ganhou de herança da avó há muito tempo estava sendo dada para a loira que ela mais odeia nessa vida, a morena revirou os olhos incrédulos assim como Ino, Sakura e Kushina que fuzilou Naruto, Naomi era a única que não estava acreditando no que a loira havia dito, porque ela estava naquele dia em que ele a expulsou aos gritos do escritório, ela sabia que o loiro não faria isso, ou faria?

—De onde você tirou isso garota? —exclamou Naruto, para o espanto total. Minato encarou o filho surpreso por ver uma reação no loiro que há muito não ver—Você acha que eu iria gastar o meu dinheiro com você?

—Naruto...

—Você realmente não entende né! —murmurou revirando os olhos. O loiro suspirou e virou-se para Hinata, estendendo para ela a pulseira—Pega!

—Hãã? —balbucio confuso, encarando o loiro de olhos arregalados.

—Eu sei que ela é especial para você—disse dando um leve sorriso—Eu não irei usa-la mesmo!

—Mas, você comprou...

—Comprei de volta para você—murmurou dando de ombros, deixando todos incrédulos.

—Eu... —Hinata não sabia o que falar, apenas pegou a pulseira de volta e o olhou, com um olhar doce que há muito não dava—Grata!

—De nada! —murmurou sorrindo amável.

  A sala ficou em um silencio completo, Minato encarou Kushina com um pequeno sorriso de satisfação, enquanto a ruiva ainda tentava processar o que tinha acontecido, Sasuke encarou o amigo com um pequeno sorriso, Sakura e Ino estavam com um sorriso largo nos lábios, já imaginando do porque o loiro havia feito isso pela morena, Naomi encarava amiga com um sorriso doce, ali ela viu que Hinata estava completamente apaixonada e não percebia isso, assim como o loiro. A única irritada foi Shion que olhava para a morena com os olhos em chames de raiva.

—Vou deixar o cheque aqui! —exclamou, colocando-o em cima da mesa e saindo, sendo seguido por Sasuke e seus pais.

—Você vai me pagar! —murmurou Shion, fuzilando a morena, que estava distraída demais para ouvi ou se quer retrucar a loira, que apenas bufou e saiu.

—Não sabia que Naruto gostava de você! —exclamou Sakura, com um leve sorriso.

—É... Bom—balbucio Hinata, corando—Aqui o cheque, tenho certeza que isso você não irar recusar!

—Oh Hina! —murmurou Sakura, com a voz embargada.

—Eu não aceito um não— disse com um sorriso leve.

—Grata muito grata mesmo! —exclamou abraçando a morena, que apenas retribuiu com um sorriso.

—Agora falta se livrar da grudenta! —exclamou Naomi, sorrindo maliciosa.

—Não preciso mais, eu não quero falar com ele, ele não precisa saber! —murmurou Sakura.

—Sakura...

—Com licença! —exclamou Sasuke, entrando na sala, assustando elas.

—Sasuke! —murmurou Ino, encarando o moreno, que se aproximou delas.

—Será que posso falar com você Sakura?

—Eu...

—Vamos sair né meninas! —exclamou Hinata.

—E não se preocupe, eu mantenho sua amiguinha longe—exclamou Naomi, encarando o moreno, que riu discreto e balançou a cabeça confirmando.

  Enquanto elas saíram deixando apenas os dois a sós, Naomi aproveitou para fazer outra coisa, ela amava dar uma de cupido e hoje ela seria uma ótima cúpida. Hinata e Ino voltaram para a mesa e ficaram conversando, já Naomi foi à procura de certo moreno, quando viu ao longe Yahiko aos risos com uma loira muito bonita que ela conhecia muito bem, Temari, então ela seria sua pretendente, a morena suspirou frustrada, mas balançou a cabeça, ela tinha outro objetivo na cabeça e não tinha tempo de ficar sentindo ciúmes pelo loiro. Ela olhou ao redor e viu quem procurava, foi em sua direção com um sorriso largo.

—Oi cachorro! —exclamou Naomi, ficando ao lado de Kiba, que olhava para frente com o cenho franzido.

—Oi Naomi—murmurou revirando os olhos.

—Sabe, ficar olhando não vai adiantar, assim ela não vai saber o que realmente você senti! —disse, para o espanto do moreno, que a olhou—Eu sei que você gosta da Hana!

—Estar tão na cara?

—Sim, você não para de babar—exclamou, soltando uma gargalhada—Mas, eu posso ajudar!

—Como? —perguntou desconfiado.

—Com o velho ciúme! —disse sorrindo maliciosa.

—O que você quer?

—Nada!

—Eu te ajudo com meu irmão! —exclamou malicioso, vendo a morena arregalar os olhos—Eu vi o jeito que você olha para Yahiko!

—Hum—balbucio corando—Isso...

—Admita logo que você estar apaixonada por ele!

—Não posso admitir algo que não é verdade! —exclamou Naomi, convicta.

—Tudo bem!

—Então vamos colocar o plano em prática?

—Vamos! —disse, largando a taça de vinho e puxando a morena para a pista de dança.

  Enquanto ambos tentavam fazer ciúmes nos dois, que alias estava funcionando. Hinata saiu para ir ao banheiro e quando estava próxima viu ao longe Naruto perto da porta do escritório onde Sakura e Sasuke conversavam, a morena encarou o loiro com o cenho franzido, que raios ele estava fazendo ali, e mais que depressa esquecendo que iria ao banheiro foi em direção a ele, o olhou incrédula.

—O que você está fazendo aqui? —murmurou Hinata, fuzilando o loiro—Você está ouvindo a conversa deles?

—Estou esperando Sasuke, ele pediu! —murmurou dando de ombros.

—Sei! —balbucio, desconfiada. Ambos se encararam e acabaram escutando vozes alteradas dentro da sala, quando viram Sakura sair chorando e minutos depois Sasuke sair com a cara fechada, passando por eles sem dizer nada— O que...

—Pelo visto, foi serio! —murmurou Naruto, dando um suspiro. O loiro já iria sair, quando foi parado por Hinata.

—Err... —balbucio corando—Eu não agradeci direito, sobre a pulseira!

—Não precisa! —disse, dando um pequeno sorriso.

—Eu sei que precisa, e eu quero entender o porquê! —murmurou o olhando.

—Também estou querendo entender! —exclamou dando um suspiro.

—Então porque fez isso? —murmurou confusa, vendo o loiro se aproximar dela a encarando.

—Eu já disse, eu não faço a mínima ideia! —murmurou próximo dela.

 —Você fez isso só para zombar de mim?

—Claro que não, porque você não esquece isso? —exclamou a olhando serio, começando a se irritar.

—Porque é impossível! —gritou frustrada.

—Por quê? —disse próximo o suficiente dela a ponto de senti sua respiração.

—Por quê? A gente se odeia! —exclamou, sentindo o cheiro do perfume dele, seu coração batia freneticamente.

  Ambos ficaram se encarando, lutando com suas mentes, tentando entender o que sentiam um pelo outro, se era ódio ou amor. Naruto encarava os lábios dela com tanta fome que não resistiu a distancia e a beijou, fazendo a mesma arregalar os olhos surpresa pelo ato. Em segundos ela encarava aqueles olhos azuis intensos e em minutos ela o sentia esmagar seus lábios, ela deu passagem sentindo aquele gosto que há anos não sentia e de alguma maneira ela havia sentindo falta, fechou os olhos para apreciar ainda mais o momento. O loiro a beijava com fervor não se importando com mais nada, ele a envolveu pela cintura a puxando para mais perto de si, para sentir ainda mais o gosto dela, Hinata pousou as mãos na cintura do loiro, para poder sentir ainda mais aquele gosto que a fez falta. O que ambos não sabiam era que eram observados por pares de olhos azuis que fervia em fúria.

  Amor é como sentir o vento soprar sobre seu rosto e não poder vê-lo. Para Hinata essa palavra deixou de existe no momento em que teve seu primeiro beijo roubado, mas será que seria só por isso? Para Naruto deixou de existir no momento em que perdeu seus entes queridos, mas será que seria apenas por conta disso? Ambos têm uma magoa guardado no coração que aos poucos está deixando de existir para dar lugar aquele amor que estava guardado a sete chaves. E aquele eterno amor que pensavam não existir mais estava se acedendo novamente que nem um dos dois saberia explicar, por que afinal o que é eterno não se acaba.


Notas Finais


Então, curtiram?? Espero que sim, bom seguinte, eu não sei quando será o próximo posto, não tenho previsões e digo logo, irar demorar meses novamente, estou em aula e ainda estou sem pc novamente, então sorry, desde já grata por acompanharem e serem pacientes!! bjinhos e até que quando eu voltar terá poste duplo!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...