História Apenas Sexo - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Justin Bieber, Katy Perry, One Direction
Personagens Demi Lovato, Justin Bieber, Katy Perry, Niall Horan
Exibições 56
Palavras 3.679
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Heey demoramos um pouco mas aqui está esse capítulo novo cheio de surpresinhas, huehue, espero que gostem e boa leitura!

Capítulo 10 - Strike a pose


Fanfic / Fanfiction Apenas Sexo - Capítulo 10 - Strike a pose

Narradora P.O.V

- Desculpa se eu não funciono sob ameaça - Katy fala e rapidamente espreme seu corpo no do Niall, o deixando encurralado na parede e iniciando mordidas no ombro e pescoço deste. Ela decidiu animar o clima entre eles usando fantasias, então comprou uma de policial para si e outra de prisioneiro para Niall.

Ele dá um sorriso e olha para as mãos, algemadas e sem sinal de chave por perto. Passa suas mãos para que fiquem entra a cabeça de Katy e logo iniciam um beijo.

 

- Isso é assédio. Acho que alguém vai levar mais punições na sua pena.

- Não tem problema. Vale a pena - diz e vão locomovendo seus corpos até o chão.

Katy destranca as algemas de Niall e retira a roupa dele em seguida. Ele aproveita a pequena liberdade e apalpa a bunda desta, que dá um tapa na mão dele em reprovação, fazendo um rosto safado e mexendo os dedos em sinal de negação.

- Não seja um garoto mau - diz e se levanta, colocando o um dos pés em cima da coxa esquerda do Niall, que ainda está deitado no chão. Katy usa uma bota preta de salto fino e não exita em dar uma machucadinha na perna dele.

- Eu falei que iria ter punição - diz e vai abrindo lentamente o zíper do vestido sexy de policial que usa.

Ele bufa.

Katy morde os lábios e deixa a mostra um de seus seios, começando a apalpar este enquanto morde os lábios. Niall sente seu pau se levantar ao mesmo tempo em que se arrepia com o frio do chão, a pressão do salto de Katy e o fogo no olhar dela, direcionado a ele.

 

- Se eu soubesse que tava tão quente teria escolhido ser um bombeiro, pra evitar um incêndio aqui no quarto

Katy retira o vestido completamente e começa a massagear seus dois seios enquanto solta alguns gemidos.

- Ahhh.. Uuhh - ela sussurra de uma forma sexy, respirando de forma inconstante. Ainda pressiona o salto da bota na perna do Niall, que já parece estar irritadíssimo.

- Aff, não tem mais graça.

Ela solta uma risada.

- Não? - pergunta e enfia um dedo na vagina dela, tirando depois e se inclinando no chão pra enfiá-lo na boca do Niall. Em seguida, retira o dedo e se ajoelha no chão ficando com a buceta em cima do rosto dele. - Assim tá melhor? - faz um cafuné na cabeça dele depois que pergunta.

 

Niall agarra com força a bunda dela e se prepara para chupar a buceta.

Katy fica de quatro, se inclinando e apoiando o antebraço no chão, pra se controlar durante a preliminar.

Ele começa com a língua dando pequenas lambidas no sininho da buceta dela, o que já gera um pouco de prazer e cócegas ao mesmo tempo. Apalpa com força a bunda da Katy, pra tentar deixá-la quieta e então volta a lamber, dessa vez com mais força, fazendo movimentos circulares e dando alguns chupões no final.

- Ahhh Deus - Katy cerra os dentes. - Mais, mais por favor

Continua e dá um tapa na bunda dela, fazendo com que sinta uma ardência, então retorna a chupar com vontade.

Katy vê um pequeno pote contendo cauda de chocolate no chão, que havia trazido para o cômodo já faz uns dias mas esquecera que estava ali, então com muito esforço, esticou as mãos para pegá-lo, entregando para Niall depois.

Ele abre e passa o dedo pra pegar o máximo de cauda possível. Coloca tudo na buceta de Katy, na parte de fora e dentro desta, e depois passa a língua para comer tudo que ali deixou.

- Ni--All - ela gagueja e goza.

- Hm delícia - diz feliz.

Não demora muito e pede para que Katy deite no chão.

- Ok, vamos começar isso logo

 

Ela está suada e concorda. Estão sedentos por sexo. Niall está vermelho, parecendo que trabalhou no sol dez horas seguidas sem descanso.

Ele chega perto de Katy e começa um beijo com gosto de chocolate e mais algum sabor indefinido, provavelmente o do gozo.Sem rodeios, enfia o pau na Katy de uma vez, começando a quicar sobre o chão de forma insana. As vezes puxam o cabelo dos outros, também arranhando as coxas e costas, mas nem sempre o mesmo está por cima do outro porque ambos querem sempre estar no comando. É como se estivessem brincando com seus corpos. Quando menos esperam Katy tem um orgasmo e Niall goza.

 

- Ok - ela suspira e se deita ao lado dele. - Hoje estou cansada. - conclui. Niall assente e dá um beijo na testa dela depois, fechando os olhos para tirar um pequeno cochilo.

 

Já está de tarde. Katy e Niall dão um pulo quando veêm as horas no celular e se levantam rapidamente.

- A gente não pode perder o desfile da Demi! É HOJE! - ela diz animada e preocupada de chegar atrasada. Está muito orgulhosa por ter ajudado a amiga a fazer seu primeiro desfile. Utilizou dos contatos de seus pais para convidar vários estilistas e pessoas importantes.

- O desfile vai ser na sua casa, se a gente chegar atrasado pode se matar depois

- Não é na minha casa - Katy o corrige e lembra que o salão de eventos fica ao lado da casa dela. Foi um presente dos pais, para que pudesse organizar festas e não precisasse se preocupar com a locação de um lugar. O salão é luxuoso e enorme.

- Normal ganhar essas coisas de aniversário - Niall brinca.

Ela concorda sem entender a ironia e volta ao assunto principal, exigindo que comecem a se arrumar.

- O Justin me mata se eu não ver ele desfilando - Niall fala apreensivo, fazendo Katy sorrir.

- Que foi?

- Nada - responde e continua sorrindo sozinha.

 

Nesse exato momento, enquanto Katy e Niall procuram as roupas adequadas para ir ao desfile, lembrando que estarão na primeira fileira, Demi está extremamente ansiosa e terminando de arrumar as roupas de algumas das modelos.

 

- Demi do céu, é a terceira vez que você vem na Anna pra arrumar o vestido dela, até eu já tô agoniado. - Justin diz se referindo a uma das top models e tentando eliminar o clima de tensão.

- Eu não posso fazer feio, a Donny, minha chefa, pode me promover e eu virar sócia dela caso dê tudo certo hoje.

- E vai dar - ele fala e a tranquiliza.

- Ok, agora vou ir me arrumar e trocar de roupa. Todos estão bem né? - Demi pergunta aos modelos.

- SIM! - respondem.

- Vai logo! - outra pessoa responde.

 

Ela entra em um pequeno vestiário, abre sua mochila e retira um baby-liss, o ligando na tomada que tem perto da penteadeira, então retira a roupa que veste, jorra um perfume suave por quase todo o seu corpo e antes de colocar seu vestido, passa um spray na perna para que estas fiquem com um efeito bronzeado. Katy conseguiu pra ela um vestido dourado Versace que molda as curvas do corpo de Demi, e que possui um pequeno espaço entre as pernas para que estas possam ficar a mostra.

Enquanto está no vestiário, escuta as vozes de Donny e de Justin.

- Já tem um monte de gente que chegou! - um modelo grita animado. - Quero todo mundo vendo essa minha belezinha que eu chamo de bunda - termina e os outros sorriem.

- VOCÊS VIRAM QUEM TÁ AQUI? - alguém grita.

- Shhh. - outra pessoa pede silêncio.

 

Ok Demi, mantenha o foco e vista suas roupas, ela pensa e logo coloca o vestido. Em seguida faz cachos na ponta dos cabelos, passa maquiagem, coloca um brinco, colar, e o bom e velho salto alto.

 

Katy e Niall chegam e se acomodam na fileira, aguardando o desfile começar. Quando chegaram, ele avistou Chaz de longe e o casal teve uma briga. Niall não entendeu o que o ex que quase a violentou estava fazendo aqui e acabou descobrindo que esta tem mantido contato com ele mesmo após ter o demitido, mesmo após aquele dia.

- Não pensei que ele viria, o convite não foi pra valer.

Ela explicou que Chaz havia se desculpado e iniciado um tratamento psicológico após descobrir que estava com um transtorno no comportamento. Mesmo assim, Niall não aceitou e disse que não queria mais falar com Katy, estando no desfile apenas pra ver seus amigos verdadeiros: Justin e Demi. Ela o chamou de infantil e quase começou uma briga, mas por sorte se lembrou que este é o evento da Demi e que não deve prejudicar a amiga.

 

- Ótimo - ela bufa. - Acho que vai demorar a começar. - fala enquanto olha para passarela do desfile.

Niall se levanta e procura um garçom para tomar alguma bebida.

 

Quando Demi sai do camarim deslumbrante, Justin sente o estômago se revirar e começa a ficar suado quando ela se aproxima pra conferir os detalhes finais da primeira roupa que ele vai usar: uma camisa branca quase transparente que mostra seus músculos definidos e uma calça jeans preta que o deixa parecendo um homem importante e confiante de si.

 

Não demora muito e chegou a hora do desfile, foram 3 trocas de roupa por parte dos modelos(as). Demi e Donny ajudaram na execução, para que desse tudo certo durante as trocas.As fileiras estavam lotadas e a mídia não parava de tirar fotos do D'Fashion Show, como foi chamado o evento. No final, todos se levantaram e aplaudiram e Demi apareceu para desfilou junto com os modelos enquanto distribuía sorrisos. Após o encerramento, todos desceram do palco e começaram a conversar com as pessoas que ali estavam, alguns buscando conhecer os negócios envolvendo moda e outros apenas como tietes querendo tirar fotos com pessoas famosas.

 

O dono de uma agência de modelos renomada ofereceu a Justin a proposta de assinar um contrato por uma quantia ótima.

- Uau! - ele disse espantado e animado com a ideia de ter um emprego.

- Se você topar já pode começar daqui a duas semanas, nossos modelos vão participar de uma turnê que vai ocorrer em 37 cidades espalhadas pelo mundo e vão usar as mais novas roupas da minha amiga estilista Fiorella Vineci. - o agente falou e olhou para os lados. - Fi? Fiorella vem aqui conhecer nosso futuro homem de ouro!

Uma morena alta, elegante e com um vestido preto sexy se aproxima, cumprimentando Justin sem retirar os olhos dele. Juntos, os três conversam e entre algumas risadas, Justin promete pensar sobre o assunto de assinar com eles, anotando em seu celular o número do agente de modelos. Apesar da boa conversa, ele pede desculpa e se retira, saindo de perto dos dois para ir procurar e cumprimentar Demi pelo sucesso do desfile.

 

- Oi! - ela diz de forma espontânea fazendo cócegas na cintura dele. Geralmente é tímida, mas depois de hoje se sente tão bem que está bem segura de si.

- Oi moça sorridente.. - ele diz e pensa em como vai perguntar pra Demi se concorda com a ideia dele ser modelo e ter que viajar, ficando longe dela. - Então, eu recebi uma pro-pro-p - gagueja por causa do barulho alto no local e logo percebe que algumas pessoas já puxaram a Demi pra tirar foto e conversar com ela.

- Depois você me fala - diz fazendo uma careta, Justin assente saindo de perto e indo para o bar. Não demora muito e percebe que Niall está bebendo, sentado numa cadeira do bar a bastante tempo.

 

O namorado de Katy fica olhando de longe para Chaz, que está conversando com algumas modelos, e para ela, que apesar de não estar conversando com o ex, está falando com um homem charmoso de barba, ele é um pouco mais alto do que ela e veste um terno preto que deve valer o valor de uma casa. Tem uma mistura de estilo hippie com um tom de rockstar.

 

- Não acredito! - uma modelo sussurra pra amiga enquanto olha para o homem com quem Katy conversa. - É o irmão da Fiorella, o Adam!! - termina de falar animada e logo começam a competir quem é a mais viciada nas músicas dele, que ao contrário da irmã estilista, seguiu o ramo musical.

 

Adam está solteiro e não queria ter vindo à festa, mas a irmã precisava de um acompanhante, então decidira vir. Agora já está feliz por não ter ficado em casa assistindo videoclipes musicais dos anos 80 junto com sua cachorrinha, está realmente contente por ter descoberto uma jóia tão preciosa na festa.

- É difícil encontrar alguém pra conversar assim, sem que seja de modo superficial - ele diz dando um sorriso bobo, meio torto pra ela.

- Verdade, e o pior é que eu sou uma dessas pessoas - Katy dá uma gargalhada - É um milagre a gente estar falando tão tranquilamente sobre as coisas da vida e eu já não ter te cortado e caído fora

- Sério? - Adam sorri de volta - E por que você faz isso?

- Não sei, acho que começou como um modo de me proteger dos outros, uma espécie de escudo invisível, e desde então não parei mais.

Katy está usando um vestido tomara-que-caia roxo que destaca sua pele branca e bochechas rosadas. Vestidos dessa cor geralmente não ficam bem em qualquer pessoa, mas nela é perfeito, lhe dando uma ar de classe, sensualidade e mistério. O decote em formato de V também contribui para realçar além da pele, seus olhos azuis.

- Ah, e você falou sério quando disse que gosta dos meus livros? - debocha dele. Pode até estar tendo essa conversa com Adam-provavelmente a mais natural e sincera em toda sua vida- , mas sua mente está no Niall, e só está aqui pra não precisar ter que lidar com ele neste momento.

- Você foi a primeira escritora mulher que li na vida e gostei - diz de forma tímida, não acreditando que admitiu isso em voz alta. - Sua escrita consegue mostrar o lado real da vida, o lado triste, o bonito, e você ainda descreve de um jeito lindo e verdadeiro os pensamentos escondidos que as vezes fica na mente da gente mas que nunca contamos pra ninguém.

- Ahh, obrigada. - ela cora e se sente tímida com o elogio sincero. Katy recebe muitos elogios, mas a maioria deles parece ser aquele tipo de coisa que é falada da boca pra fora, só por obrigação mesmo, dos pais, amigos, etc. Coisas que estamos acostumados a ouvir.

- Eu falo sério. - responde e lhe lança um olhar intenso.

- Nossa, será que tem ar-condicionado aqui? -  Katy diz ao começar a sentir calor. O vestido que usa não colabora. - Acho que vou ir procurar meu namorado, foi uma boa conversa Adam - ela se despede lhe dando um beijo na bochecha, não chegando a ver a pequena expressão de desapontado que faz.

Parece que o cheiro do perfume que usa está impregnado no corpo dela. Katy adora perfume de homem, mas agora só está sentindo uma vontade grande de achar o Niall e poder voltar pra casa.

 

Enquanto isso, Demi continua sendo super requisitada, e ao mesmo tempo em que fala com as pessoas, procura Justin pela multidão. De longe o vê, está sentado no bar com Niall, parecem estar tendo uma conversa séria. Desejaria poder estar lá para ouvi-los.

 

- Acho bom você parar de beber e deixar de ser criança - Justin adverte o amigo

- Blá blá

- É sério Niall! Nós evoluímos muito com as garotas pra poder chegar até aqui e você me atrapalhar

- Você nem teve uma transa boa com a garota, calma aí né - Niall diz bêbado e sorri.

Justin se irrita mas antes de fazer algo, percebe Katy chegando.

- Ele tá horrível - diz e sai de perto do amigo.

- Eu sei - assente e fica desapontada com a atitude do namorado. - Que tal a gente ir conhecer meus pais agora? Aposto que vão te amar - ironiza e com raiva, o ajuda a levantar. Não está de brincadeiras, Katy vai levar Niall até seus pais e apresentá-lo para família, mesmo bêbado e quase tropeçando.

- Você não tem vergonha de mim? - Niall pergunta quase chorando.

- Não - ela responde seca.

 

Enquanto Katy liberta suas fúrias apresentando o namorado para os pais, Demetria cansa de ser a mulher mais requisitada da noite, saindo a procura de Justin.

 

- Você viu o Justin? - pergunta para Donny.

- Não, mas pode ser que tenha ido procurar um agente de modelos que ofereceu um emprego para ele.

- Ahn? Como assim?

Donny dá de ombros.

- Parabéns pelo desfile, foi muito bom

- Obrigada - responde e volta a procurar JB.

 

Talvez ele tenha cansado e voltou para casa, ela pensa e decide ir embora, procurá-lo lá. Antes, se despede de algumas pessoas e deixa alguns avisos para os seguranças e ajudantes do evento.

 

Quando sai do salão, não pensa duas vezes e retira o sapato, segurando estes enquanto dá alguns passos para sua casa. Passos não, na verdade ela dá pulinhos de felicidade a cada mexer de pernas. Não demora muito e já está em casa, encontrando Justin deitado de cueca no sofá assistindo TV, que se assusta ao perceber que ela já chegou.

 

- Foi mal, achei que íam demorar -fala e se levanta rapidamente.

- Tudo bem... E que história é essa de emprego?

- Ah, pois é, me deram uma oferta muito boa em que vou viajar por alguns lugares desfilando, e eu gostei muito da ideia

Demi fica um pouco triste e não sabe o que responder.

- Eu ía te contar lá na festa, pra saber o que acha, mas nem deu moral pra mim - ele diz fazendo drama.

Ela parece pensativa. Ainda está sentindo-se muito bem, confidente e com a sensação de que pode fazer qualquer coisa depois de ter realizado o próprio desfile.

- Não vamos falar sobre isso agora Justin - ela fala e vai andando para seu quarto.

- Vai me deixar aqui? - ele pergunta confuso.

- Achei que já tava atrás de mim - ela o olha para trás e lança um sorriso.

 

Justin retira suas roupas do chão e coloca embaixo do sofá, então vai até o quarto da Demi

 

- WOW - ele se espanta ao vê-la com uma lingerie preta que o faz perceber o quanto os peitos e coxas dela são exagerados. Exageradamente grandes. - O que tá acontecendo Demi?

 

Ela vai se aproximando lentamente e logo retira a cueca dele. Sussurra em seu ouvido:

- Hoje vai rolar - sorri em seguida.

 

Justin chega a se arrepiar com a ideia de ter ela de verdade, sem ser igual das outras vezes em que dava tudo errado ou era rápido e ruim. Não demora e começa um beijo, brincando com suas línguas cheios de desejo.

Demi tira um pé do chão e coloca no Justin, se preparando para que ele a pegue, então tira o outro, sendo segurada por ele, que dá alguns passos e lhe joga na cama nova.

- Você pode tirar minha roupa, por favor? - ela pergunta e faz um rosto de inocente.

- Cadê o ... - ele procura um zíper - Ah,tanto faz - se abaixa e começa a beijar as partes descobertas dela, que a lingerie não tampa. Demi morde os lábios, e pressiona as pernas no corpo dele, sentindo arrepios a cada vez que ele a beija.

Justin começa a rasgar a lingerie até que nada fique não sobre nenhuma parte da pele tampada, então mergulha nos seios de Demi, que coloca as mãos no cabelo dele para ajudá-lo enquanto chupa os seios dela.

- Ahh Justin - ela se contorce na cama - Continua - fala e puxa o cabelo dele, unhando as costas em seguida.

Quando ele para, Demi o vira na cama, ficando por cima, então dá um sorriso perverso.

- Eu sabia que você ainda ía me deixar louco, eu sabia! - Justin fala querendo mais.

 

Demi não responde, apenas começa a passar com força suas mãos pela coxa dele, dando chupões depois. Vai subindo até o pau dele e começa a lamber por onde passa. Justin tenta não se movimentar na cama, pra aproveitar tudo, mas é inevitável a ansiedade, o êxtase que sente pra que enfie o pau dentro dela logo. Treme só de pensar.

 

- Por-ra - ele gagueja

Ela enfia o pau na boca e começa a chupá-lo lentamente, aumentando a intensidade depois, até ele gozar, então chupa tudo quando o faz.

Justin a puxa e agora fica por cima dela, voltando aos beijos, mas logo enfia seu pau nela, que começa a ajudá-lo.

- Vai - pede enquanto quica sobre a cama. - vaa..ai - geme

- Você é muito gostosa Demi - ele fala e volta aos movimentos intensos. Demi está suada e quer muito ter esse orgasmo. É a primeira vez que não ri ou faz algo idiota quando transam. É o melhor sexo da vida dela.

Justin desacelera um pouco para deixar que respirem um pouco e provocá-la

Demi senta na cama, fazendo com que os dois fiquem assim, e ainda com o pau do Justin na buceta, nessa posição diferente, eles se apoiam na cama para continuar os movimentos. Seus peitos balançam enquanto pulam incessantemente e quando consegue, Justin enfia o rosto nestes ou os apalpa com força.

Continuam rebolando e mexendo, até que depois de uns dois minutos, ele goza e ao sentir o líquido, juntamente com os movimentos, Demi tem um orgasmo, ficando toda mole e com uma expressão de boba alegre.

 

Que dia da porra esse! Justin pensa e deita ao lado dela, pensando em dar apenas uma pequena pausa e depois repetirem a dose de sexo.


Notas Finais


Geeente, primeira vez que a Demi consegue fazer sexo de verdade, sem se sentir tímida ou insegura, estou emocionada, shaushauh e vocês?
Comentem o que estão achando, façam suas apostas, e até o próximo capítulo! (que deve ser postado no máximo até o domingo, dependendo da nossa criatividade)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...