História Apenas um anjo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Rap Monster, Suga, V
Tags 2seok, Jihope, J-kook, Namseok, Vhope, Yoonseok
Exibições 63
Palavras 699
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Estava pensando nisso a tanto tempo que simplesmente quando percebi já estava criando a Fic, eu sou uma Army e meu bias é o Hobi! Então decidi fazer isso ^^
Espero que vocês gostem
Boa Leitura

Capítulo 1 - Missão


Fanfic / Fanfiction Apenas um anjo - Capítulo 1 - Missão

Céu

O céu. Aah como as pessoas mortais o vêem.

Um paraíso a onde anjos com fraldas e harpas cantam o dia inteiro e protege as pessoas a sua volta.

Mas o céu que poucos conhece é aquele a onde anjos brigam por tudo e todos, reclamando de seus afazeres e dos mortais que estão se matando e sendo julgados por seus pecados.

Jung Hoseok um anjo normal somente para os novos membros na elite, mas para os outros, um arcanjo que é muito mais antigo que todos ali.

– Hobi nosso senhor quer falar com você - um amigo de Hoseok outro arcanjo que o conhecia a várias décadas. – JB estou cansado de viver no céu, se é que eu possa chamar de vida, só desço na Terra para matar demônios, não quero mais isso. - Hoseok suspirava, JB não o culpava também estava cansado daquela vida.

As asas de ambos se mostraram e voaram até o Palácio feito de nuvens.

Tudo era branco e claro lá estava ele, aquele que muitos mortais "dizem" vê-lo.

– Hoseok, meu filho. - Deus sorriu ao vê-lo, pra muitos outros anjos ninguém nunca viu Deus, somente os arcanjos tinham essa permissão.  – Meu senhor, oque queria falar comigo? - o anjo de frente a aquele que tudo manda e destrói estava calmo e alguns tipos de medo.

– Você sairá em uma missão - a luz falou calmamente e a pessoa que estava sentada naquele trono se pois de pé, e passou a mão sobre a cabeça dele tirando seu medo.  – A sua missão é.. proteger uma banda Coreana que está lançando seu álbum e estamos no ano de 2016 meu caro, temos que proteger eles, você irá e retornará com um presente dado a mim.

– Que tipo de presente? - Hoseok não era curioso mas seus neurônios queriam algo e seu coração que não batia mais sempre quis algo.  – Eu darei a você o presente dá vida, você terá a vida que sempre quis ter. Ágora vá, você tem que se despedir dos outros arcanjos - Deus apenas sorriu e voltou ao seu trono e ficou encarando seus filhos saírem e sumirem.

Hoseok estava feliz, mas também tinha medo, medo de fracassar e por tudo a perder.

Seus amigos, ele sentiria falta. De Mark, JB e Jackson seus amigos arcanjos. Queria apenas não ter que mostrar sua tristeza, então pois seu melhor sorriso.

– OLHA SÓ QUEM VAI DESCER PARA A TERRA!!! SENHORES ARCANJOS NOSSO HOSEOK OU HOBI!!!! - o arcanjo não pode parar de rir, sabia o quão escandaloso Jackson erá, mas não queria opinar no momento, ele estava triste. – Como se sente descendo a Terra novamente?

– Exaustivo, mas olhe por outro lado, vou ter aquilo que sempre quis ter. - apenas um sorriu falsamente, Hoseok sabia dar sorrisos falsos e agora era a melhor hora de dar. – Vou sentir saudades! O céu ficará tão chato sem você aqui - Jackson apenas cruzou os braços e esperou um abraço, apenas sentiu um sorriso.

Saiu dali e claro carregava consigo algumas armas para se proteger e proteger seus próximos... como dizer... seus filhos!

Quando piso na Terra se sentiu ótimo, mas com seu modo invisível para as outras pessoas não o verem. Lá em cima, Mark passava as coordenadas ao amigo.

Quando Hoseok pisou dentro daquele dormitório sentiu que algo estava para acontecer, suas asas foram ativadas e saiu voando pelas as ruas e sentindo que algo estava para acontecer.

Hoseok só podia ser visto por bebês e crianças, então escutava algumas delas gritarem de emoção.

Ele avistou que os garotos seriam esfaqueados e levariam tiros. Caiu desativando suas asas e estendendo sua mão para o alto e pegando uma de suas armas, e claro, foi seu amado arco-flecha.

Sentiu que uma das armas estava apontada para a cabeça de um dos meninos, suas asas apareceram os protegendo.

Quando ele acabou com todos se aproximou dos corpos estirados no chão apenas apagou sua memória e olhou para os meninos atrás de si.

– Meu Deus... - foi o que um deles disse antes de receber um sorriso no canto dos lábios de Hoseok.
   


Notas Finais


Espero que tenha gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...