História Apenas Um Conto de Terror. - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kiba Inuzuka, Madara Uchiha, Menma Uzumaki, Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags Drama, Lemon, Sasunaru, Terror
Exibições 222
Palavras 3.442
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oeeeee kawaiis =3 Cheguei

Td bem com vcs ? :3 claro neh, soh pq eu postei o cap da fic *---* HEUEHEUUE parey.

Então, vcs viram o noticiário dos palhaços do mal ?? Palhaçada isso ai neh ?? HEUEHUEHEUEHEJ parey ;-; mas eh sério, esses palhaços ai são uns fdp cara mto loko... .-.


Ta ;-; chega d papo

Boa Leitura !

Capítulo 9 - Sanidade.



                     ♧ In The End ♧



























- Será que ele está bem ? - escutei alguem perguntar com uma voz claramente preocupante. 



- Não faço idéia... 



  Minha cabeça doía intensamente, tão intensamente que por um momento pensei que meu crânio fosse explodir. Meu corpo estava quente, principalmente minha testa. Movimentos de pessoas ao meu redor me faziam querer abrir os olhos mas eu não estava pronto.



  Ja lúcido do meu estado, pela dor da minha cabeça, com certeza eu estava ardendo em febre.



 Claramente doente. 



  Meus ouvidos captavam som de chuva, o som era tão bom que me fazia ainda mais negar em abrir os olhos, mas as vozes conhecidas ao meu redor fazia-me querer abrir os olhos quase instantaneamente. 



- Ele vai demorar para acordar... ? - ouvi a voz do meu irmão, Menma. - Ele já está desacordado à horas... 



- Não se preocupe Menma, logo ele irá acordar... - desta vez a voz parecia ser a de Itachi. 



- E cadê o médico ? Ele está demorando muito..



- Tenha calma Menma... 



- Naruto... ! 



  Quando abri os olhos, vi os olhares de todos sobre mim. Menma com certeza se perguntava mentalmente se eu estava bem, Itachi parecia feliz em me ver são, enquanto Sasuke... bem... Vamos dizer que o mesmo parecia "normal"... O moreno menor estava sentado numa poltrona que ficava em um canto da sala, o mesmo não parecia muito impressionado em me ver acordar.



- Hurm... - gemi de dor quando percebi a luz brilhante em cima de mim, maltratando meus olhos. - Menma.. ? 



- Oi ! Estou aqui maninho... 



- O que houve... ? - perguntei confuso tentando me lembrar aos poucos o que havia acontecido comigo para ir parar naquela situação. 



- Achamos você desmaiado em casa e te levamos para o hospital... me diz Naru, o que aconteceu... ?



  Nesse momento encarei Sasuke e vi que a expressão dele não era uma das melhores. Seu olhar sério e seus braços cruzados mostravam que o mesmo temia por algo. 



  Eu sabia que alguma coisa estava errada, mas pela dor de cabeça que eu senti no momento não pude me recordar de muita coisa. 



- Eu... eu não sei... - gaguejei - mas minha cabeça dói... - reclamei fechando os olhos com força. 



- Eu vou chamar o médico, ele já demorou demais... - diz Menma supostamente com raiva pela demora do médico. - Eu já volto maninho... 



  Ouvi os passos de Menma se distanciando, quando não senti mais sua presença no quarto de hospital, decidí abrir os olhos e observar Itachi. Eu não sabia o por quê, mas sentia que algo havia acontecido e tinha haver com aqueles dois Uchihas.. 



  Itachi então me encarou e nada disse. Seu olhar era calmo mais desafiador ao mesmo tempo, como se o mesmo duvidasse de alguma coisa. 



- Você está bem ? - perguntou o mesmo. 



-...- balancei a cabeça em negação.



- Sabe o que aconteceu.. ? - perguntou ele novamente, mas desta vez seu tom de voz era sério e interrogativo. 



-...- balancei a cabeça em negação de novo, mas desta vez juntando as sobrancelhas. - O que aconteceu... ? - perguntei fraco mas simplista para saber qual iria ser sua resposta. 



- Achamos você desmaiado na sua casa - diz desta vez Sasuke aparecendo do nada. - E ligamos para o seu irmão.



  Eu sabia que tinha algo de estranho, e que aquela não era nem a metade da história. Mas com a dor que eu sentia, não consegui forças para fazer mais perguntas. 



- Hum.. - resmunguei fingindo ter aceitado aquelas respostas. 



  Não demorou muito e logo meu irmão chegou acompanhado pelo médico, um velho de aproximadamente 50 anos com seus olhos azuis claros e cabelos brancos. 



  Sasuke, como de esperado, voltou ao seu lugar se sentando na poltrona e observando tudo atentamente de longe assim como Itachi, que ficou de pé ao seu lado. 



  O médico então começou a me examinar colocando aquela lanterninha perto dos meus olhos, medindo minha pressão e fazendo varias outras coisas que os médicos fazem. 



  Assim que ele terminou de me examinar físicamente, perguntas começaram a ser feitas:



- Então Naruto, o que você está sentindo no momento ?



- Dor... - falei praticamente num gemido fraco. 



- Precisamente sentindo dor a onde ? - perguntou novamente enquanto preenchia uma fixa. 



- Na minha cabeça... 



- Você sabe o que aconteceu pra você sentir essa dor ? Seu irmão e seus amigos falaram que te acharam desmaiado... pode me explicar o que aconteceu para você ter esse desmaio. 



- Eu... - por um momento meus pensamentos ficaram embaraçados na minha cabeça, eu sabia a resposta daquela pergunta mas eu não conseguia acha-la. - Não sei.. 



- Entendo... - falou assim se aproximando. - Deixe-me ver sua cabeça. 



  Me sentei na cama, assim, sentindo mais dores de cabeça com os movimentos. O médico então começa a tocar e observar meu couro cabeludo, como se estivesse procurando  por algo suspeito. 



- Ai ... ! - reclamei quando o mesmo tocou na parte de trás de minha cabeça. 



- Hum... parece que tem um machucado aqui atrás. - avisou colocando seus óculos e iluminando o local com a lanterna. - Você sabe como ganhou isso ? 



- Não... - respondi. 



- Mas isso parece ser bem recente. Há um pouco de sangue fresco. 



- Sangue ?? Deixe-me ver isso - Menma então se aproxima de mim exaltado e olha atrás de minha cabeça, assim, notando o sangue. - Mas o que é isso ?? O que aconteceu Naru ? 



- Talvez na hora do desmaio ele tenha batindo a cabeça em algum lugar - opinou Itachi, mas estranhamente senti um pouco de preocupação em sua voz. 



- Talvez seja isso. - diz o médico - Mas ele tem mais outra marca na cabeça. Mas nessa o sangue ja está seco. 



- Naruto tem cereza que você não sabe de nada ?? Pode me contar maninho. - insistiu Menma. 



- Eu ja disse, não me lembro de absolutamente nada... - falei juntando as sobrancelhas por conta das dores de cabeça. 



- Mas... 



- Bem, vou mandar a enfermeira vim aqui te dar alguns remédios para dor e você vai ter que ficar no soro. - avisa o médico interrompendo meu irmão. - Você vai ter que ficar aqui por hoje. Amanhã, se estiver bem, nós te liberamos. 



  Ouvindo aquilo, eu sabia que iria ficar bem com os remédios e o soro, mas alguma coisa ainda me perturbava, eu só não sabia o que era. 



  Menma aparentemente estava intrigado com a minha situação, como os machucados foram parar na minha cabeça ? Eu também não sabia. 



  Observei Itachi e Sasuke atentamente, os mesmos olhavam para mim da mesma forma, séria. Por um momento senti um frio na minha espinha, mas logo aquilo parou quando a enfermeira chegou no quarto. 



- Ja vamos indo - avisou Itachi colocando a mão no ombro do meu irmão. - Qualquer coisa e só me chamar, Menma. Desculpe não ter ajudado muito. 



- Tudo bem.. Obrigado por virem... - agradeceu. - Talvez eu fique com o meu maninho hoje.



- Entendo.. melhoras para você Naruto. - desejou Itachi com um sorriso. - Vamos Sasuke.



  Sasuke então me olha pela última vez antes de sair pela porta do quarto junto de seu irmão. 



  Eu não fazia idéia de que horas eram, mas  parecia estar de noite. Por sorte, Menma ficou comigo. Hora ou outra o mesmo me fazia perguntas que eu realmente não sabia lhe responder com certezas. 



  A enfermeira era uma mulher magra e alta, jovem, parecia ter seus 25 anos, de cabelos loiros e pele branca. 



  Um sorriso simpático se estampou no rosto da mulher ao me ver. A mesma estava com as seringas, o soro e os remédios em mãos. 



  Sofri ao levar duas injeções diretamente na bunda e mais ainda na hora de colocar a agulha do soro na veia de meu braço. 



  Depois daquilo tudo, não demorou muito para eu sentir sono. 



- Naru, tem certeza de que você não se lembra de nada... ? - perguntou Menma pela décima quinta vez. 



- Sim... - falei fechando os olhos e logo perdendo a conciencia e caindo num leve sono.







...







  Acordei aparentemente bem. Vi as flechas do sol saindo pelo vão da cortina, assim, avisando que era de dia. 



  Do outro lado da porta do quarto do hospital, eu pudia ouvir passos de pessoas andando para lá e para cá, vozes paralelas e choros de bebês recém nascidos. 



  Vi então Menma sentado dormindo na poltrona não muito longe da minha cama. Ri ao ouvir o mesmo roncando baixo. 



  Eu literalmente estava bem melhor do que antes. Minhas dores de cabeça haviam passado graças a kami. 



  Mas ainda estava a dúvida: 

  O que havia acontecido ? 



  Ainda deitado me recuperando, resolvi tentar lembrar de tudo com mais clareza. 



  Com o que meu irmão disse, Itachi havia me achado desmaiado em casa. Ok, mas por que eu estava duvidando daquilo ? Ah sim, eu iria passar o dia na casa dos Uchihas. Então como eu fui achado desmaiado na minha casa ? 



  Mas Sasuke estava muito diferente.. talvez fosse pelo meu irmão estar ali... Sim, provavelmente. 



  Itachi estava diferente também.. 

  Tinha algo de errado nessa história... 



  Menma havia me contado que Itachi falou que eu havia saído com o Sasuke até um lago que ficava perto da casa deles. Ok. Mas depois ele disse que eu falei pro Sasuke que iria até em casa pegar meu notebook. Ai depois disso os Uchihas repararam que eu havia demorado muito e foram até em casa averiguar. Quando chegaram la me viram desmaiado na cozinha e ligaram para Menma... 



  Humm.... estranho, não ? Mas eu não lembrava de nada em relação aquilo, então a única alternativa era acreditar naquelas palavras. 



  Minutos mais tarde, Menma acordou feliz em me ver bem. Mais perguntas foram feitas mais como antes eu não conseguia responde-las. 



  O médico então foi até meu quarto me examinar mais uma vez. Ele me perguntou se eu sabia o que havia acontecido, neguei, então o mesmo disse que eu tinha perdido partes da minha memória na hora do desmaio. 



  Mesmo assim haviam me dado alta do hospital. 



  Pela minha alegria, Menma ficou o dia inteiro em casa para cuidar de mim. 



- Naruto - ouvi Menma gritar meu nome, me chamando - Desça, o almoço já está pronto..



  Desci rápidamente as escadas numa velocidade que por pouco não cai rolando degraus a baixo. Eu estava com muita fome, ja que a comida do hospital era totalmente quase sem gosto, a comida do Menma era dos deuses em comparação a gororoba que eles serviam lá. 



  Entrei na cozinha logo se sentando a mesa e começando a comer a comida maravillosa do meu irmão. 



- Calma maninho, vai se engasgar assim. - avisou Menma rindo. 



- Desculpa - falei tentando comer como uma pessoa normal. - É que eu estou com muita fome e você sabe que eu amo sua comida.. 



- Notei - sorriu - Itachi e Sasuke avisaram que iriam passar aqui em casa mais tarde, você me ajuda a fazer o jantar ? 



- Claro que sim - sorri contente pela notícia, já que eu poderia conversar melhor com Sasuke e perguntar algumas coisas. 



- Que bom. 



  O resto do dia passou tranquilamente com Menma e eu jogando jogos de tabuleiros e assistindo filmes de comédia. 



  Quando a noite começou, lá fomos nós prepararmos o jantar para os Uchihas que logo iriam chegar. 



  Sem muito trabalho - ja que Menma cozinhava muito bem, e foi ele quem fez praticamente o trabalho todo - logo terminamos e esperamos os convidados chegarem. 



( Toc Toc Toc ) 



  Batidas na porta foram feitas e lá fui eu atender com um sorriso estampado no rosto.



- Olá Naruto - disse Itachi com um sorriso de lado - Vejo que está melhor.



- Oi, sim, melhorei muito depois dos remédios. 



- Que bom... - falou simplista. 



  Olhei para Sasuke e o mesmo parecia sério. Seus lábios estavam retos, seu olhar frio e suas mãos enfiadas nos bolsos da calça, como se estivesse odiado a idéia do jantar. 



- Entrem - pedi abrindo espaço.



  Logo ambos entraram e se sentaram no sofá.  



  Antes de jantarmos, eu, Menma e os dois Uchihas começamos a conversar na sala. 



- Naruto ainda não se lembra de nada... ? - preguntou Itachi para Menma, como se eu não estivesse lá para responder. 



- Ainda não... o médico disse que por conta da queda que ele sofreu na hora do desmaio seu cérebro perdeu algumas lembranças... - explicou Menma. - Mas logo ele irá recupera-las.



- Entendo. Tomare que ele as recupere logo - falou Itachi olhando para mim. 



  Enquanto meu irmão e Itachi conversavam, resolvi ir falar com Sasuke ja que o mesmo estava do meu lado. 



- Ei - chamei sua atenção para mim, ja que o moreno fazia questão de não notar minha presença. - O que você tem ? 



- Nada. - respondeu seco virando o rosto. 



- Tem certeza ? Está estranho... 



- Tenho os meus motivos. 



- Então me conte. - pedi curioso. 



  Sasuke então me olha fixamente nos olhos. Seu olhar era penetrante, como se o mesmo estivesse lendo a minha alma. Por um momento, quase me perdi naquelas orbes negras que insistiam em me olhar intensamente. 



- Sério que você não se lembra de nada ? - neguei com a cabeça logo vendo o moreno bufar e virar o rosto novamente. 



- Me diz Sasuke, eu realmente não consigo me lembrar... - pedi teimoso. - Por favor.



- Não da para falar agora - explica - Depois do jantar eu te conto. 



- Está bem. 



  Minha curiosidade aumentou ainda mais com o que Sasuke me disse. Pelo jeito, o que ele iria me falar era algo sério, então resolvi esperar até o final do jantar. 



  Itachi e Menma conversaram o jantar inteiro, enquanto eu e Sasuke ficávamos trocando olhares como se estivéssemos marcando de nós encontrar em algum lugar para conversarmos, mas nós não sabíamos como sair de lá sem levantar suspeitas já que Menma e Itachi iriam desconfiar de nós. 


- Eu não vejo a hora de entrar em férias - disse Menma. 



- Sei como se sente, você quase não fica em casa.. - falou Itachi.



- Ér... eu e Sasuke ja terminamos - avisei me levantando da mesa. - Vamos pro meu quarto Sasuke ?



- Vamos. - respondeu se levantando também. 



  Antes dos dois tagarelas responderam, Sasuke e eu ja estávamos na sala prestes a subir as escadas.



  O moreno estava aparentemente calmo, mas eu sabia que o que ele iria me dizer era sério. 



  Chegando no meu quarto, nos sentamos na cama um do lado do outro e um silêncio reinou no local. 



- Então... - comecei - O que você iria me dizer.. ? 



- Tem certeza de que não se lembra Naruto ? - perguntou mais uma vez me olhando nos olhos. 



- Sim, eu já disse. 



- Hum... - ouvi o mesmo resmungar, insatisfeito. 



- Me fala Sasuke, do que eu deveria me lembrar ?? - o moreno então se vira e me encara com um olhar de pena. - Fala, por favor. 



- Naruto, nois dois... 



- O que tem nois dois... ? 



- Humf... Não importa mais. - falou se levantando da cama. - Se você não se lembra, não deveria ser algo importante.



- O que ?? Espera ! Como eu vou saber se é importante ?? Não é culpa minha ter perdido a memória. - reclamei me levantando também. - Você está sendo muito injusto comigo ! Conta logo de uma ve- 


  Antes que eu terminasse, vi meus lábios colados com o do moreno a minha frente. Eu não sabia o que aquilo significava, mas sabia que tinha algo a ver com o que Sasuke iria me contar. 



  Por instinto, empurrei o moreno para longe de mim, assim fazendo nossos lábios se separarem. 



- Eu... - o olhar do moreno ainda era de pena, como se estivesse triste pela minha reação. - Sasuke... 



- Pois é, não era importante. - falou antes de se virar e caminhar até a porta do quarto. - Nem sei por que eu fui tentar... - ouvi o mesmo sussurrando. 



- Sasuke ! Espera ! - praticamente gritei, assim, fazendo-o parar e se virar para mim. - Eu só... estou confuso.. Não saia...



- Você não precisa fingir que se importa - diz. 



- Só me explica, por favor... Eu quero entender isso. 



- Entender isso o que ? Ah, claro ! Entender como você foi esquecer nois dois ?? Típico de você.. - disse revirando os olhos. 



- Nois dois.... estavamos.... juntos.. ? 



- Não, eu só te beijei porque sou um maluco. - ironizou. - É claro que estávamos juntos seu idiota.



- Ei ! Também não precisa humilhar... - falei - Faz quanto tempo isso.. ? 



- Uma semana - respondeu. 



- S.serio... ? - olhei para o chão, tentando me lembrar de algum vestígio que comprovasse que eu e o Sasuke estávamos juntos, mas nada me veio a tona. - M.mais alguém sabe ?



- Não. Prometemos manter em segredo. - explicou. - Naruto, você realmente não se lembra... ? 



-...- antes de eu responder, vi Sasuke andar até o outro lado do quarto e pegar os ursinhos  que Menma havia comprado para mim no shopping.



- Lembra, eu te dei eles - falou o moreno se referindo aos ursinhos. 



- O que ?? Não, Menma comprou eles para mim ! - expliquei indignado vendo Sasuke juntar as sobrancelhas. 



- Como assim Naru.. ? Eu te dei eles, não lembra ? Quando você viu eles na minha estante e pediu para que eu te desse... - Sasuke me olhava com descrença, como se eu estivesse inventado tudo aquilo. 



- E.eu.. eu juro que me lembro que foi Menma que havia me dado... 



- Mas não foi - diz o moreno - Espero que você se lembre de tudo logo...



- Mas eu me lembro ! - falei exaltado - Me lembro de quase tudo Sasuke. - o moreno então ergue uma das sobrancelhas, duvidoso. - Me lembro que você se fingia de autista por causa do seu irmão, das criaturas que nós víamos aqui em casa, dos baús que encontramos... ! 



  Sasuke então me olha perplexo, como se eu fosse um louco. 



-  Como assim Naruto.. ? - pergunta confuso. - Eu me fingia de autista ?  E que criaturas eram essas ? Da onde você tirou essas coisas ?



- V.você não se lembra.... ? - perguntei intrigado. - As criaturas que negras que apareciam aqui em casa..



- Você contou isso pro seu irmão... ? 



- Não, nós tínhamos combinado de não contar isso pros nossos irmãos. - expliquei. 



- Naru, você não está bem... 



- O que ?? Mas é claro que estou bem ! Sasuke, me fala que se lembra de tudo isso... - pedi começando a ficar com medo das palavras do moreno. 



-...- Sasuke nada disse, seu olhar ainda estava perplexo sobre mim. 



- O anel ! Lembra do anel que encontramos no baú ?? Estava no seu dedo... - olhei para a mão do moreno e não vi nenhum sinal do anel. 



- Naruto, você precisa contar isso pro seu irmão... - mandou Sasuke se aproximando de mim e segurando meu rosto com suas mãos me fazendo olha-lo. - Nada disso aconteceu. 


- Mas... eu me lembro.. 



- Como se lembra se isso nunca aconteceu ? - eu estava abismado, não poderia ser mentira, eu vivi tudo aquilo e Sasuke também. 



- Eu sei que isso tudo aconteceu - falei o encarando. - E eu vou provar. 



  Tirei suas mãos do meu rosto e me afastei do mesmo. Eu precisava pensar. Eu sabia que eu não estava delirando. 



- Amanhã quem sabe você desencana dessa história - disse Sasuke. - Você precisa descansar mais. 



- Você está me escondendo algo... 



- Eu ? Nunca esconderia algo de você. 



- Sasuke já vamos - ouvimos Itachi chamar o irmão. 



  Sasuke então me olhou mais uma vez com pena.  



- Até amanhã loiro. - se despediu antes de sair pela porta e me deixar sozinho no quarto.



  Eu não sabia o por que, mas senti um aperto dentro de mim quando vi o moreno indo embora. Como se eu precisasse do mesmo por perto. 



  Aquilo estava muito estranho e eu precisava descobrir a verdade, eu não poderia estar delirando... ou poderia ? 












  
  Continua...
 


Notas Finais


Oeeeee dnovo =3

E então, oq acharam ? Comentem ! Aceito até críticas heuehue :v sério. Ah, e pra vcs quem lêem mas não comentam, Deus ta vendo isso hein *^*

Bom :3 até o próximo capítulo ! ^^ fuii

(Obs: prometo responder os comentários desta vez, no cap anterior eu n tive tempo)



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...