História Apenas um pequeno sociopata - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gravity Falls
Personagens Bill Cipher, Dipper Pines, Mabel Pines, Soos Ramirez, Stanford "Ford" Pines, Stanley "Stan" Pines
Tags Billdip, Billxdipper, Bipper, Dipperxbill, Gravity Falls, Mabwill, Yaoi
Visualizações 330
Palavras 1.510
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Só vamo

Capítulo 20 - PERGUNTAS E RESPOSTAS


Fanfic / Fanfiction Apenas um pequeno sociopata - Capítulo 20 - PERGUNTAS E RESPOSTAS

  - Você deveria parar com essa mania de ficar mexendo no cabelo, Mabel, é ridículo. - Falei com o tom normal, recebendo um olhar decepcionado de Dipper.

- Dipper, eu estou sendo ridícula? - Ela pergunta para o irmão.

- Claro que não, ele que é um idiota, você sempre tá linda.

- Como é? - Reclamei, mas não tinha muito o que falar. - Eu não queria ofender, eu apenas queria que você mantra de uma boa impressão para não pensarem mal de você depois. - Tentei me defender para ambos enquanto me levantava, mas não adiantou de nada, eles me ignoraram.

Tipo, completamente.

- Dipper, quando que o show vai começar? - a garota pergunta.

- Acho que agorinha, olha. - ele aponta para algumas luzes no teto que começam a piscar.

- Isso vai ser tão chato... - Murmurei, cruzando os braços, me acomodando na poltrona avermelhada no palco.

E então, as luzes se apagam.

Uma musiquinha clássica começou a tocar de fundo, e do nada, Gritos e Aplausos começaram atrás de nós, o trio todo quase teve um infarto.

- DE ONDE ESSE POVO SURGIU, NÃO ESTÁVAMOS SOZINHOS?! - Perguntei, assustado.

...

- BEM VINDOS...!

Era uma voz feminina, quando olhamos para o centro do palco, uma luz estava centralizada, e uma garota veio correndo subindo para o palco, e acabou tropeçando com tudo no chão.

Aquilo deve ter doido.

- BEM VINDOS TODO MUNDO E TAL, DESCULPA, EU ESQUECI A FRASE. - A Garota diz, se recompondo, ficando na Luz. - HOJE, MEUS " ACOMOANHANTES ", EU TROUXE FINALMENTE NOSSOS MOZOES AQUI, BILL, MABEL E DIPPOZO!

- Dippozo? - repito meio confuso.

- PRIMEIRA PERGUNTA:

" QUEM CARALHOS É A STELLA PELO AMOR DE JESUS " Para Bill.

- Por que eu tenho que responder isso? - pergunto, irritado.

- Por que se não, os leitores me aniquilam, e se eles me aniquilarem, voces desaparecem do nada. - a garota responde.

- Se eu responder, então eu posso ir embora desse lugar...? - perguntei.

- Pode sim.

- Bem... Stella é uma antiga amiga minha, ela sempre foi importante pra mim, por que antes do Dipper...

- CHEGAAAAA NAO PODE REVELAR MUITA COISA, ALGUNS PEQUENOS FATOS DEVEM SER MANTIDOS EM SEGREDO. POR UM TEMPO. - A garota diz, me interrompendo, e eu me calo.

" Com quantos capitulos você acha que a fanfic vai acabar? " Para Autor/a.

- Bem, primeiramente, eu não sei. A única coisa que posso falar é que não está tão perto de acabar, porém, não está nenhum pouco longe. E eu sou uma garota, chamada Stefany.

" O Will gosta de alguém? "

- O Will? Eu tenho certeza que não. - respondi por mim mesmo, já que o mesmo ficava longe de nos e meio escondido da plateia.

" Vai ter outra temporada após a fanfic acabar? "

- Eu, por mim, não quero fazer outra temporada. Tenho medo de estragar a historia que adorei escrever simplesmente por causa de eu não saber quando parar. - ela responde.

" Quem vai dar o primeiro beijo, Bill ou Dipper ".

- Com certeza eu. - respondi.

" Mabel, como esta depois de tudo aquilo? E como andam as coisas com o Will? "

- Bem, meu olho ainda está meio inchado, e meu pescoço ainda doi um pouco, mas graças aquela menina estranha, eu e o Bill estamos Bem! - ela responde, sorrindo. - O Will esta bem, também, mas... Ele ainda precisa de conforto após tudo isso acontecer com ele, então, vou dar meu melhor pra ajudar ele! - As vezes, sua animação me irrita.

" Dipper, qual é o motivo de você sempre estar sorrindo dessa forma, e o que aconteceu com as pessoas que não deixam você e sua irmã em paz? "

Eu encarei ele enquanto esperava sua resposta.

- Acho que... O motivo de eu sempre estar sorrindo, é por que eu vivi com a Mabel. Ela sempre me ajudou nos momentos ruins depois de algumas pessoas descobrirem que eu era bissexual, ela e a minha família. E, sobre aquelas pessoas, eu não sei o que houve... Pois o Bill perdeu um pouco da memória, ele não soube me responder.

" Bill, já pensou sobre a declaração de Dipper? Deveria pensar bem depois de tudo que passou, se sentir o mesmo, como você irá dizer aos seus pais homofobicos? "

Senti alguns olhares se direcionarem a mim.

- Eu ainda não parei pra pensar muito sobre isso, na verdade. Eu... Acho que veio muito do nada, por isso eu acho que não consigo pensar numa resposta definitiva para o que ele disse, e pelo que eu estou vendo, teve algumas pessoas que perguntaram qual pergunta o Dipper iria fazer para mim, saibam que... Eu não faço a mínima ideia. - respondi.

" Dipper e Bill, quando irão assumir o namoro? "

- Não estamos namorando. - eu digo.

- Não ainda. - Dipper diz.

- Como é?

" Ford, você irá explicar esse tipo de sentimento que o Bill sente pelo Dipper para ele? Ou acha melhor ele descobrir por si mesmo? "

- Não acho que seja necessário explicar exatamente, pois umas das minhas técnicas é apenas dar indiretas e dicas para o paciente, irei ajuda-lo a aceitar e explicar tudo que ele tiver dúvida sobre isso. - Ford diz, com um sorriso educado.

- Agora, o que todos querem saber... - ela faz um tipo de suspense...

" VAI ROLAR MABWILL?! "

Nessa hora, metade do mundo encarou meu irmão, que quase teve um infarto na hora.

- G-Gente, calma...

- Will e eu somos apenas amigos. - Mabel diz, sorridente. - É normal que as pessoas nos confundam com outra coisa, mas é apenas isso. Eu quero ajudar ele a superar todo esse trauma e culpa que ele Guarda, por que uma pessoa tão boa como ele não merece isso, nenhum pouco, ninguém merece, certo, Will?

- S-Sim. - meu irmão responde, ainda tímido pelos olhares que logo foram se cessando.

" País do Dipper, vocês são homofobicos ou tem algum preconceito? "

- Como meus pais não estão aqui, eu posso responder por eles. - Dipper começa. - Não, meus pais não sao homofobicos. Eles super apoiam um casal homossexual e não existe muito preconceito na minha família. Minha mãe dizia que... Meu pai era um homofobico, daqueles que queria matar mesmo, mas depois que eles se conheceram, minha mãe explicou realmente o que era o homossexualismo, e ele passou a aceitar, agora, ambos são a favor, tanto que quando eu tive meu primeiro crush em um garoto da minha antiga escola, meu pai fez de tudo pra me ajudar a conquistar ele, mas não sei muito certo, eles são os melhores.

" Vai ter preconceito quando eles ficarem juntos? "

- Provavelmente, por que, infelizmente, ainda existe pessoas de mente fechada que não aceitaram que todo mundo gosta do mesmo sexo e do sexo diferente e nem sabe, e acha que só por que prefere tal coisa é hetero. Não, more. Tudo mundo é gay, até os leitores, vocês não sabem, mas vocês são gays, eu sou gay, o mundo é gay - a menina diz 

" Mabel vai ficar com alguém? "

- Eu não tenho ninguém a vista... - Mabel comenta. - E mesmo se eu tivesse, seria difícil convencer o Dipper que ele ou ela seria uma boa pessoa...

" A fanfic vai terminar em tragédia, ou em um final feliz? "

- Eu não sei, hehehe...

" STELLA, QUEM E TU? QUAIS SÃO SUAS INTENÇÕES COM O BILL, E QUEM ERA A PESSOA COM QUEM ESTAVA FALANDO NO TELEFONE?!

Stella apareceu atrás da moça que fazia as perguntas, pela sua expressão, a coisatada da criança quase teve um infarto.

- Desculpe, eu não quis assustar. - Ela disse pra... Stefany.

- T-Tudo bem.

- Bem... Como o Billzinho tinha dito, eu sou apenas uma amiga... Minhas intenções? Eu apenas voltei para ajudar ele, a pessoa que eu estava falando no telefone... É o meu irmão, desculpe, não posso falar mais que isso, vocês iram descobrir mais sobre nós na continuação da história. - Ela termina, vindo até mim, dando um leve cafuné nos meus cabelos.

" Autora, quando você vai parar de me fazer ferver a cabeça com teorias, e me dar tantos tiros dessa forma?! "

- Ah amor, enquanto você ler minhas fanfic's, EU SEMPRE IREI ATIRAR EM VOCE, HAHA. EU SOU ASSIM, EU ESTAVA PLANEJANDO UM FUTURO HORRÍVEL PRO WILL, mas como vocês estavam gostando da fanfic, deixei essa ideia de lado, por enquanto... - ela termina, dando um sorriso fofo. - Bem, essas são as perguntas que foram selecionadas para esse capítulo, eu espero que tenhamos tirado algumas dúvidas de vocês, não tenho dia específico para dizer quando será postado outro capítulo normal, me desculpem pela demora.

- Argh, finalmente eu vou poder sair daqui, vamos logo. - Disse, me levantando e suspirando pesado, indo direto para a sai da daquele lugar


Notas Finais


Desculpem a demora >u<
Espero que tenham gostado das perguntas e tal...
Bem... ja sabem :3
Ah
Gentynha
Eu to começando um imagine do namjoon mozão lá no wattped, pra quem quiser ler, tá aq http://my.w.tt/UiNb/qlArPDjjVF
Enfim
Até o próximo capítulo
E desculpe a demora ♡
(Imagem do imagine na capa)
Quem não conseguir acessar, o nome é " Perfect "


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...