História Apenas Um Piloto - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sebastian Vettel, Shay Mitchell
Personagens Personagens Originais, Sebastian Vettel, Shay Mitchell
Tags Sebastianvettel, Shaymitchell
Visualizações 7
Palavras 649
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi amoras, tudo bem? ❤📚
Boa leitura amoras 📚❤

Capítulo 6 - Engolindo a seco.


Fanfic / Fanfiction Apenas Um Piloto - Capítulo 6 - Engolindo a seco.

Nina...


Aquela mulher, ela era a que perseguia a gente pra todos encontro, que horror! eu nem sei o que falar ou pensar, e ele beijou ela, mais parece que ele nem sabia que ela nos seguia.


Eu estava me preparando, pra o próximo grid, Hungria, vesti uma roupa bem social, eu estava realmente sexual em roupas do tipo.


- Nina! - chamou a assistente de meu pai.


- Oi! - me viro pra Raquel.


Ela diz sobre contratos, e logo seguimos pra o grid, ao chegar por lá, me deparei com a corrida já rolando, minha vontade era imensa de estar assistindo, aquele grid lá da arquibancada, torcendo por ele, suspirei e encarei a tela da TV.


Após a largada ter dado, meu coração ficou aflito, torcendo pra que tudo desse certo.


Suspirei a cada volta, não conseguia parar, que loucura, logo ele ultrapassou e parou no box, corri da janela pra observar, ao trocar voltou pra pista, ao voltar conseguiu voltar em primeiro, eu estava mais nervosa e aflita, eu desliguei a TV e sai da sala.


- Onde vai? - desci as escadas, corri no box da Ferrari, e lá estavam eles, preparados pra parada do Raikkone.


Ele trocou e voltou em segundo, oh meu deus, meu peito estava aflito demais, eu andei até o box da Mercedes, e lá vi Hamilton em 3°, não entendi nada, Bottas que estava em 3°!.


Estava torcendo pra que a Ferrari fizesse dobradinha, e logo que a bandeira foi esticada, ele passou voando, nem correndo foi, passou voando!.


- OH MEU DEUS!!!! - comemoro, como se fosse uma doida.


- VETTEL! - todos gritavam, eu pulava de um lado ao outro, eu me arrumei, ao ver o homem me olhar, e soltei uma risada, fiquei na porta, esperando eles estacionar, Alonso, estava no box.


Ele havia abandonado, quando me viu sorriu.


- Oi minha morena - ele diz todo manhoso, ele me abraça e eu sorrio.


- Meus parabéns - falei e ele beijou meu pescoço me arrepiando, ele sorriu e acenou, estava sem jeito, Vettel estacionou, e logo saiu do carro, fazendo dancinha, tirou o capacete.


Nossa, ele estava suado, o macacão chegava está marcado, aquele homem, nossa!.


Ele cumprimentou o pessoal da Ferrari, e logo que me viu, mordeu o lábio inferior e eu sorri de canto. Hamilton me abraçou e ele passou direto, Hamilton me pegou no colo.


- HAMILTOOOON - eu grito e ele me jogava pro alto e me agarrava de volta nos braços.


- Calma bebê - ele diz rindo e eu solto uma risada.


Eles pesavam e meus olhos não saíram do Vettel, como se ele fosse um imã!.


Eles conversavam, e eu subi primeiro, pra o palco, ao entrar, sorri e acenei, todos apludiam. Bottas subiu ao pódio, então Hamilton devolveu a posição, depois Raikkone e por ultimo, Vettel, com sua dancinha, soltei uma risada.


Após aqueles hinos, eu então entreguei o troféu ao Bottas, e desejei tudo de bom a ele, entreguei a Raikkone, e desejei sucesso, chegou a vez dele.


- Carey - ele me encarou.


- Vettel - eu entrego e ele e ele ergue, eu aplaudi, e ao final, eles fizeram guerra de champanhe, Raikkone e Bottas me pegaram no braço.


Fazendo banco e eu me sentei, eles me ergueram e resgitraram, Vettel nem ligava pra conosco, eu mesmo assim suspirei e no fim, segui pro hotel.


Estava no elevador, quando a moça entrou.


- Carey - eu rolei os olhos pra olha-la, e era a mulher que seguia eu e Vettel.


Ela me encarou, com um sorriso largo.


- Você e ele saia direto, o que houve?.


- Nada - respondi.


- Se tem interesse por ele, acho melhor desinteressar, ele me ama - ela sorriu e o elevador fechou após ela sair.


Engoli a seco aquilo, e coberta de champanhe, segui pro apê. Depois de um longo banho, coloquei o biquíni e fui nadar, a piscina do prédio era ótima!.


- Carey! - ouço uma voz conhecida.


- Vettel?.


Ele olhava pro meu corpo, e eu estava envergonhada pelo fato.


Notas Finais


Espero que tenham gostado 📚❤😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...