História Apenas Uma Brincadeira - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, Cherry_hoseok, Imagine, Jin, Você
Visualizações 184
Palavras 1.165
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii.. Cherry_Hoseok aqui.. 🍒🍒


Lindas, obrigada pelos favoritos e pelos comentários... Amoooooo VOCÊS💜

Capítulo 3 - Capítulo Único Part. 3


Fanfic / Fanfiction Apenas Uma Brincadeira - Capítulo 3 - Capítulo Único Part. 3

Eu não queria ir pra faculdade hoje, não quero ter que encarar o Jin.



Não consegui dormir lembrando do que aconteceu aquela noite, as cenas voltavam toda hora em minha cabeça. Eu fui muito burra de falar que eu o amo, mas se eu não tivesse dito, talvez ele ficasse mais irritado.



Eu estou confusa... Desejei tanto o amor dele, mas tudo parece ter voltado contra mim. Eu sou uma idiota, não devia ter brincado com os sentimentos dele.

Não deveria ter brincado com os sentimentos de ninguém, sei que sou bonita mas isso não significa que eu tenho que magoar os outros.




...




Já era quase 4 horas da tarde quando resolvi levantar da cama e tomar um banho, olhei-me no espelho e vi que meus olhos estavam bastante inchados. 



Não era pra menos, chorei praticamente a noite toda. 



Tentei não ficar pensando em Jin, que por sinal era uma tarefa muito  difícil. Me despi e entrei no box, tomei um banho morno e demorado. Aproveitei para lavar meus cabelos.

Depois de quase uma hora, eu já estava jogada no sofá assistindo um filme qualquer que estava passando na televisão. Fui até a cozinha para comer alguma coisa, mas eu estava deprimida e sem fome. Tomei um copo de água e voltei para sala, assim que sentei meu celular tocou. Era meu pai.

- Oi pai.. - Falei sem muito ânimo.

- Oi filha, como você está? - Falou animado.

- Ah, to bem..

- Tem certeza? Sua voz está diferente. Está triste com algo?

- Mais ou menos, pai...  - Suspirei e senti meus olhos arderem.

- O que aconteceu? É alguma coisa na Faculdade?

- É... Um garoto..

- Está apaixonada, certo?

- Sim, pai.. E por causa dele não vou na faculdade hoje. - Falei tudo de uma vez, meu pai é muito chato quando o assunto é meus estudos. Ele vai encher meu saco.


- Não filha. Você não pode fazer isso! Suas provas estão começando, e você não pode perder as matérias.

- Mas eu não quero ficar vendo ele, com aquela namorada ridícula dele.. - Choraminguei.

- É só você não olhar. - Meu pai quando quer ser chato consegue - Você vai hoje, e não se fala mais nisso..

- Você já foi legal, pai!

- E você já foi mais forte que isso, S/n.. - Susperei e permaneci calada - Agora tenho que desligar, fique bem filha. E não fique pensado nesse cara e vá estudar.

-Okay.. Tchau pai.

Encerrei a ligação, e joguei o celular no outro sofá.

Eu realmente não estou afim de ver o Jin. Mas acho que não tem outra saída.






...





Eu já estava  a uns  15 minutos dentro do meu carro, olhando o portão do campus sem ter coragem de entrar. Nunca imaginei ficar assim por causa de um homem, eu já estava deixando meu orgulho de lado, a única coisa que eu quero é aquele homem.


- Ai que droga! - Apoiei minha cabeça no volante. - Vamos lá, S/n..



Respirei fundo, peguei minha bolsa e sai do carro. O sinal já havia tocado, eu estava 30 minutos atrasada. Não tinha quase ninguém nos corredores.



Cheguei na minha sala, pedi licença para o professor e entrei.
Sem ter coragem de olhar para o Jin, abaixei minha cabeça e caminhei até uma carteira livre. A sala estava cheia hoje, não tive opção de lugar, sentei perto do Jin e seus amigos. Eu sentia seu olhar queimando sobre mim, e isso por um lado me incomodava.


O professor continou sua explicação, e eu tentei acalmar meu coração e prestar atenção na aula.




...





No intervalo fiquei sentada olhando  Jin e Yo Soo, um fazendo carinho no outro. Que raiva, eu deveria estar no lugar dela.



- Oi S/n ... - Kim Do Eun sentou ao meu lado, apenas olhei pra ele e sorri voltando a atenção para Jin. - Porque olha tanto para eles?



Que droga, ele percebeu!



- Não estou olhando pra  ninguém.. - Abaixei minha cabeça.


- Okay.. Tanto faz. - Ele sorriu e passou o braço por meus ombros. - Então, vamos fechar hoje, huh? - Beijou meu pescoço.



- Eu vou é fechar minha mão na sua cara, se não sair daqui agora.. - Falei entre dentes.


Com certeza Jin havia visto aquilo, e agora está pensando que estou tentando irrita-lo.

Tirei o braço dele de onde estava, e o empurrei.



- O que deu em você?



- Não interessa, agora sai daqui..



- Você é louca, garota..



Do Eun saiu rindo, mas nem liguei com aquilo. Voltei minha atenção para Jin, ele me encarava com uma expressão triste, pensei em sorrir para ele mas desisti da ideia quando ele puxou Yo Soo pelo braço e a beijou.



- Isso não vai ficar assim.. - Enxuguei a lágrima que havia  rolado.



Quando percebi já estava ao lado deles.



- Vocês não podem fazer isso em outro lugar!? - Jin se separou do beijou e encarou-me com um sorriso ladino.

 

- Sim, podemos. Mas queremos fazer aqui, não vejo problema nenhum. Você comprou o pátio do campus e criou suas próprias regras?



Isso é tão humilhante.. Eu queria chorar, mas vou ser forte essa vaca da Yo Soo não vai me ver chorando.



- Não comprei nada, mas talvez possa ter alguma garota que goste de você aqui  no campus, e se ela passar e ver essa cena ridícula?



- E quem seria essa garota S/n ? - Yo Soo perguntou em um tom de deboche, eu queria socar a cara dela.



- Você? - Jin perguntou se  aproximando de mim, apenas engoli em seco  e tentei formular alguma resposta em minha mente confusa.



- Você sabe, eu não preciso dizer..



- E porque é uma cena ridícula? - Deu uma palsa e aproximou-se mais, ele já estava tão perto, olhei para Yo Soo e sua expressão não estava tão boa como de segundos antes. Alguns alunos nos olhavam curiosos. - Se você estivesse no lugar dela, não seria ridícula. Não é mesmo?



- Jin.. Você  está muito perto, não acha!? - Yo Soo reclamou mas ele nem ligou para o que sua namorada havia falado.


- Eu queria odiar você! - Sussurrou, não pensei em outra coisa a não ser beija-lo.



E foi o que eu fiz. Mas antes de aprofundar o beijo, nos separamos por causa do grito da garota atrás de Jin.



- Porque fez isso sua vadia? - A garota partiu pra cima de mim, mas antes que fizesse algo Jin a segurou. - EU VOU MATAR VOCÊ!


- Calma Soo.. -  Ela se debatia nos braços dele, tentando se soltar para poder chegar até mim.



- Ele é meu .. VÊ SE ENTENDE ISSO.. - Gritou enlouquecida.



Eu queria dizer alguma coisa, falar que ele podia estar com ela mas o amor dele pertencia a mim.

Mas minhas pernas ficaram fracas, minha visão foi se escurecendo foi então que não vi mais nada.







..


Notas Finais


Bjssss... Até o próximo capítulo!!

Espero que estejam gostando

😗😙🍒


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...