História Apenas Uma Chance - Capítulo 43


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Gale, Gruvia, Jerza, Nalu, Romance, Zevis
Exibições 286
Palavras 1.244
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oie Meus lindos!
Obrigada por responderem minha pergunta, mesmo sendo a minoria eu já cheguei em uma conclusão e a história começou já tomar um rumo!
Boa leitura!

Capítulo 43 - Dias Passageiros


Natsu puxou uma cadeira para eu me sentar.

-Obrigada! – Falei me sentando.

Ele se sentou ao meu lado e esperando até todos estarem na mesa para comermos.

Continua... 

E então os dias foram passando... E cada vez mais os sintomas iam aumentando, ainda não cai na real, ainda não acredito que uma criança esta crescendo dentro de mim... Isso me deixa um pouco assustada, não sei como as coisas serão agora.

-Lucy você está me ouvindo? – Pergunta Levy indignada.

-Hã? Ah claro! –Tento disfarçar.

-Então o que eu disse? – Perguntou a Azulada indignada.

-Você estava dizendo sobre o novo penteado da Professora! –Tentei adivinhar...

Levy me olhou de lado emburrada.

-Poxa Lucy, pelo menos se esforce mais para adivinhar! – Disse Levy indignada.

-Desculpe eu estava perdida em meus pensamentos.

-Tudo bem... – Disse Levy dando um grande suspiro.

-Levy eu já volto! – Falei e sai correndo em direção ao banheiro.

Chegando lá, fui à primeira cabine vazia e comecei a vomitar... Eu estava enjoando só de sentir o cheiro de algumas coisas... Limpei minha boca e dei descarga. Quando eu estava voltando a onde havia deixado Levy acabo esbarrando em alguém.

-Me desculpe não vi você e estava com...

-Olhe por onde anda loirinha! – Diz a Albina revoltada.

Droga tantas pessoas para eu esbarrar e tem que ser logo nela... Preciso de umas férias, Urgente... Droga de novo...

Voltei para o banheiro correndo.

...

-Desculpe a demora Levy... –Falei meio desanimada.

-Está tudo bem Lucy? Você está pálida! – Disse ela preocupada.

-Tudo bem... Só esses enjoos chatos...

-Veja pelo lado bom, já está na hora de irmos embora.

-Verdade... –Tentei força o sorriso.

-Lucy! Levy! – Natsu veio correndo e acenando em nossa direção.

-Natsu!

-Lucy você está pálida! – Ele falou alarmado. 

-Eu estou bem... Só um pouco enjoada, normal...

-Consegue ir andando? Se não é melhor chamar o Loke.

-Eu consigo! – Me levantei meio tonta e Natsu me segurou antes q eu caísse.

-Vamos chamar o Loke! – Falou ele decidido.

Assenti derrotada. Natsu pegou meu celular e ligou para Loke enquanto eu esperava sentada ao lado de Levy. Não demorou muito para que ele chegasse.

-Lucy, você tem que se cuidar... Está comendo direito? – Pergunta Levy preocupada também.

-Sim estou... Mas tudo que como coloco para fora...

-Devia ir ao médico pelo menos para ele passar um remédio para amenizar isso... – Diz Levy

...

Chegamos ao médico e eu passei em uma consulta rápida.  Ele só me receitou alguns comprimidos para diminuir o enjoou.

-E então tudo bem? –Natsu estava me esperando encostado na parede.

-Sim, ele me passou uns comprimidinhos, agora vou fica bem! – Falei sorrindo meigamente.

-Ainda bem minha pêrinha! – Ele falou e me deu um beijo na testa.

-Heiii Pêrinha?? – Falei indignada fazendo biquinho.

-Uhum! –Falou ele me provocando.

-Aé? Moranguinho! –Disse o desafiando.

-Ow ai você já está apelando! É o nome daquele desenho de menininha!

Cai na gargalhada com a reação do rosado e ele também foi levado no embalo.

Voltamos para casa... Para a minha casa na verdade, Natsu estava passando uns dias lá, pois queria cuidar de mim.

Lucy off

Levy on

-A Lucy não estava nada bem hoje, estou um pouco preocupada... – Suspirei.

-Normal, é da gravidez, quem diria que aquele idiota vai ser pai! – Falou Gajeel enquanto trançava meu cabelo.

-Será que isso vai se mesmo bom para eles?

-Não sei e também não quero saber.

-Poxa Gajeel mostre um pouco de interesse... –Falei emburrada.

-Que foi minha baixinha, por que está se preocupando tanto com isso? – Provocou ele. –Está querendo um filhote também? Ou talvez dois...

Gajeel falou mordiscando minha orelha me fazendo arrepiar.

-Não me provoque! – Eu o empurrei o fazendo cair de costas deitado no sofá. Ele segurou meu braço me levando junto. Cai em cima de seu abdominal. O sorriso sacana dele me fez corar.

-Gihihi!

-Seu idiota...

-Correção. SEU idiota! – Ele falou sorrindo meigamente e mexendo em meus cabelos.

-Sim... Meu idiota... Só meu... –Deitei minha cabeça e deixei me levar pelas caricias dele.

Levy Off

Lucy on

-Natsu...

-Hum?

-Está acordado? – Ele estava deitado na minha cama com os olhos fechados e eu estava deitada ao seu lado.

-Não... Estou respondendo dormindo... – Debochou. Peguei uma almofada e coloquei em sua cabeça e segurei. – Lucy que história é essa quem me matar?

-Você não me respondeu direito! – Falei emburrada.

-Mas não é motivo para me sufocar! – Exclamou ele irritado.

Natsu se sentou na cama com a cara emburrada e se virou de costas.

-Ah... Não me diga que ficou com raiva disso...

-...-

-Natsu?

-...-

-Natsuzinhoo...

-...-

-Ah vai foi uma brincadeira...

-Que quase me matou!

-Para de fazer drama... – Eu o abracei e entrelacei minhas mãos em sua cintura.

Antes que eu percebesse, Natsu se virou e me empurrou me prendendo no meio dos seus braços.

-Acho que você merece ser punida. – Falou ele com um sorriso malicioso no rosto.

-E-espere! – Virei à cara envergonhada.

-Você não queria minha atenção?

-S-sim... Mas...

-Mas...?

-A-assim não... – Natsu começou a rir e se sentou na cama me deixando confusa. –O que eu falei? O que eu fiz?

-Nada minha loirinha! – Falou ele entre risos. – Só que você fica muito linda quando está com vergonha.

-N-n-não fale essas coisas do nada...

-Você é minha, por que não falaria? – Ele falou cum um sorriso meigo o que só me fez corar mais.

-Eu te amo Natsu Dragneel! – Falei sorrindo também. Ele ficou surpreso e acabou corando também.

-A-agora você que me pegou desprevenido... – Ele falou virando o rosto e coçando o queixo.

-Era a intenção! – Natsu me puxou e me deu um beijo apaixonado e calmo.

-Eu também te amo... Futura Senhora Dragneel...

-Como?? –Natsu apenas me deu um sorriso meigo e me deu um beijo na testa e se deitou ao meu lado fechando os olhos para dormir. –Hei! Eu não entendi a ultima parte! Não dorme nãoo, Natsuuu!

...

E então três meses se passaram e estava chegando o dia da formatura...

-Lucy não acredito que você deixou para ver o vestido na ultima hora! –Disse Levy indignada tentando fechar meu vestido com dificuldade.

-Desculpe Levy... Mas se eu tivesse visto antes, não iria caber mais... – Falei um pouco decepcionada. –Aii!

-Desculpe, mas vamos ter que pegar um tamanho maior, esse não entra!

-Mas ele é lindo... –Choraminguei.

-Pega do mesmo modelo, mas com um tamanho maior!

-Eu falei pra você não comer muito por que iria engordar... –Falou Natsu chegando junto com Gajeel. – Agora quero saber por que tive que vir junto?

-Também queria saber... – Disse Gajeel entediado.

-Por que sim! – Falamos juntas.

-Agora parem de reclamar! – Disse Levy irritada.

-Posso pelo menos ficar lá fora? – Perguntou Natsu.

-Tá bom... Vai! – Falei derrotada.

Natsu saiu e Gajeel foi atrás dele.

-Okay Lucy, vamos tentar esse!

Comecei a me sentir mal de repente... Minha cabeça estava doendo Muito.

-Lucy Você está bem? – Perguntou a azulada preocupada.

-Eu não sei... Minha cabeça está doendo... Não sei o que é isso...  – Comecei a sentir uma dor no pé da barriga em seguida.

-Ai meu deus Lucy você está sangrando! –Disse Levy alarmada.

-Que? – Olhei para baixo e estava toda suja de sangue. Cai de Joelhos perplexa quando vi aquele sangue todo.

-Lucy! Alguém me ajuda por favor! Minha amiga está passando mal! –Levy me tomou em seus braços e começou a gritar desesperadamente.

Natsu e Gajeel voltaram correndo...

-Lucy!!! – É a voz do Natsu... Desculpe Natsu...

Depois daquilo eu não vi mais nada...

Continue. 


Notas Finais


Bom mais uma vez agradeço pela colaboração de vocês e por todos os favoritos!
Espero que tenham gostado!
Beijos da tia vampirinha :3
Até a próxima noite!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...