História Apenas Uma Chance - Capítulo 44


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Lucy Heartfilia, Natsu Dragneel
Tags Gale, Gruvia, Jerza, Nalu, Romance, Zevis
Exibições 314
Palavras 1.031
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente dessa vez o capitulo saiu mais rápido... Eu estava inspirada então quando eu peguei para escrever foi logo de uma vez...
Boa leitura!
Nas notas finais vou deixar o link de uma trilha sonora, para vocês ouvirem enquanto leem.

Capítulo 44 - Mistérios... Por que?


Fanfic / Fanfiction Apenas Uma Chance - Capítulo 44 - Mistérios... Por que?

-Lucy! Alguém me ajuda, por favor! Minha amiga está passando mal! –Levy me tomou em seus braços e começou a gritar desesperadamente.

Natsu e Gajeel voltaram correndo...

-Lucy!!! – É a voz do Natsu... Desculpe Natsu...

Depois daquilo eu não vi mais nada...

Continue. 

Lucy foi levada as pressas ao hospital. Natsu andava de um lado para o outro em frente à sala de emergência esperando uma noticia de sua amada.

-Calma Natsu, vai ficar tudo bem... – Levy tenta acalmar o rosado, mas o ele não quis escuta-la... Estava se lembrando de quando Lucy foi internada pela primeira vez... De como ele ficou mal com aquilo, mesmo não sendo próximo dela naquela época e do que o medico disse... Sobre as sequelas.

-Droga, por que eles não dão uma noticia... – Natsu soco a parece em fúria.

-Por favor, senhor, mantenha a calma, logo o médico dirá como ela está! – Disse a enfermeira à tentativa inútil de acalmar Natsu.

Passaram-se 20minutos e nada do médico aparecer... Levy estava tensa e Natsu nervoso com a demora. O silencio era cortado por barulho de maquinas e conversas paralelas... O ponteiro do relógio marcava mais um minuto sem respostas.

-Já chega eu vou entrar naquela sala! – Falou Natsu se levantando e indo em direção à sala onde Lucy estava. A enfermeira tento impedi-lo, mas não conseguiu.  

Com um movimento brusco, Natsu abriu a porta e deu de cara com sua namorada desacordada em uma maca.

-Senhor você não pode entrar aqui! – Disse a enfermeira o alcançando.

Natsu estava em choque por ver Lucy naquele estado.

-Tudo bem, é namorado dela tem direito de saber...  – Falou o médico com seriedade.

A enfermeira se retirou e deixou Natsu naquela pequena sala.

-Sente-se, por favor! –Falou o Médico indicando uma cadeira ao lado de sua mesa. – Eu já ia chamar você.

Natsu não conseguiu dizer uma palavra se quer e quando o doutor disse isso ele engoliu seco.

-Então... Não vou mentir para você o quadro da Lucy é grave... Ela corre risco de perde o bebê...

-Como...? – Natsu estava incrédulo da situação... Ela estava bem, por que isso está acontecendo agora? – Por quê?

-Digamos que o organismo da Lucy está fraco... Não está conseguindo nutrir a criança de forma correta... Ele não está tento forças para se desenvolver... Esse sangramento foi um sinal que não podemos ignorar... Veja bem, ela está com três meses e mesmo assim ocorreu esse sangramento, isso não é um bom sinal...

Natsu escutava cada palavra do médico incrédulo. Seu rosto estava pálido e suas mãos suavam...

-Vamos fazer uma série de exames nela para ver o que e por que ocorreu o sangramento.

-E-ela vai fica bem?

-Estamos sendo otimista garoto... – O médico colocou sua mão no ombro de Natsu na esperança de tranquiliza-lo

Natsu on

Por que... Por que isso está acontecendo? Eu estava com tanto medo disso... Eu não quero perde ela e nem nosso filho ou filha... Sai da sala do médico e expliquei para Levy à situação, na mesma hora a azulada começou a chorar Gajeel tentou consolar ela...

-Melhor você ir para casa Levy... Eu mando noticias. – Tentei sorrir. Levy assentiu e se despediu junto de Gajeel.

Sentei-me naquela cadeira e coloquei as mãos no rosto... Não... Isso não pode estar acontecendo... Lucy... Por favor... Não consegui controlar as lagrimas que agora não paravam de descer...

Algumas horas se passaram...

-Natsu? –Perguntou a enfermeira.

-Oi? –Respondi com ansiedade me levantando.

-Lucy acordou, venha! – A enfermeira falou com um sorriso no rosto.

Eu a segui e ela me levou até um dos quartos, abri a porta e lá estava ela... Sentada na cama olhando para a janela com os cabelos voando com a brisa de fim de tarde que vinha da janela.

-Lucy... – Falei ao entrar no quarto.

Ela se virou para mim com lagrimas no olhar.

-Natsu! – Corri para abraça-la. – Natsu eu sinto muito...

-Não precisa se desculpar... Vai ficar tudo bem okay? – Lucy assentiu com a cabeça.  

- O resultado dos exames... Vão sair pela manhã... Não precisa ficar aqui...

-Por que diabos você acha que eu irei te ouvir? – Falei com firmeza. – Eu não vou te abandonar... Não vou conseguir dormir a noite sabendo que você estará aqui sozinha... –Uma lagrima escorreu de meu rosto, mas eu limpei imediatamente...

-Tudo bem... – Lucy me deu um sorriso gentil. – Eu sabia que você não ia aceitar ir embora... Por isso...

O médico entrou no quarto com dois seguranças ao seu lado.

-O que? –Perguntei ao ver os dois seguranças.

-Senhor Dragneel, peço que se retire! –Falou o médico com a expressão séria.

- Por quê?

-A senhorita Heartfilia precisa descansar... Esses dois iram te acompanhar. – Seguraram um em cada braço meu e me arrastaram para fora, eu estava sem reação... Por que ela fez isso, por que não me quer por perto?

...

Natsu off

Lucy on

-Acha que isso foi mesmo necessário Lucy? –Perguntou o Médico com um pouco de dó do Natsu.

-Se não fizéssemos isso ele não iria embora... – Falei observando a vista da janela ainda com lagrimas nos olhos...

-Uma hora ele ira descobrir...

-Sim, mas ainda não é a hora certa... Não quero o fazer sofrer... Mais do que já estou sofrendo.

Lucy off

Natsu foi para casa, incrédulo por o que acabará de acontecer... Como Lucy pode fazer isso com ele... Ele só queria fica perto dela...

Chegando a casa seu celular tocou e era Levy.

-E então? Como ela está? – Perguntou a Azulada ansiosa.

Natsu deu um suspiro e então a respondeu.

-Ela acordou... Disse que os resultados dos exames iram sair amanhã de manhã...

-E você ainda está no hospital?

-Não...

-Por que não??

-Fui... Expulso de lá... – A voz de Natsu tremeu ao falar isso.

-Expulso? Por quê? – Perguntou Levy descrente.

-Eu... Eu não sei...  Eu falei para Lucy que não podia abandonar ela e de repente... Dois seguranças apareceram na porta e me tiraram do quarto...

-Caramba...

-Desculpe Levy... Tenho q desligar.

-Tudo bem... Se cuide.

Natsu desligou o celular e jogou ele contra a parede de frustação. Encostou-se à parede e foi deslizando até se sentar no chão.

-Droga... Droga, droga, droga! – Falou ele entre lagrimas.

Continua... 


Notas Finais


Musica: https://www.youtube.com/watch?v=B47T36sXCfE
Sim eu quero fazer vocês chorarem... Por que eu também choreiiii Buaaa! ;-;
Não gente, eu não sou sem coração, tanto que chorei escrevendo :c
Por que sera que a Lucy não deixou ele ficar com ela?
Teorias?

Até a próxima noite!
Beijos da Tia vampirinha.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...