História Apenas uma chance - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Sehun
Tags Baekhyun, Chanbaek, Chanyeol, Comedia, Missxiao
Exibições 65
Palavras 2.260
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Fluffy, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Finalmente férias, e como não tenho nada à fazer, eu fiz essa OS hoje..e coisinha simples mas espero que gostem.

Boa leitura! pra quem for ler.

Capítulo 1 - É como minha mãe sempre dizia


-Fala.-espondeu com a maior educação do mundo, sinta a ironia na "educação".


-Baconzito lindo, o que você acha de sair comigo hoje uhn?.-Falei pra ele, com a esperança de que hoje o trem iria pra frente e com o Bacon junto.


-Chanyeol seu idiota onde conseguiu meu número? .- Nossa ele tava todo estressadinho hoje. Não só hoje todos os dias esse garoto e assim.


-An...sabe e que hn...sabe aquele seu amigo afeminado Luhan!? Então foi ele que passou pra mim.-Falei ja afastando o celular do ouvindo, porque do jeito que esse menino e estressado era bem capaz de grita... e dito e feito, gritou até as gerações futuras da minha família. 


-ARG, EU VOU MATAR O LUHAN, CHANYEOL VAI PROCURAR O QUE FAZER DA VIDA SEU IDIOTA, JA FALEI É VOU REPETIR, EU NÃO VOU SAIR COM VOCÊ HOJE, NEM AMANHÃ, E NEM NUNCA, TCHAU.-Nossa doeu o coração? doeu admito, mas sou uma pessoa insistente e não vou deixar o Baek meu amorzinho, quer dizer futuro amorzinho me dar um fora de novo, terei que pensar em algo pra fisgar ele e seu coraçãozinho insensível.


→☆←



É essa minha paixão pelo o serzinho de um metro e meio começou de um dia pra noite e foi mais ou menos assim.


Um belo dia eu estava caminhado até a quadra de basquete onde ficava atrás da escola e la eu vi ele, e meu coração so falto sair pela boca e dar pulinhos de tanto que bateu, ele estava lindo com uma blusa do time, que fique claro que a blusa era mais grande que ele. É ele estava uma gracinha tentando fazer uma cesta, ele ria dos erros por não conseguia fazer nenhuma cesta, e quando ele virou para trás e deu aquele sorriso retangular que mata qualquer pessoas, mas tenho que dizer que foi essa hora que meu mundinho de ilusão caiu, o sorriso lindo, maravilhos, magnífico, esplendoroso, Chega Chanyeol ja entenderão, foco na narração. 


Continuando o sorriso que ele direcionava era para um carinha que fazia parte do time de basquete, e ele até deixou a bola de lado e foi saltitando para pular no colo do carinha que tinha mais fama de galinha pegador que sei lá o que.


Depois que ele se beijaram , eu até sai dali, mentira sai nada gosto de sofrer e fiquei vendo eles se beijando por uns três minuto e sem pausa e depois sairem de mãos dadas e foi a partir daquele dia que comecei a ser trouxa, mas não qualquer trouxa e tipo aquele trouxa master, mais é como minha mãe sempre dizia.


"O não você ja tem na vida, agora você tem que correr atrás do sim."


E por isso a exato três meses que eu soube que o Baek tinha terminado com aquele cara, que por um acaso estrondoso soube que se chamava Jongin é era o tal "moreno sedução", pelos deuses sou mais eu. 


Mas voltando ao assunto, faz três meses que estou tentando algo com o Baekkie é nada, ele so sabe massacra meu Heart, me pissotei sem dó e piedade, so fica mandando eu ir me fuder ( se ele for se fuder comigo até penso em ir), mas enfim só sabe me dá um fora atrás do outro, e isso é frustrante mas eu tenho fé que hoje quando eu chegar no colégio eu vou conseguir, porque o Sehun que ja pego mais gente, isso mesmo gente porque aquele pega homem e mulher e sabe sei lá o que mais, ele viu meu sofrimento e me falou que me daria umas dicas pra fisgar meu boy e espero que dessa vez de certo, eu espero.


→☆←


Quando cheguei no colégio não tinha muitas pessoas, mas consegui encontrar o Sehun encostado em seu armário com uma menina do seu lado, quando me viu ele falou algo para a menina que olhou e me deu um olhar desdenhoso, aff acha que vou dar pro boy dela haha, boy dela o Sehun, Sehun boy dela haha, entenderam? não né, sem graça eu sei, desculpe.


Mais continuando, ele despacho a galinha oferecida e deu um sorriso, Sehun é um cara bonito mas não e meu tipo, porque se fosse seria mais fácil que o Baek, mais fazer o que! eu so constumo me apaixonar por pessoas complicada ne. Cheguei perto do Oh e o cumprimentei com um aperto de mão. 


-Fala ai cara.-devolveu o comprimento.


-Oi, bom qual e a dica?.-Ja cheguei indo direto ao assunto, porque Park Chanyeol ja sofreu demais pra enrolação. 


-Calma apressadinho, vamos na cantina comer algo enquanto conversamos. 


Eu fui ao lado de Sehun até a cantina, ele pediu uma sobremessa de muse de morango com pedacinhos de chocolate , e eu pedi um café preto amargo como a minha vida, eu sei sou um pouco dramático, mais isso é por causa da minha paixão pelo baixinho que só fica me ignorando mais como falei anteriormente eu sou uma pessoa persistência, perseverante, e não vou desistir tão cedo.


Depois que os nossos pedidos chegaram, o Sehun começou a pigarriar baixinho, depois eu sou o louco.


-Então Chanyeol o que tenho que te falar e ignore, faça ciúmes, e mostre a ele o que perdeu. - Olhei pra cara dele com cara de " para vai veio, tu deve ta de zua com a minha cara so pode ne mané", eu querendo conquisa uma pessoa e ele mandando eu ignorar e fazer ciúmes vê se pode.


-Ta de brincadeira né. -Falei olhando pra ele a espera dele falar " zueira cara so tava tirando uma com a sua cara"


-Beincadeira? lógico que não, e sério o que to falando cara.- Eu pensando que ele traria uma salvação pra minha situação.


-Como você acha, que , eu , vou, conseguir, conquista o meu Baekhyun ASSIM.-Falei pausadamente e um pouco alterado.


-Hey cara menos, muito menos.-Falou sério, até senti um medinho, mas bem pequeno sabe, afinal sou macho, muito macho.


-Foi mal, desculpa-me é que eu estou meio que desesperado sabe.-Falei puxando meus cabelos de frustração. 


-Vou so releva porque sei muito bem o que esta passando. -Opa então ele ja passo pela mesma coisa que eu.


-Ohh você ja passou por isso? serio? como foi. -Minha curiosidade falou alto.


-Nao te interessa. - me lançou um olhar reprovador.-É estamos aqui para falar de você. 


-Certo, desculpa-me.


-Ok, como você não ta querendo fazer o que acabei de falar, vamos para o plano B.


-Plano B?.-Perguntei confuso.


-É. Anh - Colocou a mão no queixo com ar de pensador. -O que você sabe fazer? sabe cantar? sabe dançar? sabe tocar alguma coisa?


Ele me jogou todas essa perguntas tudo juntas e eu pensei bem, bom eu sei tocar alguns instrumentos e um deles é o violão, ja cantei mas só para minha mãe, o que será que ele vai querer aprontar. 


-Anh.-pigarriei um pouco.-Eu sei tocar violão e bem não sei cantar mas ja cantei pra minha mãe e dançar sou um desastre. 


-Ahhhh ótimo!.-Falou batendo palmas, credo ele deve ser louco. -Sabe o festival que vai acontecer daqui duas semana?.-Ele me pergunto e eu assenti com a cabeça .-Então lá você irá cantar e tocar para o Baekhyun e se depois de tudo isso ele não te quiser eu te quero.


WHAT??????? como assim ele quer que eu cante, se fosse tocar até que eu pensaria MAS ele quer que eu CANTE, ele so pode ter pirado na batatinha.


-Tá louco Sehun, eu mim no cantar.-Falei embolado.


-Mim não cantar então mim não ter Baekkie. -Ele falou do mesmo jeito que eu anteriormente. 


-E sério, como você quer que eu cante pra todo mundo em? 


-Com a boca né. -Nossa sério.-Mas você vai ter tempo de ensair e eu vou te ajudar ok, e também outra coisa até lá, sem falar com o Baekhyun, sem se declarar todo dia para o Baekhyun, sem mandar cartinha de amor para o Baekhyun, se...


-Chega, chega ja entendi. -Cortei sua fala.


-Que bom que entedeu, então ja vou indo tá. -Ele se levantou, mas tive que lhe pergunta algo antes. 


-Hey Sehun, aquilo que você disse se o Baek não me quiser e..e eu sabe?-Falei na esperança de que ele entendesse porque não consegui falar direito.


-Assim.-Ele falou rindo.-Era brincadeira cara.


Ele se virou de costa e foi caminhado para o pátio e eu fiquei lá sentando uns cinco minutos e quando iria voltar para o pátio, eu vi ele entrando na escola, e nossa ele até quis voltar embora, doi sabe que ele não gosta da minha presença, e se eu não tivesse falado com o Sehun quase agora eu com certeza iria atrás dele. Fui caminhado e passei por ele e nem o olhei, e pela expressão dele, ele deve ter ficado chocado.


Peguei meu rumo pra minha sala e o ignorei o dia todo, não corri atrás e nada disso e assim seguiu até o festival, eu sempre o ignorando e ele sempre franzido as sobrancelhas e eu tava gostando porque teve até um dia que ele veio e pergunto se eu tava bem, claro que eu não fui e pulei encima dele, lógico que não eu estava seguindo o conselho do meu amigo e falei só um " estou bem obrigado" e dei a costa a ele, se eu quis voltar e puxar assunto? sim, claro que quis, mas me contive e fui embora.


E sim o Sehun nesses meses ele se tornou bem próximo de mim e posso até falar que é amigo, ele me ajudou a ensaiar a musica que eu eu irei cantar, ele até me ajudou fazer ciumes para o Baek.


E a semana foi se passando e o festival já era amanhã , vocês não faz idéia o quanto eu me encontro nervoso , e quase uma da manhã e eu to aqui deitado enrolado em um coberto até a cabeça e todo frustrado, acho que comi toda minha unha, não tava me aguentando e tive que ligar para o Sehun.

 


-Alô.


-Sehun eu não to aguentando de tão nervoso que estou.


-Ah Chanyeol! eu não acredito que você me ligou pra nada.


-Desculpa eu precisava falar com alguém. 


-Tudo bem, eu sei que você está nervosa, mais tenta dormir ta, porque eu to morrendo de sono.


-Mas Sehun...


Que amigo! desligou na minha cara, agora eu estou aqui quase tendo um ataque do coração, fiquei pensando tanto no que poderia acontecer amanhã que acabei adormencendo.


Acordei era duas da tarde e vi que dormi até demais, ja que hoje é o festival e não tem aula na escola.


Me levantei e fui arrumar uma roupa e tomar um banho bem tomado e nesse tempo Sehun chegou em casa e começou a falar e falar..


-Nossa Chanyeol já e quatro e meia e você ainda não esta pronto. 


-Pronto, como estou?.-Dei uma voltinha.


-Ta lindou.-Falou revirando os olhos e se levantando.-Agora vamos senhor.-Falou abrindo a porta e apontado que eu deveria sair primeiro. 


Minha mãe deu carona pra gente até onde seria o festival, chegamos la era por volta das cinco e dez e já estavam chamando quem iria se apressentar e meu nome estava próximo. 


Sehun me puxou para atrás do palco onde se encontrava todos os participantes que iria mostrar algum talento e quando chamaram meu nome, meu coração deu um solavanco que pensei que iria morrer.


-Agora e sua hora Chanyeol, vai lá e arrasa.-Sehun falou empurrando eu para o palco.


Entrei no palco e olhei a multidão e entre toda aquela imensidão de pessoas encontrei um Ser Humano baixinho que me olhou e pra mim so bastava seu olhar para que toda aquelas pessoas sumisse e só tivesse eu e ele ali.


Arrumei o violão no meu colo e comecei a cantar, era uma canção bonita que resumia minha situação atualmente e espero que ele entenda que seja para ele essa música. 




Sempre que fecho meus olhos

Apenas vejo você, 


Você faz meus dias me iluminar mesmo me ignorando, 


Sei que não sou o suficiente para você, 

Mas você poderia me dar uma chance,

Apenas uma chance,

Apenas uma chance.


Você sempre me manda embora,

É eu sempre volto, isso deve ser chato sim?


Mas ninguém manda nos sentimentos certo?

Apenas queria que meus sentimentos apenas fosse correspondido nem que fosse um pouco.


Eu te peço apenas uma chance,

Apenas uma chance,

Uma chance.


Terminei a música e todos olhavam para mim em silêncio, e depois de alguns segundos começaram a me aplaudir e alguns até com lágrimas nos olhos, olhei para trás e observei Sehun me aplaudindo e ele manuseio a cabeça para frente. Olhei onde ele apontava e vejo Baekhyun me aplaudindo. 


Muitas pessoas começaram a gritar meu nome, e o de Baekhyun,lógico todo mundo tinha sacado que a musica era pra ele, afinal quem não viu a luta de Park Chanyeol a cada dia em busca do amor de Byun Baekhyun, ele ficou todo coradinho e foi quase empurrando para o palco, quando ele subiu,eu deixei o violão ao lado e caminhei até ele.


Quando estavamos frente a frente a platéia ficou em um silêncio é o Baekhyun que agora posso chamar de mozinho, mozão, mormorzão porque depois do que ele fez até eu fiquei sem reação na hora, e meu povo o BAEKKIE ME BEIJOU !.


Quase surtei no momento mas correnspondi o beijo depois da surpresa, foi um beijo calmo e doce, depois que o beijo se findou ele sussurrou em meu ouvindo.


-Uma chance Chanyeol, apenas uma chance. 


Se eu quase morri? lógico que morri em um minuto e ressuscitei em outro. Dei um sorriso maior que minha cara e o abracei e ele sorria e a platéia nós aplaudiu. 


E agora sim PARK CHANYEOL ta completamente feliz.


Afinal e como minha mãe sempre dizia. 






"O não você ja tem na vida, agora você tem que correr atrás do sim."








Notas Finais


Chanyeol foi trouxa? Sim foi.

Mas e como diz o ditado.

"O não você ja tem na vida, agora você tem que correr atrás do sim"

Espero que tenham gostado!

Bjos^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...