História Apenas uma dança (one shot - gastina) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Gaston, Nina, Personagens Originais
Tags Gastina, Sou Luna
Visualizações 77
Palavras 3.447
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Hentai, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem
Desculpa pelos erros de ortográfia
Boa leitura 🖤🖤🖤

Essa pequena 👇 é a Laysa

Capítulo 1 - Capítulo único - one shot


Fanfic / Fanfiction Apenas uma dança (one shot - gastina) - Capítulo 1 - Capítulo único - one shot

NINA ON

Hoje eu acordei super animada, porque ontem eu me entreguei ao homem que eu amo, meu namorado o Gaston, me levantei e foi em direçao do banheiro quando entrei comecei a me despir depois de totalmente despida entrei no box e liguei o chuveiro cada vez que a água batia contra meu corpo eu imaginava o Gaston me tocando assim como ele fez ontem eu ainda nem acredito que perdi minha virgindade, terminei meu banho e fui ao meu quarto vesti o uniforme do Blake, pentiei meu cabelo e passei um gloss rosinha, depois de pronta desci peguei uma maçã e foi em direção ao Blake, chegando lá logo encontrei o Gaston e foi até ele

Nina: oi meu amor - quando eu ia dar um beijo nele ele vira o rosto

Gaston: que amor oque garota

Nina: o que aconteceu? porquê vc tá assim comigo?

Gaston: porque eu não te amo - lágrimas começaram a descer pelo meu rosto - vc quer saber a verdade? - assenti, nesse momento todos já estavam olhando pra nós - bom eu fiz uma aposta que eu conseguiria te levar pra cama e tirar sua virgindade, e olha so eu consegui

Nina: não acredito

Gaston: pois pode acreditar, vc não passa de uma nerdizinha ninguém nunca vai gostar de vc sua vadia - todos os alunos já estavam rindo de mim

Nina: para já chega, porque fez isso comigo? 

Gaston: ah eu fiz pra me divertir, ah e outra coisa enquanto a gente "namorava" eu te trair várias vezes 

Nina: não isso não é verdade 

Gaston: aí quer saber tchau cansei de perder meu tempo com vc sua nerd insignificante - ele saiu rindo mais os seus amigos, corri pra dentro do banheiro e me tranquei dentro do mesmo, por onde eu passava riam de mim

1 semana depois

1 semana se passou desde daquele dia, o pior dia da minha vida, bom eu saí do colégio até porque não dava pra continuar todos os dias eu era zuada me chamavam de vadia, nerd entre outras coisas, agora nesse momento eu tô de frente pra minha mãe com um teste de gravidez na mão esperando dar o  resultado, aí vocês se perguntam como vc foi deixar isso acontecer a simplimeste aconteceu e o pior e que se eu estiver grávida esse filho vai se do Gaston...

Ana: filha, o resultado saiu

Nina: iai mãe eu estou grávida

Ana: sim meu amor vc esta - comecei a chorar então ela me abraçou

 Nina: não mãe não pode ser verdade, isso não pode estar acontecendo

Ana: oh meu meu amor, mas infelizmente estar e não podemos fazer nada - chorei anda mais enquanto ela acariciava meu cabelo -vc vai contar pro Gaston? - sim, minha mãe sabia sobre o Gaston e todo o resto eu nunca foi de guardar segredos dela

Nina: nao, o Gaston não vai nem saber que essa criança existe esse bebê e do meu, apenas meu 

Ana: tudo bem meu amor, e não se preucupe eu vou te ajudar com o bebê, mas a senhorita nem pense em parar de estudar 

Nina: tá mãe, até porque acho que eu não vou precisar trabalhar tão cedo - bom eu vou explicar, eu e minha família somos ricos, mas ninguém lá da escola sabe quer dizer sô o Gaston, mas deixa pra lá

Ana: nisso vc tem razão, mas agora vamos deixar de chororo e se deitar pra dormir viu mocinha

Nina: tá bom, boa noite mãe

Ana: boa noite filha - ela apagou a luz e saiu do meu quarto, me ajeitei na cama e fiquei pensando em tudo o que estava acontecendo

3 anos depois...

Nina: o que?

Alicia: pois é, parece que vc vai ter que participar com outra pessoa

Nina: não acredito, mas sô o Cabo sabia os passos

Ana: é amiga, mas ele infelizmente inventou de cair da escada

Nina: isso tá indo de mal a pior 

Luna: mas amiga mudando de assunto já conseguiu fazer aquele passo lá

Nina: ainda não

Juliana: gente venham todos aqui - a nossa professora nos chamou, fomos até lá e todos se sentaram em volta dela - bom como vcs sabem infelizmente o Xavier par de dança da Nina acabou se acidentando...

Nicole: ou seja vou ficar no lugar dela, como era pra ser desde do princípio

Nina: oh garota vê se abaixa a tua bola aí

Juliana: chega né gente? Bom Nicole na verdade nos arranjamos um substituto para a Nina, até porque se deixascimos essa competição nas suas mãos estaríamos perdidos

Todos - Nicole e Juliana: uouuuuu

Luna: toma destraida

Ana: toma-le pau Nicole

Federico: depois dessa eu nem dormia

Juliana: tá bom gente já chega

Nicole: isso é uma injustiça, e mim fiz uma coisa como vc arranjou um substituto se todos o meninos daqui já tem par

Juliana: 1 eu e quem decido se é justo ou não 2 isso não te interessa, mas como eu ia chegar nesse ponto eu vou responder

Todos - Nicole e Juliana: toma!

Nina: hoje vc tá recebendo cada parada em Nicole

Nicole: cala a boca menina

Nina: vem calar

Juliana: CHEGA, será que vcs não sabem ficar quietos não

Todos: foi mal, Juliana

Juliana: bom como eu ia dizendo, irá vim um novo aluno ele ficará por tempo um tempo limitado

Alicia: deixa eu adivinha, ele reprovou nas provas

Juliana: exatamente, mas como eu estava olhando irá dá tempo o suficiente pra ele aprender a dançar...

Nina: pera, pera, pera ele não sabe dançar ballet

Juliana: infelizmente não, mas se ele quiser a nota irá aprender rapidinho

Nina: se vc esta dizendo eu acredito

Juliana: não precisa se preocupar, como eu ia dizendo irá dá tempo dele aprender a dançar, aprender a coreografia e também participar da competição, tudo bem por vc Nina

Nina: tudo certo, mas vc tem certeza que ele aprende né? Porque essa é a minha única preocupação

Juliana: então não se preucupe tudo vai da certo, bom era do isso estão todos dês, até amanhã

Todos: até

Pegos minhas coisas e visto uma roupa por cima da de balé, saio de lá e vou pra casa, chegando lá...

Laysa: mamãeeeee - fala e corre vindo me abraçar

Nina: hummm que abraço gostoso

Laysa: eu sei! Eu tenho o melhor abraço do mundo inteirinho

Nina: ihhh vc tá muito convencida

Laysa: o que é convencida

Nina: é uma pessoa que se acha

Laysa: eu não me acho eu sou

Nina: aí meu Deus minha filha é uma convencida - rimos e a minha mãe chega na sala

Ana: de quem será que ela puxou em?

Nina: de mim e que não foi

Laysa: em tão foi do meu papai

Nina: é acho que foi

Laysa: ele era convencido - eu nunca falei o que realmente aconteceu entre mim e o Gaston até porque ela não entenderia 

Nina: sim ele era é muito viu

Laysa: mamãe eu quero conhecer ele - ele falou com uma tristeza no olhar que me fazia derreter

Nina: oh meu amor, vc sabe que não tem como

Laysa: mas mamãe

Nina: nada de mas Laysa, vc sabe se eu soubesse onde ele estar a primeira coisa que eu faria era te levar lá - e realmente eu faria isso, até porque o que eu mais quero é ver minha pequena sofrer

Laysa: desculpa mamãe

Nina: tudo bem meu amor - nos abraçamos - mas e agora que tal a gente ir tomar um banho na piscina

Laysa: vamos sim - falou e me puxou para o andar de cima - mamae pega um biquíni pra mim

Nina: pego sim meu amor - peguei um rosinha com azul claro - vem deixa a mãe colocar em vc - ela veiu e eu coloquei o biquíni nela - olha como a minha princesinha está linda

Laysa: estou mesmo, mas agora vai logo mamar eu quero ir tomar banho

Nina: tá tá meu amor mamãe já volta - foi no meu quarto e opitei por um biquíni preto simplisinho, vesti ele e foi no quarto da minha filha a peguei no colo e fomos direto pra piscina, lá passamos a tarde todo quando anoiteceu a coloquei pra dormir e foi dormir também 

DIA SEGUINTE

GASTÓN ON

Acordei fiz minhas higienes matinais e desci pra comer algo

Melissa: Gaston, hoje começa suas aulas de balé

Gaston: sim mãe eu já sei

Luis: então vai logo garoto pra não chegar atrasado

Gaston: tá tá já tô indo, tchau mãe, tchau pai 

Luis e Melissa: tchau filho - sai de lá e foi direto pra a academia de Ballet, chegando lá

Xxx: oi vc deve ser o Gaston né?

Gaston: sim sou eu, e vc deve ser a Juliana professora de balé

Juliana: exatamente, bom me acompanhe sua parceira já vai chegar - eu assenti e entramos num elevador, um tempinho depois - bom é aqui

Gaston: bonito, o lugar - era uma sala enorme com vários espelhos e ferros 

Juliana: bom gente, esse é o Gaston 

Xxx:oi gatinho me chamo Nicole

Gaston: prazer Nicole

Nicole: prazer só na cama, se quiser eu posso te mostrar

Gaston: foi mal Nicole, mas eu vou recusar

Xxx: aí depois dessa eu nem dormia Nicole

Nicole: cala boca Ana

Ana: vem calar amorzinho - falou irônica

Juliana: chega gente, nem quando tem visita vcs param

Gaston: deixa Juliana é normal

Nicole: ou Juliana, a nossa "querinha" não vai chegar não?

Juliana: ela falou que chega já, na verdade ela tá no caminho é porque ela vai trazer a Laysa hoje

Xxx: sério aí eu amo aquela menina

Juliana: nós sabemos Luna, mas agora eu vou te apresentar o pessoal, bom essa é a Luna, Nicole, Ana, Alicia, Federico... - depois de um tempo já tinha conhecendo todo mundo

Xxx: Juliana, desculpa o atraso não vai voltar a acontecer - eu ouvi aquela voz e não tive outra certeza era Nina o amor da minha vida, bom vcs devem está confusos mas eu vou explicar quando a Nina foi embora eu fiquei até que normal aí eu comecei a sentir coisas estranhas sentia tristeza por não ver aquele sorriso, por não poder conversar mais com ela enfim passou-se quatro meses, eu não pegava ninguém apenas ficava jogado na minha cama era sempre assim, do colégio pra casa da casa pra cama, até que os meu amigos conseguiram me trazer de volta pelo quase porque pra falar a verdade eu só pegava as meninas pra preencher o vazio que a Nina fazia. Me virei e era ela mesmo ela estava com um bare preto e uma saia branca segurando a mão de uma criança que aparentava ter uns 2 anos

Gaston: Nina?

Nina: Gaston?

Juliana: vcs já se conhecem

Nina: infelizmente sim

Nicole: como vc diz uma coisa dessas de um Deus grego desse

Nina: olha aqui Nicole a conversa não chegou no chiqueiro

Luna: o que foi amiga

Nina: Luna é ele 

Luna: ele oque... Aí meu Deus Laysa vem pra titia Luna vem - a menina vai até ela

Laysa: mamae, Oque tá acontecendo

Nina: mamãe já explica tá amor agora vai com a tia Luna

Laysa: tá bom, tchau mae, - a menina foi com a Luna

Nina: oi Gaston quanto tempo né? Senti saudades - é impressão minha ou ela tá sendo sarcastina

Gaston: quem não sente né amor

Nina: não me chama assim

Gaston: vc gostava

Nina: está certo gostava, não gosto desde do dia que vc fez aquilo

Gaston: aí amor no dia vc bem que gostou

Nina: é pode até ser

Gaston: mas agora vc tem até filha, deve ter aberto as pernas pra geral - percebo meu rosto arder ela tinha me dado um tapa

Ana: vc não devia ter falado isso

Alicia: vc ta muito fudido

Nina: ou seu babaca antes de ficar falando merda escuta a história

primeiro procura saber das coisas

Gaston: não me entereça saber nada de vc é dessa pirralha - okay admito to pegando pesado as coisas tão saindo no automático e que eu tô sentindo uma raiva fora do normal porque só de pensa ela com outro na cama... Aí me dá uma coisa, meu rosto arde novamente ela me deu outro tapa

Nina: nunca mais se refira a minha filha assim

Ana: espera é ele Nina? 

Nina: é sim

Alicia: pera ele é o pai da Laysa

Nina e Ana: ALICIA! - eu? Eu estava paralisado sem saber oque falar e o que fazer eu tinha um filho com a Nina eu tinha um filho com a minha Nina, todos estavam de boca aberta

Gaston: como vc teve a coragem de esconder a nossa filha de mim

Nina: ah vc só pode estar brincando ne? Como vc tem a cara de pau de me perguntar isso, como é que eu ia chegar na sua casa depois de vc falar aquilo pra mim, já seu eu ia falar assim "oi Gaston bom eu sei que vc não quer me ver mas eu estou gravida eu sei que tudo não passou de uma brincadeira mas aconteceu"

Gaston: sim vc podia chegar exatamente assim

Nina: a me poupe né Gaston

Gaston: e outra vc podia mandar uma mensagem falando sobre a gravidez da nossa filha

Nina: minha filha Gaston MINHA

Gaston: NOSSA filha ate por onde eu sei não dá pra engravidar com o dedo

Nina: nossas fez a descoberta do século

Gaston: isso não importa, eu quero ver a minha filha eu quero ver a Laysa - ela chega nessa mesma hora

Laysa: vc é o meu pai? vc é o Gaston? - dava pra ver os brilhos nos olhos dela

Gaston: sou sim pequena vem ca - me agachei e ela veio me abraçar aquela hora todos já estavam chorando até a Nina estava, ela se desfez do abraço e foi até a Nina

Laysa: obrigada mamãe vc compriu oque me prometeu obrigada

Nina: de nada meu amor

Laysa: ele não parece ser convencido mamãe - ela riu, aí como eu senti falta daquela risada

Nina: acredite meu amor ele é e bastante

Gaston: é verdade filha

Laysa: papai? - ela me chamou de pai aí meu Deus minha filha me chamou de pai eu não acredito

Gaston: sim meu amor

Laysa: como foi lá em como era o nome da faculdade mamãe?

Nina: Oxford

Laysa: nisso aí que a mamãe disse - olhei pra Nina e ela colocou um dedo em frete aos lábios sinalizando silêncio

Gaston: depois eu te conto tá meu amor?

Laysa: tá papai

Nina: Gaston será que podemos conversar?

Gaston: claro

Nina: vem comigo - eu a segui até uma salinha onde eu entrei e ela fechou a porta

Gaston: Oxford?

Nina: bom... E que ela não sabe de nada do que vc fez na verdade pra ela vc apenas foi estudar em outro país, e que na verdade eu acabei não falando nada dela, ou seja não se preocupe vc não é o vilão da história 

Gaston: bom vc vai achar estranho mas eu tô feliz de ter uma filha com vc

Nina: olha Gaston foi sem querer eu juro, se vc não quiser assumir...

Gaston: é claro que eu vou assumir até porque eu tô feliz de ter uma filha com vc Nina

Nina: bom vamos?

Gaston: nao, aqui ta tão bom - a prendo contra a parede colando nossos corpos, nossa como eu estava com saudades desse corpo colado no meu

NINA ON

Ai mau Deus esse corpo como senti falta, mas eu nao posso tenho que resistir

Nina: oque que ce ta fazendo

Gaston: vc nao tem noçao do quanto senti falta desse corpo colado no meu

Nina: se tivesse nao teria feito aquilo, agora desencosta

Gaston: nao! - falou e desceu as maos da minha cintura pra minha coxa

Nina: ta ficando louco

Gaston: sempre fui louco por vc - falou e apertou minha bunda, ah ele nao fez isso alguem me ajuda que eu nao aguento - vc ta mais gostosa

Nina: ah - gemi quando ele apertou mais forte a minha bunda

Gaston: isso amor gemi, senti tanta saudades de ouvir vc gemendo

Nina: gas-gaston para

Gaston: quer mesmo que eu pare - a porta se abre e ele se afasta bruscamente

Xxx: vcs tai demorando

Gaston: a gente ja ia sair pequena

Laysa: ta, mas vem logo porque eu quero ir pra casa Lisa e do Thiago

Gaston: quem é Lisa e Thiago

Nina: sao dois amigos dela, eles sao irmaos

Gaston: ah, entao eu posso ir com vcs

Nina/Laysa: Nao/Sim

Laysa: ah mae deixa porfavor

Nina: ta eu deixo, mas vamos logo que ainda temos que passar em casa

Laysa: ta vamos - falou e nos puxou, la embaixo

Nina: ce vai no seu carro ou no meu

Gaston: nao vim de carro

Nina: ah entao vamos logo - falei e entramos dentro do carro o Gaston foi com a Laysa no banco atras e eu fuo dirigindo

Depois de um tempo, na minha casa

Gaston: ai! - ele falou assim que a gente ia sair

Nina: que foi?

Gaston: meu pé

Laysa: o que aconteceu papai

Gaston: eu bati o pé na mesa meu amor

Nina: da pra andar

Gaston: deixa eu ver - ele se lenvantou mas logo se sentou de novo - nao da acho que machucou serio

Nina: entao vamos fazer assim vc fica aqui e eu vou deixar a Laysa quando eu voltar te levo pra sua casa, pode ser?

Gaston: pode sim, tchau Nina, tchau pequena

Laysa: tchau papai - falou e depositou um beijo na bochecha dele, levei Laysa pra casa da Lisa e voltei pra casa

Nina: Gaston chegue... - ele me prensou contra a parede - mas o que é isso vc nao estava com o pe machucado

Gaston: bom no começo sim, mas agora so tem eu e vc aqui

Nina: sim e dai - tentei sai de lá mais ele era mais forte - me solta

Gaston: nao! Oh meu amor eu senti tanta sua falta

Nina: mentira vc nao sentiu

Gaston: Nina eu te amo!

Nina: mentira, se nao vc nao teria me humilhado naquele dia

Gaston: Nina eu era um idiota, eu passei meses sem ao menos sai era do colegio pra casa de casa pro colegio

Nina: como eu posso acreditar em vc

Gaston: meu amor pode perguntar pra quem vc quiser

Nina: eu nao sei Gaston - falei e tentei novamente sair

Gaston: vc nao vai sair

Nina: me solta

Gaston: nao, porfavor me da so uma chance

Nina: nao Gaston

Gaston: Nina qual é, vc nao ta com niguem eu tambem nao

Nina: e eu com isso

Gaston: qual é Nina vai la

Nina: eu vou te dar uma, mas so uma chance pisa na... - me interrope com um beijo quente e apaixonado, ele desce suas maos ate minha bunda e aperta a mesma, eu prendo minha pernas na cintura dele

Gaston: vamos pro seu quarto

Nina: vamos - desco dele e vamos para meu quarto chegando la ele me joga na cama e me beija novamente enquanto tira o meu short - Gaston

Gaston: shiii aproveita o momento - desceu os beijos para o meu pescoço, começou a tirar minha blusa me deixando apenas de langerie - como eu senti falta desse corpo

Nina: ficou sem ele porque quiz - ele nao falou nada apenas desceu seus beijos para os meus seios entao tirou meu sutia e começou a trabalhar nos meus seios, depois de um tempo ele se levantoi e tirou a roupa - vc ta mais forte

Gaston: e vc ta mais gostosa - ele tirou a cueca e logo em siguida retirou minha calcinha, eu abri minhas pernas e ele me penetrou de uma so vez - ah co-como eu se-senti falta de-desse co-corpo

Nina: ah eu eu ta-tambem - admiti e ele me beijou, depois de alguns estocadas nos gozamos ele saiu de dentro de mim e se deitou do meu lado

Gaston: eu te amo - falou e se virou pra mim

Nina: eu tambem te amo

Gaston: sabe Nina eu fui um idiota de ter feito aquilo com vc eu nao percebi qui vc era a mulher que eu amava a mulher que eu queria passar o resto da minha vida e agora que eu percebir isso eu queria te fazer um pedido, quer namorar comigo?

Nina: vc promete que nao vai me magoar?

Gaston: eu prometo ou melhor eu juro que vou fazer de tudo pra te fazer a mulher mais feliz do mundo

Nina: entao eu aceito - nos beijamos mais uma vez

AUTORA ON

E foi ali depois de uma noite de amor eles começaram

Epilogo

Depois de 3 anos o casal gastina se encontra casados e com dois filhos a Laysa agora tem 5 anos de idade e o pequeno Lucas tem 1 aninho na verdade ele completa hoje um ano e ta tudo uma loucura nessa casa

Nina: gente apaga a luz que o Gaston ja vai chegar com o Lucas - as luzes sao apagadas e o Gaston entra com o Lucas em seus braços

Todos: surpresa!

Lucas: isso é pla mim

Nina: é sim meu amor feliz aniversario

Lucas: obligado mamae

Nina: de nada pequeno - a festa continuo normalmente depois de unas 4 horas todos ja tinham ido em bora, as crianças estavam dormindo e a Nina e o Gaston se encontravam no jardim conversando

Gaston: e de imaginar se eu nao tivesse reprovado nos nunca teriamos nos reencontrado

Nina: pois é, eu nunca tinha imaginado vc dançando ballet, mas ate que vc dança bem

Gaston: entao me consederia essa dança

Nina: nao, nem tem musica Gaston

Gaston: apenas uma dança - ela deu a mao a ele e eles dançaram ali naquele jardim sendo ilumidos apenas pela luz da lua

FIM

"O futuro niguem sabe, talvez nao seja o que a gente esperou, talvez tudo mude e nada seja o que a gente imaginou, o futuro é algo inesperado"

"O futuro nao nos pertece"


Notas Finais


Espero que tenham gostado
Boa noite, boa tarde ou bom dia

Tchau amores


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...