História Apenas uma Fã - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, One Direction
Personagens Harry Styles, Justin Bieber, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Cantor, Casamento, Família, Filhos, Harry Styles, Musica, Sexo
Exibições 467
Palavras 1.195
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente, me digam nos comentários, acelerei demais a história, mas ainda tem muita coisa para acontecer nessa história. Mas me digam se estou acelerando demais está historinha.

boa leitura :)

Capítulo 11 - Onze


Fanfic / Fanfiction Apenas uma Fã - Capítulo 11 - Onze

... Um mês depois ...

As coisas aqui em Londres estão indo bem. Já tem um mês que eu to seguindo com a minha vida, um mês que eu não vejo ninguém do Brasil, apenas converso. É um mês que eu não tenho muito contato com a minha mãe. Mas tem coisas boas também. Eu fiquei mais próxima do Liam, e dos outros meninos, e eu passei a sair todos os dias junto com Harry, a gente meio que decidiu ficar depois daquele dia em que eu dormi na casa dele. Eu também comecei a estudar, e o uniforme escolar e uma gracinha. E falar em escola, eu fiz novas amizades, coisa que eu não tinha na minha escola antiga. Sophia sempre passa aqui em casa para irmos juntas para a escola, mas sempre tem que ter aquele grupo que não gosta de mim, mas eu aprendi a superar isso, e não descontar isso em mim. A, e também vai fazer um mês que eu não me corto, isso é uma evolução. Essas pessoas que entraram na minha vida, me ajudaram com a automutilação, mesmo sem saber.

Eu estava terminando de por o meu uniforme escolar,[1]. Que é um vestido, no caso uma saia com suspensórios cinza, meio quadriculado, com uma blusa ''social'' com florzinhas, de manga comprida. Com uma botinha, que virou a minha preferida, que Liam me deu de presente,[2]. Estou mega apaixonada. Eu me sentei em frente ao espelho do meu quarto, que dava para sacada do quarto. Passei um rímel fiz delineado, e por último um bato rosa. Peguei a mochila, e meu celular, e sai do quarto. Encontrei Sabrina sentada no sofá.

-Bom dia Sabrina.-disse indo para cozinha.-Já tomou café louca?-perguntei pegando uma xícara, e pondo café na mesma.

-Eu já, só to esperando o Liam, que é uma vida para se arrumar.-disse ela se sentando na cadeira a minha frente.-Mas como anda o seu ''relacionamento'' com Harry? Alguma evolução?-perguntou ela, que tinha um sorriso traveso no rosto.

-Tipo o quê?-perguntei pegando um pedaço de bolo de coco.

-Tipo, já transaram?-perguntou ela.

Eu engasguei com o pedaço de bolo, e assim que consegui recuperar o ar, a encarei.

-Olha a sua pergunta Sabrina.-disse e ela riu.-Não é pra ri garota, como eu vou transar com Harry, sendo que não sei nada dessas coisas. Eu ainda sou virgem Sabrina, é se ele não quiser, eu não gostar de transar com virgens? Tem tempo que eu vejo que ele precisa se ''aliviar'', mas eu tenho medo.-disse e ela me encarou, balançando a cabeça negativamente.-O que foi?

-Manu, se ele tá contigo, a um mês, você e ele, com certeza que ele está querendo algo a mais. Desde que conheci Harry, através do Liam, ele não passava uma única noite sozinho, mas parece que você, uma brasileira ruiva, fez ele mudar, então cai de cabeça. E com toda certeza, ele vai esperar o seu tempo, e vai te respeitar.-disse ela e eu apenas sorri. Olivia passou por nós, e foi atender a porta, revelando a figura da Sophia.

-Sophia.-disse indo até ela.-O que faz aqui tão cedo?

-Eu tá pela área.-disse ela piscando.-Bom dia Sabrina.

Sabrina apenas sorriu, ela nunca gostou muito da Sophia.

-Vamos logo Sabrina?-perguntei e a loira assentiu.-Tchau Sabrina.

Nós duas saímos da casa, e começamos a caminhar para o ponto, onde o transporte escolar passava. O ponto não estava lotado, tinha no máximo uns dez alunos, o que era raro, pois sempre estava cheio. Eu encostei as minhas costas na grade, e fiquei conversando com Sophia, que sempre foi de falar muito. Eu sempre estava ali, escutando a menina, mas meus pensamentos estavam em uma só pessoa, um certo menino de olhos verdes, com cachinhos.

(...)

As quatro primeiras aulas já tinham passado, e estávamos na última, graças ao bom Deus. Eu passei praticamente todas as aulas conversando com Harry, que me disse que queria me levar em um lugar especial, e que não era para ter uma puta produção, era para ser algo mais casual, mas ao mesmo tempo arrumado. Conclusão, estou fodida. O sinal para a última aula tocou, e eu vi Sophia sair acompanhada de um garoto, safada. Eu juntei todas as minhas coisas, e sai da escola. Assim que eu cheguei na calçada, vi o carro da minha mãe, então caminhei até ele.

-O que faz aqui?-perguntei entrando no carro.

-Oi para você também Emanuele.-disse ela, ligando o carro.-Eu vim pois Harry me pediu para te levar ao salão, e passar um dia no shopping.-disse ela sorrindo, e não pude deixar de sorri.-Então, o que acha de um dia mãe e filha?

-Eu ia adorar, não sabe o quanto eu esperei por esse dia.-disse, eu podia jurar que as minhas bochechas iam rasgar. O caminho foi feito em meio a risos, e mais risos. Harry proporcionou para mim, um dos melhores, se não o melhor dia da minha vida. Assim que Noemi estacionou o carro, nós descemos. Muitos flash vieram em nossa direção, pelo fato dela ser uma das maiores empresárias de Londres. Entramos no shopping, e caminhamos para o salão de beleza, onde ela tinha marcado, horas e horas para nós duas.-Nossa, isso para UM dia de mãe e filha?

Ela sorriu, e me encarou.

-Com certeza, vai ser o melhor dia de mãe e filha.-disse ela sorrindo. Enfim, resumindo. Passamos toda a tarde no shopping. Fizemos compras, muitas compras. Sapatos, roupas, acessórios, entre outras coisas. Comemos muito, assistimos filme. Tiramos fotos para os tabloides, entre outras coisas. Conclusão, estou morta, mas ainda tem o ''jantar'' com Harry.

(...)

Eu estava terminando de me vestir, eu iria usar um short jeans, com um top preto, e uma blusa bege, escrita, ''DOPE'',[3], na frente, e um tênis cano médio, preto,[4]. Mas por que um tênis? Simples. Harry me disse que seria algo com areia, e não sou eu quem vai ficar com o pé cheio de areia. Eu passei rímel, fiz delineado, e um batom vermelho. Estava pronta, peguei meu celular e sai do meu quarto, e vi que Liam já me esperava. Harry não viria me buscar, pois tinha que terminar de arrumar tudo, e todos os meninos ajudaram neste jantar. Liam sorriu para mim, e se levantou.

-Vamos Emanuele, o caminho não é muito curto.-disse ele sorrindo.

-Vamos sim Liam.-disse e caminhei até ele, me pondo ao seu lado.-Tchau Charles, tchau mãe.

-Tchau Manu.-disseram em coro.

P.o.v's Harry Styles

Tudo estava pronto, e no lugar. Esse seria um dos pedidos de namoro, mais inusitados feito por mim. Emanuele passou o dia inteiro com a mãe, e os meninos me ajudaram a arrumar tudo aqui na praia. Trinta dias, eu sai com ela, durante trinta dias, toda noite. É agora eu me decidi, ou essa menina fica comigo, ou ela fica comigo. Eu me apeguei demais a ela, e isso não foi exatamente uma das melhores coisas, pois até dormir fica difícil. Eu estava sentado na areia, olhando para o mar. Qual será a resposta dela?

-HARRY.-uma voz fina e doce me gritava.

Eu me levantei, e comecei a caminhar até o inicio da praia.

-Veio de tênis Manu?!-disse e dei uma risada.

Continua...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...