História Apenas Uma Garota - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adolescente, Amor, Bullying, Comedia, Dor, Fase Da Vida, Ficção, Frieza, Interesse, Mudanças, Perseguição, Reencontro, Revelaçoes, Sofrimento, Vicio
Visualizações 35
Palavras 1.988
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Famí­lia, Ficção, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 17 - Capítulo 15


Esse capítulo vai ser taaao fofenho *-* espero que gostem. Fiz ele com muito carinho gente!

      • • •

Quando chegamos no nosso ponto, dei o sinal.

Eleonora desce rapidamente, e eu vou junto.

- Espera! - Digo a segurando e á colocando em meu ombro

- Ah meu divino. Que merda! - Ela resmunga bem alto.

- Mas eu te falei que não te largo até chegar em casa.

- Porra! - Ela diz em um tom de tédio. - Cara você é antipático!

- Obrigado. - Respondo sorridente.

- Me larga! Ah! Uuugh! - Ela resmunga.

- Tá. - Porém não fiz o que ela me ordenava.

Cheguei rapidamente perto do condomínio. Antes passamos pelas mansões.

Uma mais poderosa que a outra. Era de fazer o corpo se arrepiar. Era empolgante morar perto das mansões.

Achei esquisito, parecia que nunca ia chegar em casa.

- Ugh! Parece que nunca vou chegar em casa!

- Seu idiota, você fez a gente descer no ponto errado. Agora vai andar que nem um condenado. - Ela ri mostrando toda ironia do mundo.

- E, você, vai ficar aí até a gente chegar em casa! - Ri, meio que, melancólico e irônico.

- Ugh! - Ela resmunga bem baixinho.

Depois de quase meia hora andando chegamos no nosso condomínio.

- Chegamos no nosso condomínio. - Falei sorridente.

- Okay, idiota. Agora é só andar mais meia hora. - Ela fala estressada. - Mano, você desceu sete paradas antes de nosso condomínio.

- Ah, não foi porque eu quis, okay? Apesar, eu acabei de me mudar, o que você queria? Que eu já soubesse de tudo?

- Eu queria que você tivesse a capacidade de prestar atenção, e reparar, que aquele condomínio não era o nosso! E sim o condomínio de La Mansion! - Ela faz uma pequena pausa. - Raciocina! Existe uma diferença entre o condomínio Vitória, e o de La Mansion! La Mansion, o nome já diz Mansion, ou seja, mansões! E o Vitória, e simplesmente chamado assim, porque o povo de Villa Rica conseguiu aquela região, para pessoas de classe média ou baixa! Seu animal! (Ficção do livro kkkj ♥)

- Ah, não fala assim comigo! E eu sou novo aqui. Não conheço merda nenhuma. Estou me sentindo burro!

- Ata, nosso condomínio nem se compara com o daquele povo! Todos tem casas grandiosas! Todos ricos importantes! Donos de empresas! Aí você compara aquele condomínio com o nosso! Isso que é ser um animal! Ahh, é cada idiota que me aparece.

Realmente não tinha prestado atenção, eu fui idiota, e ela estava certa.

- Mas que droga, além de gata, é sincera! - Falei resmungando.

- O que você disse? - Ela estava distraída, brincando com a minha blusa, as pegando e amassando.

- Nada! Você só é muito sincera!

- Desculpe? - Ela pede irônica e sincera.

- Ok....

- Chegamos?

- Não ELEONORA.

- Mas que droga. - Ela diz me dando um murro.

Eleonora sabia como me estressar, e realmente, eu já tinha ficado vermelho.

- Mas que merda! - Resmunguei alto.

- Que foi Logan? - Ela diz dócil. Reparei ironia, sarcasmo, e frieza...

- Nada.

- Fala... - Ela fala dócil, porém senti que ela fazia o mesmo tom de sarcasmo e frieza.

- Não me provoque.

- Porquê? - Ela sussurra no meu ouvido, com o seu mesmo tom dócil, coçando minhas costas levemente.

Sinto um arrepio em todo meu corpo. Fiquei com uma vontade desafiadora, de a beijar intensamente. Aquilo era meio que sexy. . .
 
- Não me provoque Eleonora, eu sou homem. Okey?

- Eu não estou lhe provocando. - Ela me encara, fazendo uma cara de cachorro abandonado.

- Ugh! - Resmungo, voltando a andar.

- O que foi? Está estressado? - Ela continua com a mesma merda! Agora volta a coçar minhas costas.

- Para com isso!

- Então me tira daqui! - Ela grita calmamente.

- Não! É mais fácil eu te beijar do que te colocar no chão.

- Mas que merda! - Ela pausa. - Fazer o que Loguinho?

- Nada Eleonorazinha.

Ela ri ironicamente, eu estava odiando sua provocação.

- Finalmente. - Digo a colocando no chão. - Tchau, já chegamos.
 
Ela se estica de costas pra mim. Parecia relaxar seus músculos.

- Ahh que droga, agora que estava me divertindo! - Ela se vira. - Te provocar é tão... legal... nunca pude ter essa experiência de irritar uma pessoa.

- Cala a boca.

- Nhão. - Ela diz como uma criança mimada.

Puxo ela, colando nossos corpos.

- Já pedi para parar de me provocar Eleonora. - Digo manso, encarando seus olhos negros, contemplando suas pupilas se dilatarem.

- Mas eu não quero. - Ela se afasta um pouco. Mas eu a puxo.

- Logan..

- O que é? - Fico a encarando.

- Agora deixa eu ir... - Ela tenta se afastar.

- Não tô afim.

- Mas que droga... - Ela sussurra.

Coloco uma de minhas mãos em sua nuca, a outra vai para o meio de suas costas, ela coloca as duas mãos em meus peito, como se tentasse nos separar.

- Logan...

Eu sentia sua respiração... Era tão calma, porém, fria e pesada.

Eu respiro fundo. Apreciando aquele rosto.

Minha mão continua em sua nuca, porém, passo meu polegar em sua bochecha, sentindo sua pele, fina, pálida e macia.

- Deixa eu ir para minha casa. - Ela disse sussurrando, mostrando sua frieza.

Mas eu amava aquela frieza.

- Eu amo a sua frieza. - Sussurrei em seu ouvido levemente. Logo ela morde os lábios.

Nossos corpos se arrepiam, aquilo era uma adrenalina empolgante e assustadora. Eu queria tocar aqueles lábios carnudos, porém pequenos, desenhados pelas mãos do divino, delicadamente ostentando, seu rosa avermelhado.. tão delicados e perfeitos. Cada vez que eu olhava para cada traço de seu rosto, vinha um leve arrepio..

Era tão bom sentir aquela respiração.

Ela tinha engolido o seco. Senti que ela fixava, seus olhos negros, em minha boca.

- Mas eu odeio... - Ela abre a boca, me devolvendo o sussurro. - Não me culpe. A vida me ensinou a ser assim.

- Eu não te culpo. Eu posso tentar, te ensinar a ser calorosa?

- Não sei... existe uma chance para todos, não é verdade? - Ela diz, ainda fixando em meus lábios. Sendo provocativa.

Ah, como eu queria ter vindo para cá, mais cedo, queria ter a conhecido beem mais antes. Era tão bom sentir sua respiração.

Ela fecha os olhos.

  _________________..._________________

  Eleonora***

Era uma situação tão embaraçosa.

Nossos corpos estavam colados. Evitar um beijo seria totalmente constrangedor.
 
- Eu amo sua frieza. - Mordo meus lábios, quando ele sussurra isso.

Um arrepio toma conta de mim, e também do corpo dele, me senti calorosa naquele momento. Estava tentando colocar um ice barg ali, mas era impossível. O fogo era ardente...

Nossa respiração era uma só, nosso corpo parecia apenas um, era como se Logan fosse a minha metade que faltava, éramos como dois imãs, um atraia o outro.

Uma só carne. Um só ser... éramos apenas um ... naquele momento...

- Mas eu odeio... Não me culpe. A vida me ensinou a ser assim. - Sussurro de volta.

- Eu não te culpo. Eu posso tentar, te ensinar a ser calorosa? - Ele diz mostrando seus dentes em um belo sorriso.

- Não sei... existe uma chance para todos, não é verdade? - Falei provocativa.

Ele parecia pensar em algo. Até que me puxou mais para si.

- Como eu queria ter te conhecido antes... - Ele sussurra.

- Mentira, ninguém queria, ou quer me conhecer. - Respondo.

Estávamos conversando em sussurros. Havia pessoas passando, mas Logan não se importava, eu também não me importei, tá aí, uma coisa que eu não sei explicar.

- Vai continuar colado em mim? No meio da rua? - Perguntei irônica.

- Claro. Eu não me importo com os outros.

- Mas eu sim... - Respondi fechando a cara.

- Você gostando ou não, eu quero ficar assim! Porque eu gosto de olhar pessoas lindas.

- Não minta Logan...

- Eu não estou mentindo. Estou falando a verdade. - Ele diz cheirando minha bochecha.

Reparei só agora, seu cheiro, era um colônia forte com cheiro de canela. Era suave e forte.

- Talvez outra hora. - Digo, em um simples sussurro, tentando me afastar, daquele corpo forte e maravilhoso.

- Não... Agora Eleonora. - Ele responde.

Realmente, conversar em sussurros era maravilhoso.

- Ugh.. nem te conheço direito. Como você quer isso?

- Eu sinto que já te conheço...

- É só impressão sua...

- ATA... - Foi um sussurro alto, e de arrepiar, que ele soltou.

Solto um leve gemido, misturado com um sussurro silencioso.

- Me solte Logan.

- Não...

- Quer acabar logo com isso seu idiota? - Levo minhas mãos a sua nuca. Fazendo seu pescoço abaixar um pouco. Queria provocalo.

- Quero...

- Mas eu não. - Falei o provocando.

- Ah... minha carne é fraca Eleonora, não me provoque... - Ele ergueu o pescoço, sorriu, e voltou a me olhar.

- Provoco...

- Não...

- Sim...

Ele abre um sorriso.

- Mas que droga. - Ele fecha os olhos e sorri mostrando os dentes. - Tão linda e provocativa..
 
- Sou?

- Yes!

- Que mentira.

- Mentira, é o que você vai achar, quando nossos lábios se tocarem. E quando eu te levar para meu quarto.

- Então espere, porque não vai ser hoje. - Coloco um de meus dedos, em sua boca. - Agora me deixe ir.

Ele me solta levemente. Antes beija minha bochecha.

- Eu vou correr atrás de você. Saiba, que eu Logan Castro Silva, não desisto fácil. - Ele sorri, de uma maneira competitiva.

- Okay! - Falei irônica, indo em direção á porta, da minha casa.

  _________________..._________________

    Logan***

Entro dentro de casa, me sentindo nas nuvens. Era incrivelmente, incrível ser provocado por Eleonora.

Senti aquele corpo pequeno e frágil, colado em você. Entendo agora o motivo da possesividade do ex de Eleonora.

Ele não aceita ter perdido ela.

Era tão diferente aquilo. Nunca senti nada do que eu senti, naquele momento, com outra garota.

Subo as escadas totalmente avoado.

- Filho? Vem almoçar! - Minha mãe grita.

- Agora não mãe!

- Tá bom.

Entro no meu quarto, e vejo Anna mechendo no meu computador.

Ela estava a mecher no Facebook.

- Que showzinho era aquele Logan Castro da Silva? Quase nos pega-pega com Eleonora? Huum. Tá pegando pesado em! Assim você me mata.

Anna diz tirando o fone de ouvido, que estava conectado na caixinha de som.

- Você viu? Hahahaha! - Me deitei na cama, soltando grandes e altas gargalhadas. - Eiii. O pai não te proibiu de mexer em redes sociais? Saia do meu computador! Como você descobriu a senha dele?

- Eu vim escondida. E sim ele me proibiu, e como eu descobri a senha? - Ela se vira para minha, em um só giro da cadeira. - Eu descobri, descobrindo seu idiota!

- Ah saia daí!

- Ugh! - Ela resmunga, saindo do Facebook.

- Você sabe que se ele tomou seus eletrônicos, é porque ele não quer que vi tenha contado com redes sociais, e nem música, e nem algo do tipo.

- Tá. - Ela diz virando os olhos. - Saindo desse assunto. O que foi aquilo?

- "Aquilo" o que? - Falei de mal humor.

- O seu "quase beijo"? Tá pegando pesado na aposta.

- ATA. Só não a beijei porque, Eleonora é muito carrancuda. - Falei me gabando.

- Ahn... hahahaha - Anna começou gargalhar. - Vai com calma campeão! Te dei dois meses para conseguir! Relaxa.

- Relaxar como Anna? Se você fosse homem, me entenderia, que uma garota como Eleonora é, irresistível!

- Aí, aí.

- São daqui com esse "ai, aí". Só garotos podem entender o que eu sinto.

- Ah? E... se eu tivesse um corpo igual o dela, já estaria em Las Vegas, com um babaca velho, e podre de rico. Nas melhores condições do mundo.

- É diferente, você não é homem... E a vida não é assim Anna...

- Okey! Tá bom Logan! - Ela se retira totalmente estressada. - E antes que você me pergunte, eu vi vocês quase se beijando da janela do teu quarto. Á frente da sua cama, a não do lado da sua cama.

    ________________...________________

Ahhh(suspiro)! Amei esse capítulo. Melhor de todos.

  Pensaram que ia rolar um beijinho! ? Kkkkkkkkkkk
  Logan é mt pra frente, mas a nossa Eleonora é muito fechada. Tenham paciência gente!
  Kkkkkkkj


Notas Finais


Treess ❤❤❤

Adoooroooo ❤❤

❤❤❤

(#Revisado)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...