História Apenas uma noite. - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren
Visualizações 934
Palavras 1.135
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Posso dizer uma coisa louca ?


Lauren pov.

-Fala Taylor -eu disse a minha irmã.

Depois de ficar três dias na minha casa e eu explicar pra ela todas as mil formas de se proteger, decidimos que estava na hora de contar para nossos pais, e é exatamente isso que estamos fazendo agora, estou na casa do meu pai, minha mãe saiu já que com ela aqui seria impossível eu também estar, Taylor e eu aproveitamos esse momento e agora estamos no escritório do meu pai, ela chorando e ele começando a ficar desesperado sem entender nada.

-Aí minha filha eu to ficando nervoso, o que aconteceu -ele disse realmente nervoso, um nervoso de medo.

-Fala você Lauren -ela disse me empurrando e eu sentei de frente para meu pai.

-Eu não.

Eu estou um pouco triste com Taylor, sempre conversamos sobre essas coisas, eu sempre expliquei pra ela todos os tipos de métodos e do nada ela me vem com essa bomba.

-Fala minha filha, papai tá aqui -meu pai disse gentil, ele provavelmente já sabe.

-Fala -eu disse mais uma vez e ela desistiu.

Taylor sentou no sofá e levou as mãos ao rosto, começou a chorar e meu pai sentou ao seu lado fazendo carinho nela.

-O que aconteceu minha filha ? pode falar pro pai.

-Eu estou grávida -ela disse e começou a chorar mais um pouco.

Meu pai suspirou, se levantou e se serviu de whisky.

-Grávida minha filha ? -ele perguntou calmo.

-Sim, me desculpa.

-Não precisa se desculpar, essas coisas acontecem.

-Bom, eu já fiz o que tinha que fazer, vou trabalhar -eu levantei, beijei meu pai e dei um abraço forte na minha irmã.

Deixei os dois conversando e fui trabalhar, no horário do almoço chamei Camila para almoçar comigo, ela estava fazendo uma entrevista aqui perto e eu queria muito que ela conseguisse, seria muito bom ela trabalhar perto de mim, poderíamos almoçar juntas todo dia.

-Mesa pra dois -eu entrei no restaurante sozinha e fui até a mesa esperar Camila.

Logo ela apareceu, e estava linda, tinha um rosto triste e imagino que mais uma vez não tenha conseguido o emprego que ela tanto quer.

-Oi carinho -eu disse dando um selinho nela.

-Oi Lo, tudo bem ?.

-Sim, levei Taylor até a casa dos meus pais e ela contou para meu pai.

-Como ele reagiu ?.

-Ele ficou nervoso, mas tenho certeza que vai gostar de ter mais um neto.

-E você, vai gostar de ter mais um sobrinho ?.

-Vou amar, eu adoro crianças.

Camila pov.

Lauren é apaixonada por crianças, dá pra notar isso pela voz dela, eu gosto disso, tenho certeza que ela vai se dar muito bem com minha filha.

-Quer jantar comigo hoje ? -ela perguntou depois do almoço.

-Quero, que horas ?.

-Umas oito, pode ser ?.

-Pode sim.

-Tudo bem, eu te busco então -ela me puxou e me deu beijo rápido por estarmos na rua, eu sorri tímida e entrei no meu carro para voltar pra casa deixando ela voltar pro serviço.

Por volta das oito eu comecei a me arrumar, é sexta feira e eu não sei se vou dormir por lá, mas é só ela pedir que eu fico.

-A Lauren chegou, ela está na sala tentando falar com a Roberta -Normani disse na porta do meu quarto.

Eu saí e vi Lauren  parada olhando fixamente para mão de Normani que provavelmente estava ensinando alguma coisa para minha morena.

-Assim ? -Lauren perguntou repetindo os atos de minha amiga e eu sorri com isso.

-Isso -Normani respondeu.

Lauren olhou para minha filha e fez o que Normani disse e eu dei risada por ela ter falado aquilo.

-"Para de ensinar coisas erradas pra ela Normani" -eu briguei com minha amiga e fui até Lauren lhe roubar um selinho.

-Oi, você está linda.

-Obrigada Lo, vamos indo ?.

-Vamos, tchau Normani -Lauren beijou a bochecha de minha filha e acenou pra ela que entendeu na hora.

Me despedi de minha filha e fui com Lauren até seu carro.

-O que eu disse de errado para a Roberta ?.

-Você disse a ela que era minha namorada -eu falei olhando pra ela que sorriu de lado.

-Sua amiga disse que era um simples oi.

-Normani é idiota.

-É, sabe o que eu reparei, elas são mãe e filha mas não se parecem nem um pouco.

-Posso ligar o rádio ? -perguntei pra desviar esse assunto.

-Claro.

Assunto encerrado, acho que não vou conseguir esconder isso por muito tempo.

Chegando na casa de Lauren eu logo notei todo o romantismo no ar, a lareira ligada e a mesa posta para duas pessoas, um vinho sobre a mesa e nesse momento eu notei que não voltaria pra casa hoje.

-Tá tão quentinho aqui dentro -eu disse tirando meu casaco.

-Eu quis fazer algo romântico, gostou ?.

-Eu amei.

Ela me puxou pela cintura e me deu um beijo de tirar o fôlego, sorri com isso.

Começamos a jantar e eu com um pouco de medo de beber muito, tenho um péssimo costume com bebidas e péssimas experiências também.

-Não quer beber ?.

-Não é isso, só não quero ficar bêbada.

-Relaxa, não pensa nisso, só aproveita a noite comigo.

-Está tentando me embebedar ?.

-Não -ela disse com uma cara fofa de espanto- não é isso, eu só quero que se sinto em casa.

-Eu me sinto Lauren, sempre que estou com você eu me sinto em casa.

Nós olhamos com carinho e como tínhamos terminado de comer Lauren levantou, me levou até a sala e nos aconchegamos próximo à lareira com o vinho ao nosso lado.

Algumas boas taças depois, nós duas já estávamos bem alteradas e decidimos assistir algum filme.

-Escolhe um filme enquanto eu pego mais algumas cobertas -Lauren falou levantando um pouco bêbada.

Nós duas estávamos alteradas e eu com medo de fazer algo errado.

-Frozen ? -eu perguntei dando risada e Lauren ficou vermelha na hora.

-Eu comprei pra assistir com meus sobrinhos sabe... -ela disse um pouco envergonhada.

-Sei -eu dei risada e lhe estendi o dvd.

-Esse ?.

-Sim, eu sei todas as musicas de cor, Roberta ama esse desenho.

-Como ela...

-Legendado, ela assiste legendado.

-Desculpa pela pergunta idiota.

-Tudo bem, vem sentar aqui do meu lado.

Começamos a assistir o filme e Lauren cantava comigo todas as musicas, estávamos alteradas e qualquer coisa era motivo de risada, até começar a tocar a música do casal.

-Posso dizer uma coisa louca Camila ? -Lauren perguntou ajoelhando na minha frente com aquele sorriso sapeca.

Eu entrei no personagem e concordei.

-Claro Lauren.

-Quer namorar comigo ?.

-Sim -eu disse animada e me joguei no colo dela dando risada.

De longe foi o melhor pedido de namoro que eu já recebi, eu só não sei se é verdade.


Notas Finais


Até amanhã com Finalmente amor!.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...