História Apenas uma Noite - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Kazz

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O, Kai, Personagens Originais
Tags Kai, Kaisoo, Kyungsoo, Pwp, Sobrenatural, Vampiros
Visualizações 249
Palavras 1.696
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Lemon, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oie meus lindos e lindas peixinhos (as) :3
Como estão? Espero que todos bem, huh? u.u
Bem... Gostaria de me desculpar pela demora, mas, infelizmente eu estou tendo bastante bloqueio e não estou conseguindo atualizar todas as minhas fanfics ;-;
Também, gostaria de os informar que este é o último capítulo, como perceberam pelo nome dele huehuehue.
Enfim, boa leitura e os vejo nas notas finais sz

Capítulo 3 - Terceiro Capítulo: Final


– Claro, seu pedido é uma ordem, Jonginnie.

Murmurou baixinho antes de colocar o membro do maior todo de uma vez em sua boca, acabando por se engasgar como ele tinha falado a pouco tempo.

Após se "recuperar", continuou sugando o membro dele, intensificando os movimentos de vai e vem aos poucos, levando o olhar ao moreno. Queria ver as reações que causava nele.

KyungSoo voltou a brincar apenas com a glande, passando a língua pela fenda sentindo o gosto característico de pré gozo que ficava cada vez mais forte.

Quando sentia que o maior estava prestes a se desfazer, se afastou dando um pequeno sorriso de canto ao ouvir o resmungo do outro. Sentou-se sobre o quadril dele, apoiando as mãos em seu peitoral, o olhando de cima.

– Não queria acabar com a brincadeira agora.

Murmurou baixinho, rebolando levemente no colo do moreno, soltando baixos gemidos chamando pelo seu nome.

– Você tem uma boca tão gostosa, Soo-ah... – Jongin sussurrou contra os lábios do menor antes de finalmente o beijar com vontade, levando suas mãos aos fios dele enquanto sua língua atrevida invadida a cavidade do Do.

Kim o beijava com tanta vontade e desejo, muita das vezes forçando o corpo do baixinho contra seu membro teso, mesmo que soubesse da existência da calça que KyungSoo ainda usava. Em meio ao beijo, aproveitou para inverter as posições novamente, ficando assim por cima.

Parou de o beijar com vários selinhos e mordidas no lábio inferior, descendo até o pescoço de KyungSoo onde deixou um chupão forte em seu pomo-de-adão ao mesmo tempo em que o livrava da calça e da boxer que ainda trajava.

Quando o deixou totalmente despido, não se demorou a abrir as pernas dele e as colocar sobre seus ombros, deixando um beijo estalado na glande do outro, seguido de uma lambida. Levou seu polegar até a entrada do "jovem" Do, roçando o local levemente com um sorriso cínico em seus lábios.

– Acho que agora é sua vez de pedir, Soo...

O menor mordeu o lábio inferior com certa força, soltando baixos suspiros ao sentir o dedo do moreno roçar em sua entrada, ameaçando o penetrar.

– J-jongin... Por favor, e-eu quero você. Quero sentir você em mim.

Pediu baixinho, rebolando levemente no dedo dele, acabando por soltar um gemido um pouco mais alto quando o penetrou com o primeiro dígito e não demorou a introduzir o segundo, passando a fazer movimentos de tesouras tentando alargar o Do o máximo que conseguia.

– Tá b-bom, Jongin. Não enrola muito, você sabe o que eu quero... P-por favor.

Kyung falava entre baixos gemidos, cravando suas unhas curtas nos ombros do Kim, tentando descontar o prazer que estava sentindo apenas com os dedos em seu interior.

Jongin o encarou levando seus lábios até os do mais baixo, deixando um selar leve enquanto usava a mão que antes se movimentava no interior dele para espalhar o próprio pré gozo por seu membro, direcionando-o até a entrada do outro, forçando apenas a glande inchada. Levou a mão até a cintura do alvo, apertando o local com força, descendo as unhas até as coxas dele, deixando um rastro grande de suas unhas ali enquanto mordia o pescoço de KyungSoo, sugando a pele clara enquanto pensava em algo. Pelo fato de vampiros se alimentarem, também tinham sangue, ainda que esse não fosse bombeado por um coração.

– Seja meu prostituto de sangue essa noite, por favor... Deixa eu tomar um pouco de você enquanto te fodo com força... Eu prometo que vai compensar, você sabe o quanto uma mordida pode ser prazerosa. – Sussurrou ao pé do ouvido dele, sua voz sendo rouca e arrastada.

Passou a língua bem por onde a veia principal estaria, só para roçar a pontinha das presas na pele, arranhando com leveza enquanto esperava por uma resposta pra continuar qualquer movimento, fosse o de morder o menor ou até mesmo o de terminar de penetrar seu membro no interior dele, mesmo que o aperto ao redor da glande do moreno e o calor das paredes internas estivessem o enlouquecendo.

– T-tudo bem. E-eu deixo você fazer o que quiser comigo, apenas... A-apenas me fode logo, Jonginnie.

Do pediu baixinho e de uma forma necessitada enquanto rebolava minimamente abaixo do outro, soltando um gemido manhoso chamando pelo nome do maior.

O moreno sorriu largo ao ter a confirmação dele, ficando satisfeito por sentir que ele precisava de si tanto quanto Jongin precisava do alvo naquele momento.

Assim que suas presas apareceu, fincou elas no pescoço branco do menor, no mesmo momento em que empurrou o restante de seu membro para o interior do outro de uma só vez, sentindo as paredes internas apertarem sua extensão. Enquanto passava a mover o quadril lentamente, penetrando com vagareza, passou então a sugar pequenas doses do sangue do Do, gemendo de prazer contra a pele dele.

Todos aqueles cheiros misturados o deixava delirando, assim como a quentura do interior do menor o deixava ansioso pra continuar o tocando.

Uma de suas mãos segurava os fios de KyungSoo com força, puxando a medida que passava a acelerar os seus movimentos, deixando a saliva tocar mais nas feridas que abriram na pele do outro, por onde o sangue escorria e o moreno saboreva pouco a pouco. Quando afastou as presas do pescoço dele, gemeu sôfrego e rouco, finalmente colocando ainda mais velocidade e força em suas estocadas, deixando as mãos tocarem o corpo abaixo de si com vontade e devoção. Por um momento se deixou vislumbrar o rosto do baixinho, vendo o quanto ele ficava ainda mais bonito naquela bagunça de suor, gemidos e toques.

– Você é tão quente, Soo-ah! Geme pra mim. – Pronunciou entre as estocadas, diminuindo só por um momento a intensidade e então voltando com força total depois.

Um vampiro tinha força e velocidade inumanas, e o Kim usava disso ao seu favor para os dar prazer. Claro que sem correr o risco de os machucar, já que os únicos machucados que queria deixar eram as marcas na pele dele.

– J-jonginnie a-aahn

Do gemeu manhoso chamando pelo nome do parceiro assim como ele tinha pedido, o olhando com seus olhos vermelhos que transmitia luxúria. Levou suas mãos as costas dele onde cravou suas unhas curtas no local, querendo o deixar marcado tanto quando se encontrava, queria que o maior se lembrasse de si quando fosse embora.

– H-hmn

– Você é tão apertado, Soo... Esmaga o meu pau com tanta força. Merda, é gostoso demais. – Jongin estava completamente aéreo, deixando que saísse de sua boca tudo que pensava.

Não se importava com o que aconteceria, ele só queria saber de o tocar. Portanto não tardou muito ao movimentar a pele sensível do membro do menor com seus dedos, vendo a glande ser coberta só para surgir novamente quando sua mão se movimentou para baixo. Era gostoso sentir a pulsação das veias saltadas contra seus dedos, de ver a glande rosada tão deliciosamente brilhando pelo pré gozo. Seu polegar se pressionou ali, girando lentamente enquanto o dedo médio e o indicador pressionavam as laterias do membro de KyungSoo, só para que pudesse iniciar uma masturbação que procurava seguir a mesma velocidade das estocadas.

– A-aahn tão b-bom... – Do gemia baixinho, mordendo o lábio inferior com força tentando conter seus gemidos que estavam cada vez mais difíceis de controlar.

Era impressionante como Jongin achava os gemidos do menor atraente e excitante, e ele não sabia se isso era causado pela sua mente nublada que só sabia pensar em em seu pau se enterrando fundo no corpo do outro, mas que achava sexy, achava.

Quando o moreno o ouviu dizer que já estava perto de se desfazer, mordeu o lábio sabendo que também não aguentaria muito tempo, e usando disso como combustível, aumentou ainda mais o ritmo da masturbação que fazia no menor, deixando a pressão de seus dedos na pele sensível ainda maior também. A outra mão voltava à cintura do Do, apertando com força e o ajudando a continuar se movimentando enquanto deixando seus olhos bem abertos para conseguir assistir a cena que não tardaria a vir. A pulsação contra seus dedos estava mesmo mais forte, o que ele gostava de sentir.

– Goza pra mim, Soo. Goza gostoso pra eu poder te encher com a minha porra. – Sussurrou pouco se importando se aquilo soaria rude. Jongin só queria alcançar seu ápice junto do baixinho e teria aquilo a qualquer custo.

– J-jongin... H-hmn!

Do praticamente gritou o nome do outro ao chegar em seu ápice um tempo depois das palavras dele que foram quase como o estopim, se contraindo involuntariamente. Continuou rebolando devagar no colo do moreno, querendo assim prolongar o prazer que estava sentindo.

Assim como o menor entre eles, não demorou muito para que o Kim também alcançasse seu ápice, sentindo jatos quentes serem expelidos com força no interior de KyungSoo ao passo que mordia o ombro dele com força total em busca de descontar o prazer que estava sentindo.

– Isso foi ótimo, Soo-ah. – Disse levemente rouco, abraçando o corpo deste ainda com seu membro no interior dele, já que não queria se livrar da sensação gostosa que era estar ali.

– Eu digo o mesmo, Jonginnie. Você é muito bom no que faz.

Murmurou baixinho acariciando os fios da nuca do maior, apenas aproveitando do momento que ainda tinha com o moreno.

– A boate ter fechado hoje foi a melhor coisa que aconteceu. – Falou em meio a baixas risadas.

– Talvez eu ter decidido não ficar no tédio tenha sido a melhor escolha... Bem, agora você sabe, sempre que quiser vai poder me chamar pra te dar uma ajudinha. – Jongin sorriu largo e convencido, dando de ombros enquanto beijava o queixo do menor.

A verdade é que eles precisavam de um bom banho agora, mas nenhum dos dois queriam ir. Se sentiam preguiçosos.

Kim apenas moveu os corpos de maneira que jogasse o corpo do outro na cama e ficasse por cima dele, rindo de tal situação antes de deixar mais alguns selares nos lábios em formato de coração, apoiando seu peso em seus braços enquanto o olhava de cima.

– Sinceramente, eu não quero ir tomar banho agora.

– E nem eu. Hum... Topa um segundo round? – KyungSoo falou brincando em meio a risadas, porém, o que ele não esperaria, era que o maior realmente fosse concordar com isso.

– Claro, por que não?




                                                FIM.


Notas Finais


E foi isso...
Desculpe esse final, mas não sabia como deveria terminar, então deixei em aberto mesmo huehuehue.

Sinceramente, espero que todos vocês tenham pelo menos gostado desse lemon. Admito que fiquei um pouco nervosa em postar, pois não sou boa com isso, mas como escrevi juntamente com minha a ~Kazz me senti mais "segura" :3

Então... Deixem seus comentários e nos falem o que acharam, isso realmente é importante para nós sz

Ah, me sigam no tt, eu não mordo ninguém u.u
Twitter: @TioSooruja
Link de meu grupo no wpp: https://chat.whatsapp.com/FJXbMYwCA2578N9SS0CDCm
Entrem e venham fazer parte de Família Peixinhoo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...