História Apenas Uma Stark! (Em reformas) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Dr. Bruce Banner (Hulk), Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Heimdall, James Rupert "Rhodey" Rhodes, Jane Foster, Laura Barton, Loki, Maria Hill, Natasha Romanoff, Nick Fury, Pantera Negra (T'Challa), Pepper Potts, Personagens Originais, Phillip Coulson, Pietro Maximoff (Mercúrio), Scott Lang, Steve Rogers, Thor, Visão
Tags Avengers, Capitão América, Os Vingadores, Thor, Tony Stark
Visualizações 29
Palavras 2.036
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eis aqui o segundo capítulo dessa fanfic. Ficou meio bosta mas prometo melhorar.
Bjs.

Capítulo 2 - Filha de quem?


Fanfic / Fanfiction Apenas Uma Stark! (Em reformas) - Capítulo 2 - Filha de quem?

Tony Stark Narrando

Faz um ano que aconteceu a minha briga com o Capitão, no final tudo deu certo. Eu e o Rogers voltamos a ser amigos, o Rhodes se recuperou da coluna quebrada, os Vingadores voltaram a ser uma agência independente, eu perdoei o Bucky, ainda não gosto dele, mas aceitei a sua entrada pros Vingadores, quer dizer, dele e do Homem Formiga, Bruce e Thor voltaram, eu e Pepper nos reconciliamos, os cidadãos nos aceitam denovo e tudo mais.

Agora eu e os todos Vingadores estamos reunidos na sala do quartel general, quer dizer, quase todos.

_ Cadê o Bucky e o Capitão? - Pergunta Scott (Homem-Formiga).

_ O Bucky disse que ia estar na sala de treinamento, mas já deve estar vindo aí. - Diz o Rogers entrando na sala e sentando no sofá.

_ O que será que o Fury quer falar com a gente? - Pergunta a Wanda.

_ Vai saber? Aquele aspirante a pirata é muito imprevisível. - Digo tomando um gole de wisky.

_ Pode ser qualquer coisa vindo dele. - Diz Natasha revirando os olhos.

_ Bom saber que estão curiosos. - Diz Fury entrando na sala, fazendo com que todos olhem pra ele. Sério, ele tem que me dizer como é que ele faz pra aparecer nos lugares assim do nada.

_ Então? Oque está acontecendo, Fury? - Pergunta o Capitão com cara de quem ta esperando o pior.

_ É um novo problema. - Diz fazendo com que todos na sala ficassem mais atentos a suas palavras. - E algo que afeta o Stark. - Acrescenta ele, fazendo todos olharem pra mim com uma cara de: "Você não cansa de fazer besteira".

_ Eu????? Mas dessa vez eu não fiz nada. - Digo surpreso recebendo várias reviradas de olhos.

_ Fury, que tal ir direto ao ponto? - Diz o Légolas (Gavião Arqueiro) olhando curioso pro caolho.

_ Bem, há alguns anos atrás a Hydra estava fazendo experiências com os humanos, como vocês já sabem. Mas, eles sequestraram duas crianças e fizeram delas cobaias de teste, nisso as crianças ganharam poderes e os usaram por destruir e fugir da base sozinhas. - Diz eles arrancando olhos surpresos dos Vingadores.

_ Duas crianças... Sozinhas... - Diz Wanda com os olhos arregalados.

_ Então temos que ir atrás delas? - Pergunta Thor ainda surpreso.

_ Mais ou menos, a S.H.I.E.L.D as encontrou a 7 anos atrás, elas cresceram normalmente após isso, porém a ex-Agente Thyra Morgan que estava com elas desapareceu. Suspeito que a Hydra tenha descoberto a localização delas e a sequestrado em busca de informações. - Diz ele calmamente. Eu ainda não sei como isso me afeta, mas tenho um presentimento ruim sobre isso.

_ Essa Hydra não cansa não? A gente destrói ela toda hora, mas ela sempre volta, haja paciência. - Diz o Scott revirando os olhos.

_ O lema não mente. - Diz Sam (Falcão) de braços cruzados.

_ Eu ainda não sei como isso pode ter haver comigo? - Pergunto de uma vez, isso realmente tá me encomodando.

_ Simples, por que não olha você mesmo? - Diz me entregando uma pasta. Assim que a abro vejo a foto de uma mulher ruiva de olhos verdes estranhamente familiar. 

Aqui diz que o nome dela é Thyra Morgan... Aonde eu já ouvi esse nom...? MEU DEUS!!! - Arregalo os olhos - LEMBREI! 

Thyra foi uma mulher com quem eu tive um caso, mas isso faz muito tempo, acho que 18, 19 anos, algo assim, nem tenho ideia de como eu ainda lembro disso, mas okay. Não acredito que ela era uma Agente da S.H.I.E.L.D. Continuo lendo. Aparentemente umas das crianças que destruíram a base da Hydra, chamada Lua, é filha da Thyra e de....

_ FILHA DE QUEM? - Grito surpreso. Não é possível. Não pode ser. Esse papel deve tar errado. Como assim é minha filha também? - Ei Fury, que espécie de brincadeira é essa? - Pergunto pra ele espantando. Todos os Vingadores estão olhando pra mim.

_ Uma das garotas que foram sequestradas é filha da Agente Thyra com você, não é uma brincadeira. - Diz Fury sério.

_ O STARK TEM UMA FILHA? - Grita Rhodes surpreso, assim como o resto das pessoas no lugar, Scott até caiu do banco que estava sentado. Não é possível. - Olho as informações da garota - É a idade dela bate com a época do meu caso com a Thyra, mas ainda assim é inacreditável.

_ Eu não tinha informações sobre isso, senhor Stark. - Diz Visão com aquela cara de paisagem. 

_ Eu... Não... Isso... Fury... - Olho pra ele claramente confuso. Ele não tem provas, apenas esse papel e as palavras dele, embora confie nele, não me convencem.

_ Entendi, você não acredita. De qualquer forma você vai ter bastante tempo pra fazer um exame de DNA pra comprovar isso aí, já que vocês precisam ir atrás das duas garotas. - Diz ele com aquele cara séria/sarcástica dele. 

_ Mas você não disse que não precisávamos ir atrás delas? - Diz Banner. 

_ Eu disse mais ou menos. - Ele solta um suspiro- O problema é que a Hydra não está atrás apenas das garotas. Está atrás de um pen-drive que contém informações de quase todas as agências, governamentais ou não, que está com uma das garotas. Em outras palavras, a possível filha do Stark hackeou um monte de agências e colocou um monte de informações que podem destruir países em um pen-drive. Sem falar que o desaparecimento da ex-Agente Thyra, mãe da garota, pode trazer um grande problema.- Diz Fury calmamente esperando alguma ação nossa.

_ Okay, isso é um problema. - Diz Natasha.

_ Bom, uma coisa vocês tem em comum Stark, isso você não pode negar. - Diz Rhodes. Devo concordar com ele, apesar da confusão é algo que eu claramente faria.

_ Então o que vamos fazer? Steve? Stark? - Diz Sam. Rogers olha pra mim e vê minha cara de: "O que raios está acontecendo?" e solta um suspiro.

_ Você sabe onde elas estão? - Pergunta Steve olhando pro Fury.

_ Todas as informações que temos estão na pasta, incluindo essa. - Diz ela se referindo ao objeto em minhas mãos.

_ Okay, então vamos montar um pequeno grupo e ir atrás dessas garotas. Quem se dispõe a vir? - Pergunta Rogers olhando pros Vingadores.

_ A filha do Stark? Não perco essa por nada. - Diz Romanoff sorrindo sarcástica.

_ Faço das palavras dela, minhas. - Diz Légolas sorrindo também.

_ Estou curiosa também. - Diz Wanda se levantando do sofá. Detalhe eu ainda tô estático, não consigo nem falar direito depois dessa bomba.

_ Stark? Você vem? - Diz o Clint balançando as mãos na minha frentre na  tentativa de me fazer acordar do transe.

_ Ah, sim! Claro! - Me levanto ainda zonzo. Acho que é a primeira vez que eu fico sem palavras. Acho que eu devia ligar pra Pepper ou algo assim. Arg... Tô muito confuso. 

_ Oi, desculpa o atraso é que... - Diz o Bucky entrando na sala fazendo com que todo mundo voltasse o olhar pra ele, deixando ele com uma expressão confusa. - O que foi que eu perdi? - Acrescenta ele.

_ Alguém pode explicar pra ele? - Diz o Rogers rindo de leve do amigo. - Então, aonde é que elas estão? -  Acrescenta olhando pra mim com um leve sorriso.

_ Bom, de acordo com isso... Elas estão... No... Brasil. - Digo olhando a pasta.

_ Então vamos, mal posso esperar pra conhecer a filha do Stark. - Diz Romanoff com um sorriso maldoso. Tô vendo que isso vai dar ruim.

_ Filha do Stark???? Como assim? Que que tá acontecendo? - Diz o Bucky claramente perdido, fazendo alguns dos ali presentes rir. Solto um suspiro. E junto com o grupo que vai comigo saímos dali em direção ao Quinjet.

Assim que entramos no Quinjet começamos a ler a pasta de informações pra entender com quem estamos lidando. 

Descobri que essa garota, Lua, minha suposta filha, tem uma grande habilidade com tecnologias e afins, que a outra garota, Anna, é muito habilidosa com combate corpo a corpo, muitas outras coisas relacionadas a personalidades e ao acontecido que originou os poderes, só não fala os poderes que elas receberam, o que é no mínimo estranho, se bem que considerando que foi o Fury que entregou essa pasta, não é de se surpreender ele omitir algumas partes. A pergunta é porque? 

A viagem inteira pro Brasil, que diga-se de passagem, tanto lugar mais perto ou nos Estados Unidos e a S.H.I.E.L.D escolhe um a essa distância, difícil, viu? Enfim, a viagem inteira foram eles se perguntando sobre minha suposta filha e qual motivo dessa idiota fazer algo tão perigoso como um pen-drive com informações tão perigosas e eu perdido no mundo da lua, na esperança de fazer um exame de DNA e dar negativo, bem que podia ser zoeira do Fury. Isso tá me enlouquecendo. E a Pepper? Como é que ela vai reagir? Socorro.

Depois de muito tempo finalmente chegamos em território brasileiro. Deixamos o Quinjet, logicamente em modo camuflado, em um terreno baldio que convenientemente estava localizado perto da casa de minha suposta filha. Caramba, tô nervoso. Andamos em direção a casa da garota, quer dizer, eu estava tentando andar mas o nervosismo não estava deixando. Ainda sim consegui chegar em frente a casa da garota, eu acho.

_ É aqui então? - Pergunta Wanda.

_ De acordo com o endereço deve ser. - Diz Clint. 

_ Nervoso, Stark? - Pergunta Natasha com uma sombracelha arqueada e com um sorriso de deboche. 

_ O que? Por que? Parece que eu tô nervoso? - Digo tentando soar tranquilo, ênfase no tentando.

_ Não, que isso? Super tranquilo você. - Diz Wanda com um sorriso maldoso. Eu até estaria com raiva, se não estivesse nervoso.

_ Então, vamo-lá. - Diz Steve tocando a campainha. Esperamos alguém nos atender, mas não aconteceu nada. 

_ Será que tem alguém em casa? - Pergunta Romanoff tocando a campainha denovo.

_ Não sei, mas isso pode não ser um bom sinal. - Diz Clint. 

_ Então, a gente aromba ou algo assim? - Pergunta Romanoff.

_ Acho que é uma opção. - Diz Steve tentando abrir a porta. Obviamente tá trancada, né? Porque visto a fama que o Brasil tem, não deve ser muito seguro deixar ela aberta, na realidade, em nenhum lugar do mundo é seguro, mas enfim.

_ Gente pra que arrombar se eu posso simplesmente abrir? - Diz ela mechendo os dedos com aquela luz vermelha que ela tem em frente a maçaneta e logo depois abrindo a porta. - Viu? Simples e fácil, sem precisar agredir a porta. - Acrescenta ela entrando no local. Somos obrigados a concordar que essa habilidade dela é incrível.

O ambiente estava escuro, arrumado, mas claramente vazio, sem nenhuma marca de luta ou ataque. 

_ Não tem nenhuma marca de luta, nem nada. Acho que nos precipitamos. - Diz Rogers observando o lugar.

_ É também acho. Elas devem apenas estar fora ou algo do tipo. - Diz Romanoff também observando o lugar. 

Estavamos prestes a sair e ouvimos um rosnado e voltamos pra olhar. Quando me viro pra ver o que é, me deparo com um lobo branco de olhos azuis. Todo os Vingadores estão estáticos, tentando não fazer movimentos bruscos pra ele não atacar, o que não tá adiantando muito já que ele está a ponto de pular no meu pescoço. 

Na hora que o lobo ia atacar ouvimos o som de uma porta abrindo e fechando rápido causando um barulho alto fazendo com que o lobo corresse naquela direção. 

Olho pros Vingadores e solto uma expressão de alívio. Olhamos na direção da porta e vemos duas garotas. Uma morena que está de costas pra mim com as mãos no coração, um pouco ofegante, deve ser a Anna, e outra garota, devo dizer que é a Thyra cuspida, deve ser a Lua, ela está escorada na porta, muito mais ofegante que a outra.

Elas demoram nos perceber. Então começaram a dizer alguma coisa no idioma daqui, então creio que ninguém tenha entendido nada. Então a ruiva finalmente nos persebe arregalando os olhos e fazendo a outra se virar. Ambas estavam com uma expressão chocada.

_ Sorry, wrong house. (Desculpe, casa errada.) - Diz a morena em inglês nos permitindo entender, e logo depois tentando sair de fininho com a ruiva.


Notas Finais


Bem, foi isso. Espero que tenham gostado. E denovo, qualquer comentário ou crítica construtiva são muito bem-vindos.
Bjs. Até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...