História Apenas Uma Vítima (Chanbaek) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanbaek, Exo, Yaoi
Exibições 199
Palavras 1.222
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Fluffy, Lemon, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiii
Obrigada mesmo a Moonbyunn por ter feito a capa!❤
Ah sim, a música é Close do Nick Jonas
Desculpem os erros, não deu tempo de corrigir direito
Espero que gostem
Boa leitura

Capítulo 13 - O que é isso?


Fanfic / Fanfiction Apenas Uma Vítima (Chanbaek) - Capítulo 13 - O que é isso?


Já era noite e Baek continuava em seu quarto, Kyungsoo estava em seu escritório​, estressado com o trabalho.

Antes de Luhan ir embora, hoje mais cedo, havia chamado Baekhyun para ir a uma festa mas o mesmo recusou pois estava confuso e preocupado.

Várias coisas rodeavam a cabeça do híbrido e uma delas era sobre Chanyeol, sentia uma estranha saudades do maior. Não entendia porque, o outro havia abusado de si, e ainda nutria esse sentimento pelo mesmo.

Depois de tempos pensando decidiu ir até o escritório de Kyung, pois o mesmo já estava lá a horas.

Se levantou de sua cama e rapidamente foi a caminho de onde desejava.

Bateu na porta e logo ouviu um "entre" bem baixo, parecia que a voz estava abafada.

Adentrou no cômodo e encontrou Soo com o rosto entre as mãos.

- Está tudo bem Hyung? - Perguntou preocupado com o maior que não saia de sua sala faz tempo.

- Está sim, só estou um pouco expressado - Suspirou pesado e fechou Notebook a sua frente - O que deseja pequeno?

- Eu queria saber o que era aquilo, que você falou que iria me explicar depois - Disse inocentemente, se referindo a conversa que tiveram semanas atrás.

Kyungsoo simplesmente se levantou e ficou de frente para o menor, o empurrando até a mesa, colocando as duas mãos do lado de seu corpo impedindo Baek de ir embora.

- O que está fazendo Hyung? - Perguntou corado, estavam muito proximos as respirações se chocavam, a de Baek acelerada e a de Kyungsoo levemente alterada.

- Eu vou te mostrar o que é sexo - Falou rente ao ouvido de menor mordendo o lóbulo de sua orelha em seguida.

O corpo do híbrido se arrepiou por inteiro com a fala do maior.

No minuto seguinte os lábios de ambos estavam em contado, um beijo feroz e excitante para os dois, mesmo o menor não entendo bem essa sensação, queria sentir ela mais e mais.

- Vamos para o quarto baby - Deu impulso para Baekhyun entrelaçar suas em pernas em sua cintura. Foi andando até o quarto sem desviar o olhar dos olhos do menor.

Eram como imãs que não conseguiam se desgrudar.

No caminho se beijaram algumas vezes rapidamente. Ja no quarto Kyung colocou delicadamente Baekhyun deitado na cama, não queria assustar o menor, já tinha sofrido muito fazendo tal ato.

Desceu os beijos até o pescoço do menor lhe causando pequenos gemidos. As mãos do mais velho passearam por todo corpo do híbrido, queria conhecer todas as partes daquele pequeno ser, então retirou sua camisa.

- Own Hyung - Gemeu baixo quando as mãos de Soo apertaram sua cintura sem dó nem piedade.

Distribuiu chupões e  beijou em seguida como forma de desculpa por todo corpo de Baek, desde de seu pescoço até onde é aquela dor, abaixo de sua barriga, que estava se tornando maior, mas se misturava com o prazer.

As marcas vermelhas e roxas já eram bem visíveis na pele pálida de Baekhyun​. E Do só queria lhe marcar mais, mostrar a todos que Baekhyun era apenas seu.

Baekhyun pressionou em um movimento involuntário seu membro contra o de Kyungsoo, fazendo o mais velho gemer .

- Ah Baekhyun, porque tão inocente? - Falou rouco, com uma expressão de prazer, o menor continuava a pressionar o membro do maior contra o seu, pois a sensação estava extremamente prazerosa.

Rapidamente se livrou de suas roupas e as do híbrido, tirou a calça do menor lentamente, para não lhe assustar, e conforme a pessa era retirada o maior deixava beijos e marcas na pele do outro.

- S-soo - Gemeu alto quando Kyung beijou seu membro ainda coberto pela cueca.

Rapidamente retirou a pesa branca o dando a visão mais perfeita em seu opinião, um Baekhyun​ totalmente entregue a você.

- Eu vou ser cuidadoso com você, eu prometo - Disse beijando Baekhyun calmamente enquanto entrava no mesmo lentamente.

O híbrido deixou lágrimas escorrerem, a dor que sentia era enorme.

- Hyung... Está doendo muito - Falou entre soluços.

- Já vai passar pequeno - Puxou os braços de Baek até suas costas para dizer que o mesmo poderia descontar sua dor ali. Entrelaçou as pernas do híbrido em sua cintura, e deixou que arranhasse sua pele até se acostumar com o tamanho.

- Já parou Hyung​ - Disse Baekhyun depois de um tempo, sentindo um imenso prazer só do maior estar dentro de si. Aquela dor abaixo de sua barriga sumiu assim que Kyungsoo começou as estocadas.

Os gemidos foram aumentando cada vez mais, o barulho dos dois corpos se chocando faziam a música perfeita. Baekhyun nunca havia sentido um prazer tão grande.

- Kyung - Gemia baixo rente ao ouvido do maior o levando a loucura - Vai mais rápido - Pediu manhoso.

As mãos do maior foram de encontro a cintura de Baek, apertando forte e aumentando as estocadas. Começou a masturbar o membro do híbrido, o fazendo arquear as costas com tamanho prazer.

Baekhyun acabou sujando o barriga de ambos quando se desfez na mão de Soo, e o liguido de Kyung foi derramado dentro de Baek, o dando mais uma onda de prazer.

O mais velho saiu de cima do menor e se deitou ao lado do mesmo, os dois estavam ofegantes, o quarto cheirava a sexo e os corpos estavam suados.

- Isso é sexo baby - Beijou Baekhyun mais uma vez.

- Você é incrível Hyung - Se acomodou no peito do outro e dormiram abraçados.

*Na casa de Yixing*

- Lay! O que eu faço? - JongIn gritava desesperado andando de um lado para o outro na sala.

- Aceita logo a proposta que Chanyeol lhe fez no final dessa tarde.

Park havia ligado para os dois, lhes fazendo um proposta, ele acharia Baekhyun, e o levaria até o irmão em troca os dois não o procuravam mais.

- Mas e se ele não achar, não vamos poder procurar, ele é envolvido com máfia e eu não quero perder minha vida o desobedecendo - Explicou Kai.

- Por isso mesmo, pensa um pouco, ele é da máfia, certo? - Perguntou segurando o amigo pelos ombros, que concordou - Então logo ele vai ter mais facilidade de achar o Baek do que a gente - Explicou lentamente para JongIn entender.

- Ah ok, ok. Eu vou deixar tudo nas mãos de Park Chanyeol - Suspirou derrotado pelos argumentos de Lay e se sentou no sofá.

- Que tal sairmos hoje? Faz tempo que eu não vou a nenhuma festa - Comentou Yixing, se sentando ao lado do amigo.

- Pode ser, tenho que relaxar um pouco - Foi ate seu quarto e se arrumou, colocou a primeira roupa que viu, e Lay fez a mesma coisa.

*Na casa de Luhan*

- SUHO! MEU ANJO! MEU CHEIRO! AMOR DA MINHA VIDA! - Foi gritando até a sala atrás do amigo que estava esperando o outro terminar de se arrumar.

- O que tu que? - Perguntou desviando a atenção do celular.

- Você bem que poderia me emprestou o casaco que você está usando, para a minha roupa ficar mais bonita, né? - Arrumava a roupa do amigo enquanto ditava as palavras devagar.

- Não Lu, a gente já está atrasado para pegar o Tao e você ainda quer a minha jaqueta? Que audácia é essa? - Se levantou rapidamente e puxou o amigo, que estava super arrumado por sinal, para o carro - Se a gente se atrasar para a festa o Tao te mata - Comentou Suho com medo.


Notas Finais


Obrigada por lerem
Tchau tchau


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...