História Apesar das nossas indiferenças. - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Malhação
Tags Benê, Bruno Gadiol, Daphne Bozaski, Gune, Guto
Visualizações 261
Palavras 1.111
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Científica, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


fiquei sem palavras quando entrei aqui, chegamos à 100 favoritos, muito obrigada à todos. desculpem a demora novamente, meus amores. eu tinha o capítulo quase pronto aqui, mas acabei apagando por achar péssimo. quase apaguei esse novamente, não sei, parece que meus capítulos estão sempre ruins. não sei explicar, mas eu sempre crítico.

Capítulo 22 - Capítulo XXI


Fanfic / Fanfiction Apesar das nossas indiferenças. - Capítulo 22 - Capítulo XXI

Keyla continuava aflita em meio à aquela situação, ninguém que estava ali tinha experiência profissional em um parto. Tina até sabia o "básico", mais só isso não seria suficiente. Tina ligava a todo momento para sua mãe. Ela que estava à frente de tudo, nada podia dar errado. A cada contração, Keyla apartava mais a mão de Rodrigo. Depois de algumas tentativas, o choro foi sonoro significando que finalmente o Tônico veio ao mundo.

– Nós conseguimos! – Tina falou, estendendo a mão para que assim todos pudessem dar um abraço coletivo.

– Na verdade quem conseguiu foi você, Tina. – disse Benê.

– Claro que não, Benê. Todos ajudaram, sem excessão. É um mérito nosso! – Tina falou.

Tina resolveu mandar uma mensagem para sua mãe, já que o bebê poderia pegar algum risco de contaminação.

Mensagem on:

– Mãe, nós fizemos o parto da Keyla. Será que a senhora podia mandar uma ambulância para cá? Ela precisa ser examinada.. – Tina enviou.

– Vou solicitar imediatamente, Tina. – Mitsuko reenviou.

Mensagem off:

– Uma ambulância vai vir aqui, para buscarem vocês. Tudo bem? – Tina perguntou.

– Ahn. Há necessidade disso?! – Keyla perguntou.

– Claro, Keyla. Vocês precisam ser examinados. – disse Rodrigo.

– Ei. – chamou a atenção – Você já decidiu o nome dele, Keyla? – perguntou Benê.

– Sim. O que vocês acham de Antônio? Homenagem à minha mãe. – Keyla falou.

– O que nós achamos?! – Lica perguntou.

– Gracas à vocês que meu filho veio ao mundo, quero saber a opinião de vocês. – Keyla falou.

– Eu gostei! – Tina falou, em seguida todos concordaram.

– Keyla, onde está o pai? – Rodrigo perguntou.

– O pai?! Ah, o Tato.. Está na escola. – Keyla respondeu.

– Ai meu Deus. – todos os encararam – O Guto e a Ísis estão lá em baixo. Eles devem estar nervosos. – Rodrigo falou.

– Eu vou chamar eles para subirem. Pode, Key? – Ellen perguntou, Keyla concordou com a cabeça em sinal de aprovação.

Ellen desceu até a lanchonete, procurando por Guto e Ísis. Olhou em volta e nada, quando ela ia subir os viu sentados no meio fio.

Keyla continuava aflita em meio à aquela situação, ninguém que estava ali tinha experiência profissional em um parto. Tina até sabia o "básico", mais só isso não era suficiente. Tina ligava a todo momento para sua mãe. Ela que estava à frente de tudo, nada podia dar errado. A cada contração, Keyla apartava mais a mão de Rodrigo. Depois de algumas tentativas, o choro foi evidente significando que finalmente o Tônico veio ao mundo.

– Nós conseguimos! – Tina falou, estendendo a mão para que assim todos pudessem dar um abraço coletivo.

– Na verdade, quem conseguiu foi você, Tina. – disse Benê.

– Claro que não, Benê. Todos ajudaram, sem excessão. É um mérito nosso! – Tina falou.

Tina resolveu mandar uma mensagem para sua mãe, já que o bebê poderia pegar algum risco de contaminação.

Mensagem on:

– Mãe, nós fizemos o parto da Keyla. Será que a senhora podia mandar uma ambulância para cá? Ela precisa ser examinada.. – Tina enviou.

– Vou solicitar imediatamente, Tina. – Mitsuko reenviou.

Mensagem off:

– Uma ambulância vai vir aqui para buscarem vocês, para serem examinados. Tudo bem? – Tina perguntou.

– Ahn. Há necessidade disso?! – Keyla perguntou.

– Claro, Keyla. Vocês precisam ser examinados. – disse Rodrigo.

– Ei. – chamou a atenção – Você já decidiu o nome dele, Keyla? – perguntou Benê.

– Sim. O que vocês acham de Antônio? Homenagem à minha mãe. – Keyla falou.

– O que vocês acham?! – Lica perguntou.

– Gracas à vocês que meu filho veio ao mundo, quero saber a opinião de vocês. – Keyla falou.

– Eu gostei! – Tina falou, imediatamente todos concordaram.

– Keyla, onde está o pai? – Rodrigo perguntou.

– O pai?! Ah, o Tato.. Está na escola. – Keyla respondeu.

– Ai meu Deus. – todos os encararam – O Guto e a Ísis estão lá em baixo. Eles devem estar nervosos. – Rodrigo falou.

– Eu vou chamar eles para subirem. Pode, Key? – Ellen perguntou, Keyla concordou com a cabeça em sinal de sim.

Ellen desceu até o galpão, procurando por Guto e Ísis. Ela olhou em volta por algum tempo, e nada de achá-los. Quando ia subir novamente, os viu sentado no meio fio.

– Oi. – os olharam – Vocês devem ser a Ísis e o Guto. – Ellen falou.

– Sim. – afirmou Guto.

– O Tônico já nasceu, só estamos esperando a ambulância chegar. Podem subir, vem. – Ellen falou.

– Subir?! Nós não conhecemos a nova mamãe. – Ísis falou.

– Ela pediu para subirem. Venham! – Ellen falou.

Eles subiram, e foram desejar os parabéns à Keyla.

– Keyla, né?! – Ísis perguntou.

– Sim. – Keyla afirmou.

– Parabéns, Keyla. – se aproximou – Por essa coisinha mais fofa do mundo. – pegou levemente a mão do Tônico. – Já sabe o nome?! – perguntou Guto.

– Ele vai se chamar, Antônio. – Keyla falou.

– Parabéns, Keyla. Seu filho, é a coisa mais linda. – Ísis falou.

– Obrigada! – agradeceu Keyla.

Logo o barulho da sirene tocando estava se aproximando, eles deduziram ser a ambulância que levaria a Keyla até o hospital.

– Acho que a ambulância chegou. – disse Benê.

– Eu vou lá em baixo, falar com eles. – Lica falou.

Lica desceu e foi até os enfermeiros, avisá-los que a Keyla estava lá encima. Logo os enfermeiros chegaram, e levaram a Keyla juntamente com Tônico.

– Meninas. Vocês não vêm?! – Keyla indagou.

– Eu vou avisar ao Tato, amiga. – Ellen falou.

– Eu vou, mas antes tenho que ir na casa da Tina. – Lica falou, e Tina concordou com a cabeça em sinal de concordância.

– Benê.. – a chamou – E você?! – perguntou Keyla.

– Eu vou. – afirmou Benê.

– Keyla, eu prometo te visitar mais tarde. Acho que agora é um momento de vocês. – Rodrigo falou.

– Tudo bem. – sorriu – Obrigada pela ajuda, Rodrigo. – Keyla falou.

Os enfermeiros levaram Keyla até o hospital onde Mitsuko trabalha, juntamente com Benê. Ellen foi até a casa do Tato, avisá-lo que seu filho nasceu. Enquanto, Lica e Tina foram até uma loja de bebê, comprar um enxoval para Keyla.

– Será que ela vai gostar desse macacão azul?! – Lica perguntou.

– Com certeza. Esse macacão é lindo! – Tina falou.

Rodrigo, Guto e Ísis continuavam o percurso a seguir.

– Isso que eu chamo de emoção. – disse Guto.

– Hoje o dia foi uma caixinha de surpresa. – Ísis falou.

– Fico feliz de ver a Benê, com novas amizades. Depois de tudo que ela já sofreu, – olhou para o Guto – ela está dando a volta por cima. – Rodrigo comentou.

– Ei. – o repreendeu. – Eu já pedi desculpas pelo mal que fiz à Benedita. – disse Guto.

– Eu sei. – sorriu – Estou tirando sarro com a sua cara. Aliás, você tinha que reparar como estava. – Rodrigo falou.

– Engraçadinho. – disse Guto.

– Você ficou muito engraçado com essa cara, Guto. Tchau, Rodrigo. – Ísis falou.

– Tchau?! Minha companhia é tão ruim assim?! – Rodrigo perguntou.

– Estamos em frente a sua casa. – Ísis falou.

– Tchau, Guto. – se despediram com um aperto de mão – Tchau, Ísis. – se abraçaram e se beijaram – Até mais. – Rodrigo falou.

Rodrigo adentrou em sua casa, até que seu telefone toca.

– Número desconhecido?! – Rodrigo indagou.


Notas Finais


então é isso, meus amores. minha bf, que irá postar agora, provavelmente será amanhã. muito obrigada à todos, por me incentivaram. sem vocês, eu não conseguiria. beijosss.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...