História Apesar de tudo - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jhope
Exibições 62
Palavras 255
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Primeiro capítulo, espero que gostem.

Capítulo 1 - Pesadelo


(S/N) On

- POR QUE VOCÊ VAI FAZER ISSO COMIGO?- gritava com meu pai enquando um homem segurava minha cintura para não avançar nele.

- Por favor se acalme- dizia o homem que me segurava.

- Foi preciso (S/N), tente me entender filha.

- Não pai, eu não vou tentar nunca- disse enquando lágrimas rolavam em meu rosto sem cessar.

- Me deixa tentar te explicar.

- Então explica.

- Ele é perigoso, ele ia me matar.

- Então você me entregou? Para se safar?

- Ele vai cuidar bem de você filha.

- Você disse que ele é perigoso.

- Ele prometeu que iria te proteger.

- Vamos garota- disse o homem me puxando para porta.

- EU NÃO QUERO.

- Não tem que querer, vamos vadia.

- ( S/N) eu te amo.

-  EU TE ODEIO, VOCÊ NÃO É MEU PAI.

Foi a última coisa que eu disse ao meu pai, eu nunca mais quero velo na vida, ele me trocou para não ser morto por esse homem tão perigoso.

Depois que disse aquelas palavras ao meu pai, o homem me puxou para fora da minha casa até um carro que nos esperava pronto para partir.

- Tampa a boca dessa cadela direito- disse o homem que estava no volante.

- Está tampada imbecil, anda logo com esse carro.

Comecei a me contorcer para sair mais estava sendo inútil, aquele homem tinham o dobro da minha força.

- Para de se mecher, senão eu te mato.

Eu estava muito confusa, eu não tinha ideia do que fazer, então Fechei os olhos e dormi, talvez fosse tudo um pesadelo e iria acordar amanhã e estaria tudo bem.

(S/N)



Notas Finais


Não amore, não é pesadelo não.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...