História Apeur Agmen — 2Jae - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens Jackson, JB, Jinyoung, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Jingyeom
Visualizações 107
Palavras 1.164
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá, eu sou Kim_Kumamon, e seja bem vindo(a) a mais um capítulo de, Apeur Agmen.

Demorei eu sei, podem me bater, eu deixo!
Capítulo ficou miorzinho hoje, tô até orgulhosa de mim eu huehuheuey.

Boa leitura!

Capítulo 10 - !Capítulo 9!


Fanfic / Fanfiction Apeur Agmen — 2Jae - Capítulo 10 - !Capítulo 9!

— Alô? — Youngjae, falou com a voz um tanto rouca e sonolenta.

O Choi tinha acordado com seu celular tocando desesperadamente. Nem tanto, mas para Youngjae, era.

— Ah, bom dia, desculpa, mas… Eu acordei você? — a outra pessoa do lado da linha falou.

— Ah, sim, mas não tem problema! — falou se sentando na cama coçando os olhos — Mas, em que posso ajudá-lo?

— Ah, certo. Eu vi o seu anúncio sobre o apartamento que você quer dividir — falou — Eu me interessei, e gostaria de saber se você não achou alguém que dividisse.

— Não, ainda não! — respondeu.

— Então, eu gostaria de fechar negócio com você, seria possível? — perguntou.

Youngjae estava com um leve sorriso nos lábios, seu dia tinha começado bem, muito bem, por sinal. A pessoa ao outro lado da linha estava meio alegre? Pelo que, Youngjae, pode perceber.

— Claro, afinal, qual o seu nome? — perguntou Youngjae, saindo do quarto, indo para a cozinha.

Passando pela sala, Youngjae viu Yugyeom sentado no sofá assistindo a algum desenho animado na TV. Revirou os olhos se praguejando por ter dado uma cópia da chave do apartamento.

— Ah, me chamo, Jaebum — respondeu.

Youngjae parou de andar. Lembranças do Jaebum que havia conhecido voltaram em sua mente. Não poderia ser ele, afinal, quantos Jaebum's poderia existir no mundo? Muitos!

— Ah, sim, Jaebum.

***

Despois de Jaebum ter encerrado a ligação, jogou seu celular em cima da cama passando as mãos pelo rosto suspirando. Jaebum, acabou por se jogar na cama também.

Jaebum, desde que viu o nome do anunciante do apartamento, ficou encucado. Lembrou de Youngjae mais ainda. Começou a pensar na hipótese de ser o Seu, Youngjae. Mas sabia que não poderia ser. Talvez Seu Youngjae ainda estivesse na pequena casinha branca, ou não. Eram tantas coisas que se passavam pela cabeça de, Jaebum. E pensar tanto, acabaria lhe dando dor de cabeça.

Tinham marcado de se encontrarem a tarde em uma lanchonete perto do apartamento, para fechar o contrato.

Jaebum, levantou de sua cama, olhando ao redor do quarto, vendo o que arrumaria primeiro para sua mudança.

***

Youngjae depois de encerrar a chamada, caminhou até a sala com as mãos na cintura. Olhou para Yugyeom, que ria baixinho de uma coisa boba do desenho.

— Tá fazendo o que aqui, oh… — Youngjae olhou o cabelo de Yugyeom, vendo que o mais novo tinha mudado a cor — Mostarda?

Yugyeom olhou se Hyung, franzindo o cenho, logo fazendo um bico nos lábios.

— Olha o Bullying, Hyung! — falou — Mas, respondendo sua pergunta, também não sei. Apenas vim.

— Affu! — Youngjae se jogou ao lado de Yugyeom — Consegui alguém pra dividir o aluguel — comentou.

— Uh, isso é bom! — falou — Só espero que não feche negócio com um velho barrigudo e tarado!

— Sua voz não parecia de um velho. Talvez, ele seja barrigudo e tarado, mas velho, não — falou olhando a TV.

Enquanto Youngjae assistia do desenho, acabou por se lembrar que não poderia ir se encontrar com o tal, Jaebum, por causa do seminário que teria que apresentar na faculdade. Olhou para Yugyeom com os olhos arregalados.

— Mostarda, você vai ter aula hoje? — perguntou.

— Não, por que? — perguntou.

— Ótimo. Você vai fazer um favor pra mim, e não diga que não!

***

— Maaaaaaanoooooooooooo. Que cara atrasado do caraí — resmungou Yugyeom olhando as horas no celular de Youngjae.

Jaebum entrou na lanchonete. Olhou ao redor da lanchonete. Pegou seu celular mandando mensagem para Youngjae.

Yugyeom pegou o celular de seu Hyung vendo a mensagem.

"Eu acabei de chegar, em que mesa estás?"

"Meu cabelo é igual a Mostarda, só olha e vem!"

Yugyeom guardou o celular, colocando sua cotovelo apoiado na mesa e sua cabeça na palma da mão.

Jaebum olhou para o garoto com cabelo de Mostarda, se perguntando o por que diabos ele escolheu aquela cor. O Im caminhou até a mesa, se sentando em frente a Yugyeom.

— Você é o…

— Não, não sou o Youngjae Hyung. Ele não pode vir por causa da faculdade, então me obrigou, não, na verdade, me ameaçou a vir aqui! — falou olhando Jaebum — Pensei que você seria um velho barrigudo — sorriu fofo.

— Sincero demais você, em! — Jaebum falou rindo — Mas, como ele ameaçou você?

— Falou que não deixaria nunca mais eu ir no apartamento dele e pegar sorvete, também falou que se eu não visse cortaria meu pescoço — falou com um bico — E então eu vim. Não iria duvidar do Hyung, é bem capaz ele me matar mesmo — sorriu.

— Entendi — falou olhando Yugyeom com uma careta, enquanto o mais novo fazia uma cara de retardado.

— Ãn… Você quer o contrato, certo? É certo! — falou pegando os papeis de uma pasta e entregando para Jaebum.

— Uh, obrigado — agradeceu pegando os papeis.

— De nada — falou — Eu vou pegar algo pra beber, vai querer alguma coisa? — perguntou.

— Ah, não, obrigado!

— Certo! — Yugyeom se levantou indo atrás de algo doce para beber.

Enquanto isso, Jaebum, começava a ler o contrato, tentando ao máximo não pular uma palavra se quer.

Yugyeom logo volta, com um copão de refrigerante. Deixou o copo em cima da mesa, pegando o celular de Youngjae. Colocou em um joguinho que tinha baixado a muito tempo, mas que, com certeza, Youngjae não tinha percebido a existência do APP no celular.

***

— Ah — murmurou Jaebum depois de ter terminado de ler o contrato.

Yugyeom olhou Jaebum.

— Terminou? — perguntou.

— Só falta assinar! — respondeu — Tem uma caneta pra me emprestar?

— Ah, claro! — Yugyeom pegou a caneta do bolso, entregando a Jaebum.

O Im pegou a caneta, escrevendo sua assinatura na parte indicada da folha. Devolveu os papéis e a caneta a Yugyeom, encostando as costas na cadeira, suspirando.

— Muitas regras no contrato? — Yugyeom perguntou.

— Um, pouco, seu Hyung é bem detalhista!

— Sim! — falou — Bom, já que você já leu as regras do meu Hyung, agora escute as minhas, que na verdade, nem são regras, mas sim avisos.

— Oi? — perguntou incrédulo.

— Não são tantas! — falou sorrindo fofo — Primeiro: eu frequento aquele apartamento, toda sexta-feira e a hora que eu quero. Tenho uma cópia da chave. Afinal… — Yugyeom tirou uma chave do bolso entregando a Jaebum — Essa é a sua. Segundo: não quero que você pegue os sorvetes que tem no friezzer, é meu. Terceiro: não tente se aproveitar do meu Hyung, mesmo ele sendo gostoso pra caralho. Quarto: não irrite meu Hyung, como eu disse, ele me ameaçou. Quinto: tenha paciência com ele. Ele é meio depressivo as vezes, fica triste. As vezes tem alguns ataques, principalmente de noite, ele tem muitos pesadelos.

— Certo — Jaebum concordou — Obrigado pelos avisos!

— De nada, Hyung!

— Hyung? — perguntou.

— Eu tenho dezenove, você com certeza é mais velho que eu! — falou se levantando e pegando as coisas do contrato — Tchau! — caminhou até a saída do local, deixando um Jaebum refletindo todas as informações dadas por, Yugyeom.


Notas Finais


Me desculpem qualquer erro! Eu não revisei!

Tchu Tchu~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...