História Apocalipse infernal - Capítulo 17


Escrita por: ~

Exibições 132
Palavras 1.051
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Harem, Lemon, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Canibalismo, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom ta ai galeru, demorei mais tá ai mals se tiver pequeno eu tô com um puta sono, então né...

Comentem ai o que acharam vlws

Capítulo 17 - Conversas,Fotos e Adam Kane


 Logo após, Red da a missão a Natsu, ele foi andando até uma caixa de suprimentos onde começou a mexer na mesma

Natsu ficou o olhando, enquanto Di Maria estava ao seu lado

Di Maria – como estão os outros ? – perguntou ela, chamando a atenção de Natsu

Natsu – eles estão, só que... – ele deu uma pausa e Di Maria arqueou a sobrancelha – a Lisanna morreu – falou ele, enquanto levantava a cabeça e olhava para Di Maria, que quando ouviu isso arregalhou os olhos

Di Maria – a Lis irmã da Mira ? – perguntou ela e Natsu apenas confirmou – como ? – perguntou ela, enquanto voltava ao normal

Natsu – ela, Gajeel,Levy e Laxus se esconderam no hotel em Central City, mais Laxus tinha sido mordido e acabou se transformando e mordeu a Lis, por sorte ela e os outros se trancaram dentro de um armário, quando eu cheguei eu matei o Laxus E bem... A Lis também... – falou Natsu, olhando para baixo

Mais logo ele é abraçado por Di Maria

Di Maria – não fica assim – falou ela abraçando Natsu que não avia correspondido – pense que você a salvo – ela separa o abraço e olha para Natsu – pelo menos ela não vai ser torna uma daquelas coisas... – falou ela e Natsu não falou nada, apenas a abraço 

Natsu – é nessas horas que eu  fico feliz que você esteja viva – falou Natsu sorrindo

Red – sem quere atrapalhar o você mais já atrapalhando – eles logo olharam para o lado e viram Red

Na mesma hora eles se separarám um pouco corado, Natsu olhou pra mão de Red e viu munição de Magnum

Red – toma – falou ele entregando para Natsu as balas, que eram por volta de umas 20 – as câmeras ficam no alto, então você vai precisar de munição – falou Ele e Natsu apenas confirmou, enquanto pegava a munição – é melhor ir – falou ele é Natsu confirmou

Di Maria – vem eu te levo – falou ela, enquanto começava a andar, Natsu apenas deu de ombros enquanto a seguia

No meio do caminho Di Maria percebeu que Natsu estáva muito quieto 

Di Maria – por que está tão quieto ? – perguntou ela, olhando para Natsu que a olhou de forma séria

Natsu – o que ele quis dizer com o exercito está matando as pessoas ? – falou Natsu de forma séria e Di Maria apenas suspirou 

Di Maria – pensei que soubesse disso – falou ela, enquanto suspirava – o governo não está retirando as pessoas da cidade, ou melhor não estão tirando elas vivas... – falou ela enquanto apoiava a espingarda no ombro 

Natsu – como assim ? – perguntou Natsu a olhando confusa

Di Maria – sabe da evacuação certo ? – perguntou ela e Natsu apenas confirmou, ela colocou a mão no bolso e tirou seu celular – isso são as fotos do que tem depois dela – falou ela amostrando várias fotos, de pessoas mortas por tiros na cabeça, algumas sem a cabeça – um dos nossos conseguiu passa e tirou essas fotos e mandou para gente

Natsu pegou o celular de Di Maria e ficou olhando aquela foto 

Natsu – não é possível... – falou ele em choque

Di Maria – você pensa que o governo é nosso amigo, mais na verdade eles são uns filhos da puta – falou ela, olhando para Natsu que parou de andar – Natsu ? – falou ela vendo Natsu ampliá a foto

Natsu – olha isso – falou Natsu apontando lá pro fundo da foto, onde avia duas pessoas – Hemlock... – falou ele, enquanto via Hemlock ao lado de uma mulher albina com roupa de policial 

Di Maria – e uma das capangas dele, Hilde – falou ela apontando para a mulher de cabelos grisalhos

Natsu – mais que merda – falou Natsu, enquanto devolvia o celular para Di Maria 

Di Maria – Natsu – na hora que ela o chamou Natsu olhou para ela – seja lá o que Hemlock esteja fazendo aqui, tome muito cuidado lá fora – falou ela é Natsu 

Eles logo chegaram na porta onde estava Lauren Natsu quando chegou até a porta a abriu mais na hora que ele ia sair...

Di Maria – Natsu... – Natsu na mesma hora se virou – você ainda está com a Juvia ? – perguntou ela com um pouco de vergonha

Natsu – oh, sim eu ainda estou com ela – falou ele abrindo um sorriso é Di Maria só sorriu

Di Maria – que mer... Quer dizer que bom, vocês fazem um lindo casal – falou ela com um sorriso, enquanto via Natsu, sair pela porta – droga, essa vadia não desgrudar dele – falou ela bufanso enquanto tava de costas

 

Fora da cidade de Los perdidos...

 

Fora da quarentena avia várias barracas do exército e claro avia vários soldados andando de um lado para o outro, mais dentro de uma barraca específica, se encontrava Hemlock e Hilde junto de um soldado de cabelos morenos que usava um pano no pescoço e uma roupa tática

??? – senhor me chamou ? – falou o soldado parado em frente ao Hemlock

Hemlock – sim, tenho um trabalho para você e seu pelotão Adam – falou Hemlock de braços cruzados

Adam – qual senhor ? – perguntou ele de forma séria

Hemlock – como você sabe a presidenta, está dentro da cidade e não temos noção a onde ela esteja, então enviarmos você é seu pelotão para a cidade – falou Hemlock de forma séria

Adam – só isso senhor ? – perguntou ele

Hemlock – não, preciso que ache uma caixa vermelha, não posso entra em detalhes, mais não deixei essa caixa em mãos erradas – falou Hemlock e Adam confirmou

Adam – sim senhor !!! – falou ele e Hemlock sorriu 

Hemlock – ótimo – falou ele sorrindo – dispensado 

Logo Adam saiu da barraca e Hilde olhou para Hemlock

Hilde – tem certeza que quer deixa um trabalho tão difícil na mão desse soldadinho ? – falou ela olhando para Hemlock que apenas confirmou 

Hemlock – tenho... Mais você também vai para cidade com alguns soldados, sem o Adam saber – falou ele é Hilde arqueou a sobrancelha – preciso que pegue as gravações das câmeras de Los perdidos, aquilo pode nos leva a ruína se cair nas mãos erradas – falou ele de forma séria e Hilde confirmou 

Hilde – certo, mais o que eu faço se achar algum sobrevivente ? – perguntou ela enquanto começava a se alongar

Hemlock – simples – ele a olhou nos olhos enquanto tinha um sorriso no rosto – matenos não quero provas – falou ele enquanto sorria e Hilde só devolveu o sorriso

Hilde – sim senhor... – falou ela enquanto saia da barraca

 

Continua...


Notas Finais


Bom, tá aí é denovo mals se tiver pequeno to com um sono do diabo então ne...

Comentem ai o que acharam vlw

Beijobunda


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...