História Apocalypse - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, The Walking Dead
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Exo, The Walking Dead
Exibições 52
Palavras 1.502
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Lemon, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sci-Fi, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Canibalismo, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura babes!!

Capítulo 18 - Don't Say Anything


... Mas ele não se levantou.

Sehun olhava em direção onde LuHan havia caído, os zumbis cada vez mais próximos.
Porém, ele não se erguia.

Sehun então mirou na cabeça do zumbi mais próximo de LuHan e atirou, o fazendo cair.
Seguiu até que todos os zumbis que estavam atrás de LuHan fossem ao chão.

Sehun desceu da árvore rapidamente e foi correndo em direção a LuHan.
O menor estava muito pálido e sujo, suas roupas estavam rasgadas em alguns pontos.
O sniper o pegou no colo e seguiu em direção ao acampamento.

Alguns minutos depois, Sehun chegou ao acampamento, Chanyeol o viu e foi em sua direção.

- O que houve Sehun? – Ele olhava de Sehun para LuHan sem entender o que estava acontecendo.

- O encontrei caído na estrada.

- Vem, vamos leva-lo para o trailer.

Sehun levou LuHan até o trailer e o deitou na cama que lá havia.
Chanyeol pediu que Baekhyun trouxesse um pouco de água para o menor.
Sehun não quis se afastar de LuHan em momento algum, enquanto os outros tentavam recordá-lo.
Depois de conseguirem fazer LuHan beber água, o menor acordou.

- LuHan, consegue me ouvir? – Chanyeol estava a sua frente, LuHan permanecia deitado, seus olhos semi abertos.

- S-sim... – A voz dele ainda estava fraca.

Ao tentar se levantar, LuHan caiu para trás na cama, estava muito fraco.

- Baek, peça ao Suho que mande alguma comida para LuHan.

- Sehun... Onde ele está? – Falou LuHan após algum tempo.

- Aqui. – A voz do sniper se fez presente e ele ficou de frente para LuHan.

- Desculpa Sehun... E-eu... Eu... – LuHan começou, porém o outro o interrompeu.

- Não. Descanse. É só o que você precisa fazer agora. – Dito isso, Sehun saiu do trailer e sentou-se do lado de fora.

- LuHan, quando estiver se sentindo melhor, precisaremos saber o que houve. – Falou Chanyeol calmamente, ao que LuHan assentiu.

Poucos tempo depois, Baekhyun voltou trazendo comida para LuHan que devorou tudo muito rapidamente, como se estivesse sem comer a dias.
Depois, Chanyeol pediu que ele ficasse no trailer e tentasse dormir um pouco.

Quando saiu de dentro do trailer, Chanyeol encontrou Sehun sentado do lado de fora do mesmo.

- Onde esteve? – Perguntou Chanyeol ficando de frente para Sehun que continuava sentado.

- Não importa.

- É claro que importa!

- Fala assim como se realmente se importasse comigo. – Sehun se levantou ficando face a face com Chanyeol. – Pra vocês eu sou apenas mais um louco no meio do apocalipse.

- Sehun, eu me importo com você. Você é meu irmão de apocalipse. Nós estamos juntos nisso a mais tempo do que eu posso contar.

- Chanyeol, não comece com isso. Ambos sabemos que isso não é verdade.

Chanyeol colocou as mãos nos ombros de Sehun e o empurrou contra a lataria do trailer.

- Você realmente acha que se eu não me importasse com você, ainda estaria aqui?

- Você é covarde demais pra fazer algo contra mim.  – Sehun o olhava com ar de deboche.

- Talvez eu seja mesmo. Talvez eu tenha medo de não ter mais você aqui. – Chanyeol abaixou a cabeça.

- Você apenas está me usando Chanyeol. Sabe muito sobre mim. Sabe do que eu sou capaz. Você só está na liderança por minha causa. Só está vivo por que eu te mantive vivo.

- Isso é mentira! – Chanyeol estava tentando se manter calmo, porém Sehun estava conseguindo mexer com seu psicológico, de novo.

- Não é mentira. Ambos sabemos disso. Você não passa de uma fraude. Esse ar de líder inteligente e forte é tudo uma farsa.

Sehun sabia muito bem como fazer Chanyeol pirar totalmente. Aquilo era uma tortura para Chanyeol e apenas uma diversão para Sehun.

- Você não sabe do que está falando. – Chanyeol tinha a raiva em seus olhos.

- Você sabe muito bem que mais cedo ou mais tarde irá morrer, e o seu querido Baekhyun também. Ninguém poderá proteger o pobre Baek do seu destino cruel.

- Sehun...

- Sabemos muito bem que todos esses caras aqui já estão mortos, não existe futuro para esse grupo sem a minha presença. Por isso estava tão desesperado para que eu voltasse.

Sádico. Psicótico. Sarcástico.

A voz dentro da cabeça de Sehun havia tomado conta. Ela era o ordenando que disse aquilo.
E Chanyeol se deu conta daquilo, talvez um pouco tarde demais, mas não tarde o suficiente para fazê-lo socar o queixo de Sehun, derrubando-o no chão no mesmo instante.

(°-°)

Sehun acordou e levou a mão a cabeça, estava dolorida.
Procurou por sua mochila e a encontrou ao seu lado.
Ao levantar-se deu de cara com LuHan sentado à sua frente.

- Soube que ficou fora de si ontem. – Falou o menor mexendo os dedos de forma incessante. Estava muito nervoso.

- Eu... Não lembro de nada... – Sehun levou a mão a cabeça novamente e mirou o chão.

- Do que se lembra?

- De te trazer desmaiado para o acampamento, depois disso é um branco total.

- Você teve uma discussão com o Chanyeol, não cheguei a ouvir nem ver nada, mas parece que vocês estavam tendo uma discussão feia e ele te socou.

- Acho que eu perdi o controle de mim. De novo.

Sehun olhou para LuHan e o menor olhava para os próprios dedos.

- Não precisa ter medo de mim. Não vou te machucar. Prometo.

- Você não pode prometer algo que não pode cumprir. – LuHan fixou seus olhos nos de Sehun.

- Nesse caso eu posso. As vozes... – Ele fez uma pausa e voltou a olhar para o chão. – Elas... Elas gostam de você...

- Ainda bem... – Falou LuHan depois de um tempo.

Sehun deu um sorriso breve, e LuHan percebeu aquilo.

- Você deveria sorrir mais.

- Não tenho motivos para sorrir.

- Deixe me ser o seu motivo então. – LuHan levantou-se e deu alguns passos em direção a Sehun.

- Não. – Disse o sniper quando LuHan sentou-se à sua frente.

- Por que? – LuHan se assustara. Sehun parecia bem dois segundos antes.

- Você me deixou LuHan. – Ele começou. – Você me deixou só depois de tudo o que houve. – Sehun olhou diretamente nos olhos de LuHan. – Você me fez gostar de você como eu nunca havia gostado de ninguém antes.

Era a voz da raiva falando, não a mesma que discutira com Chanyeol no dia anterior, mas ainda assim, era um misto de ódio e desejo.

- Sehun... Eu sei que me precipitei, mas eu devia aquilo ao Chen...

- Não. Você estava comigo. Era comigo que deveria ficar.

Sehun avançou em LuHan e selou seus lábios com os do menor de uma forma bruta.
O sniper mordia os lábios de LuHan, tanto que os fez sangrar.
Separou sua boca dos lábios do outro e passou a morde sua clavícula e seu pescoço.

LuHan tentou afastar Sehun de si, porém o sniper era mais forte e não iria parar.

Sehun rasgou a camisa que LuHan vestia e jogou o trapo no chão.
Passou então a morde todo o abdômen do menor, que tentava, inutilmente fazer Sehun parar.

- Sehun... Por favor... Pare... – LuHan suplicou baixo, estava com medo demais para gritar.

- Não.

Sehun então levou suas mãos até a barra da calça de LuHan e puxou de uma vez, fazendo os botões arrebentarem.
Puxou a calça para baixo, deixando o menor completamente nu.
Num gesto rápido, Sehun girou o corpo de LuHan na cama.
LuHan sabia muito bem o que viria a seguir.

Sehun ergueu um pouco o corpo de LuHan, deixando a bunda do menor empinada para si.
O rosto de LuHan estava preso contra o colchão e uma lágrima solitária correu pelo rosto de LuHan, deixando uma manchinha no lençol.

Sehun abriu a própria calça e se posicionou em frente à entrada de LuHan.
O sniper então começou a forçar seu membro na entrada de LuHan, penetrando-o lentamente, enquanto as lágrimas caiam do rosto de LuHan, deixando o lençol molhado.

Sehun movia-se rápido e forte dentro de LuHan, o menor tentava pedir para que ele parasse, mas sua voz estava fraca, quase inaudível.
O menor já não tinha mais forças para lutar. Deixara-se apenas ser invadido por Sehun.

Foi então que Sehun acertou a próstata de LuHan e um choque de prazer percorreu o corpo do menor.
Sem se dar conta do que havia feito, Sehun continuou a acertar aquele local, rápido e forte, causando espasmos em LuHan, e fazendo o menor deixar gemidos de prazer escapar de seus lábios.

Sehun investia duramente dentro de LuHan, e antes que pudesse conter, se desfez dentro de LuHan.

Pouco a pouco, Sehun foi saindo de dentro do menor e sentou-se na cama.
LuHan por sua vez, sentou-se na cama e ficou frente a frente com Sehun.
Sua bunda começara a doer um pouco, mas ele não se importava.

- LuHan... – Sehun começou, porém LuHan selou seus lábios, calando-o.

- Não diga nada.

Então Sehun puxou LuHan para seu colo e selou seus lábios. 


Notas Finais


** All The Lov3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...