História Apocalypse Now - Interativa - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dead Rising, Dying Light, The Last of Us
Personagens Personagens Originais
Tags Apocalypse
Exibições 53
Palavras 925
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Mecha, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem ^-^

Capítulo 2 - A Infecção


Fanfic / Fanfiction Apocalypse Now - Interativa - Capítulo 2 - A Infecção

14:00 hs

Algumas pessoas estavam conversando em um condomínio quando elas ouvem um grito e resolvem checar o que era.

Que merda aconteceu aqui? - perguntou um rapaz alto com um macacão de mecânico

As pessoas observavam horrorizadas aquele banho de sangue, aparentemente causado por apenas uma pessoa, o porteiro estava morto com uma mordida no pescoço e um homem estava sendo devorado por uma garota.

Ei garota, foi você que fez isso? - perguntou o mesmo rapaz

A garota olhou para ele, e avançou para cima do rapaz que caiu no chão com o susto.

Ei sau daqui menina! - ele disse enquanto chutava a cara dela.

Ele ficou chutando até ela morrer, depois que ela morreu o rapaz se levantou e olhou para seus amigos, eles haviam sido mortos pelo porteiro que havia sido morto anteriormente pela garota.

Droga! Eu tenho que sair daqui! - o rapaz sai correndo pra sua casa.

Quando ele entrou, ele começou a procurar algumas coisas.

Cara cadê aquelas revistas? - o rapaz procurava as revistas.

Quando ele finalmente achou elas, ele pegou um rolo de silver tape e colocou elas nos seus braços e pernas.

POV Dante ON

Eu comecei a colocar as revistas em meus braços e pernas, como se fossem proteções, depois que eu fiz isso, procurei algumas facas e uma jaqueta de couro, assim que eu achei a jaqueta eu vesti ela e com uma faca fiz pequenos cortes nas laterais para por mais facas, peguei as outras facas e fiz coloquei elas em meu bolso e nos cortes que eu fiz na jaqueta.

Calma cara, calma - falei pra mim mesmo - você vai conseguir sair dessa!

Fui até o sofá e me sentei nele, fiquei la pensando em um jeito de sair daquele lugar.

~ vou sair daqui a qualquer custo~

Me levantei e abri a porta da minha casa e saí. Fui andando pelas ruas e a cada passo que eu dava em direção da saída do condomínio, mais os sons daqueles monstros ficavam mais altos, em um certo ponto eu pisei num galho e fiz um pequeno barulho que foi o suficiente para atrair eles. Alguns vieram correndo e outros andando, eu corri pra dentro de um carro que estava próximo de mim e por incrível que pareça estava aberto, entrei nele e fiquei lá pensando em algo.

Pensa cara você é um mecânico você sabe o que fazer agora! - falei pra mim mesmo - Já sei!

Me abaixei e abri a tampa do painel elétrico, fui testando fio com fio, até que achei o certo e liguei o carro, eu acelerei e saí do lugar, tomei distância e encarei o portão que estava com um pequeno espaço, mas o suficiente para eu passar. Respirei fundo e acelerei, passei esmagando cada monstro e quando cheguei na hora de passar no portão, eu perdi um dos retrovisores, segui andando pelas ruas calmamente pois não havia nenhum monstro ali, é um certo lugar que eu passei havia os cadáveres de uma família morta, senti que ia gorfar, mas eu segurei a vontade e parei enfrente à uma farmácia, saí do carro e entrei na farmácia para pegar alguns remédios e aproveitar e ver se tinha algumas coisas úteis, peguei muitos remédios para dor, gripe, tosse e também consegui encontrar seringas, fita isolante e uma caixa de ferramente que provavelmente era de algum eletricista. Quando eu estava saindo do local com as coisas em uma bolsa que eu achei, vi alguém entrando no carro e saindo cantando pneu.

VOLTA AQUI FILHO DE UMA PUTA! - gritei mas o cara continuou seguindo seu caminho.

Eu estava determinado a pegar aquele carro de volta, então eu comecei a andar pelas ruas até que vi um policial no chão e um com uma estaca predendo-o no chão.

Hey cara, você ta bem? - reparei que ele estava com duas armas.

S-sim! - ele respondeu apavorado

Você foi mordido?

N-não! - ele olhava fixamente para o policial preso na estaca.

Quer que eu o mate? - olhei para o policial transformado

Não, ele era meu melhor amigo, quero fazer isso por conta própria! - ele falou determinado

Então, reparei que você tem duas pistolas e duas motos, posso ficar com uma? - perguntei um pouco sem graça

Sim! - ele me entregou a pistola e a chave da moto

Valeu! Muito obrigado pela ajuda cara! - subi na moto.

Assim que eu subi na moto e coloquei a pistola na minha cintura eu ouço dois tiros. Quando eu me viro vejo que o policial matou o monstro e se matou junto, eu desço da moto e vou até ele.

Descanse em paz… - fecho os olhos dele e pego sua pistola.

Subo na moto novamente e ligo ela, acelero e começo a seguir os rastros deixados pelo carro, eu chego em uma avenida e continuo seguindo o rastro, da avenida eu saio para uma rodovia, eu acelero mais um pouco e vou seguindo o rastro do carro até que passo entro um caminhão e algo segura meu pé me fazendo cair da moto.

Merda! - olho para o que me fez cair e me deparo com um monstro que aparentava ter un tumor no braço esquerdo.

Ele me segurava com força, eu peguei uma faca e tentei cortar o braço dele, mas quando eu furei saiu um líquido amarelo que começou a queimar minha mão, eu segurava pra não gritar, então eu peguei a pistola e atirei na cabeça do monstro que morreu na hora

Continua...


Notas Finais


Gostaram? Se ficou muito embolado vcs falam que eu mudo meu modo de escrever ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...