História Apology...♥ - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias IKON
Personagens B.I, Bobby, Chanwoo, Donghyuk, Jinhwan, Junhoe, Yunhyeong
Tags Bobby, Ficcomobias, Ikon
Exibições 27
Palavras 2.142
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


VRAAAA CHEGUEIII!Oiie CHEIROSOS! Olha minha animação uuuuuuh eu estou melhor por isso,pra quem não sabe eu estava muito mal pela saída do Tae do winner,disband do 2ne1,hiatus do Bang,tudo nessa semana me deixou mal...bom demorei não só pela falta de Internet e sim pelo um bloqueio de criatividade eu não sabia oq escrever SÉRIO!Mas eu consegui AEEEEE!e está aqui tentarei postar amanhã espero que não tenha ficado tão ruim...
Boa leitura :)
Ps:coloquei a foto do Tae na capa como uma homenagem mesmo mas levem como um spoiler heuheu

Capítulo 5 - Acredita em mim...


Fanfic / Fanfiction Apology...♥ - Capítulo 5 - Acredita em mim...

Não acredito no que eu estava vendo
Hyuna estava sentada quase pelada(não me leve a mal...mas estava um frio do caramba),no banco da Praça que fica bem na frente de onde eu trabalho e quem estava do lado dela? Sim o Bobby os dois conversavam e ela tinha um grande e enorme sorriso no rosto e ele sorria também ,claro você pensou o que Haru? Que aquilo tudo era verdade?que ele realmente sentia algo por você ? Como eu pode me iludir tanto em tão pouco tempo?sou uma idiota que nasceu pra sofrer por que diabos eu estou chorando parada no meio da Praça? E AGORA a vaca olhou pra Minha cara que ótimo!
-Ah!oie Haru tudo bom?,disse Hyuna com a cara mais cínica do mundo
-Haru?!,disse Bobby meio assustado cínico!idiota!imbecil!ou não o certo é disser que eu que sou idiota mesmo afinal não temos nada
-Eh eu quer disser...desculpa atrapalhar,eu disse e sai correndo sim eu sai correndo grande anta que eu sou ainda ouvi ele me chamar e disser um eu posso explicar,mas se isso realmente tiver uma explicação eu realmente não quero ouvir agora
Corri até chegar em casa onde entrei bem olhei para os lados e corri até meu quarto me joguei na cama e chorei e chorei não só por isso por tudo meu coração estava pesado só sei que acabei dormindo...
        ....pequena quebra de tempo...
Acordei com gritos,sim gritos era o meu padrasto,me chamando mas oq aquele bêbado quer?
Era melhor ir do que ela vir aqui e destruir meu quarto...
Desci as escadas e como imaginado lá estava ele cambaleando na sala
-HARU!,gritou ele
-Oq foi?,eu disse aparecendo na sala
-Sua bastarda inútil sua nojenta desprezível!,ele dissia milhares de xingamentos enquanto tentava me acertar com  qualquer coisa que fosse me atingir
-Oq foi que EU fiz?!,eu gritei não tinha nenhum motivo pra ele estar fazendo aquilo
-NADA VOCÊ NASCEU ENTROU NA MINHA VIDA FOI ISSO DESGRAÇADA!,ele gritava ele me acertou bem no meu braço esquerdo com um abajur aquilo concerteza iria deixar uma marca,na primeira oportunidade que tive abri a porta e sai correndo ele me gritou mas EU não liguei e sai correndo e corri,jà não tinha mas forças nas minhas pernas,até que cheguei ainde queria quase sentido minhas pernas me deixarem na mão toquei a campainha  até que a porta se abriu
-Haru?,disse Cheol aparecendo na porta eu não tinha fôlego pra mais nada só consegui me jogar nos braços dele e o abraçar forte só precisava deles agora
-Princesinha o que foi?,disse ele devolvendo o abraço jà me pegando no colo enquanto eu chorava
-Oq foi princesa?,disse ele com olha preocupado me sentando no sofá e sentando do meu lado e eu só chorava
-Mas oq...Haru?!,disse Jeon chegando na sala se sentando no outro lado e alisando meus cabelos disse
-Oh meu anjinho oq foi hum?,disse ele
-Meu Deus o que houve?,disse Cheol que estava bem preocupado
-Deixa ela se acalmar olha so pela cara dela parece que ela não comeu direto vou fazer uma comida e jà volto,disse Jeon se levantando e me dando um beijo na testa eu jà estava mais calma e parei de chorar
-Aigoo vem cá!,disse Cheol me puxando pra sentar entre suas pernas e me abraçando
-Depois você conta pro oppas oq foi ok?ele disse e eu acenti
-Tá agora deixar eu ver algo pra te distrair...ah jà sei!,disse ele se levantando e entrando pro quarto logo voltou com um caderno que eu conhecia bem...
Eu gosto de compor desde de cedo e o Cheol também,eu gosto de fazer rap e ele também,minha mãe simplesmente odeia quando eu canto ela praticamente me proíbe de cantar,ela não gosta,mas o jeon ama cantar e o Coups de fazer rap,até acho que eles podiam ser famosos...
Um dia na lanchonete nos meu primeiro mês lá,eu estava limpando o chão depois de fechado,com os fones no ouvido,aí eu cantava a música Face do nuest,eu nem percebi que estava cantando alto,aí do nada,sinto meus fones sendo tirados,olhei assustada,e do nada eles começaram a cantar comigo,mas depois,todos os dias quando fechavamos eles cantavam comigo,até que perdi a vergonha,foi assim que me aproximei deles,inclusive a melhor coisa que fiz em minha vida...
Coups me sentou entre suas pernas,e Abriu o caderno onde haviam tanto composições só minhas ou só deles,como de nós dois juntos,que era a maioria...Era um dos momentos mais prazerosos na minha vida,sentar e compor com meu oppa que pra mim é um appa
-Qual quer compor?Quer acabar alguma ou começar outra?,disse ele eu pensei um pouco e respondi
-Quero começar outra oppa você me ajuda?,perguntei com aquela carinha e cachorro pidão que Cheol não resiste heuheu
-Claro que sim princesa!,disse ele bagunçando meus cabelos
E então ele pegou a caneta me esperando dar o primeiro passo
Bom...jà tenho uma letra em mente,desde de que um certo alguém entrou na minha vida,essa letra fica na minha cabeça e eu preciso bota-lá pra fora,principalmente agora...
Então eu comecei a falar a letra e Cheol anotava e fazia os ajustes que achava necessário,quando vimos jà tínhamos uma parte pronta...

Dumb Dumb
Estou pensando arduamente todos os dias por sua causa;
Mas eu ainda não sei o que fazer com você;
Baby,Baby,Baby,baby
Você brinca comigo;
Seus olhos me tiram fôlego e me confundem
Faz os meus sentidos racionais se espalharem;
Baby,Baby,baby,Baby
Você louco, louco,louco,sim

-Nossa está ficando muito bom mas PERAI de onde tirou essa letra?,ele disse e semicerrou os olhos...Coups e seu lado ciumento como um appa
-Eu...bom eu...,eu tentava pensar em uma resposta melhor do que um lindo poste de olhos minúsculos da minha escola que pertuba meus pensamentos
-Eh...venham comer,disse jeon que deve ter percebido e me salvou como uma boa Omma *risos*
-Mas...,Coups ia falar mais foi interrompido
-Agora!,disse Jeon e eu não evitei sorrir
-Hum mocinha não pense que escapou!,disse ele saindo e eu o segui rindo
Seguimos e sentamos na pequena mesa da cozinha que pra mim não importava o tamanho,pois,o amor e a paz que eu sentia quando estava ali era algo que me preenchia,como só haviam duas cadeiras,eu me sentei em uma e Coups na outra logo Jeon sentou em seu colo,eu achava tão linda a relação deles dois...eles não tinham a menor vergonha de assumir a todos o relacionamento deles,eles dissiam que eu era o orgulho deles mas eles são meu orgulho
Uma vez andávamos eu e eles na rua,realmente pareciamos uma família,na verdade somos uma,Jeon na esquerda eu na direita e Coups na direita e eu no meio,segurando a mãos dos dois,se eu tinha vergonha?não nenhuma nem um pouco
Eles me perguntaram se eu queria algo,estávamos no parque,eu tentava esquecer a minha noite passada que levei um tapa no rosto da minha mãe,só por ter dito que jà que ela reclamava tanto deveria se separar daquele homem,o tapa não só doeu fisicamente mas também doeu muito psicologicamente,contei aos oppas jeon me entendeu depois de eu convence-Ló a não ir lá e fazer o barraco,lógico que com o Cheol não foi nada fácil,ele realmente fica muito irritado com essas coisas,e sempre assim eu conto eles brigam eu os convenço que não vai acontece e de novo,mesmo sabendo que não é verdade,eu disse que queria um algodão doce e eles sorriram e foram buscar me sentei no banco da Praça,e lembro como se fosse hoje uma mulher se aproximando e dissendo "Vocês são algum tipo de casal diferente"disse ela com uma cara de nojo,minha vontade era de socar a cara dela,mas  diferente de oppa Cheol que me diz para dar um pequeno soco em quem me faz mal,eu sigo o Conselho do Oppa Jeon de que tenho que manter a calma por que violência não me leva a nada,eu a respondi com toda a calma do mundo "Não senhora eles são como meus pais","Oq?como consegue não é estranho não se sente mal?Não prefere uma famila normal?",ela disse espantada,e me preparei para responder a altura mas sendo fina recatada e do lar,como diz Jeon,então simplesmente disse "Olha não sei oq a senhora considera como família mas oq eu considero como famila não é a típica fala pai mãe e filho,não isso não é uma família correta pra mim,correto e os pais amarem incondicionamente seus filhos,isso não aconteceu na minha família "normal"sabe senhora eles me tratam mal essa minha família "normal"não se importa comigo,Eles cuidam de mim,Me dão tudo que preciso,mesmo não precisando,pois Eles não são minha família "normal",mas mesmo assim fazem eles me amam,sabe senhora eu não sabia o que era amar...não sabia o que era ter uma família,aí eles apareceram na minha vida,um casal normal,que tem um relacionamento normal,como de qualquer outra pessoa normal,mas sabe uma coisa não é normal neles sabe oq?,a mulher me negou,o amor que eles sentem por mim,eu uma garota esquisita e estranha que ninguém quer por perto,e o amor que eu tenho por eles o casal "anormal" que por sua forma de amar que não condiz com a sociedade,somos uma família de coração que se ama independente da opinião,terminei e olhei para a mulher a minha frente que me olhava abismada e disse "Você é estranha" e saiu,dei de ombros e olhei para frente vendo meus oppas parados de mãos dadas Cheol tinha a boca aberta em um perfeito O,enquanto segurava o algodão doce em sua mão,Jeon tinha os olhos marejados,eu sorri e Jeon veio até mim me puxando pra um abraco eu sorri,e Cheol tambem me abraçou,"Amamos você! "Disseram os dois juntos e eu disse "Também amo vocês"
tinha alguma necessidade de disser tudo aquilo? Não! Mas eu fiz isso por que as vezes me irrito com as pessoas tão ignorantes...
Sorri me lembrando disso e os oppas perceberam
-Oq tanto pensa?, disse Cheol
-Em vocês,disse saboreando a comida gostosa que Jeon fez
-Owwn você é tão fofa!,disse jeon e eu sorri
-Vou lá na sala,Cheol disse e provavelmente foi arrumar os dois colchões que tem aqui na sala,ele sempre faziam isso quando eu dormia aqui,e eu adorava...
Adora estar com eles,eles me fazem tão bem,não que eu não seja ainda uma depressiva,sim ainda sou! Mas esses momentos me fazem pensar que talvez Valha a pena...me sinte mal sabendo que estou com meus braços cortados,e que se eles descobrirem vão ficar muito magoados,Me senti culpada pois a última coisa que queria era eles as únicas pessoas que eu amo magoados comigo...Em um impulso me levantei  e sentei no colo de Jeon o abraçando,que se assustou não pelo ato por que jà era costume entre nós,mas sim por ser um ato tão repentino,mas logo retribui o abraço
-Uê oq foi anjo?,disse Jeon confuso por eu chorar baixinho não que eu fosse uma idiota fraca...mas as vezes junta tudo na minha cabeça ou coração e não consigo segurar,abracei Jeon com força ah Jeonghan você que é meu anjo
-Eu posso dormir com vocês hoje oppa,falei o abraçando mais forte mudando de assunto ainda não estava pronta pra disser sobre isso
-Claro anjo,disse ele limpando minhas lágrimas e me dando um beijo na bochecha e saiu andando ME puxando pra ir pra sala eu sei que no fundo ele sabe que eu tenho algo pra disser mas ele me respeita eu amo isso nele
Fomos pra sala conversamos bastante e compormos mais um pouco ainda bem que Cheol não perguntou nada mas acho que tinha que contar o porque e contei...desdo Bobby até o meu padrasto eles me  abraçaram e me falaram várias coisas,mas depois eu e Cheol compormos mais e era engracado os olhares orgulhosos de Jeon sobre mim e Cheol oppa,e eu sorria tentando esquecer tudo menos ele...que era a pessoa expiradora na música que eu compunha,mesmo não admitindo,e mesmo não admitindo eu sentia que deveria escutar o que é tinha a disser...
E mais uma parte da música

Como um manequim,tudo é tão estranho;
Eu deveria agir como faço normalmente,mas sempre que te vejo,fico tão estúpida;
Meus olhos,nariz,lábios,até meu rosto,braços,pernas,meus pés,não me escutam;
Dumb Dumb(8x)
Cheol me olhou estranho de novo eu desfarcei de novo,Jeon me ajudou de novo,Acabou que dormimos Cheol no meio e eu de lado e Jeon do outro e sorri vendo eles sorrirem
Meu celular vibrou e olhei a tela e lá estava escrito Bobby
Me sentei e olhei e lá estava escrito
"Haru?-23h46
  Haru?-23h47
  Por favor me responde-23h48
  Você está pensando errado de mim-23h49
   Por favor me escuta-23h50
   Haru-Não sei se devo...00h03 respondi e era verdade não sei se devia mas acho que devo aigoo!
Dumb! Isso que ele é por me deixar assim ! Otoke??
   Por favor Haru eu te emploro só me escuta!-00h04
    Bobby eu não sei....00h06 ei realmente não sabia oq fazer
Mas uma sensação me invadiu algo me dissia que eu devia...
  Por favor acredita em mim...-00H10
  Ok eu te ouço pode ser?,eu respondi não sei se devo mas tá feito...


Notas Finais


PEGA FOGOOOO O CABAREEEE!UIII BRASIL!FINALMENTE SAIU!
Esse capitulo focou mais na relação dela com Jeon e o Coups ♡♡
Mas enfim quero agradecer os favoritos que agora são 10💪💓💓
E as visualizações ♡♡
Te amo vocês ♡♡
Eu adoro quando vocês comentam então comentem por favor♡
Um beijo e um cheiro da Tia coups ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...