História Apology...♥ - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias IKON
Personagens B.I, Bobby, Chanwoo, Donghyuk, Jinhwan, Junhoe, Yunhyeong
Tags Bobby, Ficcomobias, Ikon
Exibições 11
Palavras 2.978
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico), Visual Novel
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiie CHEIROSOS!❤
Voltei!Groria!
Bom eu gostei do resultando...
Espero que gostem também...♡
Boa leitura:)

Capítulo 6 - Vem aqui ficar comigo...


Fanfic / Fanfiction Apology...♥ - Capítulo 6 - Vem aqui ficar comigo...

Leiam as notas finais!
Bobby on
Isso não pode estar acontecendo!,só pode ser a vida querendo tirar uma com a minha cara!,tá eu to com muita vontade de chorar agora!,não sabem por que?Vou explicar...
Eu tentava seguir o meu plano perfeito com~vulgo contra a Hyuna~a Hyuna,bom meu plano quase perfeito,era pra dar tudo certo,mas não não deu certo deu tudo errado...
Cheguei da escola todo feliz pela manhã maravilhosa que tive com a Haru,eu estava conquistando a confiança dela aos poucos...estava...mas estraguei tudo...
Eu estava em casa até que deu a hora de meu "encontro"com aquela garota asquerosa,me vesti,e preparei meu psicológico para enfrentar aquela cobra.Sai de casa e fui até a Praça onde disse pra ela me encontrar,lembro dessa Praça eu vinha aqui quando era menor,na verdade minha pior escolha foi ter escolhido essa Praça...
Cheguei lá e vi Hyuna com um lindo sorriso no rosto~le-sê horrível~ com roupas que provavelmente no ver dela iriam me provocar,iludida,eu nunca fui assim,óbvio não sou de ferro,mas nunca me deixei levar somente por desejos carnais,segundo meu pai eu era frouxo,eu não acho,o que eu acho é que meu coração sempre pertenceu a outra pessoa por isso sempre que pensava nela não conseguia ficar com ninguém,não que nunca tenha ficado com ninguém,como jà disse não sou de ferro,mas nunca teve um sentimento,nunca cheguei a gostar de ninguém,no máximo achava bonita e legalzinha,pode soar meio frio,mas é que meus pensamentos sempre foram dela,desde que fui separado dela,sempre desde sempre,minha cabeça e minha mente foram dela,imaginando como ela estaria com o passar dos anos,se ela havia mudado muito,se ela estava bem,se ela estava vivendo bem...
Se eu soubesse que não,teria vindo antes,me culpo por isso mas o que um garoto de quase 15 anos magricela poderia fazer?exatamente nada e eu me culpo por isso...Por isso agora quero compensar todo o tempo que fiquei longe,o tempo que não cuidei dela...Ela ficou tão linda,o sorriso dela continua tão lindo,o jeito dela falar e até mesmo andar continua a me encantar...mas ela tem uma ferida...uma ferida muito grande...e eu Vou ajudar a curar,pode ser difícil mas não me importa...Eu também não tive a melhor vida...mas,nem se compara com a dela,as pessoas pensam que pelo o dinheiro do meu pai eu sou feliz,elas não fazem ideia...quando minha mãe morreu minha felicidade foi junto com ela...eu não vivia mas,não tinha mais motivos pra viver...até que ela apareceu...ela Foi meu motivo de viver,ela me salvou,sem mesmo saber,ela me tirou do fundo do poço,agora é minha vez de salvar ela,e eu  vou salvar...,eu sei que provavelmente só fará meu pai me odiar mais,aliás nem sei de onde vem tanto ódio,se ele perdeu a mulher eu perdi a mãe,mas se ela me odiar mais não me importo!,se eu tiver ela do meu lado nada mais importa,pode parecer ridículo e posso também parecer só um bobo apaixonado,mas só EU sei o sentimento que eu carrego no peito,uma vez fui tolo o suficiente para me abrir com ele sobre a Haru isso foi a uns dois anos,ele me chamou de idiota por ainda me lembrar dela,que era uma paixonite passageira e bom,agora eu tenho 18 essa paixonite durou 4 anos,e disse que ele nunca mais me deixaria vê-lá,ele não vai me impedir de ficar com o amor da minha vida,não mais...
Mas voltando a meu "encontro" que na verdade é apenas um plano,me sentei do lado dela,a vendo sorrir,forcei meu melhor sorriso,até que ela disse
-Oiie oppa!Fico feliz que me chamou mas o que quer oppa?,oh meu Deus que voz irritante
-Ah claro eu só queria conversar um pouco com você sabe pra te conhecer melhor,agora eu acho que merecia o Oscar de melhor ator!
-Aiin oppa pode perguntar o que você quiser!,disse ela alisando meus cabelos chega me deu nojo quando eu ia falar fui interrompido
-Ah Oi Haru tudo bom?,disse Hyuna olhei por de trás para ver para quem ela olhava e senti como se o mundo desabase era a Haru!ela estava chorando! DROGA!ela entendeu errado!óbvio que ela entendeu errado quem não pensaria besteira! Como sou idiota!
- Eh eu quer disser...desculpa atrapalhar,ela disse e saiu correndo
Haru!Haru!,a chamei mas ela nem olhou e continuou a correr
-Oppa deixa ela pobrezinha iludida!,disse Hyuna colocando a mão em minha perna
-TIRA A MÃO DE MIM!ILUDIDA É VOCÊ NUNCA MAIS CHEGUE PERTO DE MIM!,gritei e sai de lá com raiva de mim mesmo pelo plano que deu errado,na verdade o plano era desmascarar Hyuna,eu estava gravando a conversa,iria fazer ela contar sobre todas as vezes em que fez mal a ela na escola,assim a diretora teria que ser obrigada a tomar uma providência,mas não deu certo,eu não podia imaginar que ela apareceria na Praça naquele momento,mas e agora? Otoke?,como vou fazer pra que ela acredite em mim?,finalmente quando estava conseguindo conquistar a confiança dela,isso acontece!,parece que tudo sempre tem que dar errado! Que eu não posso ser feliz!,cheguei em casa com meus olhos marejados,me joguei na cama e chorei,chorei de raiva por tudo dar errado ,chorei pela minha burrice de não ter conseguido e acabar a magoando,chorei de dor no coração por saber que ela também deve estar chorando,chorei de medo de que ela nunca mais queira olhar na minha cara,isso eu não ia aguentar,não agora que eu estava tão perto,Droga!,acabei dormindo acordei me sentindo horrível,parecia que um caminhão tinha passado por cima de mim,eu me sentia pesado,triste,culpado,armagurado,me sentei na cama ouvindo meu celular tocar,atendi e me arrependi
-Alô?,eu disse
-Jiwon seu bastrardo tava dormindo né seu inútil!,exclamou ele que ótimo meu dia jà estava ótimo agora então
-Fala o que você quer estou sem paciência,eu disse
-Além de inútil é ingnorante!,exclamou ele
-Só liguei pra saber se você mudou de idéia,disse ele e eu suspirei pesado
-Não pai não vou para empresa não adianta!,disse nervoso
-FILHO BASTARDO NÃO PRESTA PRA NADA VOCÊ É RIDÍCULO JIWON ACHA QUE SUA MÃE VAI TER ORGULHO DE VOCÊ ELA DEVE TER NOJO COMO EU!,exclamou ele desligando o celular quando vi eu jà estava soluçando eu as vezes me escondo atrás de um sorriso mas ninguém sabe o que eu passo doi tanto ouvir isso e estar aqui sozinho...
-Omma por que é tão difícil?,sussurei sentindo as lágrimas caírem
Ainda chorando peguei meu celular e eram 22h39 da noite...e troquei mensagens com ela,concerteza ela está magoada,mas concordou em falar comigo,mas não era o suficiente eu queria ela aqui comigo,sem perceber liguei pra ela...
-Alô?,disse a voz doce e linda da garota que eu amo
-Haru...,falei baixo
-Bobby? O que foi?,ela disse parecendo preocupado
-Olha eu vou te explicar tudo e você vai entender que EU não tenho nada com ela,eu disse tentando esconder que estou chorando
-Ok Bobby eu não sei por que mas tenho a sensação que posso confiar em você,disse ela e eu sorri em meio as lágrimas por ela ter esse sentimento
-Obrigado,disse segurando o choro ou pelo menos tentando
-Bobby o que você tem?,disse ela
-Nada,falei deixando um soluço e escapar
-Como nada você tá chorando não está? BOBBY FALA !,disse ela e eu me deitei de novo derrotado
-Vem aqui ficar comigo,deixei escapar quase em um sussurro
-Mas está tarde...não sei nem onde você mora,disse ela lógico o que eu esperava ela mal me conhece,na verdade ela acha que mal me conhece,além do mais eu a magoei
-Tudo bem...,falei baixo acho que a bad bateu forte não paro de chorar deve ser a solidão...
O silêncio se fez do outro lado da linha...
-Me passa o endereço,ela disse e eu quase pulei da cama mas mandei o endereço por mensagem logo a chamada foi encerrada,será que ela vem?
Bobby off Haru on
"Vem aqui ficar comigo?" Aquela frase não saia da minha cabeça...apesar de tudo,não havia nada de mais...eles não faziam nada de mais...Talvez ele pudesse mesmo explicar...ou eu apenas esteja enloquecendo...mas por que ele chorava,eu não imagino ele chorando,ele me pediu para ir ve-lo,e não vou mentir eu quero ir...mas Como vou fazer? Jeon oppa!
Os oppas jà dormiam cheguei perto deles e cutuquei Jeon oppa,ele resmungou e me olhou
-Haru? O que foi?,disse ele coçando os olhos
-Oppa preciso da sua ajuda...,disse e ele me olhou curioso
                       ...
-Não acho boa ideia,ele disse baixo
-Por favor oppa,falei também baixo
-Haru...,ele disse
-Oppa você sabe mais que ninguém que eu não gosto de me aproximar das pessoas mas eu sinto que tenho que ir...,eu disse e ele me olhou
-Tá bom mas não conta pro Cheol,ele disse e eu o abracei
-Te amo oppa,disse a ele
-Também te amo anjo,disse ele
-Promete que qualquer coisa me liga,disse ele e eu acenti
-Prometo oppa,disse e sai da casa deles estava de leggie preta regata branca e uma blusa cinza do Cheol que ficava grande em mim
Sorte que o lugar onde ele morava era perto,era apartamento muito lindo,e pelo visto grande,falei com o porteiro que me olhou como se eu fosse assaltar ou coisa do tipo,mas ele acabou interfonando,provável que ele autorizou minha entrada,ele me olhou desconfiado mas me deixou subir,entrei no elevador e uma mulher me olhou e se afastou com medo,minha vontade era de rir da tamanha ignorância das pessoas,desci no 8 andar no prédio de dez andares,bati na porta do apartamento 108,na verdade eu não sabia o que eu estava fazendo ali,mas por outro lado,que nunca me senti tão certa de algo faz muito tempo,até que a porta se abriu revelando um Bobby sem camisa,chorando e de cabeça baixa...
Haru off Bobby on
Eu estava lá jogado na cama ainda chorando...acho que hoje estou chorando tudo que não chorei,até que ouço o interfone tocar,me levanto resmungando e atendo logo ouvindo a voz do porteiro Lee do outro lado
-Senhor Jiwon?,disse ele
-Sim?
-Tem uma garota aqui querendo subir,disse ele desconfiado não pode ser será que é ela?
-Como ela é?,eu perguntei curioso
-Ela é baixa,branquinha,cabelos longos castanhos,e olhos grandes,dissia ele
-Deixa ela subir!,disse só podia ser ela
-Mas senhor tem certeza é que ela...,ele dissia mas o interrompi
-Deixa ela subir!,disse novamente
-Ok,respondeu ele desligando em seguida
Esperei  uns minutinhos,e ouvi a batidas na porta,corri até lá,mas meu peito se apertou, sabendo que ela devia estar com raiva de mim,e chorei de novo,estou impressionado de como estou sentimetal hoje...
Abri a porta dando de cara com ela,tão linda...mas eu abaixei a cabeça por saber que ela deve estar me odiando...
Bobby off Haru on
Olhei aquela cena na minha frente sem saber o que fazer...
-O que você tem hum?eu disse alisando seus cabelos vendo ele fungar
-Você veio...,ele disse baixo com a voz chorossa e me apertava o coração  ver ele assim logo ele que sempre estava sorrindo
-Vim sim...,eu disse e fui surpreendida por ele abraçando minha cintura com força me tirando um pouco do chão,me assustei mas logo abracei seu pescoço,taquei o foda-se também eu só sentia que queria estar ali com ele...
Ainda no abraço,ele me puxou pra dentro e fechou a porta,ficamos assim um tempinho abraçados em silêncio,ele parou de chorar aos poucos e eu me sentia tão bem,tão leve...
-Você tem um cheiro tão bom,disse ele passando o nariz em meu ombro e eu senti meu rosto esquentar
-Bobby...,disse envergonhada o apertando no abraço
-Mianhe...,ele disse baixo
-Você que me contar o que aconteceu?,eu disse baixo ainda no abraço
-Pode ser depois?,ele disse manhoso
-Pode,eu disse soltando um riso baixo
Me soltei do abraço e ele fez bico,pude ver melhor agora que seu rosto estava vermelho,e seus olhos menores do que jà eram,me aproximei e limpei suas lágrimas...
-Você não come desde que hora?,eu disse vendo que ele estava meio pálido
-Hum...,disse ele desviando o assunto
-Hum nada! Eu vou fazer alguma coisa pra você comer,disse saindo mais ele segurou meu braço
-Não precisa...,ele disse com a voz meio rouca
-Precisa sim onde é a cozinha,eu disse e ele riu
-Ali...,disse ele me fazendo o seguir a cozinha era bem bonita
-O que você quer comer?,eu disse olhando os armários aí me toquei que eu não estava em casa pra sair mexendo assim
-Ah desculpa eu nunca vim aqui e jà estou assim...desculpa,disse envergonhada e ele me deu um grande sorriso
-Lógico que não boba! Pode mexer no que quiser!,disse ele sorrindo e eu acabei por sorrir também
Acabei por fazer um Ramen mesmo pra acabar rápido,fiz depois coloquei em cima da mesa,
-Bobby?,Chamei o ser humano que estava distraído fuçando meu celular
-Hum?,disse ele
-Pega o prato ali em cima pra mim,disse eu me fazendo de fofa
-Sim!,disse ele sorrindo e indo pegar o prato
Quando ele foi me dar os dois pratos,nossos rostos acabaram ficando próximos de mais,me deixando meio nervosa,mesmo que eu sinta que devo confiar nele,eu não sinto que estou pronta pra isso,e ele percebeu isso,pois quando viu minha cara de assustada,ele deu um sorriso,aproximou mais nossos rostos,e me deu um beijo carinhoso na bochecha e logo depois na testa,por incrível que pareça eu não fiquei super envergonhada eu só sorri,e peguei os pratos,servi a refeição e nós comemos...
-Huummm isso está muito bom!,disse ele comendo feito uma criança
-Pabo!É só um Ramen,eu disse rindo
-Nada disso...você tem que cozinhar mais em mim!,disse ele e eu sorri aliás estou sorrindo tanto que estou  estranhado
-Só se você cozinhar pra mim na próxima,disse e ele sorriu
-Pode deixar!,disse ele
Depois ele se sentou no grande sofá da sala e eu coloquei a louça na pia,iria lavar mas,ele não deixou
-Haru?,disse ele quando cheguei na sala e sentei no seu lado no grande sofá
-Sim?,eu disse
-Não querendo ser inxirido mas quem são esses?,disse ele monstrando uma foto de papel de parede do meu celular,onde estava eu no meio e os oppas do lado sorrindo
-São meus oppas!,disse e ele me olhou confuso
-Seus oppas?,disse ele arqueando a sombrancelha e eu comecei a rir
-Tá com ciúmes?,eu disse rindo e ele fez bico
-Lógico!,disse ele e eu gelei jurava que ele iria falar que não...
-Tá...ok bom digamos que são como pais postisos!,eu disse
-Sério!que legal!,ele disse sorrindo
-Não precisa sentir ciúmes!,eu disse rindo
-Ya!Não ria!,disse ele
-Mas então você quer contar o que aconteceu?,eu disse e ele abaixou a cabeça
Haru off Bobby on
E então eu contei para ele sobre meu pai...ele apenas ficou me olhando intensamente,depois que acabei de falar não chorei,pois só a presença dela me acalmava,mas não pude contar a dorzinha no coração,a olhei e ela abriu os braços,não pensei duas vezes e me joguei em seus braços,deixando minha cabeça na barriga dela
-Sabe eu sei que é difícil passar por essas problemas,principalmente quando a pessoa é da sua própria família acredite eu sei bem,mas os meus oppas me deram um Conselho uma vez,disse ela
-Qual?,murmurei aproveitando o carinho que estava recebendo
-Que devemos nos apegar a uma o mais pessoas que temos a absoluta certeza que nos faz bem,assim podemos sempre ter com quem contar,como se fosse um ponta de fuga...,disse ela e eu a olhei
-Então eu jà sei quem é meu ponto de fuga,eu disse olhando ela nos olhos
-Um dia você me conta?,disse ela
-Sim,eu respondi voltando a abraçar,depois de um tempinho eu jà estava quase dormindo nos braços dela,na verdade nem estava acreditando que ela estava ali comigo,óbvio ainda tenho que me explicar...
-Quer ir dormir?,disse ela e eu acenti
-Mas eu não sei onde é o quarto,disse ela e eu levantei do sofá,quando ela ia se levantar eu a peguei no colo a assustando um pouco
-Bobby!,disse ela assustada mas logo rindo
-Tô te monstrando o caminho,eu disse rindo
Cheguei no meu quarto e a coloquei com cuidado na cama,ela se sentou na cama e olhou em volta com os olhinhos brilhando
-Nossa!,disse ela
Meu quarto nem é tão grande,mas tem uma cama de casal bem grande,e uma da suas paredes e uma janela gigante,eu adoro ali pois gosto e sentar ali e ver a movimentação de Seul
-Gostou?,disse a ela
-é lindo!,disse ela olhando para a vista
-Eu gosto daqui por conta disso,eu disse
-Amanhã não tem aula né?,disse ela
-Não parece que os professores terão uma reunião,eu disse e ela acentiu
-Nossa tá muito tarde!,disse ela olhando o meu celular
-Você vai dormir aqui né?,eu disse a olhando
-Vou né agradeça  a meu oppa Jeon,disse ela
-Vou agradecer mas,por que?,eu disse
-Eu iria dormir na casa dele mas ai pedi pra vir pra cá e eu também jà não queria dormir na minha casa mesmo,ela resmungou a última frase baixo
-Ah...mas por que você não quer dormir em casa?,eu disse
-Por nada...,disse ela e Eu não vou força-lá a nada quero que ela tenha confiança a mim pra disser
-Ok!,me levantei em um pulo a fazendo rir
Peguei um colchão,travesseiros e um cobertor,e arrumei do lado da cama não queria a deixar desconfortável
Me deitei no colchão e ela me olhou de olhos arregalados
-Você que vai dormir aí?,disse ela
-Sim por que?,eu disse
-Pensei que o colchão era pra mim a cama é sua,disse ela
-Lógico que não!,eu disse e ri da cara dela
-Ta bom...,ela disse e cada um se deitou
Depois de uns minutinhos,começou uma chuva muito forte,cheia de trovões bem altos,eu gosto de dormir na chuva...
Estava quase pegando no sono até que...
-Bobby...,ouvi a voz doce de Haru mais com um tom meio choroso me chamar
-O que foi anjo?,disse levantando e sentando no colchão para ver o que aconteceu,e vi ela toda encolhida sentada na cama,chorando baixo,num pulo subi na cama,e me sentei na cama ao seu lado e a abracei
-Eu não gosto de chuva...,ela disse baixinho
-Shii!eu estou aqui,eu disse a abraçando forte
-Dorme aqui comigo?,disse ela e eu automaticamente sorri por que?apesar de um jeito bobo...estou tentando comprir a promessa de a proteger
-Durmo sim princesa!,disse e a deitei e deitei do seu lado,logo ela me abraçou
-Obrigada,disse ela
-Não me agradeça tô aqui com você,disse a abraçando de volta
Meu dia ruim...não podia acabar de uma maneira melhor...


Notas Finais


E aí?Gostaram?Espero que sim!
Aiin só eu quero um Bobby pra mim?
Próximo capítulo terão personagens novos,queria que vocês dessem opinião de vocês,quem vocês gostariam que entrasse na fic?,pode ser quem vocês quiserem
Se ficar sem postar é por que estou sem internet ok? Mas logo volto
Um beijo e um cheiro da Tia coups♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...