História Apos os 13 Lordes do Caos - Capítulo 32


Escrita por: ~ e ~Taihei

Postado
Categorias Adventure Quest
Tags Aqw, Chaos
Visualizações 3
Palavras 713
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Romance e Novela, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 32 - Aliança com Vath.


Vath nós olhou surpreso, rapidamente pegou sua espada e avançou em direção a Nero, pego meu machado e bloqueio o golpe antes que acontecesse uma tragédia.
- O que? O herói a qual me derrotou foi corrompido pelo caos? Isso é cômico, bem Aqueron agradeço por me reviver, mas agora vamos destruir estes seres fracos, e depois dominar o mundo. - Ele fala fazendo cada vez mais força em sua espada, que estava em contato com meu machado.
     Rápidamente nós entreolhamos, e percebemos que aquilo seria um longo trabalho.
- Precisamos dele inteiro, para assim Nero purifica - lo. - Aqueron fala para ter certeza, que eu não cometeria a besteira de decepar algum membro dele, ou algo pior.
- Não se preocupem, eu conheço uma técnica de atordoamento. - Falo empurrando Vath para longe, com a parte chata de meu machado. Deixo meu machado em algum lugar, e logo avanço em sua direção, e dou um gancho de direita no queixo de Vath, o golpe o deixa desacordado.
- ISSO LÁ É FORMA DE ATORDOAMENTO? - Nero grita surpreso, tanto com o rumo daquela rápida batalha, e com o que eu fiz.
- Ue, pelo menos eu fiz algo. - Falo pegando meu machado de volta.
     Nero se abaixa próximo de Vath, e começa o ritual de purificação. Uma estranha e forte luz surge deles dois, enquanto Nero pronúncia palavras estranhas, em um idioma desconhecido para mim. Enquanto Nero purifica Vath vou falar com Aqueron.
- Aqueron me desculpe por isso, mas eu não vou lutar contra Jeová. - Falo um pouco cabisbaixo.
- Ue mas porque Tigreal? Pensei que ia querer matar aquele, que o transformou em uma arma. - Ele pergunta confuso.
- É que está tudo indo muito rápido, descobri que o Deus a qual sempre acreditei, pedi ajuda, orei, descubro que na realidade sempre fui usado por ele, e depois a volta de Ruby, isso me deixou muitíssimo feliz, sei que ela sabe se cuidar, tem incríveis habilidades em batalha, mas tenho medo de que ela se vá novamente, e Layla não está aqui junto conosco, apesar que entendo Nero pelo fato de não trazer ela de volta, pois trazer uma criança em uma guerra, não é nada bom, pode causar muitas consequências para ela e depois ele me prometeu, ressucita - la quando tudo acabar, mas está tudo tão rápido, estou confuso, sou um perigo para vocês, posso lutar ao lado de Jeová a qualquer momento e mata-los, não quero isso, tudo o que quero é passar alguns dias com minha esposa, e refletindo sobre tudo isto, espero que me perdoe por isto. - Falo sem olhar para Aqueron. Ele põe a mão em meu ombro em sinal de compaixão e fala: - Tudo bem entendo o quanto isto deve ser estranho, e complicado para você, pode descansar meu amigo.
- Mas antes de abandonar vocês, eu vou lhes ajudar a ressuscitar os Lordes do Caos, e eu juro que volto para ajudar vocês. - Falo me sentindo um pouco melhor e com um sorriso no rosto.
- Vai ser uma honra estar ao seu lado meu amigo. - Ela fala.
     Estava confuso, intrigado e sentia fraco e inútil diante de tudo, mas ele não se sentia mais sozinho, como se sentia depois da morte de Ruby. Ele mentalmente fez uma promessa, de que nunca trairia Aqueron e nem nenhum de seus aliados e amigos. Eu sabia que aquilo era errado, mas ainda assim agradeci a Deus, por algum motivo eu o agradeci...
                               * * * 
     Após o ritual de purificação estar completo, Vath desperta de seu sono acidental, ele leva a mão a seu queixo, e da um grunhido de dor. Mas diferentemente da outra vez, ele não tenta nos atacar.
- O que aconteceu? - Ele pergunta confuso.
- Estamos trazendo de volta os Guerreiros Caídos que aprisionaram a Rainha de Todos os Monstros, para nós ajudar a mata - la de uma vez por todas. - Aqueron fala explicando para Vath e logo continua. - Mas antes vamos matar Jeová, pois só assim poderemos matar a Rainha.
- Será um prazer e uma honra lutar ao seu lado, para matar a Rainha de uma vez por todas. - Vath fala com uma estranha determinação.


Notas Finais


Desculpe pelo capítulo pequeno, mas resolvi postar um hoje. Perdoem os erros.
Estou aberto a qualquer crítica construtiva.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...