História Após uma guerra - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Guerra, Originais, Suspense
Exibições 15
Palavras 1.194
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Famí­lia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oii gente, espero que gostem dessa minha nova fanfic.

BOA LEITURA.

Capítulo 1 - O sumiço


Fanfic / Fanfiction Após uma guerra - Capítulo 1 - O sumiço

Tudo começou dia 13 de abril eu tinha 14 anos......

~FLASHBACK ON~

-Filha vamos, temos que ir rápido – falou minha mãe me puxando pela mão

-Mais eu nem arrumei nada – eu digo olhando para trás ainda sendo puxada pela minha mãe

-Olha aqui filha isso não e brincadeira e uma guerra de verdade a gente precisa ir rápido – ela disse se ajoelhando e logo se levantou voltando a me puxar

Fomos ate o carro que estava meu pai, eu sabia que aquela era a ultima vez que ia ver meus amigos que ia ver jack meu melhor amigo que alias nem me despedir dele e nem podia, como minha mãe falou isso e uma guerra de verdade ou você luta pela sua vida ou você desiste e morre.

-Vamos logo – disse minha mãe me enfiando no carro e entrando junto.

Meu pai logo deu partida no carro e era como se estivéssemos em uma corrida, meu pai corria nas ruas que tinha alguns caras armados e alguns tanques de guerra nunca tinha visto isso de perto e era sensacional. Se passou um tempo e eu estava com muito medo meu pai correndo e essas armas estavam me assustando de certa forma

-Papai vai devagar – eu disse abraçando meu joelho

-Desculpa querida eu não posso – ele disse

Quando tirei a minha cabeça dos joelhos eu pude ver o nosso carro bater em algo e sair girando eu pude ver meu pai desmaiado e minha mãe sangrando muito, o carro girou ate parar em uma grama aonde eu só conseguir ver pessoas vindo ate nos e depois desmaiei

Acordei no hospital e logo a noticia veio ate mim, meus pais tinham morrido, meu mundo acabou ali eu não estava acreditando, eu estava no meio de uma guerra e sem pais, sem ninguém

Eu iria ir para o orfanato mais a família de jack me acolheu.

~FLASBACK OFF~

Bom meu nome e Megan e hoje tenho 18 anos, e estou aqui na frente da porta de jack esperando ele sair para irmos na escola.

-Pronto – ele disse saindo da casa

-Passou bem a maquiagem? - eu disse colocando o dedo na cara dele

-Idiota, eu nem demorei tanto – ele disse me empurrando e rindo

-A não só tem 30 minutos que estou aqui – eu digo e começo a andar

-Ai nossa estressadinha – ele diz me acompanhando e rindo

Chegamos na escola e fomos para nossa sala, depois da guerra as escolas mudaram muito agora sempre fica um sargento atrás da sala observando a aula, se os professores falarem algo contra governo eles são enforcados na frente de todos. Eu sei que parece que estamos na época de Hitler mais não, a gente esta em 2025 e o pior quem governa isso tudo e uma mulher a Chloe.

-Vamos Megan - Jack diz me tirando de meus pensamentos

-Vamos - eu disse e me levantei

Passamos o recreio só nos dois, alias cada um tem seu grupinho depois da guerra e que varias pessoas morreram cada um ficou com seu grupinho assim não fazendo nenhuma amizade nova.

-Cara, sabe o boato da carta? - eu digo mordendo um pedaço do meu sanduiche

-Que que tem. - jack diz

-Aconteceu com meu vizinho, ele recebeu a carta foi e não voltou ate hoje, as coisas deles estão tudo na casa, nem as roupas ele pegou. - eu digo olhando para jack

-Ah sei lá, vai que lá e bom e não precisa levar nada - ele diz dando um sorriso bobo

-E - eu digo fazendo um "Não sei" com os ombros

-Megan, vai fazer algo hoje a noite? - jack diz animado

-Não, porque? - eu pergunto curiosa

-Vai nesse endereço - ele diz me entregando um papel

-Ok, e alguma festa? - eu pergunto olhando o endereço

-Não e não vou falar porque e surpresa baby - ele diz piscando e se levantando

O sinal bate e vamos para sala, guardo o endereço na mochila e presto atenção na aula.

~Quebra de tempo~

A aula acabou e arrumei minhas coisas, fui para saída aonde o jack estaria me esperando. Ficamos o caminho todo conversando sobre coisas aleatórias e fazendo gracinha ate que chegamos na minha casa.

-Não esquece em, 18:00 no endereço - ele disse me dando um beijo na testa e indo embora

Entrei e casa e acendi a luza, depois que fiz dezoito anos resolvi morar sozinha, trazer despesas para a família de jack nem rola.

Para pagar minha contas eu trabalho a tarde numa cafeteria para os sargentos e povos do governo, eu ganho o tanto que da para me sustentar. E agora estou indo para lá, trabalhar mais um dia.

Chegando lá coloco meu uniforme, e vou para o balcão.

-Bom dia - um sargento vem ate mim - Eu vou querer um café sem açúcar

-Claro e *** - eu disse e ele me pagou.

Logo fiz o café e levei ate a mesa, quando estava chegando na mesa vi que o sargento estava mexendo no notebook que estava virado para mim, eu tentei ver algo só que só conseguir ver uma casa, reconheci ela de algum lugar só que não lembro de onde.

-Aqui esta - eu digo colocando o café na mesa

-Obrigado - o sargento diz sem tirar o olho no notebook

Fui para o balcão de novo.

O resto do trabalho foi normal, deu minha hora de ir embora, troquei minha roupa guardei meu uniforme e fui pensando na foto que tinha visto no notebook do sargento mais logo deixei para lá e comecei a pensar no endereço que o jack me passou.

Cheguei em casa e já fui tomar banho e me arrumar, coloquei uma calça preta rasgada no joelho, uma blusa rosa bebe básica, e um tênis preto.

Cheguei no lugar e não tinha nada, só um tipo de varanda com vista por mar, que saudade que eu estava desse mar, esse cheiro me deixa calma, me faz esquecer todos os problemas.

Fiquei esperando 30min, 2horas, 3horas ate que canso e mando a ultima mensagem para ele.

"Ao invés de não vim, desmarca e mais pratico"

E ele não viu e nem respondeu, estava com raiva e preocupada, jake não e de ficar sem celular ou ate mesmo de furar um compromisso, resolvi ir ate a casa dele.

Peguei meu carro e fui pensando nas piores coisas que poderiam acontecer com ele, parei meu carro na frente de sua casa e desci, chegando perto da mesma bati na porta e a mesma abriu percebi que estava arrombada

-JAKE, JAKE - Eu gritei mais parece que não tinha ninguém em casa

-TIAA, TIOO - eu gritei mais ninguém respondeu.

Fiquei andando pelo andar de baixo ate que resolvo ir para o de cima e subindo as escadas eu encontro um papel.

"Prazer familia Moore, aqui e a Chloe

Vocês foram escolhidos para vim morar na capital e viver uma vida melhor, Quarta vamos ai”

-Filha da puta - eu digo amassando o papel e sentando na escada

-E agora o que será de mim sem você - eu digo apoiando a cabeça na minha mão e chorando


Notas Finais


Comentem se gostaram, nao sejam leitores fantasmas.
Minhas outras historias sao fanfics de BTS entao se quiser da uma passadinha la, juro que sao historias maravilhosas 😁

I LOVE YOU 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...