História Aposta - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Antoine Griezmann
Personagens Antoine Griezmann
Tags Antoine Griezmann, Atlético De Madrid, Hentai, Kevin Gameiro
Exibições 290
Palavras 1.381
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Esporte, Hentai, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


GENTE, EU TO COM MUITO VERGONHA DISSO.
Serio, eu tava bem indecisa se postava ou não isso. Porém, eu estou aqui postando essa one.
Tem gente que não gosta de indecências, então pode dar meia volta, porque essa fanfic é bem indecente.
Desculpe por qualquer erro.
Boa Leitura.

Capítulo 1 - Pagando a Aposta - Capítulo Único


Fanfic / Fanfiction Aposta - Capítulo 1 - Pagando a Aposta - Capítulo Único

Bianca estava na casa de um dos seus amigos, mais precisamente de Kevin Gameiro, que estava acompanhado por Griezmann. Desde que conheceu os dois, a amizade entre eles tem evoluído. Apesar de Bia ser filha de Zidane.

Sempre faziam brincadeiras indecentes. Era daquela forma que se divertiam pra caramba. Porém, não levavam isso a sério.

Bia queria experimentar os seus dois amigos, que eram considerados os mais interessantes por suas amigas. Estavam conversando sobre o clássico de Madrid e Bianca viu ali a oportunidade que queria.

— Se vocês ganharem, juro que eu fico com os dois! — Ambos me olharam, com um sorriso safado. — Juro também dar para os dois!

— Repete Bianca. — Disse Gameiro.

— Eu falei que vou foder com os dois. — Ambos riram.

— Será que aguenta Bia? — Griezmann parecia não acreditar no que eu falei. Afinal, eu sempre faço esse tipo de joguinho e nunca cumpro. Porém, estou pronta para experimentar meus dois amigos gostosos.

— Agora vamos por algumas coisas na mesa. Se ganharmos você dá isso aqui também. — Ele disse apertando a minha bunda.

— Eu faço tudo o que vocês quiserem, mas vocês têm de ganhar do Real Madrid. — Eu estava duvidando de que aquilo iria acontecer.

— Então, está confirmado. Pode esperar os nossos gols no clássico de amanhã. — Disse Griezmann.

— Estarei lá amanhã!

No outro dia, eu estava no Vicente Calderón. Torcia tanto para que o Real ganhasse a partida. Griezmann passou onde eu estava e me mandou um beijo. Cínico!

Logo o jogo começou e eu sentia que iria me ferrar totalmente. Aos 35 minutos do primeiro tempo, Griezmann fez um gol. Maldito seja o Sergio Ramos, que não o marcou direito.

Fomos para o intervalo, e torci para que algum jogador do Real fizesse algo no segundo tempo.  Porém, não foi isso que aconteceu. O que aquele time tem hoje? Levamos mais um gol de Griezmann e um do Gameiro. Porra dessa vez não dá para escapar!

Quando o jogo terminou, eu só queria sair correndo. Por que fiz essa aposta? Aonde eu estava com a cabeça? Agora que comecei, terei de terminar. Fui até o estacionamento, tenho passe livre ali, espera-los.

— Pensei que tinha fugido. — Percebi um sorriso malicioso em ambos. Agora já sei que não andarei direito amanhã.

— Eu costumo cumprir as minhas promessas! — Estava convicta que iria ser bem fodida. Sei do que falam desses dois. Lembro-me bem da menina que fez ménage com os dois e de como ela saiu daquele quarto — totalmente destruída e com a cara cheia de porra.

Os dois me arrastaram para o carro. Iriamos para a casa de Griezmann, que havia se separado há cinco meses. Eu estava nervosa, e praticamente tremendo.

Quando chegamos, fui a primeira a sair do carro. A única coisa que eu queria era correr daquele lugar. Assim que entramos, Antoine jogou uma camisa do Atlético para mim.

— Eu quero que você vista essa camisa e diga o que eu mandar. — Tirei minha blusa do Real e coloquei a do Atleti.

— Agora repita comigo Bia. Eu apostei com Antoine Griezmann e com Kevin Gameiro, que se o Real Madrid perdesse eu iria trepar com os dois. É também daria o meu cuzinho.

— O que?! Eu não disse isso! — Estava apavorada com aquilo.

— Você falou que faríamos tudo que quisemos. — Aqueles malditos se lembravam de cada palavra que eu disse. — Agora repita.

— Eu apostei com Antoine Griezmann e com Kevin Gameiro, que se o Real Madrid perdesse, eu iria trepar com os dois. É também daria o meu cuzinho. — Repeti aquilo com tedio.

— Agora abre as pernas, que eu vou te dar a melhor chupada da sua vida.

Bia abriu as pernas, preparando-se para o oral. Sentiu a boca quente de Griezmann em sua boceta, gemeu com aquela aproximação. Queria aproveitar cada momento daquela foda.

Logo sentiu aquela boca tomar sua boceta, que ficava cada vez mais molhada. 

Antoine fazia um ótimo trabalho. Aquela língua passando por aquele lugar. Aquilo estava a enlouquecendo.

— Que boca gostosa! — Kevin sorriu ao escutar isso. Já Antoine se concentrava no trabalho gostoso que estava fazendo.

Bianca não queria mais aquela boca habilidosa, e sim uma boa pica em sua boceta.

— Eu quero os dois! — Ela ainda estava em êxtase, quando sentiu os dedos de Griezmann dentro de si. Estava odiando aquela preparação. Por que eles não começam logo?

— Grizi... Eu quero!

—Quer o que Bia? — Ele estava provocando demais.

— Vocês dois, me fodendo toda. — Avistei Kevin com um objeto nas mãos. Era um dildo, porra eles querem me matar.

— Não quero isso! — Ambos riram.

— Com medo de gozar amor? — Kevin disse ligando aquele dildo. Porra, eu vou enlouquecer.

— Ela quer uma pica, Kevin. Mas, isso não vai acontecer agora. — Griezmann abriu minhas pernas, constatando que eu estava pingando com aquilo. Gameiro inseriu o dildo, fazendo-me soltar um gemido. Ele ligou aquela merda e se afastou.

Puta merda! Que coisa gostosa é essa? Os dois morderam os lábios, olhando aquele dildo fazer um ótimo trabalho.

As estocadas intensas daquele objeto, estão me enlouquecendo. Kevin aumentou a intensidade, fazendo-me gemer alto. Se meu pai soubesse disso...

Eu estava chegando à beira de um orgasmo. Gritando alto o nome dos dois, até Griezmann desligar o objeto.

— Está na hora de foder esse cuzinho. — Griezmann me fez sentar naquele pau maravilhoso. Me senti tão preenchida, que fechei os olhos.

Comecei a quicar naquela pica. Estava tremendo com toda aquela circunstância; nunca imaginei que fosse tão gostoso.

Vi Kevin andar até mim, fazendo Griezmann parar com os movimentos. Fiquei frustrada com aquilo, porém logo senti Gameiro se enterrar de uma vez só na minha parte de trás.

— CARALHO! ISSO DOI PORRA! — Os dois continuaram parados ali. Porra, aquilo estava doendo tanto. Com toda certeza, eu não vou poder andar direito depois.

— Vai passar, calma Bia. — Antoine me deu um beijo, tentando me distrair. Ambos começaram as estocadas. — Eu disse que não seriamos legais contigo.

Estava tentando esquecer da dor, focar no prazer, que logo veio. Os dois estavam sendo fortes, firmes e brutos. Sem nenhuma piedade, e eu estava amando isso. Kevin colocou três dedos na minha boca e comecei a chupa-los. Merda! Isso é tão indecente!

Isso é tão bom! Eu só posso estar ficando louca.

Eles exerciam uma força enorme naquilo, que me faziam gritar a cada estimulo. Aquelas picas entrando com força em mim, não posso estar mais preenchida.

— Kevin, ela está gostando tanto. — Mordi o sofá ao ouvir aquilo. Gemi mais alto, minha visão ficou turva, eu sabia que iria gozar.

Os dois saíram de dentro de mim, aquilo fez com que eu bufasse. Eu não sabia o que os dois estavam aprontando, mas não é coisa boa.

Continuei na mesma posição, eu não conseguiria sair daquele lugar, pois minhas pernas tremiam. Senti Kevin me preencher novamente. Ele realmente tinha gostado do meu cuzinho!

Griezmann se encostou em mim. Porra, não acredito que ele vai fazer isso!

— Isso não, Grizi. — Tentei me desvencilhar e acabei não conseguindo. No fundo, eu estava totalmente entregue aos dois.

— Você vai gostar. — Senti dedos estimularem minha boceta. Mesmo assim, eu continuava temendo aquela DP. Até que Griezmann entrou em mim, não foi na mesma força que Kevin, mas com calma e paciência.

Dessa vez, os dois esperaram alguns instantes para me acostumar. Ambos estavam em meu anus apertado. Mordi os lábios, tentando não deixar o gemido escapar.
Os dois começaram a se movimentar, fazendo-me morder um dos travesseiros. Esses dois vão literalmente me matar!

— Sabia que você ia gostar! — Quando Griezmann disse aquilo a minha visão ficou turva. Eu mal conseguia pensar em algo.

Os estímulos na minha boceta, as estocadas de ambos me enlouqueceram. Logo gozei forte, fazendo ambos saírem de mim.

— Abre a boquinha! — Vi os dois se estimularem na minha frente. Abri a boca, esperando o melhor que estava por vir.

Logo ambos inundaram o meu rosto e encheram minha boca de porra. Passei a mão na minha bochecha, tirando todo o esperma que existia ali. Lambi sensualmente, fazendo Griezmann e Gameiro — que já estavam jogados no chão — rirem maliciosos.

— Como vou explicar esses chupões pro meu pai? — Os dois riram.

— Esquece isso. Vem aqui! — Bia foi até os dois, que estava um pouco afastados dela. Se jogou no meio dos jogadores, que logo a abraçaram.

Realmente, eles são ótimos amigos.


Notas Finais


Espero que tenham gostado. Deixem seu comentário e favorito.
OBRIGADO <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...