História Apostas e Desafios( Ser passada por revisão em breve) - Capítulo 27


Escrita por: ~ e ~SayuniSzewczuk

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Ayame, Byakuya, Hakudoushi, Inuyasha, Kagome, Kagura, Kanna, Kikyou, Kouga, Miroku, Naraku, Rin, Sango, Sesshoumaru, Shippou
Tags Rin, Sesshoumaru
Exibições 186
Palavras 2.372
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi espero que gostem o próximo não ira demorar.

Capítulo 27 - Decisão de Kagura


Fanfic / Fanfiction Apostas e Desafios( Ser passada por revisão em breve) - Capítulo 27 - Decisão de Kagura


Decisão de Kagura...

(POV’S Rin)

 __Aonde eu to socorro alguém me ajudar.__gritava e nada de alguém aparece até a porta de ferro se abrir revelando que não queria ver.

__Vejo que acordou vadia, cadê a pasta Rin? Onde está as provas contra a organização._olhei mortalmente pra ele.

__Não sei do que você ta falando Naraku.

__A não sabe sua maldita onde está as fotos e o dossiê._Naraku se aproximou e  me deu um tapa forte no rosto.

__Se não me conta vou atrás do seu querido Sesshoumaru e mata-lo no hospital já que o miserável ta vivo ainda e depois vou esquarteja o seu filho Hohamaru já que ele estava na mansão, posso fazer uma visitinha para sua amiga gravida e fazer o parto dela e depois vende a criança para outro país o que acha agora me conte ONDE ESTAVA A PASTA RIN __ Naraku acertou outro tapa fazendo o sangue escorrer pela minha boca.

__EU ENTREGUEI POR KOUGA SEU MALDITO._falei já furiosa e Naraku riu maleficamente.

__Menina você que morrer mesmo,sabia que eu gosto disso em você gosto da sua determinação, da sua rebeldia Kagura fez um bom trabalho te perturbando naquela faculdade imunda não sabia que você se revelaria desse jeito, deveria ter matado, mais lembrando bem eu prometi termina o que não conseguir termina aquele dia.__ naraku ser aproximou e sussurrou.__Goza dentro de você.__senti nojo na ora.

__Ser você tenta fazer o que você fez comigo há cinco anos eu te mato Naraku, por sua culpa eu pedir o meu outro filho eu te ODEIO NARAKU._ comecei a chorar de raiva.

__Que dizer que a cadela iria ter gêmeos, foi uma pena o fedelho ter sobrevivido deveria te morrido junto com o outro, agora vamos brinca de tortura._ele se aproximou e socou meu rosto me fazendo desmaia na ora.

Assim que acordei estava acorrentada na parede e duas pessoas estava na sala junto do Naraku, era Kagura e um homem baixo meio calvo.

__Acordou bela adormecida vejo que esta pronta pra festa pajem pode começa._o homem baixo se aproximou com um punhal e rapidamente fez um corte em minha perna.

__Aiiiiii para com isso._falei chorando e reparei que Kagura virou o rosto.__Por favor me deixa ir embora.

__Ora a gente só começou me de isso pajem._Naraku pegou o punhal e se aproximou, apontou o punhal por meu rosto.__Saber Rin você mudou muito, esta mais bonita mais apetitosa, quem saber não a transformo em uma vadia pra me saciar quando eu quiser e depois levo para o clube colocando você como uma prostituta para os meus clientes.__estremeci de medo na ora.

__Naraku nem pense nisso Rin tem que morrer, você não vai deixa ela viva ou vai.__Kagura falou se aproximando de nos dois.

__CALA BOCA Kagura eu que decido, se Rin vivo ou morrer ser bem, eu posso te mata também já que foi fácil de mata seu pai na cadeia.__ Kagura paralisou na ora e eu fiquei comedor.

__Seu maldito foi você.__ Kagura foi para cima dele e Naraku acertou um tapa nela, Kagura caiu em cima da mesa, ela ser levou com a boca sangrando.

__Fique calma Kagura eu tirei um peso morto da sua vida, um pedófilo  que deste cedo queria estupa a Rin, ele deveria morrer mesmo._ fiquei confusa na ora.

__Como assim me estupa que historia e essa Naraku?._ele voltou a me olhar e começou a gargalha.

__Kagura não te falou por que ela te odeia tanto assim Rin._olhei pra ela e Kagura virou o rosto._Tudo começou com um bêbado drogado que se apaixonou por uma criança de 10 anos,ele ficava vigiando essa criança brinca no parque todo dia com sua família até que um dia sua filha mais velha descobriu e chamou a policia ele foi preso por pedofilia e a mãe dessa menina ficou doida, e um dia bateu na filha mais nova ate fazer à pequena Kanna desmaia a jovem Kagura chegou em casa e encontrou a irmã ferida e desmaiada e a mãe maluca apanhou da jovem depois disso a mãe se matou e fim de uma historia triste._voltei a olhar a Kagura e comecei a chorar.


__Foi minha culpa._sussurrei entre o choro.__FOI MINHA CULPA ME PERDOA KAGURA._ falei alto fazendo Kagura me olhar espantada.

__Me desculpa, eu não sabia disso eu não tive intensão nem uma, se eu soubesse teria parado de ir brinca no parque com meus pais, me  desculpa por estraga sua vida.__Kagura me olha com lagrimas nos olhos e eu tentava me solta daquelas corrente que estava me machucando muito,Naraku começou a gargalha alto.


__Que cena patética a vitima pedindo desculpa pra acusada isso e hilário, Kagura vá traga a criança e depois o mate na frente da mãe _sentir uma fraqueza muito grande passar pelo meu corpo todo.

__Não Naraku, por favor, Aiiiiii._ Naraku corpo minha barriga e logo minha pernas com o canivete.

__Calada vai logo Kagura se não eu mato sua irmã e os trigêmeos._voltei a olhar para Kagura e ela me olhou e se levantou.

__Sim Naraku votarei com a criança._logo ela saiu da sala e comecei a chorar desesperada comedor deles pegar meu filho.

__Vamos volta a brinca de tortura Rin._olhei com muito ódio por Naraku.__Pajem traga o álcool e o vinagre vamos colocar nesses  cortes._o homem baixinho saiu da sala e Naraku se sentou em uma cadeira perto de mim.__Saber Rin, se não tivesse se metido no meu caminho sua família continuaria viva mais por causa disso você vai morrer junto deles, começado com o fedelho depois seus pais seus amigos e por ultimo o seu querido Sesshoumaru, o que acha o que devo fazer com ele corta seu cabeça lentamente ou queima ele vivo.


__Naraku por favor, ele é seu amigo._tentava fala com ele fazer a cabeça do Naraku.
 

__SESSHOUMARU  NUNCA FOI MEU AMIGO, ele tem tudo que era pra seu meu, sempre teve popularidade na faculdade dinheiro e uma família que amava ele, eu nunca tive isso posso ter dinheiro mais sempre fui o segundo na faculdade e meu pai nunca ligou pra mim então foi esse motivo que mandei mata ele mês passado naquele incêndio no escritório dele._Naraku se levantou e caminhou pra perto novamente.__Parece que precisa de mais um corte pra você aprende a fica calada._ ele começou a me corta novamente em minha coxas e novamente comecei a grita de dor.


__Para Naraku chega._voltei a chorar e o homem chegou com duas tigelas na mãos.

__Ta aqui Naraku.


__Limpe esse sangue todo dela depois que termina saia, se alguém tocar nela eu mato na ora._ele saiu da sala e o homem se aproximou com um pano em mão.

__Não sei o que fez pra ele mais Naraku é louco ele já matou uma família inteira por causa de uma pessoa,coitada tão nova e já ta passado por isso._o homem começou à passa o pano pelo meus corte limpando todo,o álcool fazia arde muito os cortes.__É somente álcool para não infeccionar esses cortes, não vou passa o vinagre não vou louco como ele, só to aqui pelo dinheiro Naraku deveria morrer por isso não sou assassino como ele, amanha vou sair daqui e vou te ajuda tenho amigo na policia ele vai te tirar  daqui menina, já que você ta aqui já tem quarto dias._fiquei supresa quatro dias aqui como não reparei isso, quando olhei para o homem sangue espirrou pelo meu corpo todo e o homem caiu sem a cabeça no chão.


__Esqueci o celular e ouvi o que ele disse ,já deveria ter matado ele há muito tempo, já sabia que ele era um traidor mais estava esperando o momento certo pra isso vou deixa você descansa um pouco minha princesa._Naraku se aproximou e beijou meus lábios e eu cuspi em sua cara.__Menina malvada não deve fazer isso._ele me bateu novamente.__Vou deixa o corpo desse verme aqui para você ver o que vou fazer com o seu filho e o seu querido Taisho._Naraku jogou a katana dele no chão e saiu da sala comecei a chorar vendo o corpo do homem morto no chão logo minha vista foi escurecendo.


Assim que acordei encontrei Kagura mim olhando.

__Ora ora acordou patinha achei que ficaria desacordada por mais tempo._Kagura se aproximou e segurou meu rosto bruscamente__Não grite se não o Naraku vai te escuta._ela ser aproximou.__ Não quero te mata,sei que você foi errada em muitas coisas mais prometi a Kanna que te levaria de volta e depois sumiria, mais o Naraku quer te matar, não peguei seu filho temos pouco tempo para tenta sumi daqui.

__Não Kagura, Naraku matou o homem e ele poder fazer o mesmo com você, foge daqui se ele descobrir que você quer me ajudar ele vai te mata também, eu não quero isso não quero você morta._falei fraca e derrotada.

__Cala a boca ,ele matou meu pai e ta ameaçado minha irmã, tenho que da um jeito nele assim que te soltar nos duas vamos fugir e depois vou sumir com a minha irmã e meus sobrinhos._Kagura soltou as correntes que perdiam meu pulsos assim que ela soltou cair no chão pela fraqueza.__Só me faltava essa você não consegue anda._neguei com a cabeça.__ Tudo bem vamos eu te ajudo._ ela pegou meus braços e mim apoiei nela.__Rin vamos ter que correr aqui ta cheio de capangas do Naraku se encontra nos duas eles vão nos mata.


Começamos a correr pelos corredores de uma casa olhava pela janelas e via vários homem armados descemos a escadaria e logo entramos na cozinha.__Ser abaixa Rin._nos duas nos a baixamos assim que três capangas apareceram na cozinha.__Fica calada vamos ter que correr mais ainda para garagem meu carro ta lá._concordei não demorou muito os três saíram da cozinha e nos duas seguimos para a porta que dava a garagem assim que chegamos entramos no carro da Kagura, fiquei no banco de trás encolhida.__Fica abaixada estamos muito longe da cidade no meio do caminho você fala com o senhor Taisho,vou te deixa em alguma cidade aqui perto e depois pegar minha irmã  e minha filha pra fugir._ filha ela disse filha Kagura ligou o carro e seguimos para fora da garagem assim que chegamos a portaria um dos seguranças pararam o carro dela.
__Boa tarde senhorita Kagura achei que não estava aqui.


__E que eu esqueci minha bolsa e tive que volta para busca._Kagura
 falava eu tremia muito pelo medo de ser descoberta.

__Assim vou libera sua passagem._ele apertou o controle e o portão foi se abrindo, assim ele estava todo aberto Kagura começou a sair mais um grito fez ela treme.

__PARA ELA KAGURA E UMA TRAIDORA._o segurança olhou pra ela e apontou uma arma mais Kagura foi mais rápida atirando na cabeça dele fazendo o corpo cair no chão.__ATIREM NELAS AGORA._Naraku deu a ordem e escutamos vários tiros.

__RIN FICA ABAIXADA AIII._o vidro de trás foi quebrado olhei para Kagura, ela estava com o braço ferido, ela acelerou o carro saindo ali rapidamente logo fui pro banco da frente.

__Kagura você esta machucada._ela me olhou e riu.

__Preocupada comigo patinha fica abaixada._ela acelerava o carro rasguei meu vestido tirando uma parte ainda limpa.__O que esta fazendo Rin?._ela me olhou e amarrei o pano no braços dela pra encanta o ferimento ,ela me olhou e tirou seu celular do bolso.__Pega liga por taisho agora fala que estamos na estrada 329 perto de Kontara vamos ter que fugir agora para outro local,a velha ponte do norte._novos tiros atingiram o carro olhei por retrovisor e avistei dez carros atrás de nos duas.


__Kagura é muito carro Naraku estava ali também._falei tremula de medo.

__Ligar agora Rin._novos tiros foram escutados em nossa direção, comecei a ligar pro primeiro numero que apareceu em minha cabeça, não demorou muito a pessoa atendeu.

TELEFONEMA.

__Kagura sua desgraçada cadê a Rin._escutei a voz o Sesshoumaru e meus olhos lagrimejaram.

__Amo sou eu preciso de ajuda._falei tremula.

__Rin cadê você amor onde você está.

__Aiii._mais tiros foram escutados.__Sesshy estou na estrada 329 perto de Kontara nos agora estamos indo para antiga ponte da cidade, Naraku esta atrás da gente agora mesmo,Kagura me salvou chama a policia Kagura ta ferida Sesshy,chama seu pai ele poder ajuda a gente._ Kagura pegou o celular da minha mão.__Sesshoumaru protege seu filho a Kanna junto dos trigêmeos,Naraku vai atrás deles seja rápido vou tenta proteger a Rin na usina da água e Sesshoumaru  a Rakel ela ta aqui  em Tóquio você saber onde ela esta, vai atrás dela por favor pega minha filha antes do Naraku pega ela também._assim ela desligou e jogou o celular no banco de trás.


__Saber atira Rin._olhei incrédula pra Kagura e neguei.__É fácil mira e atira no banco de trás,tem um fundo falso minhas armas estão lá, pega uma metralhadora pequena e destrava e atira nos carros._fiz o que ela me pediu assim puxei o banco para cima, varias armas estava ali peguei uma arma parecida com uma metralhadora.__ Aponta e atira já está destravada essa._fiz o que ela mandou e comecei a tira quase cair com o primeiro impacto  mais segurei com mais força, atirei no primeiro carro e logo acertei o motorista, o carro saiu da estrada capotando.

__Acertei Kagura._olhei para ela e a vi sorrindo.

__Ótimo agora falta nove ,atira mas primeiro me de uma arma rosa com dourado que esta ai._olhei por banco e vim à arma ali,peguei e entreguei  para ela.__Pegar uma  das granadas que também esta aqui, puxa o pino e joga pra fora._fiz o que ela falou e joguei as granadas pra fora do carro,dois carros explodiram na estrada olhei sorridente pra ela e Kagura também sorriu.__Podemos dizer que já posso te chama de assassina profissional Rin Usumaki.__ o nosso carro ainda continuava em alta velocidade.

Não demorou muito e escutamos barulhos de sirene mais ao fundo a polícia estava chegando perto, ela estava se aproximando da ponte, era uma grande ponte vermelha velha.__Kagura a polícia ta vindo estamos salvas.__ falei animada.

__É mais Naraku não vai desisti tão cedo._Kagura ainda acelerava o carro.__Rin se segura.__ olhei para frente e metade da ponte vermelha estada quebrada ao meio Kagura acelerou mais ainda e fez o carro voa por outro lado.


__Aiiiiiiiiiiiiii vamos morrer.__ comecei a grita desesperada quando o nosso carro estava no ar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...