História Appa - Imagina Taehyung | Incesto - Capítulo 41


Escrita por: ~ e ~TTPudding1230

Visualizações 67
Palavras 741
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem.

Capítulo 41 - OVA Xinxim


Fanfic / Fanfiction Appa - Imagina Taehyung | Incesto - Capítulo 41 - OVA Xinxim

A dois dias atrás Jimin me ligou e eu fiquei extremamente feliz, ele disse que queria me encontrar e me deu o endereço do aeroporto. 

-Jimin - O chamei quando o avistei sentado em uma das mesas de uma cafeteria. 

Eu me aproximei e ele parou de fazer sinal para mim. 

-Oi - Sorri. 

-Oi - Ele me analisou - Aonde está o seu filho? 

-Em casa, Tae ficou cuidando dele para mim - Disse meio nervosa. 

-Ah... por que não senta? - Ele me ofereceu a cadeira a sua frente. 

-Claro - Puxei a cadeira e me sentei - Então... o por que me chamou?  

-Bem, eu na verdade vim me despedir de você - Falou com um sorrisinho nos lábios. 

-Se despedir? - Estranhei. 

-É... eu decidi viajar pelo mundo antes de decidir o que fazer da vida para valer, isso pode demorar um tempo e eu não poderia ir sem me despedir - Me olhou com carinho. 

-Oh, mas por que isso agora? - Me surpreendi por estarmos conversando tão normalmente. 

-Bem, eu percebi que eu não posso fazer nada ao que eu sinto por você, quer dizer, eu te amo e ficar por aqui me machuca um pouco, eu preciso de novos ares para tentar te esquecer, então decidi viajar para ver o que sai disso, é claro, ainda quero ser seu amigo, mas depois de tudo aquilo eu preciso de um tempo... e pelas notícias que eu vi na tv você e Tae vão se casar; isso, não vou mentir, foi o maior motivo, eu não vou suportar ver uma coisa dessas e isso foi o que mais me machucou, mas a gente não manda no coração, se mandasse as coisas seriam mais fáceis e chatas - Sorriu ironicamente - Eu amo você como amiga e como mulher; é por isso que eu estou fazendo isso, para a nossa amizade continuar e eu prometo manter contato - Levou seu olhar de encontro com o meu e pegou em minha mão, meu coração palpitou e meu corpo estremeceu. 

-Eu também te amo Xinxim - Eu estava chorando feito uma boba. 

-Não chore princesa - Se inclinou para limpar algumas lágrimas que insistiam em cair. 

-Eu não quero que vá - Peguei em sua mão e beijei seu pulso. 

-Eu preciso ir ou te roubarei daquele seu noivo maluco - Disse e eu ri - Assim é melhor - Sorriu. 

-Vou sentir sua falta - Reclamei. 

-Eu manterei contato. 

-Acho bom - Mordi sua mão - Se não vou fazer pior - Brinquei. 

-Ok, ok - Fez uma leve careta de dor - Mas agora eu preciso ir - Ele disse docemente. 

-O que? - O olhei surpresa. 

-Eu sabia que se eu me enrolasse para me despedir não iria conseguir realmente deixar a Coreia... assim é melhor - Começou a se levantar e se soltar de minha mão - Me acompanha até meu portão?  

-Hmmm - Levantei rapidamente.  

Nós fomos até seu portão lentamente, eu enrosquei meu braço no seu e encostei minha cabeça no seu ombro, eu iria sentir saudades do seu cheiro, do seu calor, do seu jeitinho doce, da sua fala mansa, de como ele me tratava com delicadeza, de como ele me amava, de como ele me fazia sentir... eu ia sentir muito a falta dele. 

-É a hora - Disse fazendo-me acordar de algo bom. 

-Já? - Falei manhosamente. 

-Sim... - Ficou de frente para mim - Bem, acho que isso é um adeus - Acariciou os meus cabelos. 

-Jimin - Pulei em seu colo, enrosquei minhas pernas na sua cintura e o envolvi em meus braços o apertando feito uma cobra e ao invés de reclamar ele simplesmente me abraçou. 

-Vou sentir a sua falta - Sussurrou. 

-E eu a sua - Surrei. 

-Voo XXXX para XXXX... - A voz de uma moça disse. 

-É meu voo... preciso ir - Disse e eu sabia que era a hora de solta-lo. 

-Eu te amo - Disse quando ele me colou em pé na sua frente. 

-E eu amo você - Me acariciou... minha bochecha queimou com seu toque e eu me segurei para não chorar. 

Meu coração apertou quando ele se virou para ir embora e quando ele desapareceu eu pude deixar as lágrimas escaparem. 

Jimin eu nunca pude te dizer isso, mas você foi o melhor amigo que eu já tive na vida. É impossível eu não te amar seu idiota. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...