História Appa, eu te amo ! (YoonSeok) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Filho, Loli, Pai, Romance Proibido, Yoonseok
Exibições 384
Palavras 2.033
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Famí­lia, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Volteeeei

BOA LEITURA !!

Capítulo 5 - Garoto rebelde e ChenLe


Fanfic / Fanfiction Appa, eu te amo ! (YoonSeok) - Capítulo 5 - Garoto rebelde e ChenLe

P.O.V's Yoongi

Já me cansei de ser o Yoongi fofo e indefeso agora como dizem vou meter o louco, serei um Yoongi ousado e abusado, comecei ontem quando Hoseok meu pai, deu bola para aquela piranha da Jennie, ela estuda comigo e ainda é filha de Jisung, não me levem a mal mas o Jisung não merece uma filha nojenta e piranha.

Mas ok, como castigo deixei Hoseok duro e o beijei ferozmente, o que só piorou a sua ereção. Eu saí andando para o quarto e troquei de roupa coloquei uma calça colada e rasgada no joelho, regata branca com uma blusa xadrez vermelha e preto por cima, Adidas cano alto preto, e claro não posso esquecer do meu perfume,baguncei meu cabelo e fiquei parecido com um Bad Boy... mas espera ... é isso que sou agora um garoto mal.

Desci as escadas e encontrei meu appa lavando louça, o abracei por trás e comecei a beijar seu pescoço e suas costas enquanto ele arfava, ele se virou e mordeu seus lábios quando me olhava de cima a baixo, ele estava me comendo com os olhos.

- Como foi a punheta ontem, Hoseok?

Perguntei a ele com a maior cara de pau que eu tinha, e ele me olhou fuzilante.

- Foi ruim pois me acostumei com você.

- Não seja por isso papai, vou te recompensar agora.

O olhei malicioso e ele ficou confuso, eu ri de sua cara e me ajoelhei, abaixei sua bermuda e junto sua cueca. Ele me olhou espantado com minha atitude.

- Yoongi, o que está fazendo??!!

- Te recompensando papai. Agora calado.

Eu abocanhei seu membro, sem mais nem menos, ele gemia que era até ... adorável digamos assim... ele pôs suas mãos em meu cabelo mas logo tirei.

-- Eu vou fazer do meu jeito, papai.

Voltei a chupá-lo vez ou outra dava atenção a sua glande com a língua.

- Me dá logo meu leite pai. Já estou perdendo a paciência.

Comecei a fazer movimentos rápidos enquanto ele gemia.

- S-Suga ... eu ... aahn.. eu v-vou....

- Goza para mim Jung Hoseok... quero provar você denovo.

Enfim ele gozou, bebi cada gota de seu líquido e o vesti de volta, sorri como se nada tivesse acontecido e o beijei.

- Irei sair com uns amigos e não tenho hora para voltar.

Fui saindo mas fui parado pelo meu boy magia hahaha.

- Você vai voltar antes das 3, entendeu mocinho ?

- Tá, tá, tá , agora tchau.

Acenei e fui ao encontro daqueles retardados, Jackson me disse que ia apresentar 4 amigos para mim, e que era para  eu encontrar eles no shopping, na praça de alimentação e eu fui, cheguei lá aquela gazela do Jackson acenou e eu acenei de volta, me aproximei e vi que tinha realmente mais gente.

- Oi Jack, Bam e Mark ♡ olá para vocês haha me chamo Yoongi mas podem me chamar de Suga.

- Olá Suga, eu sou ChenLe, esse aqui de cabelo enrolado é o Jisung, esse aqui de boina de francês é o Mark e esse fofura aqui é o Jaemin.

- Já se apresentaram né, agora vamos comer?

- Nossa Jackson, só sabe comer credo.

Mark repreendeu Jackson e eu como adoro altas tretas para colocar fogo falei:

- Não é a toa que ele é ativo da relação.

Todos riram menos Mark e Bambam que ficaram verdadeiros pimentões. Os pedidos dos meninos chegaram mas como eu não pedi nada, o ChenLe ofereceu o lanche dele para mim, e então aceitei e dividimos o lanche. Conversa vai e conversa vem olhei para o meu relógio, e vi que já eram 5:30, me levantei e me despedi de todos, ChenLe se ofereceu para ir junto comigo já que morava perto da minha casa e eu aceitei. Fomos indo para casa quando ChenLe me chama.

- Yoongi...

- Sim ?

- Você acredita em amor a primeira vista?

- Bom... sim

- É que ... sei que nos conhecemos hoje, mas eu acho que to realmente gostando de você.

ChenLe pega em minhas mãos e vai se aproximando, nossos lábios estavam quase colados quando uma voz se fez presente.

- Atrapalho??

- A-appa ??!!

- Bem eu só... estava indo deixar seu filho em casa senhor Jung.

Como ele conhecia meu pai?

- ChenLe, como conhece meu pai?

- Namjoon é meu pai, ele me adotou... e outra seu appa é um fotógrafo muito famoso e reconhecido por toda Seoul... bem até mais Yoongi.

ChenLe me deu um beijo na bochecha e agora sim to ferrado de vez.

- Tchau.

Me virei com um olhar para meu pai tipo "Desculpe eu perdi a hora" e ele me fuzilava com os olhos.

- Eu não te disse para chegar antes das 3? Já são quase 6:00.

- Tá pai, sem sermões, eu só estava me divertindo e perdi a hora.

Saí andando para dentro de casa, quando entrei, fui direto para meu quarto pegar minha toalha e meu pijama. Entrei no banheiro e liguei o chuveiro, deixei a água, simplesmente,passear pelo meu corpo, fiquei pensando em como ChenLe é bonito. Saio de meus pensamentos com batidas na porta.

- Que foi ?!

- Abre aqui, Min Yoongi.

- Agora pai ??!! 

- É ... agora !! quero falar com você !!

- Tá, já vai.

Me enrolei na toalha, e abri a bendita porta e não acreditei no que vi, meu pai estava pelado e acabou me empurrando para a banheira cheia de água e retira minha toalha com uma força desnecessária no meu ponto de vista.

- VOCÊ TA LOU...

Esse cara gosta de me interromper com beijos né só pode. Ele desceu seus beijos para o pescoço onde maltratou com mordidas,chupões, beijos e lambidas enquanto eu arfava com aquilo, quando ele chegou em minha clavícula, ele mordeu com força arrancando de mim um grito e sangue.

- Aaaii.... por que me mordeu seu idiota ??!!

Ele me deu um tapa na coxa que ficou até a marca de seus dedos.

- Você está mal criado e rebelde desde ontem e merece uma punição... mas não hoje.

Ele saiu de cima de mim e do banheiro, me levantei e terminei meu banho, sai com meu pijama e me deitei, quando estava quase dormindo o meu pai,praticamente, arrombou a porta.

- Amigo... ela tava destrancada, não precisava arrombar ela não, se quebrar tu vai colocar outra viu ?

- A única coisa que vou arrombar aqui hoje ... é VOCÊ.

Eu o olhei espantado e ele tirou seu cinto, mas para que diabos ele tirou ???

- O-o quê vai fazer com esse cinto ??

- Você verá... agora de quatro na cama.

Eu fui até minha cama e fiquei de quatro, senti ele puxar minha calça e minha box , eu vi que ele levantou o braço e me deu uma cintada.

- Ahhh... p-por que ??

- Estou te punindo por ser um baby desobediente e rebelde.

Ele me deu várias cintadas, enquanto eu choramingava, depois que ele parou com aquilo, ele beijou minha bunda. Se levantou e quando pensei que acabou, ele voltou com algemas e prendeu os meus braços na cabeceira.

- Você não disse que não iria me punir hoje?

- Mudei de ideia.

Sorriu e me deu duas cintadas nas coxas, ele sorria com minha dor esse filho da mãe, ele pegou um vibrador e colocou de uma vez em minha entrada.

- AAAAHHH.... H-HOSEEEOK.... DÓI P-PORRAAA...

- Ta gritando comigo?? Agora sim passou dos limites.

Ele ligou o vibrador na velocidade máxima, eu me contorcia com os chupões que ele me dava e com o prazer que estava sentindo, até que ele parou e eu gemi em reprovação, ele me desprendeu da cabeceira mas prendeu meus braços atrás das costas, colocou uma coleira em meu pescoço, uma tiara de orelha de gatinho e me vendou.

- Agora você vai ficar rouco de tanto gemer meu nome, seu rebelde.

Ele me penetrou com força sem preparação alguma e eu gemi alto de dor, ele não esperou me acostumar e foi indo com fundas, fortes e rápidas estocadas

- Aaahhn... H-Hoseok ... está d-doendo..

- Eu sei é por isso que eu continuo e agora me chame de Daddy se não você apanha.

Eu nem respondi pois a única coisa que eu fazia era gemer.

- Daddy.. aahhnm...daddy.... aaaahhh...DADDY!!!!

Gritei quando ele estocou minha próstata.

- Mia para gatinho vadio.

- M-miau..aahn

- Mais alto sua puta...

Ele puxou com força a coleira com a guia.

- M-MIAUU... aahhnn ... daddy eu.. v-vou g-gozar....

Quando terminei gozei em sua mão e Hoseok se desfez em meu interior. Ele tirou as algemas , venda e a tiara e nos deitamos ofegantes e suados.

- Eu te amo gatinho.

-Também te amo seu bruto.

- É só você me obedecer, que dá próxima vez vou ser carinhoso.

Adormeci com o carinho que recebia no cabelo. Acordei e ele não estava lá, me levantei  e como eu estava nu vi que meu corpo todo estava roxo, roxos de cintadas, chupões e tapas. A dor era presente no meu corpo todo, na escola chamada " meu corpo", dor estava presente.

Me arrumei e desci todo dolorido e vi que Hoseok não estava em casa, fui até a cozinha e a abri a geladeira e peguei meu pote de sorvete de chocolate e antes de começar a devorar o sorvete vi um bilhete no balcão:

" QUERIDO Yoongi,

desculpe por não estar em casa, é que parece que entraram novas modelos e me ligaram, vou voltar mais tarde hoje mais ou menos lá pelas 11 horas da noite, estarei bem e tem remédios para dor em cima do armário.

BEIJOS do seu appa que te ama muito

Hoseok"

Novas modelos, novas piranhas dando em cima do meu pai, é o meu ponto de vista peculiar.

Fui para a sala, coloquei série pra eu assistir enquanto devorava meu sorvete. Quando eu estava dormindo, bateram na porta, olhei para o relógio e marcava 10:30 e amaldiçoo a pessoa, fui abrir e era ChenLe.

- Yoongi..

- ChenLe? O que faz aqui?

Ele me empurrou para dentro e me beijou com voracidade.

- ChenLe .... para AGORA !!

Ele me parou e me olhou, enquanto eu o encarava sério.

- Você não pode me beijar assim... eu tenh namorado...

- Ai... não ... me desculpe Yoongi, eu ... me perdoe.

- Ei calma, você não sabia disso porque eu não contei... calma não se culpe por nada.

O abracei e o confortei e ele acabou dormindo, meu pai havia chegado e eu peguei ChenLe no colo e subi com ele correndo, o que foi difícil já que ele era pesado, coloquei ele em minha cama e desci.

- Oi filho.

- Oi appa.

Ele me beijou e eu retribui... 

- O que fez a tarde toda hein ,

- Assisti série enquanto devora meu sorvete e depois dormi.

- Que novidade hein ?

- Você que perguntou... paspalho - Sussurrei a última parte porque se ele ouvisse ia querer me punir então não to afim.

- Vou subir pro meu quarto appa.

- Tá bom

Ele me olhou meio desconfiado e eu subi correndo para o meu quarto ver como ChenLe está. Entrei e me sentei ao seu lado, acariciei seu rosto e seus fios de cabelo.

- Tão lindo dormindo.

- O que ele tá fazendo dormindo na sua cama Min Yoongi.

Levantei a cabeça rápido e arregalei os olhos, agora fodeu.

- O senhor mesmo respondeu sua pergunta, ele está dormindo, é que eu estava me sentindo sozinho e o chamei aqui para me fazer companhia.

- Oi Yoongi... Nossa !!

Ele se sentou na cama apressado e me olhou, se levantou e se despediu correndo e foi pra casa, eu subi denovo pro meu quarto e meu appa veio atrás, me empurrou na cama e eu gemi de dor, ele ficu por cima de mim e começoua a me dar chupões e massagear meu membro.

- A-appa não por favor... eu estou todo d-dolorido.

- Ok.

Ele saiu e eu pude finalmente dormir.

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Yoongi rebelde kkk isso vai render Lemons kkk

FIGHTING !~♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...