História Appa, eu te amo ! (YoonSeok) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Filho, Loli, Pai, Romance Proibido, Yoonseok
Exibições 272
Palavras 2.223
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Famí­lia, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Chegueeei
Perdoem por não postar capitulo á tarde é que teve um almoço de amigos do meu pai e por isso ... ta ok.

BOA LEITURA !!

Capítulo 6 - Suspensão com ChenLe


Fanfic / Fanfiction Appa, eu te amo ! (YoonSeok) - Capítulo 6 - Suspensão com ChenLe

P.O.V's Yoongi

O dia começou normal, levantei, fiz minhas higienes e tudo mais, desci para a cozinha e fiquei fazendo o meu lanche até meu pai me abraçar por trás e ficar beijando meu pescoço.

- Você ama meu pescoço né pai?

- Você não tem noção do quanto eu amo, e na verdade... eu amo você inteiro.

- Eu te amo.

- Também te amo.

Me virei e passei meus braços pelo seu pescoço, levantei meus pés e o beijei, ele me levantou ainda me beijando típica de cena de filmes hollywoodianos mas adoro.

- Appa, eu já sou baixo ai tu me pega assim me sinto Golias hahaha.

- Palhaço.

- Ai magoei.

Fiz cara de choro e ele distribuí selinhos em meus lábios, adoro quando ele é carinhoso comigo e amo quando ele é bruto comigo na cama apesar de no dia seguinte estar com uma puta dor no ... é pois é, nunca tentem sexo selvagem ok ? 

- Pai ... eu vou para o meu quarto então já pode me soltar.

- Não. Quero meu café da manhã .

- Ué só fazer.

- Calado.

Ele vai andando comigo até o sofá e me deita, vai dando beijos em minha boca e chupões em meu pescoço, apertando minha bunda, ele abre meu zíper da bermuda e puxa a mesma com minha box até o joelho e me abocanha.

- Aahn p-pai ... não ... i-isso não é café da m-manhã reforçado ... ahh.

Ele continuou me chupando até que escuto a campainha tocar... AMÉM. Hoseok revirou os olhos e eu me vesti de volta.

- Quem atrapalhou meu café da manhã ??

- Calado pai.

Fui até a porta atender e lá estava ele, ChenLe, já perdi as contas de quantas vezes meu pai bufa ou revira os olhos quando vê ele e eu acho até engraçado.

- Annyong ChenLe

- Annyong Yoongi

Eu dei um beijo na bochecha dele.

- Vou buscar mimha mochila e já volto para irmos.

Subi para meu quarto enquanto ChenLe me esperava na sala, sentado, quando fui sair meu pai me prensou na parede e me beijou feroz (saudades beijos carinhosos).

- Appa haha chega ... eu já vou indo.

- Ok neném se cuida.

Dei um sorriso e desci para sala onde ChenLe estava me esperando, o puxei pela mão e saímos, entramos na faculdade, e não havia tocado o sinal.

- Ei Yoongi, vamos aprontar uma com o diretor??

- Eu topo. Qual o plano ?

- Seguinte: você distrai o diretor e eu faço o resto, beleza?

- Beleza

Demos um High-Five e colocamos o plano em ação assim que eu achei o diretor Kim JongDae mais conhecido como Chen.

- Diretor, diretor !!

- Que foi Yoongi?

- Tem briga lá no pátio, acho melhor você ir ver.

- Tem certeza Min Yoongi?

- Bom, não tenho certeza absoluta mas ouvi uns gritos de alguém e outras pessoas tipo "Bate, bate" aí vim correndo para te avisar.

- Obrigado  Yoongi.

Ele saiu correndo para o pátio e eu mostrei um chique para ChenLe que retribuiu o gesto. Ele havia colocado balde de tinta azul na porta para quando o Jongdae entrar, virar o Avatar ... vai ser tão cômico.

Assim que ja estava tudo certo, eu e ChenLe nos escondemos e ficamos observando o movimento até que surge a nossa vítima e eu claro que filmava tudo. JongDae me praguejava e eu segurava para não rir, até que ele abra a porta e o balde de tinta cai sobre sua cabeça, molhando seu terno todo de azul , seu rosto e seu cabelo tudo azul, eu e ChenLe começamos a rir e ele nos viu escondidos, nos pegou e colocou na sala dele, JongDae saiu e pediu para a moça da secretaria Chaerin, ligasse para nossos pais, eu e ChenLe nos olhamos com os olhos arregalados de tipo " AGORA FODEU!!!".

Assim feito, ligaram para meu pai e para o pai de ChenLe, o Namjoon, em menos de 13 minutos eles já chegaram, e o diretor os encaminhou para sua sala, eles entraram e nós olhamos para eles, meu pai estava com uma expressão nada boa, Namjoon também estava a mesma coisa.

- Então, o que Yoongi fez diretor?

- Bom, ele foi cúmplice e ''câmera-man" de um plano rídiculo do filho do Sr. Namjoon. 

Eu me levantei e bati na.mesa do diretor e é claro que vou defender ChenLe e eu.

- É mentira !! Eu e ChenLe nunca fizemos tal calamidade e outra a gente só riu porque você estava parecendo um Avatar.

Meu pai me olhou mais nervoso ainda pois ele sabia que estava mentindo, eu me sentei nervoso, cruzei os braços e as pernas.

- Se é mentira, não se importará de eu mostrar as gravações que você fez em seu celular não é?

Olhei apreensivo para ChenLe, e meu pai se pronunciou.

- É filho... se você e ChenLe são inocentes, deixe o diretor mostrar as gravações.

- Tá bem.

Abaixei minha cabeça em sinal de derrota, ChenLe também. JongDae mostrou as gravações e lá estava passo a passo do que fizemos até a mentira que contei para JongDae sobre a suposta "briga".

- Me desculpem meninos, vocês já aprontaram demais na escola e estarão suspensos por 1 mês.

Eu e ChenLe nos olhamos espantados e claro nossos pais queriam saber o que mais nós havíamos feito.

- Já picharam o muro da escola, fizeram guerra de comida na cantina

Interrompi o diretor, para fazer um de meus comentários desnecessários.

- Esse dia foi louco.

Dei um sorriso mas fechei e engoli seco assim que notei o olhar de meu pai em mim.

- Não foi só isso, eles já foram vistos respondendo com má educação os professores, já colocaram o pé na frente de um colega, colocaram uma rã na bolsa de uma aluna e Yoongi, sozinho, brigou com uma menina do 1 ano chamada Jennie, já explodiram um experimento em sala, trouxeram para a escola bombinhas.

Nossos pais nos olhavam sérios e com raiva por termos feito tudo isso e não ter contado nada para eles, mas é lógico né eu não ia contar algo que ia me deixar sem andar ( se é que me entendem)

- Bom tenho dito, 1 mês de suspensão para os dois agora peguem seus materiais lá fora e vão com seus pais.

- Sim diretor.

Finalmente aquele poste loiro do Namjoon falou algo.

- Não tem nada para pedir ao diretor ChenLe?

- Desculpe diretor

- E você Yoongi, não tem nada pra falar ao diretor?

- Tsc... não e outra não me arrependo de nada.

Saí andando vitorioso coisa que no momento eu não sou, quando sai com ChenLe para o JongDae conversar com nossos pais, lá estava aquela puta piranha da Jennie.

- Ora, ora,parece que a bombinha de pavio curto foi suspenso.

- Jennie, nao me testa por favo, já estou no meu limite.

- Nossa , hahaha pavio curto ta estressado, assim seu papai vai acabar te largando no orfanato denovo.

- AH NÃO AGORA FOI DEMAIS!!!

Comecei uma briga com Jennie, eu estapeei ela até minhas mãos ficarem vermelhas enquanto ela me arranhava e me dava soquinhos irônicos, ChenLe tentava me afastar dela mas eu grudava ainda mais, puxei o cabelo dela e ela me arranhou no rosto,meus braços e meu rosto tinham suas marcas e um pouc de sangue, senti um braço forte me tirar de cima de Jennie.

- ME LARGA !!! SOLTAA !!!

- CHEGA YOONGI !! VAMOS PARA A CASA AGORA.

- EU AINDA TE MATO JENNIE !! VOCÊ.VAI E ARREPENDER POR TER DITO ISSO .

Minha voz saiu embargada pois eu queria chorar, me soltei brutalmente dos braços de meu pai, arrumei minha camiseta e fui para o carro.

No caminho foi aquele silêncio, foi só chegar em casa que ele já começou a falar.

- Yoongi que show todo foi aquele ?!!

- Não foi show nenhum, ela que dá uma vítima.

- Certo, e sobre aquilo que você aprontou tantas junto de ChenLe.

- Eu não sei tá legal ?! Me desculpe .

Ele suspirou e me mandou para o quarto e disse que iria pensar no meu castigo.

- Só não me abandone naquele orfanato, por favor -- sussurrei mas mesmo assim ele ouviu, minhas lágrimas já desciam pelo meu rosto, fui subindo até que fui puxado e prensado numa parede da sala.

- Eu não vou te abandonar naquele orfanato.

- Jura ??

Eu sorri com olhos brilhantes por conta do choro, meu pai me beijou carinhoso e logo que separou nossos lábios, o abracei.

- Me desculpe, appa... Yoongi se arrependeu muito do que fez.

Ele me olhou e foi ai que percebi que eu falei em 3 pessoa, tapei minha boca, senti meu lado criança e "feminino" me dominar.

- Adoro quando fala seu nome ao invés de "eu"

- Appa, vou tomar banho.

- Tudo bem.

Ele me deu um beijo e eu subi, tomei banho e quando saí, meu pai estava na sala conversando alguém, e era a Jennie, eu estava espionando quietinho até que

- Sr Jung ... eu sou apaixonada por você!

- Jennie , olha...

Ela não esperou ele terminar sua fala, ela havia o beijado.

 

P.O.V's Hoseok

Jennie se declarou para mim e me beijou, quando de repente ela parou de me beijar, até que vi ela no chão, com sangue no canto da boca, olhei para o lado e vi Yoongi com punhos fechados e olhos marejados.

- NUNCA MAIS ... FAÇA ISSO COM MEU PAI !!!  FICA LONGE DELE !!! PIRANHA, CADELA. SAI DA MINHA CASA AGORA!!!

Jennie saiu da nossa casa correndo, Yoongi me olhou.

- Me desculpe... sua vida só piorou depois que eu entrei na sua vida, meu ciúmes consideravelmente doentio, minha rebeldia, minha bipolaridade tudo em mim é um defeito... me desculpe Jung Hoseok, mas tem alguém melhor que mereça um pai maravilhoso como você e esse alguém não sou eu. A única coisa que fiz foi te dar prejuízos, me desculpe por tudo.

Seus olhos estavam marejados e as lágrimas saíam sem parar e eu o abracei.

- Do que está falando ?? Você me deu os momentos mais intensos da minha vida, você é o amor a minha vida, a cada beijo que damos demonstramos amor e carinho, cada abraços demonstramos conforto, a cada palavra dita demonstramos importância e preocupação, a cada transa que fazemos demonstramos que somos um só e feitos um para o outro.

Ele me abraçou com força e eu separei o levando para meu quarto, o coloquei delicadamente na cama, o beijando, fui abrindo sua blusa e chupando seu pescoço.

- Agora... não iremos fazer sexo e sim fazer amor.

Voltei a chupar seu pescoço, ele gemia meu nome baixinho parecia miado de gatinho filhote.

- H-Hobi-ah...

- Shhh, eu te amo meu pequeno.

Tirei suas roupas devagar, e ele olhava atentamente cada movimento que eu fazia, o deixei de box, e dei um selar em sua ereção ainda coberta, voltei a beijá-lo com um pouco mais de intensidade, aqueles estralos que nossas bocas davam eram deliciosos de se ouvir, nosso beijo transmitiu paz,segurança,carinho e principalmente amor, desci e lambi seu mamilo para que ele se sentisse em prazer com os meus toques.

- Ahn... H-Hope... 

Ele tirou minha roupa,devagar também, nossos olhos se encontravam várias vezes e ficamos nos encarando por minutos, até que estavamos sem nada, eu o beijei novamente.

- Talvez possa doer... mas irei com carinho.

Ele assentiu, seus olhos transmitiam medo mas ao mesmo tempo ele confiava em mim, parecia que era nossa primeira vez juntos, me posicionei entre suas pernas e coloquei a cabeça do meu membro em sua entrada, ele gemia de dor porém eu o distraia com beijos e selares em sua boca macia, enquanto eu colocava tudo dentro dele, eu o olhava e do jeito que estava fazendo com ele pareceu que ele é de porcelana e o medo de "quebrar" era grande.

-Ahhh.... ai.... Hope d-dói...

Eu estava dentro dele por completo, comecei a me movimentar e ele gemia meu nome adorávelmente ... eu o amo demais, amo seus gemidos, seus toques, seus beijos e tudo nele eu amo, pois ele mexe comigo de um jeito que Taehyung não mexia, ele me provoca sensações que jamais vivi e desperta em mim coisas que nunca havia sentido.

-S-Sugaa.... eu... te amo tanto

- H-Hobi.... aah

Comecei a estocá-lo forte e rápidamente, nossos gemidos predominavam o meu quarto, eu numca me canso de dizer o quanto eu o amo, e eu cedo qualquer coisa para deixá-lo feliz. O som de nossos corpos se colidindo era maravilhoso,  essa noite é maravilhosa.

- M-mais Hobi.. mais ... ahhmmnn.

Assim que  preenchi  seu interior ele gemeu arrastado e nós caímos ofegantes e suados,o puxei para colar nossos corpos, nos olhamos com carinho e nos demos um beijo de boa noite, eu nos cobri com meu cobertor.

- Eu te amo Hobi...

- Eu também te amo e eu nunca, mas NUNCA iria te abandonar.

Nos abraçamos e nos entregamos ao sono, hoje o que fizemos foi realmente amor, e não um sexo qualquer onde tem punições e castigos ... esse sex teve amor e carinho.

 

 


Notas Finais


Desculpem a demoraaaa mas é que ter criatividade não é facil não e olha ... qualidade de fic em primeiro lugar para os leitores ...

FIGHTING !~♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...