História Aprendendo a Amar - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cúmplices de um Resgate
Personagens André Alencar, Isabela Junqueira, Julia Vaz
Tags Adolescência, Colegial, João Guilherme, Romance
Exibições 99
Palavras 957
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Escolar, Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oie
Gente o vestido da Julia é o que a Mharessa Fernanda usou no aniversário de 14 anos dela.
O look da isa é o de foto de capa.
Beijos
Boa leitura
P.S Leia as notas finais

Capítulo 12 - "Temos que escolher os melhores caminhos em nossas vidas"


Fanfic / Fanfiction Aprendendo a Amar - Capítulo 12 - "Temos que escolher os melhores caminhos em nossas vidas"

Pov Julia
Acordei as 9h da manhã, preparei o café do João e passamos a tarde toda jogando videogame. Já passavam das 3h quando meu celular tocou,era o André

André:oi princesa
Julia:oi lindo
André: tem alguma coisa marcada pra agora?
Julia:agora?
André: sim
Julia; não por que?
André: vamos sair,se arruma que seu pai vai passar ai em uma hora
Julia: mas onde vamos?
André: surpresa! Uma hora não esquece,beijo
Julia: beijo

Ele desligou e fiquei imaginando o que estaria aprontando,avisei o João e ele não deu nenhum ataque pois já estava acostumado com as minhas saídas com o André, fui até o banheiro,me despi e deixei a água quente do chuveiro me relaxar, sai enrolada na toalha e vesti um langerrie branca e quado abri o guarda roupas com dúvida do que vestir,eu vi uma caixa branca que com certeza não estava ali antes,a peguei e pus em cima da cama me sentando na mesma,abrindo um envelope vermelho que havia sobre ela

Sem dúvidas vai ficar lindo em você!
P.S Você é muito linda!
-André

Sorri com aquilo,abri a caixa tirando de lá um vestido verde turquesa com flores rosa e um sapato de salto alto rosa .Lindos.
Vesti e me aproximei do espelho e análisei minha imagem,me senti satisfeita,o André realmente acertou e o sapato coube perfeitamente em meus pés parecia que havia sido feito sob medida especialmente para mim.Sequei meus cabelos com o secador e os deixei soltos,fiz uma maquiagem básica e fui até a sala e o papai já estava esperando.Saímos e em 20min ele estacionou o carro e me entregou outro envelope,tentei fazer ele me contar o que André estava tramando mas não teve jeito.

Temos que escolher os melhores caminhos em nossas vidas
P.S Estou te esperando.
-André

Sorri ao ler o bilhete,me despedi de meu pai e sai do carro,ele me troussera a um lugar que me trazia quando eu era criança, um lugar que chamam de "caminho das rosas",e um jardim com centenas e mais centenas de rosas cor-de-rosa
Havia sobre a calçada um "caminho" de pétalas de rosas vermelhas,segui ele até o fim e encontrei um coração formado de mais pétalas.
Por um instante me senti meio perdida,não havia ninguém ali ,apenas eu.Senti duas mãos pousarem de leve em minha cintura,era o André

André: ficou lindo em você
Julia; obrigada pelo elogio,e pelo presente
André: de nada,que tal um pequenique?
Julia: ótima ideia-eu disse e nos sentamos sobre o lençol estendido sobre o gramado verde.Lanchamos e ficamos conversado por algum tempo.Ele parou nossa conversa e segurou minhas duas mãos

André: eu tenho uma coisa muito importante para te falar, posso?
Julia: claro,pode sim
André: bom,Julia eu levei um minuto pra te conhecer,uma hora para te apreciar e um dia para te amar.e sinto que levaria uma vida inteira se tivesse que te esquecer.
Mesmo que eu tivesse o perfume de todas essas rosas,toda a beleza desse imenso céu,e a pureza de todos os anjos,nem a flor mais perfumada,nem a música mais bela,nem o sonho mais lindo,nem o silêncio mais tranquilo,nem a paz mais desejada,nada.Nada faria sentido se eu não tivesse o presente mais valioso,nobre e mais sagrado,e não se compara a ter conquistado o carinho de uma pessoa tão especial quanto você.
Julia Vaz Avila,você aceita ser minha namorada?- ele disse tirando uma caixinha vermelha do bolso com duas alianças de prata

Julia: e..eu nem sei o que dizer,é claro que eu aceito- eu disse já sentido as lágrimas rolando pelo meu rosto,ele pos uma aliança com seu nome em meu dedo e pus a outra em seu dedo,só que essa levava meu nome, ele me beijou calmamente,pousando suas mãos em minha cintura,me sentia amada e desejada naquele momento,a felicidade tomou conta de mim,nos beijamos ali por tanto tempo que nem vi o tempo passar

Pov João Guilherme

Depois que o André ligou a Julia foi pro banho,corri até o quarto e coloquei a caixa no armário dela.Ela vestiu e ficou lindo, depois que ela saiu eu peguei o ônibus e fui direto pra mansão
Pov off

João: oi linda
Isa: oi- ela respondeu me dando um Celinho demorado

João: vamos dar uma volta,quero te levar num lugar
Isa: tudo bem- ela disse e subiu as escadas,fiquei na sala observando os porta retratos,Isabela sempre foi bonita,puxou a mãe, num quadro meio escondido dos outros havia a foto de dois bebes e ao lado uma foto dela com o André na porta da escola.Ela desceu e vestia um short de cintura alta uma blusa branca de mangas compridas que deixava metade da sua barriga a mostra,e uma sandália estilo gladeadora marrom clara.Estava com os cabelos soltos e sem as mexas.
Caminhamos e entramos em minha sorveteria predileta

Isa: Cavichiolli?
João: aham,minha sorveteria predileta,você vai amar-eu disse dando um Celinho nela
Isa: se você diz.
Fiorina: olá sejam bem vindos a Sorveteria Cavichiolli,que sabor vão..... João é você?
João: sim senhora
Fiorina: ah Bambino quanto tempo
João: pois é a vida anda meio corrida,bom dona Fiorina,esta é minha namorada,Isabela,isa essa e a dona da sorveteria,a Dona Fiorina
Fiorina: prazer bambina
Isa: o prazer é meu
Fiorina: vão de que?
João: chocolate e framboesa
Isa: ECA!- ela disse arqueando uma das sobrancelhas

João: ECA nada,é delicioso
Isa: bom,enfim,eu vou querer morango e uva- sentamos em uma mesa e ela nos serviu

Isa: uhow,esse sorvete e maravilhoso
João: eu sabia que você ia gostar
Isa: amei,e gostei também desse seu queixo lambuzado- ela disse pegando um guardanapo e colocando sobre meu queixo,tomamos o sorvete e fomos até o caixa pagar a conta

Pov Isa
João me levou a uma sorveteria maravilhosa, tomamos sorvete e nos levantamos para pargar a conta,senti algo encostar em minha cabeça,gelei por um instante.Era uma arma.
Pov off


Notas Finais


Comentem
Beijos de Nutella


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...