História Aprendendo a Amar - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Cora Hale, Isaac Lahey, Kira Yukimura, Lydia Martin, Malia Tate, Melissa McCall, Scott McCall, Stiles Stilinski, Theo Raeken
Tags Maleo
Exibições 42
Palavras 1.334
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá amores❤
A ruiva da capa é a Lucy ( irmã da Ruby)
Espero que gostem!!!!

Capítulo 32 - 2X06 Family Mitchell


Fanfic / Fanfiction Aprendendo a Amar - Capítulo 32 - 2X06 Family Mitchell

- Parece que minha irmãzinha esta ativa novamente. Vou ter que contar a historia do jeito antigo!- Observava a mulher na minha frente.- Pronto para ouvir Isaac?

- Quando você quiser!

Theo on*

- Estamos esperando Ruby.- Falei impaciente.

- Falta alguém!- Ruby disse cruzando as pernas.

- Não falta mais...- Lydia disse se sentando perto de Malia.

- E a Thammy?- Malia

- Com Stiles!- Lydia

- STILES! Porque ninguém me falou que esse... Que ele esta aqui, não vou deixar ele com minha filha!- Estava irritado, fuzilava Malia com os olhos.

- Nós temos coisas mais importantes pra se preocupar agora Theo! Thammy está bem!- Tracy 

- Nós não temos todo o tempo do mundo!- Ruby.- Posso?

- Sou todo ouvidos!- Disse me controlando.

- Há mais de mil anos nossa família existe... Diana Green foi a primeira bruxa e mais forte que existiu. Os seus poderes simplesmente existiam! Os pais dela moravam numa aldeia como todas as outras, até que Diana cresceu e começou usar o seu dom, no início todos a admiravam mas depois passaram a vê-la como uma ameaça, tentaram matá-la mas ela conseguiu fugir... Fugiu pro mais longe que pôde, até chegar numa aldeia onde ninguém a conhecia ou tinha ouvido falar dela... Ela conquistou a confiança de cada pessoa daquele lugar, até que se apaixonou por Miguel Mitchell, eles se amavam tanto que ela lhe contou o seu segredo, foi aí que eles juraram amor eterno... Não tao eterno assim, pois um dia eles dois morreriam. Miguel a convenceu de torná-los imortais e assim ela fez, eles se casaram e em pouco tempo veio o primeiro filho; Michael... A segunda; Lucy... E a terceira; Ruby. O tempo passou e as crianças cresceram, Diana temia que os filhos fossem como ela. Lucy tinha oito anos quando criou um demônio: um demônio com garras, presas, olhos faiscantes e asas, a primeira manifestação do seu poder. O demônio matou cada pessoa daquele lugar e depois Lucy sugou ate a última gota de sangue deles. Nossos pais entraram em desespero com o demônio a solta e Lucy descontrolada, se trancaram dentro de casa com Michael e Ruby , ... Minha mãe tentou de tudo para matá-lo mas o máximo que ela conseguia era paralisá-lo por alguns segundos. Como a casa era frágil sem segurança alguma o demônio entrou facilmente nela, Ruby não conseguia controlá- lo mais então ela se juntou a nós, ficamos encolhidos num canto, meu pai pegou algo para pelo menos assustá-lo... Ao invés disso, o demônio arrancou a coração dele e o esquartejou na nossa frente, foi ai que Michael se levantou ficando frente a frente com o demônio, estendeu sua mão e o tocou, nós vimos o demônio pegar fogo e virar cinzas com apenas um toque do meu irmão. Minha mãe nos levou pro mais longe possível, longe de qualquer contato com outras pessoas, com 6 anos eu comecei mostrar poderes psíquicos e uma parte da magia da minha mãe. O tempo passou, meus irmãos estavam cansados de viver exilados foi ai que Lucy descobriu que se minha alma não estivesse no meu corpo ela poderia ter os meus poderes também, assim ela fez, não sei como ela separou minha alma do meu corpo e me jogou num mundo prisão, com minha magia ela fez um feitiço para nossa mãe dormir a eternidade, como nossa mae era mais forte o feitiço não duraria muito tempo. Lucy e Michael fugiram para a aldeia mais perto que encontraram, depois de um tempo minha irmã descobriu que se ela quisesse viver teria que se alimentar de sangue e foi isso que ela fez. Michael se apaixonou por uma das mulheres de lá; Melissa Miller. Eles começaram viver o amor que ambos sentiam. Lucy não se continha apenas com sangue humano foi ai que ela fez um feitiço que transformou toda aldeia em vampiros e lobos. Michael se enfureceu mas acabou perdoando a irma por tranformar a mulher que ele amava em uma loba. Lucy parecia saciada... Ate experimentar o sangue de vampiro e lobo misturado. Melissa se entregou a Michael e esse amor teve um fruto. Lucy descobriu a gravidez  de Melissa e deu algo para ela tomar em que ninguém soubesse... Algo para a criança se transformar num híbrido.

Paralisei quando ouvi isso: um hibrido? 

-Então eu nao sou o único hibrido?- Perguntei.

- Chegaremos nessa parte Theo...- Ruby suspirou.- Michael não sabia o que sua irmã tinha feito, então fugiu com Melissa. Lucy se enfureceu e começou criar demônios, por todos os cantos da terra tinham demônios. Até que minha mãe acordou e chegou a conclusão nós éramos pragas que ela mesma colocou na terra. Ela se enfureceu e fez um feitiço a qual nos mantiram para sempre presos; Lucy se tornaria uma sombra presa e atormentada, eu continuaria onde estava e Michael também teria seu próprio tormento eterno. Lucy descobriu sobre o feitiço, ela não conseguiu impedi-lo então o modificou: nos ficaríamos presos, mas não eternamente, até que algo incrivelmente impossível acontecesse, e assim foi feito, nos fomos presos. Minha mãe descobriu sobre a garota e o bebê então congelou os dois por séculos e séculos, enquanto isso ela vivia sozinha... Ela fez um feitiço a tornou humana, viveu algumas décadas e morreu: velha e sozinha. Quando ela morreu Melissa foi despertada, pouco meses depois nasceram duas crianças lindas, um menino e uma menina. O menino ela deu para um lobo que o criou com uma humana. Ele cresceu como um lobo até que aos 17 anos ele morreu num acidente de carro e despertou seu lado vampiro...

- O que? Isso não pode ser verdade... ISSO É UMA MENTIRA!- Joguei no chão tudo o que eu vi em cima da mesa que estava perto de mim, eu tentava me controlar mas era algo impossível. Ninguém entendeu minha reação, somente Ruby. Todos me olhavam assustados sem entender o motivo deu estar assim.

- Você é uma mentirosa!- Usei minha velocidade, encostei Ruby na parede e comecei a enforcá-la.

- Já chega Theo!- Malia disse me empurrando.- Se acalma.

Ruby usou seus poderes psíquicos em mim, me matendo paralisado.

- Voce vai ouvir a história toda Theo!- Ruby disse voltando a se sentar.- Vocês vão ouvir.

Todos estavam assustados.

- O que aconteceu com a menina?- Lydia perguntou tentando ignorar o fato deu estar paralisado.

Malia on*

Eu não entendia o porque do Theo ter agido assim, mas precisava saber a historia toda.

- Melissa levou a menina com ela!- Ruby finalmente respondeu.

-Solta ele Ruby...- Implorei.

Ruby atendeu ao meu pedido, Theo simplesmente usou sua velocidade e saiu de casa.

- Nem pense nisso Malia, você precisa saber o resto da história.- Ruby decretou que eu não fosse atrás do Theo.

- Depois aconteceu algo incrivelmente impossível: Um bebê filho de um vampiro nasceu. Mas apenas Lucy foi libertada, ela rondou por 8 meses ate encontrar o alimento dela: Theo. De quebra ela levou Isaac junto, alimentou por 4 anos e conseguiu sua forma humana... Ela cria demônios da mesma maneira que Theo cria híbridos: com o seu sangue. Por enquanto o maximo que ela consegue é dar poder aos humanos, ela precisa se alimentar mais para criar os seus demônios de verdade.

- Então nós acharemos Michael já que ele é o único que pode acabar com os demônios.- Tracy

Usei minha velocidade e sai procurando Theo.

- Theo?- Falei ouvindo e eco da minha voz.

- Você nao devia estar aqui, eu quero ficar sozinho vai embora.

Que bom eu ter chutado certo onde ele estava. Mas porque aqui? O lugar onde ele esteve trancado por quatro anos.

Theo estava sentado no chão com a cabeça apoiada nos joelhos.

- Eu não vou embora sem antes você me dizer o motivo de você estar assim.- Falei me sentando ao seu lado.

- Nao Malia, você não entende!- Ele me olhou com os olhos lacrimejando.

- Eu quero entender Theo!- Passei a mão em sua nuca.- Por favor...

- Eu sou um hibrido Malia, eu morri com 17 anos num acidente de carro...- Ele disse com a voz trêmula.

- Você é um dos gêmeos que a Melissa teve? Filho do Michael Mitchell...


Notas Finais


Aposto que vocês nunca de perguntaram o porque do Theo ser um híbrido sendo que "os pais" dele era um lobo e uma humana hahahaha ta ai a explicação!!!
Comentem!!!!
Desculpem os erros não deu pra corrigir!!
Bjoos ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...