História Aprendendo a Amar - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Suga, V
Tags Amor, Esquizofrenia, Park Jimin, Romantico
Exibições 100
Palavras 870
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Já foi a parte bad agora vai ser só mel… eu acho…


🌈Boa Leitura🌈

Capítulo 5 - Talvez eu não seja tão Louca


Fanfic / Fanfiction Aprendendo a Amar - Capítulo 5 - Talvez eu não seja tão Louca

PV (s/n)

::Sonho on::

Eu estava num quarto todo branco, mas a paisagem parecia esverdiada… fico encolhida num canto qualquer sem saber o que fazer, afinal, não vi saídas.

-(s/n)! - ouço a voz da minha mãe, mas quando olho para cima… era um monstro, horroroso, todo ferido.

-s-saia daqui! O que está acontecendo? - eu pergunto. Por que eu nunca sei o que está acontecendo?

-(s/n) acorda! Acorda (s/a), já voltei… - era a voz de Jimin mas eu não o via… de repente tudo não passa de um borrão qualquer…

::sonho off::

-até que enfim você acordou… eu comprei doces, você quer? - ele pergunta. Eu não sei porque mas Jimin faz eu me sentir melhor… se acham que eu estou magoadinha porque matei meu pai estão enganados! Eu só estava surpresa pois nunca matei ninguém…

-quero sim… tenho uma pergunta… - digo levantando e sentando na cama.

-qual? - ele responde.

-você acha que meu problema realmente é esquizofrenia? Eu não pareço louca… - digo e ele pensa um pouco.

-talvez você só tenha um pouquinho, afinal, seu problema é apenas a perseguição não é? - ele diz.

-minha mãe sempre foi muito superprotetora… deixa esse assunto pra lá… e seu irmão? Cadê ele? - pergunto.

-trabalhando… vem eu comprei pipoca de microondas! - ele diz animado. Eu esqueço todos os problemas perto dele… ou quase todos. Sinto uma tremenda falta da minha mãe… ouço um barulho de sirene.

-eles já devem estar indo para o necrotério… - digo e vou para a sala com ele.

-finalmente achei alguém mais baixinho que eu… - Jimin diz rindo e eu sorri. - eu fiz você sorrir… - ele diz sorrindo mais.

-o que vamos assistir? - pergunto abrindo um chocolate que ele comprou.

-coloca na Netflix e procura alguma coisa, eu vou fazer a pipoca. - ele diz me entregando o controle e eu sento no sofá abrindo a Netflix. Vou colocar Once Upon a Time, minha série preferida! - vocês precisam assistir! - e espero Jimin fazer a pipoca.

-por que se preocupa tanto comigo? Nos conhecemos ha 3 dias! - pergunto.

-eu… eu não sei… - ele diz colocando o pacote no microondas.

-hum… como vai explicar ao seu irmão que não tem como eu ficar sozinha naquela casa? Não que eu vá te atormentar aqui todo dia… - digo.

-eu vou convencer ele e você vai morar aqui. Se quiser, é claro… - ele responde e eu volto a atenção para a televisão. Olho o relógio e são 16:40. O céu está nublado, parece que vai chover.

-não consigo acreditar no dia de hoje… eu sou uma pessoa horrível! - digo e vejo o microondas apitar. 

-não é horrível, eu faria o mesmo… talvez nem tanto, mas compreendo um pouco o seu lado… - ele diz.

-sou uma pessoa normal por 8 horas… - digo me referindo ao remédio que tomei antes de dormir.

-amanhã nós podemos faltar na escola. - ele diz e vejo a porta da sala se abrir.

-(S/a)! Eu fiquei sabendo o que houve… você está melhor? Os carros já saíram da frente da sua casa. - Jin diz.

-estou bem senhor Kim. - digo.

-pode me chamar de Jin, eu não sou tão velho assim né? - ele diz sorrindo e eu assenti.

-ela vai ficar aqui agora Jin, pense bem, não tem ninguém pra cuidar dela! - Jimin diz indo para a frente do mais velho e ajoelhando como se fosse pedir um brinquedo novo na loja.

-pode sim. Bom, eu vou ir dormir pois hoje foi um dia cansativo, juízo aí! - ele diz. Como se eu fosse corajosa o suficiente para ir pra cima de Jimin…

-tenha bons sonhos Jin! - Jimin fala e Jin sobe as escadas. 

-você já assistiu essa série? - digo tentando quebrar o silêncio na sala.

-não, nunca… parece legal. - ele diz e voltamos aqueles silêncio constrangedor, a única forma de não ficar mais corada do que já estava seria comer a pipoca de Manteiga que estava entre nós dois. 

Fico fitando Jimin pelo canto dos olhos, ele me fazia sentir bem… várias coisas se passaram por minha cabeça agora e senti um arrepio, malditos hormônios! Por que eu tenho que passar pela puberdade em? Pior fase. Eu já estava muito corada e me sentindo desconfortável. Talvez eu gostasse de Jimin, talvez eu precisasse dele em minha vida… ou talvez eu só quisesse ser como uma irmã vendo ele partir de mãos dadas com outra. Ou talvez eu só fosse trouxa o suficiente para travar e ficar gaguejando perto dele. Ah eu não consigo me concentrar na série, Jimin está tirando totalmente minha atenção! Eu não estou gostando desse sentimento! Meu coração está a mil, eu estou corada e trêmula. Eu queria me expressar de algum jeito…

-v-você tem algum caderno? - pergunto sem jeito. Espero que ele não perceba a minha timidez.

-tenho sim. Vou pegar. - ele diz indo em direção ao quarto e logo volta com um bloquinho e um lápis.

-obrigada. - digo e ele volta a atenção para a televisão. Começo a traçar cada detalhe do rosto de Jimin, se eu deixaria ele ver? Nunca! Seria muito micão… 

Droga de sentimento! Quando eu não tomava meus remédios eu não tinha isso! Alguém me socorre por favor, eu não aguento ficar desse jeito! Alguém conhece um remédio para fazer isso parar?


Notas Finais


Desculpe se ficou muito curto, espero que tenham gostado ❤


🌈continua🌈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...